4 de jun de 2012

Korpiklaani - "Somos a maior banda de folk metal do mundo e não há dúvidas"


O Korpiklaani é, sem sombra de dúvidas, um dos principais nomes do folk metal mundial e a cada disco lançado vem mantendo-se como referência deste gênero musical. O grupo desembarca esta semana no Brasil para quatro apresentações: Belo Horizonte (08/06 - Music Hall), São Paulo (09/06 - Clash Club), Curitiba (10/06 - Music Hall) e Porto Alegre (12.06 - O Beco).
Jonne (vocal/guitarra), Cane (guitarra), Jarkko (baixo), Matson (bateria), Juho (acordeom) e Tuomas Rounakari (violino) estão prestes a lançar Manala, oitavo álbum de estúdio da banda. Uma prévia desse novo trabalho já está disponível em Metsälle, música lançada em dezembro de 2011 justamente para acalmar o ansiedade dos fãs por este registro fonográfico.
Em uma longa entrevista exclusivamente concedida à The Ultimate Music, o acordeonista Juho Kauppinen comenta sobre Manala, a nova formação da banda, quais as expectativas dos finlandeses em retornar ao Brasil e muito mais.

Por: Juliana Lorencini
Edição: Costábile Salzano Jr.
Fotos: Harri Hinkka

O próximo álbum do Korpiklaani se chama Manala e será lançado no mês de agosto deste ano. Manala significa o reino dos mortos, que faz parte da história de Kalevala, no hino nacional da Finlândia escrito por Elias Lönrot. Por que vocês decidiram abordar esse tema?
Juho Kauppinen: Kalevala não é uma nova inspiração para o Korplikaani, temos canções baseadas nisso há muito tempo ou com alguma notável semelhança ao estilo de Kalevala. Esse é um tema que sempre pode ser levado e expressado de um modo mais avançado. O novo álbum lida com temas que não necessariamente foram utilizados da mesma forma anteriormente. Não queremos nos acomodar, mas sempre tentamos oferecer algo novo, embora o som e os temas do Korpiklaani sempre farão a banda ser reconhecida como Korpiklaani. Nós nunca cantaremos sobre motociclismo ou coisas do tipo, não porque não seria divertido, mas porque seria fora do nosso estilo. Somos os principais representantes da mitologia finlandesa e dos antigos hábitos e crenças folk. Algumas músicas covers são exceção à regra, tocamos covers para sermos capazes de sair do nosso conceito Korpiklaani.

O novo álbum vem em duas versões: inglês e finlandês. Como surgiu a ideia de lançar um CD bônus em inglês?

Juho Kauppinen: Nosso manager sugeriu esta ideia e pensamos como seria extraordinário. Conseguiríamos abranger mais pessoas cantando as músicas em ambas as línguas e colocar o álbum para ser vendido como um CD duplo. Cada um de nossos álbuns, de longe exceto Ukon Wacka, tem figurado músicas cantadas em inglês e finlandês. Agora a única diferença é que todas as canções tem sido cantadas em ambas as línguas, exceto a faixa bônus. Nesse ponto é muito difícil dizer como a ideia será recebida por todos que ouvirão o álbum. Pelo menos a ideia parece fazer sentido, como os ouvintes fora da Finlândia estarão prontos para entender o significado das nossas letras.


Em dezembro do ano passado, vocês lançaram o single Metsälle, que é uma das faixas que compõe o novo CD Manala. Como tem sido a resposta dos fãs e da mídia a essa música?

Juho Kauppinen: Metsälle é de alguma forma uma música tão típica do Korpiklaani, tendo partes lentas e rápidas, que se alternam a todo momento. Tocamos ela ao vivo desde o ano passado, quando as primeiras notas dessa música eram tocadas, o público parecia entrar em um humor um pouco sereno. A melodia inicial é muito envolvente e mesmo que a música tenha muitas partes, todas essas melodias são simples para cantar junto. Então eu diria que Metsälle tem sido muito bem recebida.


Recentemente houve uma alteração no line-up da banda, e Tuomas Rounakari passou a ser o novo violinista da banda. Como se deu a escolha de Tuomas e como tem sido sua adaptação?

Juho Kauppinen: Conhecemos Tuomas muito antes dele se juntar a banda. Ele tinha se oferecido para ser nosso violinista há uns dois anos atrás. Então, quando surgiu a necessidade o chamamos e fizemos uma escolha óbvia. Conhecemos o projeto solo de Tuomas o que foi muito convincente e que não só provou que ele é um músico esplêndido, mas um competente showman, com seu costume único e sinos fixados em sua bota. Desde que se juntou a banda, Tuomas tem seu próprio número nos nossos shows. Ele é deixado sozinho no palco e encanta o público com seu violino shamanico e yoik durante a música Langetus, a primeira faixa de seu álbum solo. Tuomas tem sido extremamente cooperativo e trabalhando com ele no estúdio foi muito prazeroso. Ele não só tem levado mais como um maestro de violino, mas também tido uma notável responsabilidade para as entrevistas da banda e ocasiões importantes.


Ele participou do processo de composição novo álbum? E de alguma forma vocês acreditam que ele possa influenciar na sonoridade da banda?

Juho Kauppinen: Tuomas fez parte dos arranjos com violinos em muitas músicas e também escreveu uma canção chamada Husky Sledge. Acredito que ele terá mais influencia nos nossos próximos álbuns. Ele é muito criativo e tem muita lenha para queimar. Estou certo que ele terá muitas ideias novas para nossos futuros álbum.


Vocês acreditam que cantar em finlandês seja importante para manter a essência das músicas, uma vez que os temas dos álbuns falam sobre a mitologia finlandesa?
Juho Kauppinen: A língua finlandesa é sem dúvida a mais adequada para as músicas, mas esse é um ponto de vista finlandês. Não existem muitas pessoas fora disso que entendam finlandês, o que se torna uma dificuldade para os estrangeiros. Eles podem apenas dizem como a linguagem soa, mas não necessariamente a sentem e suas características, e como o verso de "Kalevala" tomou forma ao longo dos séculos. O verso de "Kalevale" é impossível de ser cantado em outra língua a não ser em finlandês.


O folk metal tem ganhado grande destaque na mídia internacional nos últimos anos, mais bandas do estilo tem surgido e vem ganhando cada vez mais espaço na cena internacional. Como vocês vêm o folk metal atualmente?

Juho Kauppinen: Parece que a cena por si mesma cresceu bastante, com muitas ações dentro do underground e bandas mais conhecidas aderindo a este estilo. O Folk Metal está se tornando um estilo musical considerável com uma base sólida de fãs, que prestigia festivais como Paganfest, que certamente faz a cena se destacar num meio muito produtivo do metal.


Vocês estão prestes a lançar o quarto CD vindo de uma parceria bem-sucedida com a Nuclear Blast. Existem planos ou a intenção de vocês de lançar um CD ao vivo?

Juho Kauppinen: Temos muitos planos, inclusive lançar um CD ao vivo, mas infelizmente os planos nunca dão certo. Já perdi as contas de quantas vezes tentamos gravar nossos shows, mas ou problemas técnicos ou algum outro problema nos forçaram a abandonar o plano. Então, neste momento, não temos planos de gravar um CD ao vivo, mas certamente espero que isso aconteça no futuro.


O Korpiklaani é considerada maior e melhor banda de folk metal do mundo. O que você pensa sobre disso?

Juho Kauppinen: Não há como desmentir isso! Você pode digitar folk metal no Google, Youtube ou em qualquer outro lugar na internet e o Korpiklaani não vai passar desapercebido.


Vocês participaram do “Eluveitie & Friends”, festival organizado pelo Eluveitie que contava somente com bandas de folk metal. Como é tocar entre amigos?

Juho Kauppinen: É sempre uma boa experiência tocar com o Eluveitie. Tocar com eles é sempre proveitoso. Somos musicalmente um pouco diferente deles e eles de nós, no entanto, podemos agregar público e fazer com que ambos os fãs apreciem o nosso trabalho.


E quanto ao Brasil? Qual a expectativa de vocês para retornar ao país?

Juho Kauppinen: Será mais uma alucinante experiência. Esta certamente é uma razão para voltarmos à América do Sul. Do outro lado do mundo está um público muito intenso e devoto como no Brasil, Chile, Argentina e Colômbia. Os fãs da América do Sul são únicos. Eles vão se entregam de corpo e alma, gritam como se não existisse amanhã, sabem como festejar e realmente sabem tirar o máximo proveito de suas vidas.


Quais as lembranças que vocês têm da última vez em que estiveram aqui?

Juho Kauppinen: Eu apenas tenho dois tipos de memórias do Brasil: inesquecível e intenso! O Brasil foi muito divertido e com certeza será de novo.


Podemos esperar por alguma surpresa no set list, como por exemplo, mais alguma música de Manala?

Juho Kauppinen: Não há muito o que eu possa lhe contar, porque isso permanece até ser visto. Nós mesmos não sabemos exatamente o que tocaremos até 15 minutos antes do show... mas podem ter certeza que faremos algo em especial.


Quais são os planos de vocês para 2012?
Juho Kauppinen: Show e mais shows, nada mais que isso.


Muito obrigada pela entrevista e eu gostaria que vocês deixassem um recado para os fãs brasileiros, contando a eles um pouco do que eles podem esperar para o próximo show do Korpiklaani no Brasil.

Juho Kauppinen: Muito obrigado a você pela atenção e por esta entrevista. Estamos muito ansiosos para reencontrar os nossos fãs brasileiros e é um extremo prazer volta ao seu país. Vejo vocês em breve!





A turnê consiste nas seguintes datas:
06/06 - Korpiklaani - Espacio 334 - Santiago, Chile
07/06 - Korpiklaani - Salon Reducci - Buenos Aires, Argentina
07/06 - Enthring + Claustrofobia - Tribal Club - Santos, Brasil
08/06 - Korpiklaani - Music Hall - Belo Horizonte, Brasil
08/06 - Enthring - Bar Barka Madarock, Hortolândia, Brasil
09/06 - Korpiklaani + Enthring - Clash Club - São Paulo, Brasil
10/06 - Korpiklaani + Enthring + Hugin Munin - Music Hall - Curitiba, Brasil
12/06 - Korpiklaani - Beco - Porto Alegre, Brasil
12/06 - Enthring - Blackmore Rock Bar, São Paulo, Brasil
13/06 - Korpiklaani - Buzz Live - Montevidéu, Uruguai

Links relacionados:

Serviço São Paulo
CP Management & Metal Music apresentam Korpiklaani
Data: 09/06/2012
Local: Clash Club - www.clashclub.com.br
Endereço: Rua Barra Funda, 969 - Barra Funda - São Paulo
Tel: (11) 3661.1500
Abertura da Casa: 18h30min
Bandas de Abertura: Enthring
Showtime Korpiklaani: 21h (pontualmente)
Ingresso:
1° lote pista R$ 80,00 (meia entrada e promocional)
1° lote camarote: R$ 100,00
Ponto de Venda:
Bilheterias da Clash Club
Galeria do Rock: Consulado do Rock (11) 3221.7933, Die Hard 3331.3978, Paranoid 3221.5297, Mutilation Records 3222.8253, Profecias 3333.2364 - Av. São João, 439
Santo André: Metal CDs - Rua Dona Elisa Flaquer, 184 - Centro - (11) 4994.7565
Venda online: Ticket Brasil - http://www.ticketbrasil.com.br
Imprensa: (13) 9161.6267 - press@theultimatemusic.com
Patrocínio: Rock Brigade e Consulado do Rock
Cartaz São Paulo: http://bit.ly/LXfluX
Cartaz Belo Horizonte: http://bit.ly/Lgt7JQ
Cartaz Curitiba: http://bit.ly/L361Eb
Cartaz Porto Alegre: http://bit.ly/Mc0V9G

Próximas divulgações e suporte The Ultimate Music - Press:
07/06 - Enthring + Claustrofobia - Tribal Club - Santos/SP
08/06 - Enthring - Bar Barka Madarock - Hortolândia/SP
08/06 - Hugin Munin – Jack Music Pub - Bauru/SP
09/06 - Korpiklaani – Clash Club - SP/SP
10/06 - Korpiklaani + Hugin Munin + Enthring – Music Hall - Curitiba/PR
12/06 - Enthring - Blackmore Rock Bar - SP/SP
15/06 - Krisiun – Music Hall – Curitiba/PR
16/06 - Confronto – Pós-Graduação – Vila Velha/ES
07/07 - NOFX + Bullet Bane – A Seringueira – SP/SP
13/07 - Shadowside – TBA
14/07 - Shadowside – Araraquara Rock Festival - Araraquara/SP
15/07 - Shadowside – Stonehenge Rock Bar - Belo Horizonte/MG
20/07 - Shadowside – Jack Music Pub - Bauru/SP
21/07 - Shadowside – TBA
21/07 - Confronto + Matanza – República Music Hall, Taubaté/SP
29/07 - At the Gates – Hangar 110 - SP/SP
01/09 - Sepultura – Suzaninho - Suzano/SP

Além dos shows, a The Ultimate Music - Press assessora as bandas Sepultura, Krisiun, Shadowside, Confronto e Hugin Munin. Para mais informações, acesse http://theultimatepress.blogspot.com.

Atenciosamente,
Costábile Salzano Jr
The Ultimate Music - PR, Management & Consultancy
13 9161.6267

Purified in Blood – Flight of a Dying Sun (CD)


Indie Recordings – Importado 
Nota 9,5
Por Marcos Garcia

Hoje em dia, existem bandas que se recusam a serem rotuladas dentro do Metal como um todo, uma vez que assim podem não só chegar a um público maior, mas ao mesmo tempo, não se limitarem a padrões muitas vezes vazios, e terem por limitação apenas a criatividade de seus músicos.
Um dos que mostram isso claramente é o Purified in Blood, quinteto norueguês que chega com seu segundo CD, Flight of a Dying Sun, via Indie Recordings, provando que aqueles cantos ainda podem ter muita coisa boa escondida em seu underground.
Unindo o que há de mais agressivo e intenso em termos de Gothenburg Way of Death Metal, mais algumas melodias interessantes e muito peso com elementos Thrashers, um tiquinho de ‘groove’, e muita pancadaria fechada, com guitarras soando em uma linha Black Metal algumas vezes, ou seja, é uma mistura bem grande, mas suficientemente homogênea e agradável aos fãs de Metal que se preocupam em ouvir algo, e não com o rótulo do produto.
Com uma capa muito bonita e bem feita, mais a produção feita por Jacob Bredahl, a mixagem e masterização feitas por Tue Madsen, contando ainda com as presenças de Glenn Reaper (ex-segundo vocalist da banda) em Iron Hands, Erlend Hjelvik do Kvelertak em Mot Grav (única música cantada em norueguês), Kjetil Møster (Datarock, Ultralyd, Møster) no saxofone, Ådne Sæverud no órgão, Jens Borge (Skadne Krek) no baixo acústico, e o cantor siberiano Albert Kuvezin tornam este disco um grande item para a coleção de qualquer bom banger que se preze. 
O disco todo tem um nível bem elevado, destacando-se a agressiva e rascante Storm of Blood, intensa e agressiva a extremo, com excelentes trampos das guitarras e dos vocais; a forte e densa Mot Grav, um pouco mais cadenciada, mas mantendo peso e empolgação em alguns momentos rápidos e no solo de guitarra muito bem sacado; a cadenciada e convidativa ao banging Iron Hands, que tem peso em doses enormes; a quase Black Metal Mind is Fire, especialmente pelas guitarras, e onde a bateria mostra intimidade com levadas mais rápidas, bem como em momentos quebrados e com ótimas viradas, e assim, transformando o trabalho de baixo algum bem destacado; a ótima Escape to Solace, um pouco mais melodiosa, mas forte e pesada, bem ganchuda; Void, mais uma faixa densa e climática, com um trabalho insano dos vocais que empolga, e que guitarras; e a longa e extremamente variada Flight of a Dying Sun, introduzida por um belo órgão, para depois virar uma tijolada com ótimo e intenso trabalho de guitarras, com alternância de andamentos, e seus mais de nove minutos passam como se fossem menos de 60 segundos, e lá vem aquela sensação legal de pôr o CD para tocar de novo...
Muito recomendado, e a banda vale a pena! 


Tracklist: 

1. The Absolute 
2. Storm of Blood 
3. Mot Grav 
4. Iron Hands 
5. Mind is Fire 
6. Escape to Solace 
7. Void 
8. Flight of a Dying Sun 



Formação:


Hallgeir S. Enoksen – Vocais  
Sander Loen – Guitarra solo
Tommy Svela – Guitarra 
Stog S. Andersen – Baixo  
Anders Mosness – Bateria




Contatos:  

www.facebook.com/purifiedinblood  
www.myspace.com/purifiedinblood 
www.twitter.com/purifiedinblood



Frost Despair - Anunciando entrada de novo baixista e lançamentos para 2012


Após a saída do baixista Rodrigo Marques no fim de abril, a banda gaúcha de Black Metal Frost Despair anuncia oficialmente a entrada de seu substituto: Joaw Goulart.
Segundo o vocalista Odommok, Rodrigo já não compartilhava dos mesmos objetivos que a banda, optando de comum acordo por seguirem caminhos diferentes.
O novo baixista Joaw Goulart é graduado em música, e além do baixo elétrico, também toca baixo e contrabaixo de orquestra, e depois de entrevistas e ensaios teste, foi selecionado e participará das gravações de seu próximo álbum.



Joaw comenta sua entrada :
“Foi bem o que eu esperava da banda. Pude ver que o pessoal estava firme com o conceito da, trabalho e estilo e isso me motivou a encarar com seriedade e integrar o grupo nas gravações do próximo album e shows. Estou dentro!"
Após o excelente lançamento do CD The God Desilusion em 2011, o a banda formada por Odommok (vocal) Agammenomm (keyboards/piano) Flavia Schmith (mezzosoprano vocal) Galamoth R. (guitarra) Lair Raupp (guitarra) Anderson Ribeiro (bateria) e o recém chegado baixista Joaw Goulart, abre 2012 prometendo um novo álbum ainda mais orquestrado e extremo do que seu ultimo lançamento.
Confira na integra o álbum The God Desilusion e vídeos ao vivo da banda no myspace oficial: Myspace Frost Despair

The God Desilusion


FROST DESPAIR;
Contato para shows e Merchandising

Links relacionados
Myspace: Myspace
Twitter: Twitter



Mayara Puertas
Assessoria de Imprensa
(11)8514-6996
dominationpress@gmail.com

Frade Negro - Revelada arte da capa do seu Debut álbum


A banda catarinense Frade Negro disponibilizou a arte da capa do seu novo álbum de inéditas, intitulado Black Souls in the Abyss
O material foi concebido pelo renomado artista estadunidense Edward J. Repka, que já desenvolveu trabalhos similares para bandas como: Death, Megadeth, Sanctuary, Nuclear Assault, Possessed, Venom, entre outras. 
Black Souls in the Abyss é o primeiro trabalho de uma banda brasileira assinado por Edward J. Repka, e será lançado no Brasil através da MS Metal Records no segundo semestre de 2012.
Para mais informações sobre as atividades da banda Frade Negro e demais clientes da empresa, basta entrar em contato com a MS Metal Press através do e-mail contato@msmetalpress.com.

Beto Lins - Siga agora o artista no seu novo twitter

O guitarrista Beto Lins relançou recentemente o novo layout do seu twitter, com o tema voltado para o seu Debut álbum solo, intitulado First Reflection
O material foi produzido pelo designer da MS Metal Press, João Duarte, que já desenvolveu trabalhos similares para bandas como Angra, Korzus, Circle II Circle, Hangar, Torture Squad, dentre outras.
Para mais informações sobre as atividades do guitarrista Beto Lins e demais clientes da empresa, basta entrar em contato com a MS Metal Press através do e-mail contato@msmetalpress.com.

Link: Twitter


Ricardo Piccoli - Produtor brasileiro já se encontra atuando na Itália

O músico e produtor Ricardo Piccoli, hoje radicado na Itália, já se encontra trabalhando no citado país. 
O profissional recentemente inaugurou seu novo estúdio e continuará o seu trabalho ao lado de artistas brasileiros, no campo de produções fonográficas.
Segue abaixo a configuração do atual estúdio, de um dos produtores mais requisitados do Brasil, que agora atua em território europeu:
Sistema Avid Pro Tools 10 em um Apple Mac Pro com interface Apogee, controlador Digidesign e monitoração Adam e Yamaha;
Emulação de periféricos clássicos da SSL, Pultec, Teletronix, Focusrite, UREI, Fairchild, Lexicon, Joemeek, Purple Audio e Sansamp;
Plugins da Avid, Lexicon, SoundToys, Waves, iZotope, Celemony, SynchroArts, IK 
Multimedia, Antares, Focusrite, Bomb Factory, Slate Digital, Native Instruments, BBE, Toontrack, Brainworx, Korg, SPL, LinPlug e A.I.R.;
Reamp com emulação de Mesaboogie, Peavey, Ampeg, Marshall, Engl, Orange, Fender e Vox;
Suítes de masterização da IZotope e Brainworx combinadas com processadores clássicos da SSL, Focusrite, Teletronix e Pultec, Avid Pro Tools e Audiofile Engineering Wave Editor.

Todo o material de bandas do Brasil produzido por Ricardo Piccoli, será automaticamente avaliado pela MS Metal Records para possível lançamento em formato físico. A MS Metal Records, gravadora da assessoria de imprensa do artista, é hoje a responsável pelo maior número de lançamentos de bandas tupiniquins do mercado.
Para mais informações sobre as atividades do músico e produtor Ricardo Piccoli, além dos demais clientes da empresa, basta entrar em contato com a MS Metal Press através do e-mail contato@msmetalpress.com.

Innocence Lost - Disponibilizado vídeo inédito de Burning Empire

A banda carioca de Heavy Metal Innocence Lost disponibilizou em seu canal no YouTube, um vídeo contendo a música Burning Empire, extraída de uma apresentação no Calabouço Rock, ocorrido no Rio de Janeiro.



Em paralelo, o Innocence Lost continua agendando datas para sua atual turnê em suporte ao EP Human Reason no Brasil. Para mais informações sobre como reservar uma data em qualquer cidade do país, basta entrar em contato com a MS Metal Press através do e-mail contato@msmetalpress.com.
Para mais informações sobre as atividades da banda Innocence Lost e demais clientes da empresa, basta entrar em contato com a MS Metal Press através do e-mail contato@msmetalpress.com.



Tchandala - Disponíveis mais informações sobre o Debut álbum do grupo

O produtor Victor Mattos, um dos responsáveis pela mixagem e masterização do álbum Fear of Time da banda Tchandala, soltou um depoimento oficial relatando mais detalhes sobre os trabalhos em estúdio.
Fear of Time será lançado no Brasil através da MS Metal Records, no segundo semestre de 2012. 
“Estamos nesse momento finalizando a sexta música do disco. O resultado está ficando muito bom, dignificando a importância da Tchandala no cenário underground nordestino”, declarou Victor. “Acredito que antes do final de maio o trabalho será entregue para a gravadora do grupo, para estar disponível nas lojas em julho”, finaliza.
Para mais informações sobre as atividades da banda Tchandala e demais clientes da empresa, basta entrar em contato com a MS Metal Press através do e-mail contato@msmetalpress.com.

In Torment - Grupo é confirmado no Steel Festival 2012

Precedendo sua primeira turnê na Europa, a banda In Torment continua agendando novas datas no Brasil. Desta feita o grupo foi confirmado no Steel Festival, que acontecerá na cidade catarinense de Içará no próximo dia 26 de maio (sábado).
O Steel Festival acontecerá no Rock N’Show Pub às 22h00. Além da In Torment, o evento contará ainda com as bandas Scarolas e Revogar
O segundo álbum do In Torment foi registrado no estúdio Hurricane em Porto Alegre, ao lado do produtor Sebastian Carsin, e teve toda sua concepção gráfica assinada pelo guitarrista do grupo, Rafael Giovanoli.
Sucessor do aclamado Diabolical Mutilation Of Tormented Souls, Paradoxical Visions Of Emptiness contém nove faixas e foi lançado em todo território nacional via Rapture Records.

Serviço:

In Torment - Steel Festival 2012
Data: 09 de junho (sábado)
Local: Rock N’Show Pub
Endereço: Parte traseira da Igreja Central
Horário: 22h00
Cidade: Içara/SC
Ingressos: Não Informado

Para mais informações sobre as atividades da banda In Torment e demais clientes da empresa, basta entrar em contato com a MS Metal Press através do e-mail contato@msmetalpress.com.


Fonte: MS Metal Press

Aphroditte - Grupo relança o seu MySpace com novo design

A banda brasiliense Aphroditte lançou oficialmente o novo layout do seu MySpace, com o tema voltado para o seu primeiro single de estúdio, Third Prelude
O material foi produzido pelo designer da MS Metal Press, João Duarte, que já desenvolveu trabalhos similares para bandas como Angra, Korzus, Circle II Circle, Kattah, Torture Squad, dentre outras.
O single Third Prelude foi recentemente lançado para download gratuito através do site da MS Metal Press. O material foi produzido por Caio Duarte (Dynahead) e terá tiragem limitada na versão física em 250 cópias numeradas através da Alternative Music Records.
Para mais informações sobre as atividades da banda Aphroditte e demais clientes da empresa, basta entrar em contato com a MS Metal Press através do e-mail contato@msmetalpress.com.

Link: Myspace

Eyes of Gaya - Baterista Betto Cardoso homenageando o Dream Theater



O baterista da banda paulista Eyes of Gaya, Betto Cardoso, disponibilizou recentemente em seu canal no YouTube, um vídeo onde presta homenagem a um dos grupos que mais o influenciou, o Dream Theater. 
A música registrada por Betto Cardoso foi Dance Of Eternity. Canção esta utilizada pelo Dream Theater no teste para escolha do seu novo baterista, Mike Mangini.



Em paralelo, a banda Eyes of Gaya confirmou a pré-produção do seu debut álbum ao lado do produtor Edu Falaschi, para o início do próximo mês de junho. O material tem seu lançamento previsto para o segundo semestre de 2012 via MS Metal Records.
Para mais informações sobre as atividades da banda Eyes of Gaya e dos demais clientes da empresa, basta entrar em contato com a MS Metal Press através do e-mail contato@msmetalpress.com.