21 de mar de 2014

Burn the Manikind: banda anuncia novo baterista e entrada de ex-Nephast




Após um período de incertezas em relação ao futuro, a banda de Death Metal gaúcho BURN THE MANKIND comunica a passagem do guitarrista Raissan Chedid ao posto de baterista, substituindo Matheus Montenegro (ex-THE ORDHER).

Raissan esteve ensaiando com o grupo e se adaptando ao novo instrumento de forma esplêndida nos últimos seis meses. Agora o músico está totalmente apto a realizar apresentações ao vivo com o BURN THE MANKIND.

A banda também informa a entrada do guitarrista Rafael Barros, que assim como Marcos Moura (guitarrista) fez parte do NEPHASTH, importante banda gaúcha de Death Metal no início dos anos 2000.

Com essas duas novas forças, o BURN THE MANKIND concentra suas energias na finalização do seu álbum de estreia e em ensaios para shows a serem realizados nos próximos meses. Portanto, mais novidades serão apresentadas em breve.”


Devachan - Andarilho (EP)

Independente
Nota 9,0/10

Por Marcos "Big Daddy" Garcia


Desde o início da cena de Rock em nosso país, lá nos anos 60, as bandas brasileiras sempre buscaram fazer trabalhos musicais que fossem inspirados em seus ídolos, mas o ritmo que se encontra no sangue do povo brasileiro sempre mostrou-se um diferencial na hora de se criar música. E cada vez mais isso se confirma no Brasil, e o DEVACHAN, grupo oriundo de Iperó (SP) e que começa a ganhar bastante destaque pelo underground de lá, acaba de soltar o ótimo EP "Andarilho".

Cantando em português o bom e velho Metal tradicional, mas com talento e elegância típicas de nosso país, mostrando influências de bandas como IRON MAIDEN, HELLOWEEN e bandas setentistas como DEEP PURPLE, logo, não se assustem em sentir uma música cheia de energia e vibração, com vocais muito bons, guitarras mostrando um ótimo trabalho, baixo bem audível e técnico, bateria pesada e com bons andamentos, e teclados que sabem se fazer audíveis e incorporados à música do grupo. Resultado: se preparem, pois é bom demais!

Gravado no Estúdio Ponto Sonnoro, em Sorocaba (SP) sob a tutela de Jacques Jr. e Rodrigo Ricardo, a produção sonora mostra-se bem seca e pesada, o que deixa a banda soando como se fosse ao vivo, sem deixar de ter peso e clareza suficientes para que possamos aproveitar plenamente do trabalho do grupo.

Devachan
E por falar em trabalho do grupo, o DEVACHAN realmente se mostra uma banda no ponto justo para lançar um disco inteiro só deles, pois além de já terem um trabalho musical bem amadurecido, a banda mostra um bom entrosamento e que podem chegar bem longe. E não: este autor não está exagerando.

O grupo é raçudo em cada uma das suas 5 músicas ("Mentalis Corpus" é uma introdução instrumental). Em "Mente em Sonhos", vemos surgir bastante a influência do MAIDEN nas bases e solos de guitarra, fora um trabalho belíssimo dos teclados (chegamos a ouvir alguns toques de música clássica). "Mudança de Tempo" já é mais agressiva e rápida, mantendo bons nível de melodia, com bons vocais e baixo. A mais calma e intensa "Liberdade" realmente nos embala com sua passagem pesada e mais cadenciada, lembrando bastante a NWOBHM. "Andarilho" tem novamente uma pegada um pouco mais forte e veloz, com belo trabalho da bateria (fantástica!). E fechando, temos a ótima e belíssima "Poetas", uma faixa mezzo balada (no início até o meio) e mezzo peso, bem equilibrada e elegante.

É um trabalho ótimo, que precisa mesmo se difundir e ser ouvido por todos. E não é à toa que foram homenageados pela prefeitura de Boituva (SP).



Tracklist:

01. Mentalis Corpus
02. Mente em Sonhos
03. Mudança de Tempo
04. Liberdade
05. Andarilho
06. Poetas


Banda:

Gabriel Dias - Vocal
Leandro Dias - Guitarras
Daniel Dias - Baixo
Michael Santos Verissimo - Teclados
Bruno Caresia - Bateria


Contatos:

Hating Evil - Rotten Inside (EP)

Nota 8,0/10

Por Marcos "Big Daddy" Garcia


Bem, o HATING EVIL é um grupo novato na cena Thrash Metal brasileira, mas parece que os garotos resolveram fazer, e muito bem diga-se de passagem, a lição de casa, pois o EP "Hating Evil" (estréia deles em mídia) é realmente uma bela tijolada de quina na cara do ouvinte.

