18 de mai de 2015

Iron & Steel – Venom Inc.: Mantas, Demolition Man e Abaddon pela primeira vez na América Latina



“Lendário nome do metal inglês virá pela primeira vez à América Latina em Dezembro, com a formação de Prime Evil, tocando todos os clássicos do Venom”

Com a formação de 1989 do Venom, reunida, agora sob o nome Iron & Steel – Venom Inc., os lendários, Mantas, Demolition Man e Abaddon, desembarcam pela América Latina em Dezembro deste ano, para uma série de shows inéditos, com a tour, “Welcome To Hell Latin America Tour 2015”, tocando os clássicos da famosa banda de Newcastle, criadora de pérolas como “Welcome To Hell”(1981), “Black Metal”(1982, “At War With Satan” (1984), “Possessed”(1985), “Prime Evil”(1989), "Temples Of Ice"(1991) e "The Waste Lands"(1992).

Vale lembrar que ao contrário da outra formação, que atualmente usa o nome Venom, do vocalista, Cronos, esta traz Mantas e Abaddon, e o próprio Demolition Man, que substituiu Cronos, em 1989.

A produção é da Cronos Entertainmet e da Scelza Produções, e para quem quiser agendar datas em cidades de todo o Brasil, o e-mail é info@cronosentertainment.com





Fonte: Lanciare

18/05/2015: Metal Media Management



Rage Darkness: novo álbum já disponível para venda, confira três músicas


Uma das novas promessas do Metal brasileiro, o curitibano RAGE DARKNESS, acaba de lançar seu debut ‘Engine Of Misanthropy’ de forma virtual.

O trabalho foi gravado no Studio Bunker em Curitiba com gravação, mixagem e masterização por Alexandre Cegalla. Já a capa ficou por conta do artista Jean Michel (Keep Of Kalessin, Incantation, Ragnarok).


O disco já está disponível nas maiores distribuidoras de música digital do mundo, e, quem for ao Bandcamp, pode conferir gratuitamente três músicas: ‘Behind Your Eyes’, ‘Virus’ e ‘Engine Of Misanthropy’.


Quem preferir comprar por sites como iTunes, Google Play, podem fazer através do site do RAGE DARKNESS:


Formada em 2008, a banda consegue misturar de forma única nuances do Dark, Death, Modern e mesmo Prog Metal em sua música.

O grupo já participou de vários festivais de renome em nosso país, dividiu o palco com grandes representantes do Metal brazuca e teve a oportunidade de dividir o palco com o lendário Master.


Sites relacionados:



Neuroticos: disponibilizado primeiro trabalho para audição gratuita


Já se concentrando em um novo trabalho o NEUROTICOS disponibiliza seu mais recente trabalho para audição gratuita.

Trata-se de sua participação no Split ‘Trisected Strangulating Sermons and Black Mastication’ em que divide com as bandas Taste e Deadly Spawn e lançado pela gravadora japonesa K.O.D Records.


Para ouvir, visite:


Atualmente morando no Japão, o NEUROTICOS é formado por três brasileiros e um japonês. A banda nunca escondeu suas raízes e vive promovendo o Death Metal por Hiroshima e redondezas.

A banda vem construindo um caminho sólido na Ásia e já provou seu valor abrindo shows para o Vomitory em 2013 e Cannibal Corpse em 2014.

O grupo também prepara um assalto pelo Brasil. Fiquem ligados!

Ouça uma música:



Sites relacionados:



Coldblood: coletânea lançada em K7 na Malásia e Costa Rica


A compilação lançada para celebrar os 20 anos do COLDBLOOD foi lançada também na Ásia e América Central.

O trabalho com o título de ‘20 Years of Death Metal in Cold Blood’ ganhou versão em cassete pelos selos Qalaqas Black ART Productions (Malásia) e New Order Rec/Visceral Vomit Prods (Costa Rica).


A banda já está preparando um novo álbum e segue também na divulgação do mais recente álbum: ‘Chronology Of Satanic Events’.

Deste disco também foi retirado um videoclipe para a faixa ‘Metastasis (Christ)’. O vídeo foi produzido pela renomada produtora CS Music Videos. Assista:


Um lyric video também foi disponibilizado, desta vez para a música ‘Anthropomorphic Idolatry’:


Recentemente foi anunciado o retorno de dois velhos conhecidos ao lineup do COLDBLOOD: o baixista Vitor Esteves e o guitarrista Artur Cirio.

Contato para shows e merchandise: metalkultbooking@gmail.com

Sites relacionados:



Eridanus: aprenda a tocar ‘Set It On Fire’ na guitarra!



Talvez por ter sido o single e clipe de divulgação do álbum ‘HellTherapy’, a música ‘Set It On Fire’ tornou-se uma espécie de hit do ERIDANUS, presença garantida em 100% dos shows do grupo.

Agora a banda, após inúmeros pedidos, lança um “guitar playthrough” da música, onde os guitarristas Roger Feilstrecker e Deivid Moraes, esbanjam técnica e didática para mostrar como tocá-la:


‘Set It On Fire’ foi retirado do álbum ‘HellTherapy’, trabalho que não apenas apresentou o ERIDANUS ao mundo, mas também o imenso potencial do grupo! Prova disso foi a extensa galeria de elogios recebidos da mídia especializada.

O disco não ficou apenas nos elogios e também colheu citações de um dos melhores lançamentos do ano em alguns sites nacionais.

A música também pode ser conferida em formato de videoclipe, assista:


Agora o ERIDANUS encerra um ciclo de sucesso e parte para uma nova empreitada. O grupo já está em estúdio preparando um novo single e tratá mais novidades em breve.


Sites relacionados:



Luís Kalil: álbum lançado e mensagem de agradecimento


No dia 9 de maio aconteceu o show de lançamento do debut album “Insight” do guitarrista LUÍS KALIL. O evento contou ainda com a participação de vários nomes conhecidos na música pesada, como vocalista do HIBRIA, Iuri Sanson, que também participou de duas músicas do álbum; o guitarrista e baterista também do HIBRIA Renato Osório e Eduardo Baldo, respectivamente; e o vocalista do DAYDREAM XI, Tiago Masseti.


Ainda eufórico com o show, o músico enviou um agradecimento a todos que participaram e compareceram:

“Agradeço a todos que compareceram ao show de lançamento do meu disco! Foi um momento único na minha vida.

Não importa aonde eu esteja, lembrarei dessa noite para sempre! A galera foi insana, cantou e nos passou uma energia sensacional durante todo o espetáculo!

Faltam palavras… Obrigado aos meu pais, amigos presentes, meus parceiros de palco (Lourenço Gil, Leo Nunes, Eduardo Baldo, Iuri Sanson, Renato Osorio, Tiago Masseti e Luiz Mário Moraes) e o super parceiro Fernando Savani. que veio lá de SP direto para a fronteira do Rio Grande, só para esse show!”

Confira algumas fotos pelo link: http://goo.gl/VJK9PX

“Insight”, agora oficialmente lançado, também conta com um time de renome: além do guitarrista Renato Osorio como produtor e o baixista Benhur Lima na mixagem e masterização, há a participação dos vocalistas Edu Falaschi e Iuri Sanson, que inclusive fazem um dueto em uma das músicas.

Confira o tracklist:

1 – Insight
2 – The Journey Has Begun
3 – Flying in the Illusion
4 – Grey Sky
5 – Mr. Fire (Guests)
6 – The Chase
7 – Keeper Alive (Guests)
8 – Back Home

Confira um single disponibilizado:



Sites relacionados:



Fonte: Metal Media

Alírio Netto fala sobre influência de Ronnie James Dio em sua carreira





O vocalista da banda AGE OF ARTEMIS, Alírio Netto, recentemente foi entrevistado pelo jornalista da rádio UOL, André Cáceres, para falar sobre a influência de Ronnie James Dio, que faleceu vítima de um câncer no estômago no dia 16 de maio de 2010, em sua carreira e como fã de Heavy Metal – no dia 15 de maio de 2015, Alírio participou com outros vocalistas de um tributo ao Dio no Manifesto Bar, em São Paulo.

“A primeira música dele que me marcou foi “Rainbow in the Dark”. Eu ouvi e me perguntei: ‘que voz é essa?’”, recorda Alírio, que vai tocar no Rock in Rio 2015 com o AGE OF ARTEMIS e define Dio em uma frase como “genial, impecável”.

Outro aspecto abordado por Alírio Netto foi a versatilidade e qualidade técnica abordada por Ronnie James Dio em todos os seus trabalhos. “Isso é o que transformava ele em um músico completo”, acredita o músico, que já gravou uma faixa em homenagem a ele, intitulada “R.”, em alusão às iniciais de Ronald James Padavona.

Outro músico e magnifico cantor entrevistado pelo jornalista foi Mario Pastore (Pastore, ex-Delpht), grande amigo de Alírio Netto, inclusive. “O legado do Dio é imortal. É a história de um cantor excepcional, com um timbre único, que eternizou seu trabalho na carreira solo e em outras bandas, e fez escola. É um legado maravilhoso”, acrescenta Pastore.

Para ler a matéria no portal UOL, clique no endereço:


Em 2012, Alírio Netto já tinha prestado sua homenagem a Ronnie James Dio quando o vocalista gravou um vídeo cantando a música “Long Live Rock N’ Roll”, originalmente criada pelo Rainbow, mas aqui também interpretada pela banda fictícia Steel Dragon, que fez parte do filme “Rock Star”, de 2001.

Veja vídeo de "Long Live Rock N’ Roll" (Steel Dragon Version): 



Informações:




Fonte: TRM Press
A/C Thiago Rahal Mauro 

Semblant: Vídeo oficial "What Lies Ahead" bate 17.000 views em 72 horas!





Após o contador do Youtube travar por mais de 48 horas, o vídeo da SEMBLANT alcança quase 17.000 views!

Quando há muitos acessos simultâneos, o Youtube por política de segurança trava seu contador até o sistema confirmar e dar veracidade ao número de views. Por este motivo horas depois do lançamento do vídeo "What Lies Ahead" no canal da banda SEMBLANT parou de registrar o número de visualizações.

“Você toca um estilo de música underground, com uma banda que esta no sul do país e num curto espaço de tempo seu trabalho é visto por quase 17.000 pessoas, é uma bela conquista, um número muito expressivo para uma banda que tem este perfil” declara Sergio Mazul que divide os vocais com Mizuho Lin na SEMBLANT.


Sobre o vídeo:

"What Lies Ahead" foi filmado pelo reconhecido produtor paranaense Alceste Ribas da produtora Vamp Video, especializada em videoclipes, vídeo releases e filmagens de shows ao vivo. Com know-how também em produções obscuras e ligadas ao universo do horror, tal experiência, entrou em sinergia perfeita com toda a concepção visual e atmosfera já tradicionais da banda Semblant.

Para assistir o vídeo no YouTube, acesse o link: 


Para adquirir a versão física de "Lunar Manifesto", álbum mais recente do grupo, acesse: 




Fonte: X-PressON!
Assessoria de Imprensa
A/C André Smirnoff

Slug – XX (DVD)

Independente
Nota 9,5/10,0

Por Marcos "Big Daddy" Garcia



Em tempos em que o download ilegal devasta o cenário musical em termos de lançamentos, cada vez mais as bandas e selos buscam alternativas para driblar o problema. No fundo, downloads ilegais deveriam ser combatidos com a dignidade e honestidade que cada ser humano deveria ter em si. E podemos dizer que tais qualidades estão presentes no trabalho do ótimo quarteto SLUG, de Brasília, que chega com o DVD “XX”, uma homenagem aos seus vinte anos de luta, e que no fundo, é um presente para os fãs. E também para todos os que possuem bom gosto.

O estilo do quarteto não pode ser muito bem rotulado, já que o SLUG lança mão de um espectro de influências bem amplo, mas que em sua música soa coeso. A banda faz uma mistura clara de Metal tradicional com toques do Hard Rock clássico, a adrenalina do Thrash e muito da energia do Rock and Roll. Podemos dizer, guardadas as proporções, o trabalho musical do grupo reflete a mentalidade que o RUSH possui: se é possível que seja feito com tais influências e de tal forma, assim será. E o grupo se sai bem, possuindo um trabalho baseado em bons vocais, um dueto de guitarras ótimo (fazendo riffs pesados e cativantes, com solos que esbanjam melodia e boa técnica), baixo e bateria em uma base pesada e com boa variação técnica, e tudo isso unido de forma que apenas o lado musical seja a tônica, não a técnica individual. Mas tudo isso funciona muito bem graças à personalidade do quarteto.

“XX” possui uma produção muito boa em todos os aspectos. Em termos sonoros, nada desabona o trabalho do quarteto, que foi captado perfeitamente, com timbres ótimos, e a qualidade do áudio é perfeita, pesada e bem clara. Em termos de imagens, a captação das mesmas é ótima, com vários ângulos muito bem sacados, além de uma edição ótima, fora ainda termos legendas apresentando cada uma das músicas.  E é ótimo saber que o projeto teve incentivo do FAC (Fundo de Apoio à Cultura) e da Secretaria de Cultura. Sim, Metal é música, logo, é cultura, e merece apoio do governo em todas as suas instâncias.

O DVD é dividido em duas partes: apresentação e documentário.

Slug
Na parte do documentário, vemos depoimentos de várias pessoas relacionadas ao quarteto nesses 20 anos de muita luta. E assim, com comentários de pessoas ligadas à música (produtores, radialistas, etc), do público e dos próprios membros e ex-membros, toda a história do SLUG vai sendo contada, inclusive com cenas de shows do passado, entrevistas e antigos ensaios, com estas gravadas de forma amadora, mas honesta. Um documentário ótimo, e que mostra que a banda tem muito a dizer. Inclusive, existem cenas dos shows que a banda abriu para PAUL DI’ANNO (Carlos André Cascelli e Gustavo Parolin chegaram a fazer parte da banda de apoio de Paul entre 2005 e 2006).

A apresentação da banda, por sua vez, foi feita no Teatro SESC Ceilândia (DF) entre os dias 25 e 28 de Março de 2013, sem a presença do público, mas conforme a banda explicou em um press release, eram as datas e horários que estavam disponíveis, e resolveram não perder a oportunidade. Mas o feeling ao vivo não foi obliterado por isso.

A banda varreu todos os lançamentos de sua carreira no setlit, de “Shattered” de 1997, passando por “Points of View” de 2002 e “Not for Sale” de 2005, e chegando a “Slug 15 anos” (Maxi Single) de 2007, todos feitos com muita luta, mas como é ótimo ouvir canções como “Mask” (que trabalho fantástico de guitarras, com um andamento instigante como base rítmica) e “Doorways to My Soul” (uma canção envolvente, que nos toma de assalto por seu andamento empolgante, vocais ganchudos e mais uma vez, guitarras fantásticas), sendo que essas duas são inéditas. Mas ainda temos a ótima e intimista “I Always Wanna Change” (uma semi-balada, com baixo e bateria se destacando bastante nos momentos mais pesados e intensos), “I Can’t Laugh” (belos arranjos, mais uma vez com baixo e bateria se destacando), e “Shattared” (uma faixa pesada, com muitos ritmos quebrados, mas ganchuda, com bons vocais e guitarras precisas). Mas sejamos sinceros: o repertório como um todo é ótimo, muito bem selecionado.

O SLUG merece mais expressão dentro de nosso país, pois “XX” os credencia para tanto.

Parabéns, e que venham mais 20 anos, pois é de bandas assim que o Metal brasileiro precisa.





Músicas:

- Show:

01. Mask
02. Dorways of My Soul
03. Meaningless Meaning
04. Leave Me Alone
05. Oasis
06. I Always Wanna Change
07. I Believe in My Lies
08. Dying Man
09. I Can’t Laugh
10. Waiting to Die
11. Alone
12. Shattered
13. People Always Cry
14. Manipulation of Information
15. End of Tunnel

- Documentário


Banda:

Carlos André Cascelli - Vocais, guitarras
Guilherme Negrão - Guitarras
Gustavo Parolin - Baixo
Alexandre Ponte - Bateria


Contatos:

Vivalma recria tema dos filmes dos Vingadores




A banda paulistana VIVALMA traz mais uma novidade em seu canal do YouTube: uma versão Prog Metal do tema dos filmes dos Vingadores! "Todos nós da banda curtimos games, filmes, heróis, séries e outras coisas da cultura pop. O que fizemos foi apenas juntar isso com a nossa paixão pela música", explica o vocalista Marco Petucco. "Como estávamos empolgados com a estreia do novo filme dos Vingadores, essa acabou sendo nossa escolha para estrear esse projeto, mas a ideia é que façamos mais releituras como essa no futuro", acrescenta.


O roteiro, direção e arte ficaram a cargo do guitarrista Odilon Gonçalves, que também editou o vídeo ao lado do vocalista Marco Petucco. As imagens ficaram a cargo do baixista Raphael Filt. "Que o heavy metal e os nerds sempre tiveram um caso eu já sabia, mas ver uma banda fazendo sua própria versão da trilha sonora do filme dos Vingadores já é elevar esse relacionamento a um próximo estágio", comentou Tiago Almeida, proprietário do bar temático Gibi – Cultura Geek (SP).

Para ver o tema "Avengers: Prog Metal Version (instrumental)", acesse:


Sites relacionados:



A/C Ricardo Batalha