6 de mai de 2017

ROADIE METAL VOLUME 9 (COMPILAÇÃO)


2017
Independente
Nacional

Nota: 8,7/10,0


Tracklist:

CD 01:

1. RUINS OF ELYSIUM - Serpentarius
2. OLDER JACK - Wahnsinn
3. PATO JUNKIE - The Rag Doll
4. STONERIA - Latino Americano
5. DEMONS INSIDE - Remorse, Effect of Traumas… Remains
6. LASTING MAZE - Forsaken Land
7. CÁLIDA - Viemos Para Ficar
9. LO HAN - Waiting for You
10. PÁTRIA REFÚGIO - Guerras Atuais
11. STONEX - Maggots (In My Brain)
12. OZOME - Tudo Veio da Lama
13. MARCO ZERO - Efeito Moral
14. INDOMINUS - The Arsonist
15. IN THE SENT - Dar o Culto da Manhã
16. ATTIVITA POWER TRIO - Vestido de Seda
17. LEXUZA - Natural


CD 02:

1. HEAVENLESS - Hatred
2. CORE DIVIDER - Ignorance
3. COAST TO COAST - Alive
4. CONCEPT OF HATE - Black Stripe Poison
5. VULTURES - A Strange Land
6. UNKNOWN CODE OF EXISTENCE - We Are Not Mere Aliens
7. R.I.V. - Headache
8. PATRICK PEDROSO - Only Ashes
9. ELIZABETHAN WALPURGA - The Serpent’ Eyes and the Horns Of Crown
10. INFERMS - Sadistic Desire
11. VILETALE - Vile
12. SAGRAV - The Lynching
13. TORMENTORS - For Hate
14. VISCERAL - Maldito
15. LASCADOS - Sem o Próprio Chão
16. BRUNO F. VASCOTIM - Resurrected
17. RINITS HORROR SHOW - Morte de Verão


Contatos:

Twitter: 
Instagram: 
Bandcamp:

Texto: Marcos “Big Daddy” Garcia


E eis que chega o nono volume da já conhecida e aclamada coletânea Roadie Metal, elaborada pelo apresentador/assessor de imprensa Gleison Júnior, trazendo uma seleção variada de nomes emergentes da cena nacional. 

E nela, não vale radicalismo. Todos os estilos de Metal, e mesmo de Rock’n’Roll possuem espaço. Na coletânea, temos aquilo que deveria ser o cenário do Metal nacional: todos com espaço e em respeito ao que o outro gosta, mesmo não gostando (é uma utopia, eu sei, mas não desisto do sonho da unidade e respeito mútuo). E por esta diversidade, tudo fica em alto nível.

Como sempre, é preciso dizer que a qualidade sonora varia muito de banda para banda, pois muitas já possuem trabalhos lançados, outros estão na luta e outros ainda lutam com dificuldades técnicas e financeiras nesse sentido. Mas todas merecem respeito por seus esforços.

Como a coletânea é dupla, é difícil falar de todas as bandas, mas como dito acima, todas merecem muito respeito por sua iniciativa, por sua vontade de ferro de não ficarem à mercê da vida e esperando que tudo venha a cair dos céus (lembrando que apenas chuva e aviões mal abastecidos caem do céu). Mas destacaremos algumas por mera referência.

No CD1, não há como não citar o belíssimo trabalho do RUINS OF ELYSIUM em “Serpentarius” (Symphonic Metal grandioso, adornado com lindas melodias, teclados belíssimos e lindos vocais femininos), a força do  OLDER JACK em “Wahnsinn” (Thrash/Tradicional com letras em alemão e muita pegada, com ótimas guitarras), a energia do PATO JUNKIE em “The Rag Doll” (uma mistura de Metalcore com Crossover e outros muito boa, mostrando uma cozinha rítmica coesa e com boa técnica), a porrada Stoner Rock do STONERIA “Latino Americano” (com aquele jeitão meio setentista e psicodélico de ser),  a força experimental, pesada e melodiosa do THE PHANTOMS OF THE MIDNIGHT em “Midnight”, o Hard setentista e introspectivo do LO HAN em “Waiting for You”, e o Metal mais tradicional cheio de energia do MARCO ZERO em “Efeito Moral”. 

Já no CD 02, o brutal Death/Thrash do HEAVENLESS em “Hatred”, a porrada seca e grooveada do CORE DIVIDER com “Ignorance”, a energia jovem e moderna do COAST TO COAST em “Alive”, a forja de ódio Crossover/Thrash Metal do CONCEPT OF HATE em “Black Stripe Poison”, o trabalho ótimo de PATRICK PEDROSO ouvido em “Only Ashes” (instrumental Fusion Rock melodiosa onde a guitarra fala por si mesma), a força agressiva e azeda do ELIZABETHAN WALPURGA no Black/Metal tradicional em “The Serpent’ Eyes and the Horns Of Crown”, a explosão Death Metal intensa e brutal do INFERMS em “Sadistic Desire”, o Thrash Metal Old School do TORMENTORS em “For Hate”, e o Hardcore melódico e ganchudo do RINITS HORROR SHOW em “Morte de Verão” são os que se destacam.

No mais, todas as bandas estão de parabéns, desejamos a elas toda sorte do mundo. E agradecemos ao Roadie Metal por ser um espaço para todos aqueles sem espaço.

E aos leitores, o programa Roadie Metal vai ao ar todas as quintas (das 20:00 às 23:00 horas), e aos sábados (das 14:40 às 16:15 horas) no Canal Felicidade.
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentário(s):