Primeiramente, é um Thrash Old School com roupagem um pouco mais moderna e agressiva, com bom nível técnico e agressividade transpirando pelos poros, algo similar à escola germânica de Thrash Metal, com momentos em que mostram algumas influências americanas, especialmente SLAYER e EXODUS. É ouvir e bater cabeça, pois o EP é muito bom. Óbvio que ainda precisam aparar algumas arestas, mas talento eles possuem, bem como a disposição de deixar os ouvidos incautos apitando.
Hating Evil

Produzido por Robinho Barreto no Home Studio de Joab Farias (vocalista do UNCAVED), o produto é bem cru e intenso, bruto e cuspindo agressividade para todos os lados, mas sem deixar de ter uma qualidade sonora em bom nível. Poderia ser melhor, mas já está em bom nível.

Musicalmente, é um grupo coeso e bem agressivo, tanto que chega a ser bruto como poucas bandas da cena underground brasileira. Óbvio que o grupo ainda precisa de mais experiência em termos de composição, e um bom exemplo do que o Pai Marcão aqui está falando é a ausência de uma faixa mais cadenciada e pesada, aquela típica para respirar e beber uma aguinha para refrescar, já que são sete faixas de puro moshpit, de pancadaria incessante. Embora existam momentos mais lentos e pesados, uma faixa para respirar não faria mal algum. Mas a banda já mostra sinais que está na direção certa, se aprontando e afiando as garras para um Full só deles. 

Temos 7 cacetadas bem dadas no fígado, todas mostrando potencial para chegarem longe dentro do cenário Thrash Metal nacional, mas as melhores músicas são "Rotten Inside" (rápida, com riffs insanos e vocais que lembram Tom Araya em alguns momentos), a uma pouco mais trabalhada "Pentagram" (bons vocais e bateria com boa diversidade técnica), a bruta "Spiritual Decadence", e "Now Yell". Sobre os temas que abordam, que fique claro: é uma banda de temas sociais e refletidos por uma ótica cristã. Mas cremos (sem trocadilhos, por favor) que, como eles fazem um estilo em que o público não se apega demais à temáticas, não terão problemas em serem aceitos por pessoas de mente mais aberta e menos radicais em opiniões.

Uma boa revelação carioca!



Tracklist:

01. Rotten Inside
02. Hell Avenger
03. Pentragram
04. Armor of God
05. Desperated Humanity
06. Spiritual decadence
07. Now Yell


Banda: 

Renan Machado - Guitarras, baixo, vocais
Vinícius Deathrasher - Bateria, vocais


Contatos:


Larenttes - Heartbeat (CD)

Independente
Nota 9,5/10

Por Marcos "Big Daddy" Garcia


E mais um ótimo trabalho instrumental surge no Brasil!

Thiago Larenttes é guitarrista do ANDRAGONIA, dono do Dom Studio, produtor musical, e mostrando um trabalho bem diferenciado do que ele mostra em sua banda principal, já que a tônica de "Heartbeat" é o Fusion com certa elegância vinda da New Age Music e alguns aspectos eletrônicos. E é um deleite aos ouvidos!

Primeiramente, que fique claro que "Heartbeat" é um disco sem fritadas à velocidade da luz, sem solos mirabolenates, e mesmo os timbres de guitarras usados por Thiago são extremamente macios e agradáveis aos ouvidos, em um produto musical mais etéreo e bem intimista, focado mais nas canções em si. E talvez seja este o segredo maior do álbum.

Mas a malha formada por belos arranjos de guitarra limpa, efeitos eletrônicos e teclados está, antes de tudo, embasada em uma produção sonora muito limpa e agradável, fluindo calma e gentilmente até nossos ouvidos. Um trabalho absurdamente de alto nível, já que a bateria é claramente programada.

Thiago Larenttes
Sobre as músicas em si, o disco é bem calmo, com alguns momentos mais fortes aqui e ali, devido à algumas belas quebradas de ritmo. A cada faixa é um prazer diferente aos ouvidos, uma jóia composta com esmero e carinho, onde o mais importante não é a exibição técnica. Muito pelo contrário, é justamente por mostrar um lado mais econômico e experimental, Thiago mostrou que realmente é genial!

O disco inteiro é maravilhoso, especialmente as faixas "Touch of Seduction" (um ritmo extremamente calmo e transcendental), a ótima "Pulsing", a mais New Age "Heartbeat" (reparem que existem mudanças rítmicas na bateria programada), a lindíssima "Feel the Magic" (com a participação especial de Marcinho Eiras em um solo de guitarra à lá Joe Satriani), a densa que quase eletrônica "Saltare", a maravilhosa "Time to Say Goodbye" (eis quando a guitarra realmente expressa sentimentos que palavras e vozes não conseguem), e a agressiva "C.G.D." (com uma participação de Cauê Leitão em um solo extremamente técnico e rápido).

Um belíssimo disco, verdade seja dita!



Tracklist:

01. Touch of Seduction (Remix)
02. Pulsing
03. Heartbeat
04. Feel the Magic
05. Dubstapping
06. Saltare
07. Tapping Dance for the Queen
08. Time to Say Goodbye
09. Triple Control of the Soul
10. C.G.D (Remix)


Contatos:

Torture Squad: headliner do Festival de Artes Integradas no ABC




Em turnê de divulgação do novo álbum de estúdio, “Esquadrão de Tortura” (2013), o TORTURE SQUAD realizará show neste domingo (23/03) no Festival de Artes Integradas 2014, em São Bernardo do Campo - SP, com início previsto para as 15h.

Ficha técnica:

Data: 23/03 (domingo)
Local: Pista de skate de São Bernardo
Endereço: Av. Armando Íttalo Setti, 65 - Centro
Ingresso: Gratuito
Mais informações: http://tinyurl.com/owd7q6g

Links relacionados:


Fonte: Island Press

Macchina: show em Poços de Caldas em Abril



“Trio é uma das revelações com um som que mistura o lado ‘vintage’ do rock com elementos modernos”

Em Abril (05/04), o MACCHINA mostra seu som, ao lado do Mout For War Pantera Tribute Project, em Poços de Caldas (MG).

O grupo segue divulgando seu EP de estréia, auto intitulado, que vem recebendo excelentes criticas.

MACCHINA foi formado em 2011, em São Paulo, com a proposta de fazer “simplesmente, Rock” – é assim como eles mesmo se definem, embora, seja possível encontrar várias referências a outros estilos em seu som.

Formado por Anderson “Punkinho” Mattiello (guitarra/vocais), Felipe Microfone (baixo) e Gabriel Barbosa (bateria), ele se utilizam da clássica formação ‘Power Trio’ para extrair o máximo de peso e energia de seus instrumentos, fazendo um som cru, direto e sem frescuras, sem se preocupar com influências ou algo que os rotule, conforme citado acima.

Assista o videoclipe da música “Alive”:



Acesse os canais da banda:



Confira o serviço do show:

“Onzine Fest”
Macchina e Mouth For War – Pantera Tribute Project
Dia: 05/04
Local: GMR (R. Antonio Matavelli Sobrinho, 295, Poços de Caldas – MG)



Crucified Barbara em São Paulo - alteração de horário dos shows











A Abstratti e a Free Pass Entretenimento confirmaram a apresentação da banda sueca de hard rock CRUCIFIED BARBARA em São Paulo, no dia 20 de Abril, a partir das 16h. Confira abaixo ordem e os novos horários das apresentações. Considerada uma das bandas femininas mais imponentes do cenário europeu, fará 4 apresentações no país e terá como bandas convidadas os paulistanos do KIARA ROCKS e os gaúchos do HIBRIA. 

CRUCIFIED BARBARA 


As suecas do CRUCIFIED BARBARA estarão pela segunda vez no Brasil para mostrar seu hard rock poderoso. O quarteto retornará ao país com a notoriedade de ser uma das novas bandas mais imponentes do cenário europeu. Misturando influências do punk e do metal, Mia Coldheart (vocal e guitarra), Klara Force (guitarra), Ida Evileye (baixo) e Nicki Wicked (bateria) fazem um som nervoso que atingiu seu melhor momento no disco The Midnight Chase. O último registro do grupo, lançado no final de 2012, conquistou uma série de elogios da mídia especializada. 

Em atividade desde o fim dos anos noventa, a CRUCIFIED BARBARA despontou na Europa com o disco "In Distortion We Trust" (2005). O reconhecimento foi imediato, e o conjunto foi direto para o Top 10 das paradas suecas, além de debutar também na América do Norte e no Japão com o álbum. Como era o esperado, não demorou muito para que a banda atravessasse o oceano Atlântico – as quatro garotas excursionaram pela Austrália em 2006 após seis semanas de shows pela Europa. As críticas extremamente positivas colaboraram para que o disco chegasse também ao Brasil, pela gravadora Hellion Records, dedicada à música pesada. O último álbum do grupo é uma continuação do trabalho feito em "Till Death Do Us Party" (2009), que levou as bárbaras aos principais festivais do verão europeu e também ao popular concurso ‘Swedish Heats’, da TV sueca. O hiato de quase de três anos foi importante para que elas amadurecessem sua sonoridade ao agregar elementos modernos e ainda mais pesados ao seu estilo extremamente próprio. “Nunca gostei tanto de algo que já fizemos”, comentou Mia Coldheart sobre o novo álbum. “Estou muito orgulhosa das músicas do "The Midnight Chase" e a sonoridade está melhor do que nunca”, complementa a vocalista. 


HIBRIA 


Com quatro discos lançados, a HIBRIA é um dos nomes mais importantes do metal gaúcho – e nacional. Isso pode ser comprovado pelos feitos conquistados por Iuri Sanson (voz), Abel Camargo (guitarra), Renato Osorio (guitarra) Benhur Lima (baixo) e Eduardo Baldo (bateria). Entre eles, abrir os shows do Black Sabbath e do Metallica em Porto Alegre, fazer turnês pelo Japão – o que rendeu até um DVD chamado "Blinded by Tokyo: Live" (2012) – e participar da edição 2013 do megafestival Rock In Rio. Atualmente, a banda trabalha na divulgação de seu álbum mais recente "Silent Revenge" (2013). 


KIARA ROCKS 


Formada em 2007, o KIARA ROCKS é uma banda de rock paulistana integrada por Cadu Pelegrini (voz e guitarra), Anselmo Fávaro (guitarra), Phil Bonaño (guitarra), Juninho (baixo) e Marcos Grevy (bateria). O grupo já participou duas vezes do programa ‘Astros’, do SBT, e tocou em uma das noites de peso do Rock In Rio 2013 no mesmo palco e dia de Iron Maiden, Slayer e Avenged Sevenfold . Seu terceiro e mais recente trabalho é o disco Daqui por Diante, lançado ano passado. 


SERVIÇO 
CRUCIFIED BARBARA, KIARA ROCKS e HIBRIA 


SÃO PAULO 
LOCAL - Carioca Club (R. Cardeal Arcoverde, 2899 - Pinheiros) 
20 de abril, domingo 

CRONOGRAMA 
16h - abertura da casa 
17h30 - Hibria 
18h50 - Kiara Rocks 
20h - Crucified Barbara 

INGRESSOS 
1º lote R$60,00 (meia entrada) / R$120,00 (inteira) 
2º lote R$70,00 (meia entrada) / R$140,00 (inteira) 
3º lote R$80,00 (meia entrada) / R$160,00 (inteira) 


PONTOS DE VENDA 

Online 
www.ticketbrasil.com.br (em até 12x no cartão) 

Lojas 
Hole – Av. São João, 439, 1º andar, loja 275 – Centro. Fone: (11) 3337-126. 
Paranoid Discos – Av. São João, 439, 2º andar, loja 315 – Centro. Fone: (11) 3221-5297. 
Shopping Oriente 500 – Rua Oriente, 500, 2º andar – Brás. Fone: (11) 2292-8166 . 
Cadaqual – Rua Augusta, 2171 – Jardim Paulista. Fone: (11) 3062-7079. 
Metal Music – Rua Dona Elisa Fláquer, 185, Centro – Santo André. Fone: (11) 4994-7565. 
Age of Dreams – Rua Marechal Deodoro, 1754, 2º andar, loja 33/36 – Centro, São Bernardo do Campo. Fone: (11) 97616-6861. 
Art In Tattoo – Rua Anibal Lelis de Miranda, 268 - Vinhedo. Fone: (19) 3876-0299. 
Music Sound – Av. Henrique Savi, 15055 - Bauru. Fone: (14) 3227-8031. 
Jô Calçados – Rua Batista de Carvalho, 4061 – Bauru. Fone: (14) 3212-4979. 


*Será expressamente proibida a entrada de câmeras fotográficas profissionais e semiprofissionais, bem como filmadoras de qualquer tipo. 
*A organização do evento não se responsabiliza por ingressos comprados fora do site e pontos de venda oficiais. 

INFORMAÇÕES
Free Pass Entretenimento
www.freepass.art.br
Carioca Club – (11) 3813-8598 / 3813-4524 / 3814-5711

IMPRENSA 
Heloisa Vidal