7 de nov de 2012

Notícias: LP Metal Press (07/11/2012)



- - -

Destruction: oficialmente confirmado no Brasil em Janeiro e Fevereiro de 2013! 

Turnê “Spiritual Genocide : 30 Years Of Total Destruction”  marca o lançamento do novo álbum e celebração aos trinta anos do trio alemão.

Finalmente é anunciada e confirmada a turnê brasileira do DESTRUCTION, que terá seis datas, sendo elas: dia 29/01 (Brasília – local a confirmar), 31/01 (Belo Horizonte – Music Hall), 01/02 (Catanduva – Buffet Mazzi), 02/02 (Recife – Clube Internacional do Recife), 03/02 (São Paulo – Via Marquês) e 05/02 (Porto Alegre – O Beco). A banda também terá outros shows na América do Sul, antes das datas no Brasil.

O trio, que é formado por Schmier (baixo e vocal), Mike (guitarra) e Vaaver (bateria), está lançando seu décimo terceiro disco, 'Spiritual Genocide', via Nuclear Blast Records.


Além de incluir material desse novo trabalho, o DESTRUCTION promete um set comemorativo ao
trigésimo aniversário do grupo, que foi fundado em 1982, na cidade de Baden-Wüttemberg, na Alemanha.

Mais detalhes e informações sobre a venda de ingressos em breve. Fique de olho no site www.rockbrigade.com.br.

Sites relacionados:


- - -


MASSACRE cancela tour Sul Americana, que continua com ABSU e MASTER

A turnê que rolaria à partir da semana que vem com as bandas MASTER, ABSU e MASSACRE, seguirá com as duas primeiras, já que a banda MASSACRE teve problemas com os vistos dos músicos e houve também um desacordo comercial.


A produtora Tumba, responsável pela tour informa que tanto MASTER, quanto ABSU, estão 100% confirmados e farão seus shows conforme anunciado anteriormente.

Inclusive, o ABSU teve problemas no começo do ano, e conforme o prometido, estará aqui dessa vez.


Os shows entre Master e Absu rolam em Jaraguá do Sul (15/11 – quinta, Espaço do Oca), Porto Alegre (16/11- sexta, Garagem Hermética), Belo Horizonte (17/11- sábado, Music Hall) e São Paulo (18/11 –domingo, Carioca Club).

Em cada cidade haverá bandas de abertura, diferentes.

Confira o serviço do show de São Paulo:

MASTER & ABSU

Dia: 18/11 – Domingo

Local: Carioca Club (Rua Cardeal Arcoverde, 2899, São Paulo – SP www.cariocaclub.com.br

Ingressos: R$ 50 (estudante), R$ 70 (promocional) e R$ 100 (Inteira)

Locais de venda antecipada: Galeria do Rock (Hellion e Paranoid) , Bilheterias do Carioca Club e Ticket Brasil (www.ticketbrasil.com.br)

Sites relacionados:

www.myspace.com/masterspeckmann
www.myspace.com/absu
www.myspace.com/tumbaprod
- - -

A/C Luciano Piantonni
Assessor de Imprensa
(11) 98427-2573

Notícias: Shinigami Records (07/11/2012)



- - -

Lacuna Coil: Vocalista criará peça para empresa de Jóias Personalizadas 


Cristina Scabbia, vocalista da banda italiana LACUNA COIL, criará uma peça junto a Seventh Circle Artworks, uma empresa de joias especializadas em rock and roll, com sede em Londres. Cristina afirmou: “Eu estou tão feliz por brincar com a minha criatividade em um território diferente.”.

Numa recente entrevista concedida a Legendary Rock Interviews, Cristina falou sobre a perspectiva de seguir carreira solista: “Muitas vezes já fui abordada para falar sobre uma carreira solista, mas eu acho que algo assim só acontece quando você não está autorizado a ser criativo ou não possa se expressar na sua banda atual. Honestamente, não tem sido o caso e eu sempre me senti confortável em LACUNA COIL; é como uma família para mim. De fato, eu gosto de entrar no estúdio de ensaio e conhecer as pessoas [com as quais trabalho]de longa data e da vida real e gosto muito de excursionar com eles. Eu estou muito feliz com esta banda que sinceramente nunca considerei nada como uma carreira solista.”.

No dia 17 de outubro, a banda gravou um vídeo clipe para uma, ainda não revelada, música com o diretor italiano Roberto Cinardi, também conhecido como Saku, com quem já tinha trabalhado nos clipes para as faixas "Spellbound" e "I Won't Tell You", do álbum Shallow Life de 2009.

No inicio de 2012, LACUNA COIL concluiu a parte norte-americana da turnê "Dark Legacy", onde apresentou um set list de mais de duas horas de duração com material de todos os álbuns lançados pela banda.

Os dois últimos trabalhos de inéditas lançados por LACUNA COIL, Dark Adrenaline e Shallow Life, venderam ao redor de 20.000 cópias – cada uma – na primeira semana de vendas nos Estados Unidos. Ambos os discos estão disponíveis no Brasil pela Shinigami Records.
Para mais informações de como adquirir uma cópia destes lançamentos, basta entrar em contato através do e-mail: loja@shinigamirecords.com ou compre aqui.

- - -

Napalm Death: Frontman entrevistado em Minnesota


No dia 4 de novembro, Josh Rundquist (também conhecido como That Drummer Guy) realizou uma entrevista com o vocalista Mark "Barney" Greenway, da banda britânica NAPALM DEATH, antes da apresentação da banda no Station 4 em Minneapolis (Minnesota). Assista ao vídeo: 


O último álbum da banda “Utilitarian” – que já está disponível no Brasil através da Shinigami Records em versão limitada em digipack – , percorre a gama desde a violência e força diretas ao puro NAPALM DEATH – induzindo ao caos que em geral proporciona um bom derramamento de sangue impróprio para fracos e também confronta ao ouvinte com momentos tão surpreendentes como as passagens de saxo por ninguém menos que John Zorn na faixa ‘Everyday Pox’ ou as seções limpas em ‘Fall On Their Swords’ e ‘Blank Look About Face’.

Para mais informações de como adquirir uma cópia deste CD, basta entrar em contato através do e-mail: loja@shinigamirecords.com ou compre aqui.

- - -

Notícias: Som do Darma (06/11/2012)



- - -

UGANGA e SLIPPERY entre as atrações do Triumph Of Metal Festival neste sábado


Evento acontece na cidade de Pouso Alegre, sul de Minas Gerais, e está em sua sexta edição

O Triumph Of Metal Festival já se tornou um dos festivais anuais mais aguardados por headbangers de vários estados brasileiros. Desde o ano 2000 o evento é organizado na cidade de Pouso Alegre, sul de Minas Gerais, e já contou com a participação de diversas bandas importantes do metal nacional e internacional como Paul Di' Anno, Hellish War, Torture Squad, Chakal, Calvary Death, Attomica, entre outros.

Além de anualmente reunir grandes atrações, o evento é pautado pela boa organização e ótima infraestrutura, tanto para as bandas como para o público. A boa reputação tem feito com que o Triumph Of Metal Festival já seja considerado um dos principais festivais de heavy metal do Brasil!

A sexta edição do evento acontece neste sábado dia 10 de Novembro no C.C.F.D., mesmo local das duas últimas edições, e traz como headliners o Krisiun e o Vulcano, duas das maiores bandas do metal extremo mundial. Entre as demais atrações, estão grandes nomes como Corpse Grinder, Comando Nuclear, Carro Bomba, Tray Of Gift, Deadliness, além do UGANGA e SLIPPERY!


O show do UGANGA no VI Triumph Of Metal Festival vai marcar o pré-lançamento de seu primeiro disco ao vivo, 'Eurocaos Ao Vivo'. 

O álbum foi gravado na Alemanha e Portugal durante a turnê européia realizada pelo UGANGA em 2010 e que somou 18 shows em sete países. Além do tracklist oficial, o álbum trará várias faixas bônus e um documentário cobrindo todos os bastidores da turnê. 


Já o SLIPPERY fará o show da turnê de divulgação de 'First Blow', disco de estréia da banda que acabou de ser lançado e vem sendo amplamente elogiado por toda imprensa. O álbum foi produzido por Átila Ardanuy (Dr. Sin, Anjos Da Noite) e reúne 11 faixas que cobrem toda a carreira de nove anos do quinteto. O disco é sucesso de vendas e sua primeira prensagem está quase esgotada.

O VI Triumph Of Metal Festival terá início as 15h e os ingressos estão à venda em Pouso Alegre na Socó Music Shop, Cadillac Tattoo e Loja Modas e Griffes.

Nesta sexta, dia 09, acontece no mesmo local as 19h o Triumph Of Metal Overture, uma espécie de abertura do festival e que contará com shows das bandas King Bird, Atacke Nuclear, Penumbra, Evil Eyes (Dio Cover) e Reborn.
Outros detalhes sobre o evento podem ser obtidos no site oficial http://triumphofmetal.wix.com/triumph

Mais informações: 

UGANGA


SLIPPERY


- - -

Management, Shows e Informações para a Imprensa:
Eliton Tomasi - SOM DO DARMA
eliton@somdodarma.com.br 
(15) 3211-1621
Crédito Foto (UGANGA): ByMySide.pl 
Crédito Foto (SLIPPERY): Divulgação

Notícias: MS Metal Press (07/11/2012)



- - -

BLÜE BARREL: adquira debut álbum do grupo na Die Hard Records


O debut álbum da banda paulista BLÜE BARREL, intitulado “The Oversize Load”, já se encontra disponível para compra no site oficial da gravadora Die Hard Records.

O álbum “The Oversize Load” contém onze faixas, foi registrado no Piccoli Studios em Campinas, São Paulo, e contou com a produção de Ricardo Piccoli.

Track List:

01. Awake the Tempest
02. A Lethal Dose of Meaning
03. Mud
04. At the Silence s Black
05. Set to Perish
06. The Waterhouse
07. Fusedeliver
08. Double-Cross
09. Somewhere Between Nowhere
10. I Am Exile
11. Until Horizon Runs Dry

Links Relacionados:


- - -

DANIEL PIQUÊ: disponibilizado vídeo do Ultra Violence Studios


O artista multimídia brasileiro DANIEL PIQUÊ disponibilizou em seu canal no YouTube, um vídeo contendo imagens do seu estúdio em Minas Gerais, o Ultra Violence Studios.

Daniel se encontra atualmente no Ultra Violence Studios, em processo avançado de composição de novas músicas de sua carreira solo e do seu novo projeto, recentemente batizado de Weep Lemon.


Links Relacionados:


- - - 

ODHEKATON: novidades vindas direto do Norcal Studios em São Paulo


O guitarrista da banda paulista ODHEKATON, Beto Lins, disponibilizou um depoimento acerca dos trabalhos do debut álbum do grupo, que precederá uma extensa turnê na Europa para 2013.

O novo álbum do grupo será precedido pelo single “Reborn”, que contará com duas faixas inéditas e exclusivas. “O disco está em avançado processo de composição. Já estamos lapidando as oito músicas que farão parte do nosso primeiro CD”, afirmou Beto Lins. “Além dessas oito músicas, vamos ter quatro faixas de bônus, completando o disco com doze canções. Essa ótima ideia veio da nossa gravadora, a MS Metal Records, da qual estamos recebendo total apoio para a realização e divulgação deste trabalho”, finaliza.

O debut álbum da banda ODHEKATON será lançado no primeiro semestre de 2013, através da MS Metal Records no mercado brasileiro.

Links Relacionados:


- - -

STILL ALIVE: grupo confirma gravação do seu primeiro vídeo clipe


A banda carioca de Heavy Metal Tradicional STILL ALIVE, confirmou que está trabalhando na produção do primeiro vídeo clipe de sua recente carreira. A canção escolhida para o registro chama-se “Into the Snakepit”, extraída do debut álbum “Kyo”, lançado no Brasil através da MS Metal Records.

Links Relacionados:


- - -

BETO LINS: mais informações sobre a produção do seu primeiro álbum solo


O guitarrista BETO LINS disponibilizou novas informações sobre o processo de mixagem do seu debut álbum, “First Reflection”, que segue seu curso no Progressivee Images Studios em Campo Grande, Mato Grosso do Sul.

A captação do material foi concebida por Brendan Duffey e Adriano Daga, no Norcal Studios e, agora, a mixagem será conduzida por Lenni Santos. “O Lenni Santos é um grande parceiro nos meus trabalhos de áudio e vídeo, sendo assim eu queria tê-lo envolvido no meu álbum”, declarou Beto Lins. “O disco está bem diversificado, com muita influência de música brasileira e vários instrumentos: Flauta, percussão, piano, violões e claro, muita guitarra. Por conta desta diversidade de instrumentos, optei por trabalhar com Lenni nessa fase da produção do disco”, finaliza. 

“First Reflection”, que conta com a produção de BETO LINS e supervisão de Brendan Duffey e Adriano Daga, será lançado pela Alternative Music Records e terá distribuição exclusiva da Voice Music, uma das empresas mais atuantes do setor, para garantir a disponibilização do produto nas principais MegaStores do país.


Links Relacionados:


- - - 

HOPE: vocalista lança vídeo promocional do seu projeto paralelo


O vocalista da banda paraense HOPE, Bruno Corey, lançou recentemente em seu canal oficial no YouTube, um vídeo promocional do seu projeto paralelo THE LAY.


O grupo THE LAY é formado por Sérgio Gorini (guitarrista), Ricardo Strani (baixista), Felipe Pagliato (baterista), além do próprio Bruno, tendo seu direcionamento musical voltado para a reinterpretação de grandes clássicos da música Pop dos anos oitenta.

Links Relacionados:


- - - 

DRACE XII: grupo lança vídeo narrando toda história do Debut álbum


A banda de J-Rock DRACE XII lançou recentemente o primeiro capítulo, de doze programados, da série de vídeos que contarão toda a história contida nas letras do seu vindouro Debut álbum.

Em paralelo, a DRACE XII, juntamente com seu produtor Edu Falaschi (Almah, ex-Angra), encontram-se em pleno processo de produção do citado trabalho nos estúdios Norcal e TF Produções, ambos em São Paulo. O material, que ainda não possui título definido, tem previsão de lançamento para o segundo semestre de 2012 no Brasil.

Links Relacionados:


- - - 

PERC3PTION: iniciadas sessões de gravação das guitarras do Debut álbum


O guitarrista Glauco Barros, membro da banda paulista PERC3PTION, iniciou recentemente no Norcal Studios, em São Paulo, ao lado do produtor Edu Falaschi (Almah), as sessões de gravação do instrumento para o debut álbum do grupo, intitulado “Reason and Faith”.

“Reason and Faith” será lançado no Brasil através da MS Metal Records, no primeiro semestre de 2013, e contará com a distribuição da Voice Music para as principais MegaStores do país. "Continuamos em processo de gravação das guitarras e concluímos nessa semana as bases das nove músicas”, afirmou Glauco. “Temos contado com grande apoio e experiencia do Edu e toda a equipe do Norcal Studios, e estamos aprendendo e aproveitando ao máximo dessa fase tão importante na concepção do nosso debut", finaliza.

Links Relacionados:


- - -



Para mais informações sobre as atividades das bandas acima e demais clientes da empresa, basta entrar em contato com a MS Metal Press através do e-mail contato@msmetalpress.com.

O Monstro Interior que toma o mundo de assalto – Entrevista com o Shadowside



Por Marcos Garcia

O nome do quarteto SHADOWSIDE se firma mais e mais como um dos mais fortes da cena metálica brasileira, e após o lançamento do excelente ‘Inner Monster Out’, dão passos cada vez mais fortes em direção à fama internacional.


O Metal Samsara teve a oportunidade de entrevistar Dani Nolden, vocalista da banda, e fomos recebidos com gentileza, então, aproveitem o que esta Diva do Metal nacional tem a dizer.

Metal Samsara: Primeiramente, agradecemos muito por nos conceder esta entrevista, Dani. A primeira pergunta é meio clichê, mas de onde veio o nome da banda?

Dani Nolden: O nome significa aquele lado oculto que todos nós temos, não necessariamente ruim, mas todos temos um pedaço da personalidade que não deixamos evidente o tempo todo. Ele está em todo lugar, por isso o nome da banda... SHADOWSIDE é um pedaço de cada um de nós e de cada fã.


Metal Samsara: Apesar de muitos só terem conhecido a banda com ‘Inner Monster Out’, a banda já está nessa luta há dez anos, então, olhando para trás, o que este momento, em que a banda já goza de bastante prestígio tanto no Brasil quanto no exterior lhe trás? 

Dani Nolden: É uma sensação bem interessante, parecida com a de olhar para o tamanho da montanha-russa depois que você desce dela (risos). Eu olho pra trás e penso em tudo que aconteceu... shows em 20 países e agora com o “Inner Monster Out” estamos fazendo uma turnê grande pelo Brasil, ficamos entre os discos mais vendidos no Japão e entre as 15 bandas de Hard Rock/Metal mais tocadas nas rádios dos Estados Unidos durante seis semanas, raramente conseguimos planejar seis meses de inatividade para compor um álbum, por exemplo... sempre temos uma turnê pra fazer que acaba com todos os planos (risos). Tem sido uma jornada incrível, se você me perguntasse há dez anos atrás se eu sabia que estaríamos onde estamos hoje, eu sinceramente responderia que não... eu sonhava, mas não tinha ideia de que seria possível. Eu era até bem humilde no que eu imaginava que conseguiria realizar... eu dizia que chegaria aqui, mas lá no fundo eu duvidava (risos). Mas ainda temos muita estrada pra percorrer. Estamos nos divertindo muito no atual momento da banda, mas tudo isso significa apenas que vamos ter cada vez mais trabalho pra fazer!


Metal Samsara: Falando do ‘Inner Monster Out’ em si, o disco tem uma produção fantástica, feita pelo conhecido Fredrik Nordström, no Studio Fredman em Gotemburgo, Suécia, a Meca do Death Metal melódico. Como foi o processo de ir para lá gravar, bem como trabalhar com ele? Vocês ficaram plenamente satisfeitos com o resultado final? E há planos para, no futuro, trabalharem com ele de novo?

Dani Nolden: Pela primeira vez, nós pensamos em trabalhar novamente com o mesmo produtor. Não que os outros não fossem competentes, mas essa é a primeira vez que ficamos completamente satisfeitos, não apenas com o resultado final, mas também com o caminho que tomamos para chegar até ele. Fredrik é um cara direto e muito sincero. Antes de começar a gravação, nós enviávamos nossas demos pela internet durante a turnê europeia com o W.A.S.P., e ele nos falava claramente o que estava bom e o que não estava, na opinião dele. Sem tapinhas nas costas, afinal não é pra isso que um produtor serve... um produtor tem que ser uma pessoa experiente em quem você confia, que te ajude a chegar no resultado que você quer, não um cara pra te fazer elogios. Os elogios vem depois se o trabalho ficou bem feito. Além de tudo, ele deixou todo o controle criativo nas nossas mãos... ele não tentou mudar nossa direção nem impor suas ideias, ele apenas nos dizia o que não prestava e nos encarregava de criar alternativas, portanto ele sempre estava nos levando até nossos limites. Nós sentimos que ele entendeu perfeitamente qual era nosso objetivo... um som pesado, direto e melódico. Quando chegamos lá, as composições estavam praticamente decididas, porém como estávamos literalmente morando no estúdio ainda tivemos tempo para experimentar novos arranjos, melodias, solos, tudo durante as madrugadas. Fredrik ia pra sua casa e nós continuávamos nos divertindo lá no estúdio (risos). Tenho certeza que ainda tem material interessante pra sair dessa parceria. 



Metal Samsara: Outro ponto que chama a atenção no CD são as participações de Björn "Speed" Strid do SOILWORK, Mikael Stanne do DARK TRANQUILLITY, e Niklas Isfeldt do DREAM EVIL, dividindo com você os vocais da faixa ‘Inner Monster Out’. Como rolou a idéia deles participarem, e como foi estar com eles por lá?

Dani Nolden: A ideia só aconteceu porque a letra dessa música não faria muito sentido se fosse cantada apenas por uma pessoa... a história tem vários personagens, pois é algo meio Nietzsche, meio serial killer... onde alguém investiga crimes brutais e precisa entender como pensa um monstro para conseguir descobrir quais serão os próximos passos dele... então coloquei na história uma pessoa em conflito com seus próprios valores morais e um criminoso provocando, querendo ser encontrado... se eu cantasse tudo isso sozinha, eu apenas soaria esquizofrênica e não passaria a mensagem correta (risos). Então a ideia era ter mais uma ou duas pessoas cantando comigo ou eu mudaria a letra. Passamos então a pensar em alguns nomes que se encaixariam bem no que estávamos planejando, não estávamos necessariamente pensando nos nomes mais famosos, e sim naqueles que se encaixariam melhor musicalmente com o que tínhamos em mente. Niklas foi a primeira escolha, afinal ele toca com Fredrik no DREAM EVIL, eu gosto muito da voz dele e ele foi o primeiro a confirmar a participação, logo em seguida Björn aceitou nosso convite. Quando estávamos na Suécia, acabamos ficando amigos do Anders, baterista do DARK TRANQUILLITY, que levou Mikael ao estúdio para nos conhecer, exatamente no dia em que Björn estava gravando. Ele acabou se empolgando e quis gravar também, o que eu achei maravilhoso, pois sou uma grande fã da banda e da voz dele. A experiência foi muito legal, pois todos estavam realmente interagindo e criando juntos. Nós demos liberdade para que eles colocassem um pouco da personalidade deles na música, ao mesmo tempo que os tiramos das suas zonas de conforto, fazendo eles participarem de algo bem diferente do que estão acostumados a fazer. Foi uma colaboração de verdade, com todos os músicos em estúdio e não algo frio, feito somente pela internet, onde ninguém se conhece, nem tem a oportunidade de criar em parceria. 


Metal Samsara: Sobre o título ‘Inner Monster Out’, qual a mensagem que há nele? Aliás, fora isso, poderia nos dizer quais as mensagens que desejam passar nas letras? Pelo que pudemos ler, a banda tem bastante a dizer...

Dani Nolden: Isso quer dizer que eu falo demais? (risos) Falando sério, realmente temos algumas mensagens importantes nas letras e o “Inner Monster Out” em especial é talvez uma continuação do nome da banda... “Inner Monster Out” é como uma caminhada dentro da mente humana, dentro da minha mente, das pessoas perto de mim e do que eu vejo acontecendo no mundo. Todos nós temos alguma coisa de perturbados, de loucos, temos medos, sonhos, temos pensamentos ruins e bons, e quando analisamos qualquer pessoa de perto, podemos perceber que ninguém é normal e eu acredito que isso é o que realmente é normal. Ser estranho é normal. Ninguém é tão certinho, tão feliz e tem a vida tão perfeita quanto sempre gostamos de aparentar. O “Inner Monster Out” aborda tudo isso... escapismo, facetas diferentes de uma mesma personalidade, violência e abuso, timidez, reações a várias situações diferentes... é quase como um diário bem perturbador (risos). É um diário de várias observações de uma pessoa que tem muita curiosidade pelo comportamento humano.


Metal Samsara: As notícias que temos acompanhado demonstram que a banda está tendo uma receptividade ótima no exterior, especialmente nos EUA, ou seja, logo o SHADOWSIDE deve estar indo a novas incursões, certo? Já há algo de concreto nesse sentido?

Dani Nolden: Eu acredito que a turnê no exterior deve acontecer agora em 2013, já que passamos 2012 trabalhando na divulgação do álbum por lá e tocando aqui no Brasil. Temos algumas datas pré-agendadas na Europa e estamos começando a fazer os planos para os Estados Unidos também. 


Metal Samsara: A versão brasileira de ‘Inner Monster Out’ tem um cover para ‘Inútil’, do ULTRAJE A RIGOR!, inclusive com Roger Moreira dividindo os vocais contigo, e a faixa não é uma faixa de Metal, logo, pode ter chocado alguns fãs mais radicais. Como foi que a ideia de gravá-la e chamar o Roger entrou em pauta? 

Dani Nolden: Nós decidimos gravá-la, porque nós estamos com a ideia de gravar uma música em português há algum tempo, porém nenhum de nós tem experiência com a composição de letras em português. Eu precisaria de tempo para praticar e pensar em algo interessante, porém a letra de 'Inútil' é perfeita. Ela foi escrita nos anos 80, mas ainda funciona tão bem para o nosso país. Um dia Raphael, nosso guitarrista, se apresentou e cantou com uma outra banda em Santos e eles tocaram ‘Inútil’. Foi quando tivemos a ideia “por que não ULTRAGE A RIGOR?”. Eles são irreverentes, tem atitude e isso combina perfeitamente com uma banda de Metal, especialmente com a nossa que não se leva a sério (risos). Pedimos autorização ao Roger, ele deu o OK e então quando a música estava pronta, perguntamos se ele queria participar e ele topou. Eu não sei quanto ele gosta de Heavy Metal, mas ele parece ter curtido bastante nossa versão para a música. Ao menos, ele estava se divertindo dentro do estúdio de gravação (risos). Foi uma honra pra mim dividir os vocais com ele, em uma música dele especialmente. Ele é um dos meus grandes ídolos brasileiros e tive a surpresa de encontrar um cara simples e fácil de lidar. 


Metal Samsara: Bem, umas fora do disco: o Ricardo Piccolli é conhecido pelo trabalho em produções musicais. Isso não chega a ser um empecilho para o SHADOWSIDE?

Dani Nolden: Acabou sendo, infelizmente. Ele se mudou para a Itália recentemente, justamente por ter uma boa oportunidade de trabalhar como produtor por lá. Nós chegamos a conversar sobre a ideia, não era intenção dele sair da banda, nem nossa intenção que ele saísse... porém percebemos que seria impossível ter membros da banda em países diferentes, afinal estamos tocando bastante agora no Brasil, então ele acabaria fazendo apenas os shows no exterior e o público brasileiro não teria oportunidade de ver o baixista oficial... então acabamos percebendo que seria melhor para nós ter apenas um baixista fixo, que pudesse nos acompanhar em qualquer ocasião, e que seria melhor se ele  pudesse ficar livre para trabalhar como produtor, afinal ele tem a família dele pra cuidar e já tinha uma carreira nessa área antes de tocar conosco. Tenho certeza que ele vai acabar entrando ou formando alguma outra banda excelente lá na Itália. Estamos tocando agora com Fabio Carito, que já foi aprovado pelos fãs nos shows e está completamente adaptado a nossa rotina! 


Metal Samsara: Dani, diferente da safra atual de vocalistas femininas, que preferem ou o gutural na linha de Angela Gossow ou o operístico de Traja Turunen, você prefere um timbre mais natural e seco de sua voz e isso indica que seu background musical é um pouco diversificado. Poderia dizer se existe alguma vocalista mulher que realmente influenciou você? Se não, quais seriam os vocalistas que realmente chegaram a deixar uma impressão profunda em ti?

Dani Nolden: Nenhuma mulher me influenciou de verdade... não porque eu não gosto, mas porque quando estava começando a cantar, eu realmente não conhecia muita coisa com mulheres no Rock... acho que a única coisa que eu conhecia era L7 e não gostava muito. Eu gostava de QUEEN, depois comecei a escutar coisas como GUNS N' ROSES e SKID ROW, depois IRON MAIDEN e JUDAS PRIEST e fui cada vez mais me aprofundando em Rock e Metal, tentando cantar como os caras... e minha personalidade musical acabou se formando comigo escutando apenas homens cantarem. Quando comecei a cantar em bandas de Metal, finalmente conheci Doro Pesch, mas a forma como eu queria cantar já estava praticamente definida, então ela não chegou a ser uma influência, apenas uma mulher que eu admiro. Eu sempre quis o meio termo entre as melodias bonitas e a agressividade. Gosto tanto dos guturais quanto do canto erudito, mas apenas para escutar e estudar, mas nunca tive vontade de incorporar isso a banda.


Metal Samsara: Outra coisa que salta aos olhos é que o som de vocês é muito pesado, agressivo, mas melodioso e forte, sem lembrar ninguém, mas já vimos tantas classificações, tantos rótulos diferentes para o estilo da banda, e esses causam uma impressão errônea. O que acha desses rótulos, e como gostaria que as pessoas encarassem o SHADOWSIDE nesse contexto?

Dani: Eu desisti de tentar rotular então concordo com qualquer rótulo que alguém quiser usar (risos). Nos chamam de Power Metal, de Thrash Metal, de Heavy Metal, de Hard Rock e nenhum desses rótulos realmente se encaixa, na minha opinião. Nós temos traços de tudo isso, mas acho que somos simplesmente uma banda de Metal. Se nos rotulássemos, acabaríamos ficando preocupados em soar como as outras bandas do mesmo estilo e limitaríamos nossa criatividade. Deixa só "Metal"...está bom assim! (risos)      


Metal Samsara: O vídeo de ‘Angel With Horns’ salta os olhos pelo profissionalismo e bom gosto e pegaram uma faixa que é bem empolgante, agressiva e grudenta, porque basta ouvir uma vez e fica com ela na cabeça. Existe alguma motivação para ser justamente ela a música do vídeo? E como foi feito o roteiro, porque a estória por trás dele é muito interessante.

Dani Nolden: Ela foi a escolhida porque ninguém conseguia tirá-la da cabeça durante as gravações! (risos) A escolha óbvia tanto para a gravadora quanto para nós era Habitchual... porém depois que gravamos 'Angel with Horns', percebemos Henrik, o assistente de Fredrik, cantarolando o refrão da música dia e noite. Nós mesmos não conseguíamos parar de cantá-la mentalmente. Então, percebemos que seria um erro gravar o videoclipe com a música considerada "comercial" e não com a música que instintivamente, nós sabíamos que seria uma das favoritas, se não a favorita do álbum. O roteiro foi baseado em fatos reais, porém feito de uma forma leve, divertida. Alguns amigos estavam me chamando de "angel with horns", pois diziam que eu tinha os dois lados... doce, inocente como de um anjo, porém cruel quando necessário... eram caras casados que fantasiavam viver uma vida comigo, na estrada, porém eles tinham casamentos perfeitos, estáveis e sabiam tanto que nunca se separariam, como eu também não os levava a sério quando eles falavam desses tais "sonhos". Jogar um balde de água fria neles era a coisa mais comum que acontecia nas conversas, o que os fez me achar cruel (risos). Tudo isso acabou servindo para que eles vissem como estavam insatisfeitos com suas próprias vidas sem motivo... pois eram felizes e não sabiam. Então a letra não fala apenas da minha história, mas também de como as pessoas só percebem como estavam felizes quando perdem o que tinham... ou ao menos quando percebem como vão ficar se perderem. No vídeo, fizemos minha personagem um pouquinho mais malvada (risos). Ela é um amor mas se diverte vendo o desespero dele, enquanto ele joga a vida fora por ela. A decisão de escrever a música ou não veio quando eu acabei chamando meu tatuador favorito de velho... Estávamos em um evento de tatuagem, ele passou o evento inteiro flertando, piscando, sorrindo e eu não sabia quem ele era... quando ele me entregou o cartão ao final do evento, fiquei tão empolgada em descobrir quem ele era que falei "cara, eu sou sua fã desde pequenininha!" e só percebi que acidentalmente havia falado que ele tinha idade pra ser meu pai quando ele saiu andando sem falar uma palavra (risos). Eu não tinha intenção de sair com ele, mas também não precisava ser tão otária... eu duvido que ele tenha entendido que eu fui completamente inocente e não quis ofendê-lo (risos). Ali percebi que a música tinha que acontecer pois o apelido caiu como uma luva!


Metal Samsara: A banda não cessa de fazer show após show, então, existem planos para alguns fora do eixo RJ-SP-MG? Poderiam dizer se já tem algo certo?

Dani Nolden: Sim, temos a primeira turnê pelo Norte/Nordeste confirmada para Dezembro! Até o momento, são sete datas que já estão no nosso site oficial, porém algumas mais ainda estão em negociação. Estou muito animada por essa sequência de shows!


Metal Samsara: Dani, queremos agradecer pela sua cortesia e gentileza, desejamos todo sucesso do mundo ao SHADOWSIDE, e deixamos o espaço para suas considerações finais.

Dani Nolden: Muito obrigada pelo espaço, espero vê-los em algum show, este ano ou em 2013, batendo cabeça, gritando e curtindo! 

Links relacionados:


O Metal Samsara agradece de coração a Dani Nolden pela entrevista, bem como a Costábile Salzano, da The Ultimate Music - Press, por tornar esta entrevista possível.