31 de mai de 2014

BLAZE e "RIPPER": Lista de serviço do show em Limeira




No próximo mês de julho o Brasil receberá através da produtora OPEN THE ROAD, uma turnê inédita até então, com dois grandes (e polêmicos) vocalistas da atualidade juntos pela primeira vez no país, BLAZE BAYLEY e TIM “RIPPER” OWENS.



SERVIÇO:

BLAZE BAYLEY & TIM “RIPPER” OWENS
Juntos pela primeira vez interpretando clássicos do Maiden e Priest


Data: 24/07/14
Local: Bar da Montanha
Endereço: Avenida Laranjeiras, 2601 - Parque Egisto Ragazzo, Limeira/SP
Abertura da casa: 22h
Banda de abertura: A definir.

Horários:
22:00 – Abertura da casa
23:30 – Tim “Ripper” Owens
01:00 – Blaze Bayley

Classificação etária: 18 anos (12 a 17 anos: Acompanhado de responsável legal mediante apresentação de documento oficial com foto)

INGRESSOS (com taxa de conveniência):

1º LOTE – Pista Meia – R$ 70,00
1º LOTE – Pista Promocional - R$ 70,00


Pontos de venda:

• Bar da Montanha - Av. Laranjeiras, 2601 · Pq. Egisto Ragazzo · Limeira/SP
• Sintonia Loja Rock - Rua Doutor Trajano Barros Camargo, 264 - Vila Anita – Limeira/SP 
• Heavy Metal Rock - Rua 30 de julho, 244, Centro, Americana/SP

Venda online (sem taxa de conveniência):
Site Toda Oferta: http://migre.me/jsZ9w




Contatos para Shows e Informações:


Assessoria de Imprensa

Hazy Hamlet: reconhecimento junto a bandas da NWOBHM




Cinco meses após o lançamento de seu segundo full-length, o grupo paranaense de classic metal HAZY HAMLET começa a colher os frutos do capricho com seu trabalho. O álbum "Full Throttle", lançado em novembro de 2013 pela Arthorium Records, tem arrancado elogios de inúmeros veículos de imprensa nacionais e internacionais e trazendo ao grupo convites significativos para entrevistas e eventos junto a bandas lendárias dos anos 70 e 80.

Em terras tupiniquins, a primeira resenha foi publicada pelo webzine Brasil Metal História: "Full Throttle é uma lição de metal bruto como conhecemos através da NWOBHM e por bandas como Omen, Judas Priest e Manowar" - cita Leandro Nogueira Coppi, que após elogiar a produção de Arthur Migotto, comemora - "Grande retorno do HAZY HAMLET. Guarde este nome!". Já o pernambucano Valterlir Mendes, em artigo escrito para o webzine Recife Metal Law, destaca o retorno do grupo após uma longa pausa e ressalta: "É Heavy Metal até a última gota, ou melhor, até o último riff". Após descrever e elogiar a arte de capa, afirma que o disco "confirma de vez o HAZY HAMLET como um dos nomes mais importantes do Heavy Metal tradicional no país". O álbum também foi avaliado por revistas. Para a tradicional Roadie Crew Magazine, Écio Souza Diniz comenta que "influências bem executadas da NWOBHM saltam aos ouvidos numa sucessão de riffs e passagens marcantes", enquanto Pedro Humangous, editor-chefe da revista Hell Divine, dispara: "O HAZY HAMLET representa muito bem o Metal feito no Brasil e mostra o que temos de melhor para o mundo". Sobre Full Throttle, conclui: "É o tipo de álbum que vale a pena ouvir repetidas vezes e tê-lo em sua coleção!".

Se por aqui o álbum já chamou atenção, lá fora ele não decepcionou, e tem conquistado declarações emocionadas dos redatores. O italiano Luca Avalon é um destes, e escreveu para o Heavy Metal Webzine: "Full Throttle é um trabalho valioso em todos os aspectos e que me deixa com um grande sorriso no rosto a cada audição, além de me lembrar constantemente de porque amo tanto esta música". Ainda neste mesmo tom, podemos ler as palavras de Saint Savin para o webzine húngaro Kronos Mortus: "Este álbum me lembrou de toda empolgação e atmosfera que me trouxeram para o mundo do metal no início de tudo". A resenha colhida mais recente também é europeia - Grécia, mais especificamente. Nela o redator Nick Parastatidis publica que Full Throttle é "um álbum que você ouve do início ao fim e quando termina você aperta o botão de play de novo e de novo". Após destacar que neste álbum são perceptíveis mais influências da NWOBHM ao lado das alemãs e afirmar que a produção o faz lembrar de discos como "Port Royal" e "See You in Hell", conclui categoricamente para o Behind the Veil Webzine: "Acredito que ao lado do novo material do METAL INQUISITOR, HAZY HAMLET me ofereceu o melhor álbum de heavy metal deste ano".

Com tantos elogios, o grupo não tem se limitado a figurar apenas em resenhas. A repercussão levou o grupo a responder entrevistas para a estreante revista alemã Metal Gods Magazine, especializada em heavy metal old-school, e para a já tradicional revista Heavy Metal Pages, da Polônia, ambas bastante longas e esclarecedoras. O supracitado webzine grego Behind the Veil também não ficou para trás e publicou uma entrevista logo no início desta semana.

Além das matérias para a imprensa especializada, o bom momento do grupo reflete-se nos eventos, cada vez mais significativos. Em março o HAZY HAMLET se apresentou ao lado do lendário grupo britânico RAVEN, e foi surpreendido com uma excelente recepção pelos headbangers e pela imprensa local. O show foi o primeiro do grupo na capital paranaense, Curitiba, e contou ainda com os grupos regionais de heavy metal BELTANE e DEVIL SIN. Mais recentemente, no dia 04 de maio, o HAZY HAMLET realizou com exclusividade a abertura de um evento histórico em Londrina-PR, tocando com GRIM REAPER, do Reino Unido, e PICTURE, da Holanda - duas lendas do metal oitentista e que são influências diretas para as composições da banda.

O disco Full Throttle encontra-se no momento nas mãos de outras dezenas de revistas impressas pelo mundo todo, aguardando por resenhas e convites para entrevistas. Com isto, o HAZY HAMLET espera colher ainda mais frutos de seu trabalho no segundo semestre de 2014.

Trailer Full Throttle:



Hazy Hamlet Website: www.hazyhamlet.com
Arthorium Records Website: www.arthorium.com


Hatematter: referências a obras literárias




Não é incomum encontrar referências a obras literárias em trabalhos de grupos de Heavy Metal/Rock, casos de Iron Maiden, Grave Digger, Metallica, Led Zeppelin, Queen, Manowar, Amorphis, Kamelot e tantas outras. A banda paulistana HATEMATTER, que atualmente trabalha na pré-produção do sucessor do álbum de estreia, "Doctrines" (2012), também faz uso desse artifício em sua obra. O novo álbum, intitulado "Foundation", será parcialmente baseado na trilogia clássica "Fundação", de Isaac Asimov – eleita, em 1966, a melhor série de ficção científica de fantasia de todos os tempos.

Já a música "Left Hand of God", presente em "Doctrines" (2012) e que saiu em videoclipe, faz referência à obra homônima ("A mão esquerda de Deus") de Paul Hoffman. O teor da letra consiste em retratar de forma integral o quão controladora uma religião pode ser e o quanto ela pode destruir a vida de uma pessoa. "Há também a questão da capacidade de devassidão que a religião pode ter a ponto de 'forma fictícia' (ou não) de transformar a vida de uma frágil e miserável criança bastarda em um inferno", explica André Martins, autor da letra. "A maior dificuldade que temos ao trabalhar com obras literárias é de encaixar o tema/letra com o andamento da música/melodia. Neste caso, escolhemos uma única música para interpretar o sentido central de uma obra. Já em 'Foundation', as músicas serão baseadas nas obras de Isaac Asimov, Fundação e A Última Pergunta. Como não conseguiremos enclausurar os livros como um todo em uma ou duas músicas, separaremos as músicas por partes", acrescenta o vocalista Guilherme Souza.

O vocalista ainda explica que a banda pretende criar uma definição mais aguçada das obras, mas sem deixar o ouvinte sem orientação. "Nossa proposta é utilizar estes livros para gerar sentidos diversos para quem escutar nossas músicas. A pessoa que conhecer as obras vai entender na hora do que se trata e quem estiver descontente com a situação atual governamental ou socioeconômica também poderá se identificar", destaca. "É difícil transpor a letra já idealizada para a música, mas evoluímos tecnicamente e garanto que nossas próximas temáticas não ficarão atrás de 'Left Hand of God' ou qualquer outro som de 'Doctrines'", conclui o vocalista.

Guilherme Souza (vocal), André Martins (baixo), Rodrigo Flausino e Mauricio Pastori (guitarras) e Tiago Shade (bateria) planejam lançar o novo álbum no segundo semestre. 

Para ver o webclipe de "Left Hand of God", acesse: 

  
Sites relacionados:

Contato para shows: hatematter@gmail.com



Goatlove: 'Guadalajara' contará com grupo de artistas para o encarte




Se as gravações do novo álbum do grupo paulista GOATLOVE estão a todo vapor, a arte do encarte que envolverá "Guadalajara" também caminha firme. E para tanto a banda fechou uma parceria com nada menos que 14 artistas, que irão desenvolver desenhos relacionados a cada uma das músicas do álbum. 

Paulo Mansur, Cleilton Rolim, Márcia Gava, Fabio Mendes, Gustavo Trevizan, Caio Stachi, Leo Shiguemi, Paulo Henrique Santaliestra, Tiago Dantas, WilianRosante, Thamires Zabotto, Geisa Castro, Jeksandro de Oliveira e Ana Luísa Guerra darão suas impressões sobre o novo trabalho do grupo. 



Além do encarte, está prevista mais parceria, desta vez para um videoclipe, cujos detalhes serão divulgados em breve. "Guadalajara", que conta com produção a cargo do guitarrista da banda, Marco Nunes (Genocídio, Chaosfear), será lançado até o final do ano.

Mais informações em:

Contato para shows e merchandising: