31 de mar de 2013

Code 3-7 - Main Entrance (CD)


Independente - Nacional
Nota 9

Por Marcos Garcia

Nunca menosprezem a capacidade do Metal se renovar, uma vez que, quando menos se espera, algo novo surge, e uma nova vertente é criada. Neste resenha, falamos do CODE 3-7, uma banda que mostra um trabalho extremamente experimental e novo com o seu primeiro Full Length, o excelente 'Main Entrace'

Adeptos do já conhecido Djent Metal, uma onomatopéia usada por Fredrik Thordendal, o guitarrista do MESHUGGAH, e é um estilo híbrido entre guitarras distorcidas em um som muito experimental do Progressive Metal com influências do Metal Industrial, e o resultado é o que podemos conceber apenas como 'caos', e no caso do CODE 3-7, o trabalho é, além de técnico, muito minimalista, experimental e cheio de 'groove', e que para muitos na primeira ouvida será bem difícil de ser digerido, ainda mais por ser um álbum instrumental. Mas na segunda audição, preparem-se: você foi pego, e não há retorno.

As guitarras mostram riffs exageradamente técnicos e pesados, com momentos amenos bem fortes (sem abrir mão da distorção), baixo vibrante e mostrando que sabe fazer bem mais que servir de 'acompanhante', ao mesmo tempo em que a bateria é vibrante, pesada e muito bem tocada, com andamentos que fazem com que a diversidade das músicas não se perca em momento algum. E mesmo sem vocais, o trabalho em momento algum inspira bocejos ou cansa os ouvidos, justamente por ser extremamente pesado e diversificado.

O conjunto da produção sonora (ou seja, gravação + mixagem + masterização) é feito por Michel Oliveira, guitarrista da banda (e acreditem: um compositor genial e com uma ampla visão sobre música, e um exímio instrumentista, vide seus vários trabalhos postados no Youtube e Soundcloud) é perfeita, já que tanto o peso essencial e a clareza instrumental estão bem evidentes, especialmente porque o minimalismo da banda fica bem à mostra para o ouvinte. A arte, saída das mãos de Fernando Martins e Ronaldo Castro, ficou muito boa, antenada com a proposta da banda, numa alusão entre a ligação de culturas antigas (graças aos hieróglifos e motivo central na porta que se abre) com a tecnologia, um tema já usado muitas vezes, mas que sempre dá ótimos resultados.

Musicalmente, é difícil escolher entre as 12 faixas do CD, que se mostram essenciais e vigorosas, mas é impossível não ressaltar o valor de músicas como a ótima e etérea 'Secrets of the Mind', cheia de arranjos complexos e riffs pesadíssimos; a densa e minimalista 'War', onde os elementos eletrônicos e o 'groove' dão um molho especial à música, com um trabalho de baixo ótimo; a destruidora de tímpanos e variada 'Sounds of the Soul', que se alterna entre paletadas pesadas, baixo evidente e momentos em que o sentimento flui maravilhosamente das belas bases de guitarra; a com certos toques de Jazz 'In My Soul', com belas quebradas de tempo aqui e ali, que mostra a competência musical e domínio dos integrantes, especialmente a bateria; a mais arrastada e densa 'Subconscious World', com as guitarras em passagens bem complexas aqui e ali; além de 'Threat I', 'Threat II', 'Threat III', cada uma delas bem diferente da outra, mas formando uma unidade bem interessante e forte.

Realmente, um trabalho surpreendente, e que é digno de aplausos de pé, tanto pela iniciativa corajosa como pela música de alta qualidade oferecida, logo, podem comprar de olhos fechados. Ah, sim: agradecimentos ao irmão Junior Frascá, do Whiplash e Hell Divine, pela dica!

GOT DJENT, Dudes!


Sounds of the Soul


Tracklist:

01. In Activation
02. Secrets of the Mind
03. War
04. Feelings In My Hands
05. Sounds of the Soul
06. In My Soul
07. The Seven
08. Subconscious World
09. Threat Part 1
10. Threat Part 2
11. Threat Part 3
12. WAR Remix Version


Formação:

Michel Oliveira - Guitarras
Wallace Ribeiro - Baixo
Rafael Lucas - Bateria



Contatos:

Glitter Magic - Se7en (Single)

Independente - Nacional
Nota 9


Por Marcos Garcia

E eis que o quinteto GLITTER MAGIC, de Juiz de Fora (MG), e que faz um mix personalizado de Hard Glam e Metal Tradicional (e mais elementos de alguns outros estilos não tão evidentes) retorna com mais um lançamento muito bom, o excelente Single 'Se7en'.

Para os ainda não iniciados no trabalho dos rapazes, como dito acima, eles fazem uma mistura bem equilibrada e personalizada entre o Hard Glam dos anos 80 com o peso e melodias do Metal Tradicional mais moderno, e alguns toques do Thrash Metal aqui e ali, e neste SIngle, os estilo da banda ouvido do primeiro CD, 'Bad for Health', está ainda mais convincente e compacto, graças aos ótimos vocais, que evitam tons elevados demais (e que alguns vocalistas que adoram fazer, depois ao vivo, não reproduzem), uma dupla de guitarras muito boa, com riffs pesados e solos técnicos e melodiosos, baixo e bateria bem pesados e coesos, mais preocupados em deixar a base rítmica irrepreensível e pesada do que em se exibirem (mas que fique claro: ambos são bons músicos e mostram isso). E juntando isso tudo em um agradável quebra-cabeças, surge o estilão ótimo do GLITTER MAGIC.

Gravado nos Bituca Studios e nos Ematech Studios, quem mixou e masterizou o Single foi Mauri Moore (um dos guitarristas da banda), e seu trabalho deixou a sonoridade da banda madura, e a arte de Marcelo Vasco, trabalhada em tons de roxo, ficou muito legal e bem feita.

O Single é composto por duas faixas apenas, o que é uma pena: a inédita, contagiante e rocker 'Little White Lies', com uma levada hiper-grudenta, com ótimas guitarras, bom trabalho de base baixo-bateria e vocais muito bons, que oscilam entre a agressividade e melodia muito bem; e a belíssima versão acústica para a balada 'Heal Me', que está presente em 'Bad for Health', só que aqui, sua inclinação melodiosa fica ainda mais evidente, e mostra toda a versatilidade do grupo.

Um lançamento que só tem um defeito: como o grupo é muito bom e sua música, ótima, bem que poderia ter mais umas 7 ou 8 músicas, ou até mais, pois seu trabalho sempre nos deixa aquele gostinho de 'quero mais'. 

Ah, sim, uma notícia de última hora: no show da banda, a ser realizado no dia 07/04 próximo, no festival JF Rock City, será lançada a versão Deluxe de 'Bad for Health'. O endereço é Av. Deusdedith Salgado, 3955, 36033000 Juiz de Fora (MG), e a entrada é 1Kg de alimento não-perecível (sem ser sal e fubá). A página no Facebook do evento é esta: https://www.facebook.com/events/232563823548581/?ref=ts&fref=ts





Tracklist:

01. Little White Lies
02. Heal Me (versão acústica)


Formação:

Rhee Charles – Vocais
Mauri Moore – Guitarras
Luqui Di Falco – Guitarra
Glux – Baixo
Andy Ravel – Bateria


Contatos: