24 de mar de 2016

LAST IN LINE - Heavy Crown (CD+DVD)


2016
Nacional

Nota: 9,0/10,0

Texto: Marcos "Big Daddy" Garcia


Há um problema severo quando se fala de bandas onde um ou mais de seus membros já são músicos calejados: a expectativa dos fãs.

Sim, é problemático lidar com esse fator, pois muitas vezes, os mais ávidos buscam algo de trabalhos onde aquele músico já tocou. E a decepção é quase sempre certa, pois as pessoas deveriam ter a mente mais aberta e clara a idéia que o músico não precisa estar atrelado a uma única forma de fazer aquilo que sabe.

Agora, imaginem quando uma banda tem três músicos que já trabalham em um único grupo, que tem história e é muito influente. Óbvio que a expectativa é enorme. E é sob muita expectativa e desconfiança que "Heavy Crown", primeiro trabalho do quarteto LAST IN LINE vem ao mundo. E que chega a nós em uma versão nacional em CD+DVD linda.

Por ter em sua formação três ex-membros do finado DIO, sendo eles Vivian Campbell (guitarrista), Jimmy Bain (baixo) e Vinnie Appice (bateria), além do próprio nome, é óbvio que qualquer fã vai pensar no trabalho do grupo supracitado. Ledo engano, pois apesar disso tudo, o LAST IN LINE realmente busca fazer um Heavy Metal tradicional pesado e de qualidade, com ótimas melodias e alguns toques de Hard Rock clássico, mas não rebuscam o que já foi feito. Até mesmo porque Andrew Freeman (vocalista) nem segue a linha do finado mestre, mas faz as coisas à sua maneira. E isso nos dá uma música vibrante, intensa e com energia, com aquela pegada à moda antiga que esses caras conhecem muito bem. E no fim, "Heavy Crown" tem seus méritos.

A produção de Jeff Pilson (conhecido por seu trabalho como baixista no DOKKEN e no próprio DIO) ficou na medida. Clara, pesada e de bom gosto, com certo refinamento "old school" que ficou perfeito. Mas isso também é mérito de Chris Collier, que fez a mixagem e masterização do álbum. E a arte de Stan Decker ficou ótima, bem encaixada com o que a banda mostra em suas músicas.

O LAST IN LINE mostra um trabalho musical muito bom, que faz o coração de quem gosta do bom e velho Metal tradicional acelerar de pura felicidade. Boas composições, arranjos bem feitos, uma banda justa e com ótimo desempenho por todo o CD. E ainda temos o próprio Jeff Pilson dando uma canja no mellotron e backing vocals.

O que "Heavy Crown" nos oferece são 12 faixas do mais puro Heavy Metal, cheio de feeling, onde não se pode destacar esta ou aquela faixa. Mas para aqueles que adoram uma ou outra para iniciar a audição, indico a pesada e melodiosa "Devil in Me" (que belo trabalho de vocais, mas a base instrumental pesada, em sua simplicidade, á fascinante), a instigante "Martyr", com aquele jeitão Hard'n'Heavy com seus backing vocals ganchudos e belo trabalho de baixo e bateria, a grudenta "Starmaker" (andamento mais lento, mostrando solos ótimos e outro trabalho ótimo dos vocais), as energéticas e arrasadoras "I Am Revolution" (que belo trabalho de baixo, diga-se de passagem) e "Already Dead" (aqui com uma guinada mais para o Hard'n'Heavy), a forte "Curse the Day" (bem mais introspectiva, e novamente os vocais roubam a cena), e a mezzo balada e mezzo paulada "Heavy Crown".

No DVD, temos um making of do CD, todo documentado em 4 partes ("The Last in Line Story", "The Songs", "72987537" e "Can We Take a Break Now?"), além dos vídeos oficiais de "Devil in Me" e "Starmaker".

Um disco honesto e muito bom, que merece aplausos e mostra que essas caras realmente têm muita lenha para queimar.

E fica como homenagem póstuma ao baixista Jimmy Bain, falecido em janeiro passado...

Agora, comprem as suas cópias e tenham sua quota de prazer, pois é isso que "Heavy Crown" se propõe a conceder.



Músicas:

CD:

1. Devil in Me
2. Martyr
3. Starmaker
4. Burn This House Down
5. I Am Revolution
6. Blame It on Me
7. In Flames
8. Already Dead
9. Curse the Day
10. Orange Glow
11. Heavy Crown
12. The Sickness

DVD:

1. The Last in Line Story
2. The Songs
3. 72987537
4. Can We Take a Break Now?
5. Devil in Me (vídeo)
6. Starmaker (vídeo)


Banda:


Andrew Freeman - Vocais
Vivian Campbell - Guitarras
Jimmy Bain - Baixo
Vinny Appice - Bateria

Contatos: