4 de ago de 2017

RED MESS: peso e experimentos em novo álbum

Abraxas lança "Into the Mess" e escala trio de Londrina para excursionar com o Stoned Jesus em agosto (Foto: divulgação)

O RED MESS apresenta entrosamento e amadurecimento nas nove músicas de “Into the Mess”, álbum que o selo da Abraxas lança nesta sexta-feira nas principais plataformas de streaming. A massa sonora de grooves e riffs servem ao ouvinte uma viagem lisérgica com categoria, o que o próprio trio paranaense chama de “fritação quântica”. Ouça e comprove: https://onerpm.lnk.to/IntoTheMess.

“Into the Mess” é uma onda de impactos, com uma visceral arte gráfica na capa do disco e composições que incremental o usual stoner rock progressivo com técnica apurada. Invés de malabarismo com os instrumentos, eles detonam no feeling, com peso em pitadas moderadas entre quebradeiras e experimentos. 

“O resultado acabou sendo essa mistura bagunçada de stoner rock progressivo altamente apimentado. A ideia de composição desses sons sempre foi a de colocar nas músicas o que vem à cabeça. Trazer a ideia dos três, influências e mandar bala”, conta o baterista Douglas Labigalini. Completam a banda Thiago Franzim (guitarra e voz), Lucas Klepa (baixo e voz).

Assim como o single “Over the Mountain”, lançado pela Abraxas em junho, as outras canções de “Into the Mess” têm o lastro de qualidade da produção no Infrasound Records, em Florianópolis, sob os cuidados do competente duo Munõz. 

O esforço agora é para também lançar “Into the Mess” fisicamente, em CD. Enquanto isso, o RED MESS se prepara para embarcar como banda convidada pela Abraxas na turnê brasileira dos ucranianos do Stoned Jesus. São quatro datas em conjunto: Rio de Janeiro (17/08), Belo Horizonte (18/08), São Paulo (19/08) e em Goiânia, dia 20, dentro do importante festival de música alternativa do Brasil, o 23º Goiânia Noise Festival.



A/C Erick Tedesco

DHARMA: banda relança álbum de estreia nos streamings



O amadurecimento na música leva algumas bandas a envergonhar-se do seu disco de estreia. Essa não é uma característica da DHARMA. Treze anos após o lançamento do disco homônimo, os rapazes remixaram e remasterizaram o material, que agora será lançado nas plataformas de streaming. Criada no início da década de 2000, em Maceió (AL), a DHARMA é uma banda de amigos de colégio que cresceram e não desistiram de sua trajetória. O relançamento deste disco é uma celebração à amizade e ao amor pela música.

Lançado em 2004, o álbum de estreia contou com composições de todos integrantes fundadores da banda: Marcinkus, Gustavo, Ricardo e Nelson (baterista ex-integrante). As canções refletem a animação de criar arranjos e definir um som próprio, criando a identidade da DHARMA que o público viria a conhecer. A motivação de relançar o álbum surgiu da nostalgia e da oportunidade de acrescentar mais personalidade ao material produzido. O vocalista e guitarrista Gustavo Guri está lidando com produção musical desde 2014 e, naturalmente, a pessoa escolhida para revisitar as músicas foi ele.

A relação com a parte técnica da produção de um disco foi se tornando cada vez mais presente na vida de Gustavo, e assim, após o lançamento de “A Cor do Céu Mudou”, segundo disco da DHARMA (2016), a sensação de “ninho vazio” foi decisiva para dedicar-se a revisitar as canções de 2004. O músico começou a fazer alguns testes e os outros integrantes aprovaram o resultado, que, apesar das limitações impostas pela qualidade dos áudios originais, agradou a todos.

“Eu fico dizendo a eles que acho que talvez terei condições de mixar e masterizar o nosso próximo disco de forma quase profissional. Acho que antes havia uma mistura de necessidade e curiosidade e, agora, muito prazer. E esse insight veio com essa ideia deles de revisitar o disco de 2004. Sou muito grato aos meus amigos de banda por mais essa conquista. Às vezes a gente precisa de um empurrão de amigos pra entender que a gente pode fazer algo diferente com qualidade. O apoio da banda tem sido muito importante pra mim também nessas conquistas mais pessoais”, conta Gustavo Guri.

Ouça “Dharma”:

Google Play: http://bit.ly/2v3CreY

Ficha técnica do disco de 2004, Dharma:


Produzido por: DHARMA

DHARMA (formação do disco): Gustavo Guri (vocais/guitarras), Marcinkus Bandeira (vocais/guitarras), Ricardo Aquino (baixo) e Nelson Dias (bateria)

Mixagem e Masterização original: Daniel Saraiva e Tácio Mendes, Estúdio 2D (2003/2004)
Remixagem e Masterização: Gustavo Guri, Gargantua H. Studio (2017)
Projeto Gráfico: Ricardo Aquino
Gravado em 2003/2004 no Estúdio 2D - Maceió-AL

THEN COMES SILENCE: release brand new song, 'Strange Kicks', lyric video online


Swedish post punk/dark wave masters THEN COMES SILENCE have released the second single off of the band's upcoming, fourth full-length studio album, entitled ”Blood”. 

Surf to http://nblast.de/TCSStrangeKicksVideo to watch the official lyric video for 'Strange Kicks' and also to learn more about its creation and lyrical background.


Commented mainman Alex Svenson: "We promote the pursuit of pleasure. I'm not saying we're busy practicing hedonism. We are supporters. Hell yes, go for it! The song 'Strange Kicks' is telling everyone to accept, consume, give and appreciate pleasure and satisfaction."

“Blood” will be released on October 20, 2017 worldwide via Nuclear Blast.


The tracklist of the album will read as follows:

“Blood”:

01. The Dead Cry For No One
02. Flashing Pangs Of Love
03. Strange Kicks
04. My Bones
05. In Leash
06. Choose Your Poison
07. Good Friday
08. The Rest Will Follow
09. Magnetic
10. Warm Like Blood
11. Mercury
Limited 1st edition bonus track
12. Into Death Alone

More On “Blood”
Album trailer #1: https://youtu.be/fbveym3rR3Q


Album trailer #2: https://youtu.be/LGkuJId_Y3g


Album trailer #3: https://youtu.be/bo5SFsLMJa0


'The Dead Cry For No One' music video: https://youtu.be/HhpiPB_C7gk


'The Dead Cry For No One' & 'Strange Kicks' can now be purchased digitally from this location: http://nblast.de/TCSDigital

​Founded in 2012 in Stockholm by singer and main songwriter Alex Svenson, THEN COMES SILENCE have released three albums since and gathered an ever-growing following within the international scene.

THEN COMES SILENCE live:
26.08. DE Lübeck, Riders Café
31.08. PL Gdansk, Soundrive Festival
15.11. DE Hamburg, Hafenklang
17.11. DE Berlin, Slaughterhouse
18.11. DE Wuerzburg, Labyrinth
21.11. DE Frankfurt, Das Bett
​22.11. BE Ghent, Terrazza Events
24.11. DE Leipzig, Hellraiser
25.11. DE Bielefled, Nr. z. P.

THEN COMES SILENCE is:
Alex Svenson - vox, bass, synth
Seth Kapadia - guitars
Jens Karnstedt - guitars
Jonas Fransson - drums

KADAVAR: release first single off “Rough Times”, video online, album pre-orders


Berlin, Germany-based rock overlords KADAVAR have released the first single off of their eagerly awaited fourth studio album, ”Rough Times”. The 7" vinyl single 'Die Baby Die' including the BEATLES cover 'Helter Skelter' is available now via http://nblast.de/KadavarDieBabyDieNB

The official music video for the 'Die Baby Die' as well as the pre-orders for ”Rough Times” (in various lavish formats, see below) and brand new merchandise can be viewed here.

Commented singer & guitarist Lupus: "I always wanted to do a trashy VHS styled green screen video. Milan from the band ROTOR got my idea and we shot it on one day at Felsenkeller in Leipzig. As you can see it was great fun. Lots of layers, colors and fast cuts. A lot of chaos. I think it fits the song pretty well."


“Rough Times” will be released on September 29 via Nuclear Blast. 








After announcing a string of summer shows as well as an extensive European headline run with their label mates MANTAR and DEATH ALLEY, KADAVAR, have also revealed more dates for December 2017. Dates as follows:









KADAVAR live:
04.08.  D         Wacken - Wacken Open Air
05.08.  GR       Almiros Volos - Los Almiros Festival
11.08.  P          Moledo - Sonic Blast
30.09.  UK       London - The Dome
01.10.  UK       Sheffield - HRH Doom vs. Stoner
20.12.  D         Bremen - Tower
21.12.  D         Mannheim - Alte Feuerwache
22.12.  D         Münster - Sputnikhalle
28.12.  D         Chemnitz - AJZ Talschock
29.12.  D         Siegen - Vortex


w/ MANTAR, DEATH ALLEY
12.10.  D         Essen - Zeche Carl
13.10.  D         Hamburg - Markthalle*
14.10.  D         Leipzig - Conne Island
15.10.  B          Antwerp - Desert Fest
17.10.  F          Strasbourg - La Laiterie Club
18.10.  F          Paris - Le Trabendo
19.10.  F          Rennes - L’Ubu
20.10.  F          Bordeaux - La Krakatoa
21.10.  E          Madrid - But
22.10.  E          Barcelona - Bikini
24.10.  F          Lyon - Feyzin
25.10.  CH       Monthey - Pont Rouge
26.10.  CH       Aarau - Kiff
27.10.  D         Munich - Backstage
28.10.  A          Vienna - Flex
29.10.  A          Graz - PPC
30.10.  HR       Zagreb - Mocvara
01.11.  H         Budapest - A38
02.11.  PL        Warsaw - Progresja
03.11.  PL        Krakow - Kwadrat
04.11.  CZ        Prague - Nová Chmelnice
05.11.  D         Nuremberg - Hirsch
07.11.  NL        Amsterdam - Paradiso Noord
08.11.  D         Hanover - Capitol
09.11.  DK       Copenhagen - Pumpehuset
10.11.  S          Stockholm - Debaser
11.11.  N         Oslo - Bla
12.11.  S          Gothenburg - Pustervik
13.11.  NL        Deventer - Burgerweeshuis
15.11.  D         Cologne - Bürgerhaus Stollwerck
16.11.  D         Wiesbaden - Schlachthof
17.11.  D         Stuttgart - LKA Longhorn
18.11.  D         Berlin - Columbiahalle
*no MANTAR


Source: Nuclear Blast