14 de set de 2015

14/09/2015: NEWS Metal Media



Rhestus: confira música retirada do DVD ‘Games At War’


Para quem ainda não conferiu o DVD ‘Games At War’ do RHESTUS e está curioso para ouvir como a banda está soando no trabalho, o grupo catarinense disponibilizou mais um faixa em áudio do trabalho.

A música escolhida é ‘Trivial Pieces of Meat’, originalmente lançada no álbum ‘Games Of Joy… Games OF War!’, uma das mais ferozes da carreira do grupo. Para ouvir basta baixar a compilação de bandas da Metal Media gratuitamente:


‘Games At War’ é fruto de um esforço massivo em conjunto entre a banda e os fãs que compraram o trabalho antes mesmo dele ficar pronto para que o grupo pudesse levantar o valor da prensagem.

O DVD celebra os mais de 20 anos de caminhada do RHESTUS e está repleto de atrações, além do show principal, o programa do DVD ainda conta com muitas outras atrações bônus.

Do trabalho também foi retirado um videoclipe para música ‘Bullet In Point’.


O trabalho já está à venda diretamente com a banda por e-mail, pelo Facebook oficial e futuramente pelo site da banda. Lojistas e Distros interessadas, a banda tem valores especiais para parcerias.


Sites Relacionados:



Angry: na compilação Sound Devastation


O ANGRY é uma das bandas participantes da compilação organizada pela empresa R&F Divulgações.

O compilado leva o título de ‘Sound Of Devastation’ e conta com o seguinte lineup:

0 – Sound Devastation (R&F Divulgações)
1 – ABSOLEM – Not Even All Pain
2 – ATTOMICA – Wanted
3 – ANGRY – Future Chaos
4 – CIMITARRA – Sentença de Morte
5 – LACERATED AND CARBONIZED – Awaker The Thirst
6 – SAVANT – No Hope
7 – TRATOR BR – Ferroadas
8 – UNEARTHLY – The Unearthly


O trabalho está disponível por streaming no You Tube, para ouvir, visite:


O ANGRY segue divulgando seu álbum ‘Future Chaos’. O trabalho foi citado entre os melhores de 2014 pelo site Arena Metal PE e pelo site chileno Headbangers Latinoamerica.

No Brasil, o álbum recebeu excelentes críticas da mídia especializada, como “Bastante versatilidade e habilidade” (Combate Rock), “Excelente trabalho” (Whiplash), “Promessa do Thrash Metal nacional” (Mondo Metal), “Uma das melhores novidades da cena no Brasil” (Heavy Metal Brasil), entre outras.

Confira todas as resenhas acessando: www.metalmedia.com.br/angry

Um videoclipe também pode ser conferido:



Sites Relacionados:



Armahda: entrevista hoje para o Programa Porrada


O ARMAHDA é a banda entrevistada do Programa Porrada de hoje que vai ao ar pela Webradio Rocknation.

Sempre com um papo descontraído, os apresentadores Amado (Programa PORRADA) e Henrique Buffa (A Hora do Buffa), e os músicos Maurício Guimarães e Renato Domingos falam a respeito da cena Underground, dos lançamento nacionais, e muito bate-papo.

O Programa PORRADA irá ao ar nesta segunda-feira dia 14 de setembro às 21h pela: www.rocknation.com.br

O Programa A Hora do Buffa, que vai ao ar na terça-feira dia 22 de setembro, também conta com a participação de Maurício e Renato.


Sites relacionados:



Fonte: Metal Media

PANZER: entrevista em áudio para o Programa Rock On




O PANZER concedeu uma entrevista para o programa Rock On, apresentado por Geovani Vieira, Alan Silva e Nina Stillo.

Na entrevista, o baterista Edson Graseffi foi até o estúdio do programa, onde falou sobre histórias, fatos e curiosidades sobre a banda.



Para ouvir o programa, acesse:



Sites Relacionados:



Fonte: Metal Media

Tim “Ripper” Owens: Veja as informações do show no RJ, 29/10




O lendário vocalista se apresentará no RJ no dia 29/10, no Rock Experience (Rua Riachuelo, 20 - Lapa. Tel: (21) 2222-2334).

Em seu show, estarão os clássicos das bandas onde passou, como, Judas Priest, Iced Earth, Yngwie Malmsteen, entre outras.

Siga a página do evento no Facebook:



A produção deste evento é da Open The Road e da Scelza Produções




Serviço:

Tim "Ripper" Owens
Dia 29 de Outubro de 2015 - (Quinta Feira)
Local: Rock Experience Club (Rua Riachuelo, 20 - Lapa. Tel: (21) 2222-2334)
Abertura da casa: 20hs
Tim "Ripper" Owens: 21hs

Compre seu ingresso agora:

Link de compra: http://goo.gl/TDde3f


Ingressos/ Valores:

R$ 80 (Meia estudante *)
R$ 80 (Promocional ** / Lote limitado)
R$ 160 (Inteira)


Online (com taxa de conveniência)




Sem taxa de conveniência

Postos de venda (somente em dinheiro):

Sempre Música (Ipanema): 3437-6306

Sempre Música (Catete): 2323-6121

Hard n Heavy (Flamengo): 2552-2449

Headbanger (Tijuca): 2284-1034

* Meia estudante: válido para estudantes, professores da rede pública, idosos acima de 65 anos, deficientes, todos com documento comprobatório do ano letivo

** Ingresso Promocional: Quando disponível, trata-se de um lote promocional, destinado a divulgar o evento e que serve para qualquer pessoa.



Fonte: Lanciare

Rotten Pieces - Rot in Pieces (EP)


2015
Independente
Nacional

Nota 8,0/10,0



Texto: Marcos "Big Daddy" Garcia


Fazer a mistura Death + Thrash Metal está em voga no Brasil, devido à tradição do gênero por aqui, e porque o Thrash Metal está em um pico de popularidade bem elevado (e acaba arrastando este mix junto). É legal ver que muitas bandas surgem, algumas com muito a dizer, outros nem tanto, mas a seleção natural acaba ajeitando as coisas. E é bem legal ver uma banda jovem como o trio ROTTEN PIECES, de São Paulo, explodindo as caixas de som com seu primeiro EP, "Rot in Pieces".

Ao ouvir a banda, percebe-se claramente influências como SEPULTURA da fase "Schizophrenia"/"Beneath the Remains" e SLAYER, mas ainda surgem uns toque de certo refinamento, algo vindo da experiência de seus integrantes (o baixo mesmo não é um mero coadjuvante, como vemos ocorrer com freqüência no Metal extremo), ou seja, apesar do gênero ser muito explorado, esse trio resolveu fazer as coisas do jeito deles, e assim, conseguem mostrar uma personalidade bem interessante.

A produção sonora acertou a mão. Está pesada e muito clara, e nada suja como muitos acham essencial ao estilo (por favor, ser pesado e distorcido não implica em um trabalho malfeito de mixagem ou escolha de timbres). É bruto e explosivo, mas claro para podermos apreciar a técnica individual de cada um dos integrantes. E a arte da capa pode sugerir uma simplicidade que não faz parte do trabalho deles. É boa, mas a banda merecia bem mais em termos artísticos.

O ponto forte do ROTTEN PIECES é a unidade, a capacidade da banda soar coesa e agressiva, mas sem deixar de ter um bom nível técnico e arranjar bem suas composições, sem perder a visão do que eles querem de sua música ou ficar sem espontaneidade.

"Rot in Pieces" tem uma longa introdução, mas logo vira uma pedrada, com boas alternâncias de tempos, não nos permitindo ficar entediados, com um belo trabalho de baixo e bateria. Em "Hell Soldier", o andamento é mais rápido e empolgante, levando a cabeça a balançar, mas não se iludam, pois há uma técnica muito boa, em especial nos arranjos de guitarras. E novamente as guitarras se destacam na azeda e agressiva "The Refuge of the Suicidals", um pouco mais lenta que as anteriores, com riffs insanos e solos caprichados onde a cadência reina. A agressividade fica mais evidente na destruidora "Blood for Freedom", onde o vocal gutural mostra boa dicção e se encaixa bem na colcha instrumental do grupo, mas reparem também como a bateria está em grande forma, guiando a base rítmica da banda (com ótimo uso de dois bumbos). "Pure Words" é um ataque com boa dose de velocidade, onde a influência do lado mais bruto do Thrash Metal fica exposta, mas com bom nível técnico. E fechando, temos "Colony", outra com velocidade mediana, ótimos vocais e presença forte do baixo.

No geral, se percebe que o ROTTEN PIECES é uma bela revelação, e como ainda são bem jovens (a banda só tem dois anos), tende a se tornar grande em breve, bastando saber usar bem as armas que possuem.

Ponho fé sem medo, e aproveitem, pois o EP está disponível no Soundcloud da banda.




Músicas:

01. Rot in Pieces
02. Hell Soldier
03. The Refuge of the Suicidals
04. Blood for Freedom
05. Pure Words
06. Colony


Banda:


Leo Morales - Baixo, vocais 
Lucas Bertagia - Guitarras
Davi Menezes - Bateria

Contatos:

Roadie Metal (Assessoria de Imprensa)

Festival Banana Progressyva apresenta Vivendo do Ócio neste sábado, em SP



Banda é atração da terceira edição comemorativa dos 40 anos de realização do festival que embalou a noite paulista – foto: divulgação

Após receber as apresentações dos renomados Vanguart, O Terno e Selvagens à Procura de Lei, o histórico festival Banana Progressyva promove, neste final de semana, a 3ª edição comemorativa dos 40 anos de realização do evento que embalou a noite paulistana e revelou grandes nomes do rock nacional.

A próxima atração deste ilustre projeto tem como protagonista o Vivendo do Ócio, um dos principais expoentes do novo rock brasileiro. O grupo toca, neste sábado (19/09), no Superloft, novo complexo multicultural projetado dentro de 40 containers que juntos pesam 200 toneladas, em São Paulo.

Com o melhor do indie rock, Jajá Cardoso (vocalista e guitarrista), Luca Bori (baixista), Davide Bori (guitarrista) e Dieguito Reis (baterista) também prometem agitar a casa com hits como “Nostalgia”, “Bomba Relógio”, “Silas” e “Nem sempre tão normal”.

Após percorrer diversos países, a banda volta a tocar na capital paulista com o show “O Pensamento é um Imã”, além de já promover “Selva Mundo”, 3º álbum da carreira dos baianos. Este trabalho é resultado de um projeto de financiamento coletivo, que conta com a produção de Fernando Sanches, e participação de diversos artistas como Pepeu Gomes e Lirinha (Cordel do Fogo Encantado).

A discotecagem fica por conta de Fabricio Bizu, do projeto Psicodelia Brasileira, que preparou um especial do Jimi Hendrix.

Os ingressos continuam à venda pela internet (www.eventick.com.br) ou antecipado na Galeria do Rock (loja 255); e custam a R$ 20,00 (1º lote antecipado meia), R$ 40,00 (1º lote antecipado inteira) e R$ 50,00 (antecipado – lote promo Heineken inclui 01 ingresso + 02 cervejas).

Formada no final dos anos 2000, o Vivendo do Ócio rapidamente despertou a atenção de novos fãs e da MTV. Em 2011, a banda dividiu o palco do Itália Wave com Lou Reed e Kaiser Chiefs. No ano anterior, foi convidada para tocar no Brazilian Day, em Londres. A banda também participou do “mocumentário” (mistura de documentário e ficção) italiano “Vive Le Rock”, em 2013, dirigido por Alessandro Valenti, que estreou no XIV Festival de Cinema Europeu.

A casa – Totalmente posicionado na vanguarda dos grandes centros que apostam na cena “underground”, os 450 m² do Superloft foram totalmente concebidos com o propósito de ofertar uma superestrutura adequada para receber qualquer tipo de entretenimento, desde exposição de artes, shows e baladas.

A quarta edição contará com a apresentação da banda santista Bula. Mais informações em https://www.facebook.com/BananaProgressyva.


HistóricoRealizado em 1975, o Banana Progressyva reuniu a nata rock e da música alternativa brasileira e se tornou um evento multicultural, com música, exposições de artes plásticas, fotografia e cinema. O Auditório da Fundação Getúlio Vargas, em São Paulo, foi palco de quatro ensandecidas noites. O festival, fruto de uma viagem criativa do renomado Fernando Tibiriçá, foi uma verdadeira festa que reuniu alguns dos maiores nomes do circuito nacional como Veludo, Quarto Crescente, Bandolim, Som Nosso de Cada Dia, Montanhas, Edson Machado & A Rapaziada, Vímana (formado por Lulu Santos, Ritchie e Lobão), Burmah, Apokalypsis, Biscoito Celeste, A Bolha, Manito, Erasmo Carlos e Cia Paulistana de Rock, Hermeto Pascoal, Barca do Sol, Jazzco e Terreno Baldio.

Organizado e produzido por Fernando Tibiriçá, que já promovia diversos agitos na capital paulista, o Banana Progressyva foi um sucesso de bilheteria e desencadeou outras temporadas em diversos teatros da cidade. Inclusive, reza a lenda que, em uma das edições no Teatro Bandeirantes, Gilberto Gil mandou uma versão samba de “Satisfaction”, dos Stones, que deixou a plateia boquiaberta.

Links relacionados:


Serviço São Paulo

Banana Progressyva 2015 apresenta Vivendo do Ócio
Data: Sábado, 19 de setembro
Local: Superloft
End: Rua Cardeal Arcoverde, 2926 (próximo ao Metrô Faria Lima)
Hora: das 18h às 23h
Classificação indicativa: 14 anos


Valores:
R$ 20,00: antecipado – 1º lote meia
R$ 40,00: antecipado – 1º lote inteira
R$ 50,00: antecipado – lote promo Heineken (inclui 01 ingresso + 02 cervejas heineken)

Ingresso online: www.eventick.com.br
Ponto de Venda: Galeria do Rock – Loja 255: Rua 24 de Maio, 62 – (11) 3361-6951

INFORMAÇÕES IMPORTANTES:
– Ingressos sujeitos a disponibilidade de acordo com capacidade do complexo.
– Só é permitida a entrada apresentando documento oficial com foto recente (RG, CPTS, CNH, passaporte, etc.)
– Os ingressos são limitados a nossa lotação e garantem o acesso.
– O ingresso é individual e intransferível.
– O acesso ao complexo se encerra as 20h.
– Nomes na lista não garantem o acesso.
– Atingida a lotação, operamos em sistema rotativo (sai-entra).
– Os lotes promocionais não ofertam meia entrada por incluir serviços agregados não previstos na legislação.

Formas de pagamento: Cartões crédito, débito e/ou dinheiro | Não aceitamos cartões ELO.

Patrocínio: Desperados
Apoio: Absolut Vodka, TNT Energy Drink, Jameson, Beta Labs e PROAC



A/C Costábile Salzano Jr.

22/10/2015: NEW BAND - Campina Grande Motofest - Parque do Povo - Campina Grande (PB)




Atrações: New Band
Quando: 22 de outubro de 2015
Onde: Parque do Povo
Endereço: Campina Grande - Paraíba
Horário: 00:00 horas

Ingressos/valores:
02 quilos de alimento.

Este evento é uma produção de:
Campina Grande Moto Fest



Fonte: PRESS RTV
Assessoria de Imprensa e Comunicação

BRAVEHEART: banda lança novo álbum hoje




A banda de Southern Heavy Rock BRAVEHEART lançou seu novo álbum hoje, dia 14 de Setembro de 2015.

"Dedicated to my Heart” está disponível em todas as mídias streaming do mundo! Procure braveheartrock no Spotify, Soundcloud, Deezer, Rdio, Itunes, Code Cards, escolha a melhor forma e escute, faça o download. O álbum é denso, emocional, mas acima de tudo, BRAVEHEART.



O álbum foi produzido em Curitiba pelo Vinicius Braganholo e BraveHeart no Nicos Studio em Junho de 2015. Desde Julho, a banda tem disponibilizado em seu canal do youtube (www.youtube.com/braveheartband) uma série de documentários falando a respeito do novo álbum, e agora, o álbum pode ser escutado na íntegra. A masterização ocorreu na Califórnia pelo estúdio Unison Music pelo produtor e engenheiro de som Ryan , que trabalhou nos últimos álbuns do The White Buffalo (uma das maiores referências da banda para este trabalho).



BRAVEHEART: Heavy Rock Band

@braveheartrock

LACERATED AND CARBONIZED: banda está encerrando as gravações de novo álbum




Banda está em estúdio gravando o sucessor do elogiado álbum “The Core Of Disruption” – foto: divulgação

A banda LACERATED AND CARBONIZED já começa a demonstrar sinais de que o sucessor do elogiado “The Core Of Disruption” tem todos os ingredientes para superá-lo. Com o prestígio de ser considerado um dos principais nomes do metal extremo sul-americano, o grupo segue no HR Studios, no Rio de Janeiro, finalizando as gravações do seu próximo disco de inéditas.

O álbum, ainda sem título definido, conta produção da própria banda em parceria com o músico e o engenheiro de som Felipe Eregion (Unearthly). Recentemente, Caio Mendonça finalizou a gravação de todas as guitarras.

"Estamos tocando mais rápido e com mais pressão. Nunca fizemos riffs tão marcantes quanto estes e nossa performance não poderia estar melhor. Será um soco na cara atrás do outro!", declarou o artista.

Confira um trechinho das gravações de Caio Mendonça:


A expectativa de Jonathan Cruz (vocal), Caio Mendonça (guitarra), Paulo Doc (baixo) e Victor Mendonça (bateria) é apresentar 13 composições repletas de peso e agressividade. A mixagem e masterização terá novamente a assinatura do renomado Andy Classen (Krisiun, Destruction, Belphegor, Tankard, Holy Moses, entre outros).

O último álbum do LACERATED AND CARBONIZED foi o elogiado “The Core Of Disruption”. Este trabalho foi considerado um dos melhores discos de 2013, segundo a imprensa especializada brasileira, e rendeu aos cariocas a realização de diversos shows pelo país, além de uma longa série de apresentações pela Europa.

Links relacionados:



A/C Costábile Salzano Jr.

SILVER RAZOR: Renomado frontman é anunciado




Um dos destaques e aposta do Metal brasileiro, a banda SILVER RAZOR, apresenta novo fontman. Trata – se do vocalista Kiko, destaque entre o meio do metal por ser vocalista da banda Prowler (Iron Maiden Cover), que apresenta notória semelhança com o vocalista Bruce Dickinson. A noticia da saída do vocalista Marcio Bastos que esteve presente no belíssimo e bem criticado Ep da banda pegou o publico de surpresa. De acordo com os próprios integrantes da banda o vocalista e eterno “brother of Metal” Marcio Bastos deixa os vocais para dar prioridade a seguimentos como família e trabalho, tudo aconteceu de forma amigável e consentida. 

Há uma espera e curiosidade por parte do público para saber como as músicas antigas e novas composições vão se apresentar, fato que se dá pela entrada do novo vocalista, que é considerado um grande talento musical. 

Contato para shows e assessoria: www.sanguefrioproducoes.com/contato

Sites Relacionados:



ARANDU ARAKUAA: banda lança novo Lyric Video





A banda ARANDU ARAKUAA lançou recentemente lyric vídeo para a música "Padi" ("Tamanduá" no idioma Akwẽ Xerente), faixa inédita do seu segundo full length "Wdê Nnãkrda" (tronco de árvore na língua Akwẽ Xerente).

A letra da música é baseada na história de como surgiu o Tamanduá para os indígenas Akwẽ Xerente do estado do Tocantins, animal muito importante no folclore e na alimentação daquele povo.

Na introdução da música se destaca o uso da flauta indígena Uruá, além de todos os demais elementos que mostram bem a mistura de heavy metal, música indígena e regional brasileira tão característica da banda.


"Wdê Nnãkrda" foi produzido, mixado e masterizado no Broadband Studio em Brasília por Caio Duarte (Dynahead), e será lançado de forma independente no Brasil em setembro de 2015.

ARANDU ARAKUAA NAS REDES SOCIAIS:


Mini Documentário: FORCAOS, "onde o Heavy Metal encontra a Cultura"





Descrição: Forcaos

Podemos tirar vários ensinamentos deste festival que já consolidou-se como um dos mais importantes do país. Não pelo seu tamanho ou por suas atrações calcadas na música underground nacional, mas pelo exemplo de como se organizar juridicamente para conseguir reivindicar direitos dentro da organizações governamentais.

Falamos e reclamamos muito de falta de apoio dentro da cena Heavy Metal no Brasil, mas pecamos muito por não estarmos organizados documentalmente para conseguirmos nossos recursos. Lógico, nada é fácil, até mesmo estando organizados a luta é árdua, mas as chances aumentam muito.

Podemos notar claramente neste documentário que a busca pelo apoio não é simples, mas existe uma fórmula, a organização, principalmente. 

Todos os depoimentos contidos neste trabalho foram coletados durante o Forcaos 2015, onde coletei opiniões dos envolvidos com o evento, que nos contaram como lutaram e como continuam lutando para que os espaços públicos, os centros culturais, possam abrir as portas para o Heavy Metal e fazer com que os headbangers de Fortaleza e região possam permanecer inseridos no contexto cultural diariamente.

Confira e tire sua conclusões e principalmente inspirações para que este modelo possa se alastrar pelo Brasil.

A/C Clinger Carlos