4 de fev de 2015

Distraught: completando 25 anos de carreira nesta semana!





Uma das bandas mais queridas e respeitadas do Brasil celebra neste dia 5 de fevereiro vinte e cinco anos de dedicação à música pesada. Estamos falando do poderoso quinteto gaúcho, DISTRAUGHT.

Mesmo com várias mudanças na formação, o DISTRAUGHT se manteve firme, tendo em seu fundador – e único remanescente do primeiro time –, André Meyer, um sólido pilar que mantém a banda olhando para o futuro!


Neste 1/4 de século muita coisa aconteceu: cinco álbuns de estúdio, EPs, turnês pelo Brasil e América do Sul, shows ao lado de lendas do metal mundial, ‘Walls Of Death’ e incontáveis histórias para contar.

“É muito gratificante pra nós chegar até aqui com a cabeça erguida, foram 25 anos de luta dando nosso melhor e aprendendo com as pedras que encontramos no caminho, obstáculos que nos deixaram mais fortes para enfrentar o que possa vir. Agradecemos a todos amigos e fãs que sempre nos apoiaram.” – André Meyer, vocalista e fundador do DISTRAUGHT.

Época de celebrar. Época de trabalhar. Mesmo este sendo um ano para ser celebrado, não só pela banda, mas por todos os fãs de Metal no Brasil, o DISTRAUGHT não para e já está em estado adiantado de pré-produção de seu novo disco.

“Queremos usar este ano de comemoração com disco novo, será um presente para nós e para os fãs! Tá no forno uma porrada ‘Nuz Zuvidu!’que irá surpreender muitos!” – Ricardo Silveira, guitarrista da banda.

O sucessor do aclamado ‘The Human Negligence is Repugnant’, contará com a produção de ninguém menos que Renato Osorio (gravação) e Benhur Lima (mixagem), que além de trabalharem com produção, são músicos do Hibria.


Contatos para shows e Merchandise: distraughtcontact@gmail.com

Sites relacionados:



Fonte: Metal Media

Imminent Attack: agenda de shows lotada para antes da turnê europeia




Os mamutes estão a todo vapor na preparação para sua primeira incursão pela Europa e no Brasil não é diferente, o IMMINENT ATTACK está recheando sua agenda pré-turnê.

Estes shows já contarão com algumas músicas do vindouro segundo álbum do grupo, que ainda sabemos pouco, mas em breve teremos novas informações.

Já com vários shows marcados, o IMMINENT ATTACK salienta que ainda está disponível para o agendamento de mais apresentações. Para isso o produtor deve entrar em contato com a banda. Confira as datas já confirmadas na agenda:

07/03/2015 Volta Redonda/RJ @ TBA
14/03/2015 Leme/SP @ TBA
21/03/2015 Sorocaba/SP @ SOUND
28/03/2015 Itapetininga/SP @ ESPAÇO DO SOM
03/04/2015 Cotia/SP @ HAVANNA
04/04/2015 Jandira/SP @ CAVEIRA VELHA
05/04/2015 Ibiúna/SP @ HASS
11/04/2015 Socorro/SP @ THRASHARK FEST
12/04/2015 Sumaré/SP @ FOMENTO SKATE BAR
19/04/2015 Barueri/SP @ KUDO PINGUIM


Após estas datas, os mamutes excursionarão pela Europa durante abril e maio deste ano e muito em breve as datas e detalhes dos shows serão anunciados.

Em 2014 os mamutes lançaram o EP em vinil 7” ‘Couch Potato’ e agora preparam o novo álbum, sucessor do amplamente aclamado ‘Deliver Us From Ourselves’ de 2012.

Contato para shows e merchandise: kabeloduro@gmail.com

Sites Relacionados:



Fonte: Metal Media

Yekun: voltando aos palcos no Projeto Subterrâneo





O YEKUN está pronto para levar sua música única de volta aos palcos. A primeira apresentação do ano será em um espaço querido pelo grupo: o festival Projeto Subterrâneo.

Esta edição ainda tem um valor a mais: a entrada será apenas um quilo de alimento (não perecível, claro). A arrecadação destes alimentos será revertida para uma creche na zona Norte de São Paulo.


O Projeto Subterrâneo acontece no dia 8 de fevereiro no Morfeus Club, em São Paulo, e conta ainda com as bandas A Ferramenta, Crackolândia e Projeto Trator.


A banda convida também os fãs de música pesada a baixarem gratuitamente o EP ‘Live At Kaffeklubben’. O bootleg foi gravado no Inferno Club em 2014 e mostra uma banda realmente ao vivo, sem muitos retoques e edições.

Baixe o trabalho gratuitamente pelo link: http://goo.gl/DdFOiM

O primeiro EP da banda, “Inside my Headache”, também está disponível para download pelo link:

Contato para shows e merchandise: yekunmusic@gmail.com

Sites Relacionados:



Fonte: Metal Media

Bloody Carnival Fest - 16/02/2015





Finalizando a mini turnê da banda de Technical Death Metal chileno Annog Vnrama, o Bloody Carnival Fest veio para ser uma opção a mais para os fãs de Metal Extremo durante o carnaval.


Annog Vnrama (CHILE) - Technical Death Metal

DarkTower (RJ) - Black/Death Metal

IncognoscI (RJ) - Brutal Death Metal 

Vociferatus (RJ) - Blackened Death Metal 

Ingressos:
R$ 30,00

Endereço: Rua do Riachuelo, 20 – Lapa – Rio de Janeiro/RJ

OBS: Menores de 18 anos deverão estar acompanhados do responsável.



► Realização: 





Torture Squad: lançada baqueta assinada por Amilcar Christófaro




Amilcar Christófaro, baterista do TORTURE SQUAD, lançou a baqueta 5B Linha Premium, desenvolvida pela C. Ibanez para fortalecer ainda mais suas características principais. A baqueta é resistente, ideal para sons mais pesados, com ponta cilíndrica um pouco mais cumprida, tendo assim maior contato com a pele, por consequência mais volume.

Linha: Linha Premium - Assinadas

Dimensões: 410mm x 15,8 mm
Madeira: Marfim
Ponta: Madeira - Cilíndrica


Links relacionados:



Fonte: Island Press

Chaos Synopsis: divulgados título e capa de novo álbum




A banda paulista de Thrash/Death Metal CHAOS SYNOPSIS divulgou a capa do novo álbum de estúdio, intitulado “Seasons of Red”, com previsão de lançamento para meados de 2015. A bela arte foi desenvolvida pelo talentoso artista Rafael Tavares.

Links relacionados:



Fonte: Island Press

Machinaria: videoclipe estréia na PlayTV





O grupo MACHINARIA segue em divulgação de seu primeiro CD "Sacred Revolutions/Profane Revelations", e o novo vídeo clipe "Holy Office" acaba de chegar à TV aberta.

"Sacred Revolutions/Profane Revelations" traz em sua concepção lírica a inquisição, e o single "Holy Office" estréia na PLAYTV no próximo dia 07 de fevereiro, no programa Udigrudi ás 15h30.

O canal PLAYTV tem alcance em todo o país na TV aberta e à cabo, verifique as cidades e canais que levam a emissora até você:


O MACHINARIA segue com a agenda aberta para 2015 e os produtores interessados em levar a banda para a sua cidade devem entrar em contato através do e-mail contato@machinaria.com.br.



M:Pire Of Evil – Crucified in South America & Live Forum Fest VI (CDs)

Shinigami Records
Notas:
Crucified in South America: 9,5
Live Forum Fest VI: 9,0


Por Marcos "Big Daddy" Garcia


Existem bandas que já nasceram fazendo história. E para muitos, obviamente, existem dois lados em todas as estórias e histórias. Para muitos, o trio inglês M:PIRE OF EVIL seria uma piada de mau gosto, já que a banda toca muito material do VENOM. Mas para aqueles um pouco mais escolados (e menos apressadinhos em julgar situações/pessoas/bandas), o grupo é não somente o herdeiro da chama do trio de Newcastle, mas uma encarnação do mesmo, já que em suas fileiras, estão nada menos que Tony “The Demolition Man” Dolan e Jeffrey “Mantas” Dunn, dois ex-membros do VENOM, recriando a fase em que a banda entre os discos “Prime Evil” (que inclusive deu nome ao grupo) e “The Waste Lands”. E graças à Shinigami Records, tivemos acesso facilitado a dois de seus discos, “Crucified in South America” (que leva este nome por possuir algumas músicas bônus, todas vindas do EP “Double Jeopardy”, e ainda foi remasterizado exclusivamente para o Brasil) e “Live Forum Fest VI”, ambos abordados nesta resenha.

O que temos aqui é o bom e velho Power/Black/Thrash Metal bretão com muita pegada do bom e velho Metal tradicional à lá NWOBHM. Se vierem atrás do VENOM de seus quatro primeiros discos, a decepção vai ser azeda. Mas se vierem de mente aberta, em busca de algo de nível excelente, irão encontrar com toda certeza do mundo. Os vocais azedos e agressivos em timbres normais de The Demolition Man são fantásticos, assim como sua forma de tocar baixo apresenta boa técnica e um peso fenomenal (e que digamos de passagem, tem uma sonoridade bem peculiar); as guitarras de Mantas são absurdamente pesadas e técnicas, longe do que ele tocava no início de sua carreira, destilando bases e solos fantásticos (coisa que ele sempre soube criar com maestria). E para dar suporte ao fogo dos dois veteranos, temos o ótimo e técnico Marc “JXN” Jackson nas baquetas, um batera com pegada bem pesada e técnica. E juntando esses três, é para se ter uma belíssima dor de pescoços!

Ambos foram produzidos por Mantas. No caso de “Crucified”, a sonoridade do grupo é absurdamente abrasiva e bruta, mas limpa e clara, soando com muito peso e energia, e melodias que antes ficavam ocultas, agora estão bem perceptíveis. Em “Live Forum Fest VI”, um trabalho ótimo foi feito, já que a sonoridade ao vivo fica bem sensível, sem retirar a força e energia de um show do trio.

Em “Crucified in South America”, o material regravado veio de “Temples of Ice”, “Prime Evil” e “The Waste Lands”, discos em que Mantas e The Demolition Man eram a espinha dorsal do trio, mas é preciso que saibam: não é um resgate de forma alguma, pois as músicas soam novas e pesadíssimas, como se recém compostas. Ouçam as pedradas “Temples of Ice” (uma música rápida e cheia de energia, com um trabalho ótimo de bateria e riffs marcantes), “Blackened Are the Priests” (Tony faz um trabalho assustador nessa maravilhosa canção, cantando de uma forma cheia de energia, urrando de forma natural e deixando os ouvidos dando sinal de ocupado por horas, isso sem falar no tanque de guerra que é seu baixo), a provocante e ganchuda “Black Legions” (andamento a meio tempo, uma canção fantástica, com Mantas mostrando-se ainda um mestre das seis cordas), “Need to Kill” (introduzida por sirenes à lá “Red Light Fever”, mas uma paulada carnívora, mais uma vez com bateria e vocais ótimos), fora as duas inéditas “Demone” (essa mais veloz, mostrando que JXN usa muito bem os dois bumbos) e “Taking It All” (mais a meio tempo, abrasiva e pesada, com riffs impressionantes) . Mas o material extra têm algumas delícias, como as duas versões para “Manitou” do VENOM (uma faixa bem perseguida na época de seu surgimento, mas que o trio conseguiu recriar e deixar ainda melhor que a original, ambas as versões, que me perdoem os fãs mais xiitas) e as versões ao vivo para os clássicos “Die Hard” e “Witching Hour”.

M:Pire of Evil
Já para “Live Forum Fest VI”, vemos a banda ao vivo em 01/02/2014 no Forum Fest VI, em Laudun-l’Ardoise, França. E o que se pode dizer de uma apresentação do M:PIRE OF EVIL?

Perfeito, soando limpo como deve ser, mas intenso e cheio de energia. Apesar de ter apenas oito músicas, não há como não gostar das versões de “Temples of Ice” e “Blackened Are the Priests”, bem como o material próprio como “Demone”, “Hell to the Holly” ou “Metal Messiah”. E é clara a força de The Demolition Man como frontman, esbanjando simpatia com o público, e não se consegue perceber a presença de overdubs (as famosas partes refeitas em estúdio) aqui.

Ótimos discos, sem sombra de dúvidas. Esperemos que a banda retorne logo ao nosso país para uma turnê promocional, e deixar os fãs loucos com sua excelente performance.

Adendo: os CDs são vendidos separadamente, mas existe uma promoção na página oficial da Shinigami Records para se adquirir os dois ao mesmo tempo.




Músicas:

Crucified (In South America):

01. Temples of Ice
02. Parasite
03. Kissing the Beast
04. Blackened Are the Priests
05. Carnivorous
06. Black Legions
07. Need to Kill
08. Wolverine
09. Crucified
10. Demone
11. Taking It All
12. Manitou
13. Die Hard
14. Witching Hour
15. Manitou Remix


Live Forum Fest VI:

1.  Demone
2.  Wake Up Dead
3.  Blackened Are the Priests
4.  Carnivorous
5.  Temples of Ice
6.  Hell to the Holy
7.  Hellspawn
8.  Metal Messiah


Banda:

Mantas – Guitarras
Demolition Man – Vocals, baixo
JXN – Bateria  


Contatos: