17 de abr de 2014

Skinlepsy: confirmados novos shows em São Paulo




A banda paulista SKINLEPSY anunciou recentemente cinco novas apresentações no estado de São Paulo entre os meses de abril e agosto deste ano. Os shows fazem parte da divulgação do seu álbum de estreia “Condemning the Empty Souls”, lançado no ano passado pela Shinigami Records.

As datas confirmadas são:

27/04 – Osasco/SP (Mineiro Rock Bar)
24/05 – Leme/SP (Rock’n Leme)
31/05 – Piracicaba/SP (Madhouse Rock Bar)
07/06 – Itapira/SP (Vip Bar – Sangrena Fest)
31/08 – Atibaia/SP (Abrigo Atômico 16)


“Condemning the Empty Souls” está fortemente influenciado pela velha escola do Thrash Metal mundial, mas incorpora várias influências, das mais extremas às mais técnicas, moldando um som único, bem peculiar, que poderia ser denominado como Brutal Thrash Metal.

Adquira a sua cópia na na loja virtual da Shinigami Records (www.shinigamirecords.com).


Panzer Fest: anunciada edição em Mato Grosso do Sul




A primeira edição fora da cidade de São Paulo do PANZER FEST, festival organizado pela reconhecida banda brasileira PANZER e que tem como objetivo apresentar bandas 100 % autorais do underground nacional, foi confirmada.

O evento será realizado no dia 6 de setembro (sábado) deste ano na capital do Mato Grosso do Sul , Campo Grande, e terá no seu line-up, além de PANZER, as bandas Hellmotz, Shadows Legacy, Revenged, Butchercrow e Death Soldier.

O festival, que apresentou nas edições paulistas bandas de alto nível como NervoChaos, Vulcano, Executer, Woslom, Forka, Command6 e Fire Strike, será produzido pela banda PANZER em parceria com a Paulera Produções Pesadas.

Em breve mais informações.

Recentemente PANZER disponibilizou um teaser do videoclipe da música “Alma Escancarada” que será produzido em um formato inusitado: desenho animado. Assista-o  aqui: 


Também já estão disponíveis no site oficial da banda dois capítulos da história oficial da banda apresentando detalhes nunca antes revelados de seus 23 anos de existência. Leia-os na íntegra nos seguintes links:


“Honor”, álbum que marca o retorno de PANZER ao cenário nacional após um hiato de 12 anos, já está disponível em todas as lojas especializadas e na loja virtual da Shinigami Records (www.shinigamirecords.com).


In Soulitary: álbum de estréia será lançado pela Shinigami Records




A Shinigami Records com muito orgulho anuncia que acaba de fechar uma parceria com a banda IN SOULITARY para o lançamento do seu álbum de estreia intitulado ‘Confinement’.

Ainda sem data de lançamento, ‘Confinement’, gravado no estúdio AV Works entre 2011 e 2013, apresenta 12 faixas de um metal honesto, cheio de influências, porém com um som único, original e empolgante e com forte embasamento na literatura mundial, entre elas as obras de reconhecidos autores como Stephen King, José Saramago, Edgar Allan Poe e muitos outros.

O álbum também conta com as participações especiais de Mario Pastore (Pastore, Delpht), Verônica Rodriguez (Karkaos do Canadá) e Dimitri Brandi (Psychotic Eyes).

A banda IN SOULITARY, formada em 2002 na cidade de São Paulo, é composta por Elder Oliveria (baixo), André Bortolai (teclados), Marcel Briani (vocal), Rafael Pacheco (guitarra), Matthew Liles (bateria) e Daniel Schneider (guitarra).


Disponíveis dois novos trabalhos da parceria da Shinigami Records/PRC Music




Dois novos lançamentos estão a disposição em terras brasileiras gracias à parceria entre a Shinigami Records e o selo canadense PRC Music.

Agora é o turno das bandas HERETIC SOUL e KRÖWNN, com os seus respectivos álbuns “The Nihilistic Attitude” e “Hyborian Age”.


HERETIC SOUL, banda turca de Death Metal, apresenta em “The Nihilistic Attitude” uma pura brutalidade esmagadora, porém sutil que poderia se encaixar perfeitamente na  cena metal extrema polonesa se não fosse a sua nacionalidade.


Já o Power trio italiano KROWNN nos presenteia com  “Hyborian Age” uma maravilhosa, pesada e cativamente obra prima do Doom Metal com toques do Heavy Metal old school.

Também estão disponíveis graças a esta parceria, os álbuns “Dying Dogma” e “Born of Suffering” das bandas HYBREED CHAOS e IN THE BURIAL, respectivamente.

“Dying Dogma” de HYBREED CHAOS, banda canadense que conta na sua formação com Franck Camus (ex-baterista de Paroxysm)  e Olivier Pinard (atual baixista de Cryptopsy), possui um som eclético, selvagem, brutal e pesado que nos lembra bandas como Suffocation e Voivod.

Por sua parte, o álbum de estreia de IN THE BURIAL, banda oriunda da cidade australiana de Adelaide, “Born of Suffering” oferece aos fãs uma grande dose de hipervelocidade, brutalidade extrema e precisão.

Todos os trabalhos estão disponíveis na versão importada (limitada) na loja virtual da Shinigami Records (www.shinigamirecords.com).


Korpiklaani & Týr em São Paulo: Ingressos chegando no final!



Produtora confirma que restam pouquíssimos ingressos do show das banda Korpiklaani & Týr em São Paulo


Cartaz SP: http://goo.gl/5EX9a0
Cartaz SP: 
Cartaz POA:  
Cartaz RIO:  http://goo.gl/UJI3Xi


A Produtora Dark Dimensions acaba de informar que os ingressos para o show das bandas KORPIKLAANI e TÝR em São Paulo estão no final.  Como os ingressos estão quase esgotados, a produtora acredita que as últimas unidades deverão ser vendidas neste  final de semana. Quem quiser garantir é bom se antecipar, pois chagando ao fim deles não haverá venda de ingressos no dia do show.  

Os preços dos ingressos disponíveis em  São Paulo, que estão no segundo lote,  começam em R$120,00 para Pista Estudante, e R$140,00 para Pista  Promocional. Os valores de camarote tanto de estudantes e Promo continuam com os preços ainda de primeiro lote e podem ser vistos logo abaixo no serviço.

Confira abaixo os serviços completos de todas as praças:

Dark Dimensions orgulhosamente apresenta a Tour “Brothers in Armys” com as bandas Korpiklaani e TÝR 


Serviço Porto Alegre


Data: 30 de maio de 2014 – Sexta-feira
Local: Bar Opinião 
Endereço: Rua José do Patrocínio, nº 834 – Bairro Cidade Baixa

Horários:
Abertura da casa: 19h00min
TÝR: 20h00min
Korpiklaani: 21h30min

Ingressos:

- Pista Promocional: R$120,00
- Pista Estudante: R$100,00



Pontos de venda Porto Alegre :

Multisom - Andradas - Rua dos Andradas, 1001 - Centro Historico
Multisom - Bourbon Ipiranga - Avenida Ipiranga, 5200 - Praia de Belas
Multisom - Iguatemi 
Multisom - Moinhos - Rua Olavo Barreto Viana, 36 - Moinhos de Vento
Multisom - Praia de Belas - Avenida Praia de Belas, 1181 - Praia de Belas
Multisom - Shopping Total - Avenida Cristóvão Colombo, 545 - Floresta
Multisom - Barra Shopping Sul 4 - 
Multisom - Bourbon Wallig - Avenida Assis Brasil, 2611 - Passo D'areia
Multisom - Iguatemi Breno

Canoas:
- Multisom - Shopping Canoas

Novo Hamburgo:
- Multisom Novo Hamburgo

São Leopoldo:
- Multisom São Leopoldo



Serviço São Paulo


Data: 31 de maio de 2014 – Sábado
Local: Clash Club
Endereço: Rua Barra Funda, 969 - Santa Cecília

Horários:
Abertura da casa: 18h00min
TÝR: 19h30min
Korpiklaani: 21h00min

Ingressos
- Pista Promo – 2º LOTE: R$140,00
- Pista Estudante – 2º  LOTE: R$120,00
- Camarote: R$300,00
- Camarote Estudante: R$150,00

Pontos de venda São Paulo:
Galeria do Rock:
- Ladysnake 
- Hellion.

  

Serviço Rio de Janeiro 


Data: 1º de junho de 2014 – Domingo
Local: Teatro Odisseia  
Endereço: Av. Mem de Sá, 66, Lapa
Informações: 21. 2224-6367

Horários:
Abertura da casa: 17h00min
TÝR: 18h00min
Korpiklaani: 20h00min

Ingressos:
- Pista 1º Lote : R$100,00 ( Promocional antecipado e estudantes )

- Pista 2º Lote : R$120,00 ( Promocional antecipado e estudantes )

Vendas Exclusiva online: www.ingressosparashows.com.br


Realização: Dark Dimensions (www.darkdimensions.com.br)

Próximos eventos:  
Paradise Lost 
Belphegor / Watain 
Korpiklaani e TÝR


Fonte: X-PressON!
Marketing, PR & Tour Manager
A/C Andre Smirnoff
41. 3319-1600 (NETFONE) 
41. 9600-5985 (TIM)

Motorgun: A grande promessa para 2014!


Você já conheceu uma banda nacional hoje? Que tal ouvir Motorgun?

Por Antônio Carlos Monteiro*

Carros e rock'n'roll. Essa é uma combinação que não tem como não dar certo - tanto que funciona desde 1955, quando Chuck Berry gravou o clássico "Maybellene". E é desse princípio que parte o power trio MOTORGUN, formado por músicos com longa estrada na cena rockeira e confessos admiradores de carros possantes, especialmente os chamados "muscle cars", que são aqueles automóveis clássicos de duas portas, normalmente americanos, e que abrigam motores poderosos debaixo do capô.

Não por acaso, a analogia da potência desses carrões com a música do MOTORGUN é imediata. Afinal, os cariocas, além dos carros, são apaixonados pelo rock clássico, aquele em que só têm vez os músicos de verdade - e, no caso, "músicos de verdade" são os que, além de técnica, transbordam o refinamento e o feeling que não se aprendem na escola. Ou o sujeito tem ou vai ficar querendo ter.

O resultado disso está no EP de estreia da banda. "Come And Go", a faixa título "Heading For Tomorrow" e "Whisky, Women And A Whole Lotta Blues" (é verdade, faltou dizer que, além de carros, mulherada e um pouco de álcool também têm tudo a ver com rock) são daqueles temas fáceis, que se deixam ouvir e, se bobear, você se pega cantando o refrão ou solfejando o riff. E é disso que é feito o bom rock. Os riffs e os timbres Bebeto certamente foi buscar lá nos anos 70, quando tantos guitarristas maravilhosos povoaram o planeta. E, irmãos no sangue e na cozinha, Edinho e Leo certamente beberam e se embriagaram em duplas do quilate de Entwistle/Moon, Jones/Bonzo, Bruce/Baker e Glover/Paice, já que entregam linhas ricas e criativas, além de impor peso sem limites nas três faixas. Bebeto, além de tocar, ainda canta como se deve: sem inventar e fazendo com que a voz brilhe naturalmente, escorado por um belo timbre e por uma afinação irrepreensível.

Se alguém duvidar disso tudo, tem alguns vídeos dos caras no YouTube tocando ao vivo (ou seja, como se deve fazer) temas de Led Zeppelin e Black Sabbath com um resultado digno da admiração de todos que sabem o que é rock de verdade.

A gente que vive nesse meio do rock sabe que aqui no Brasil surgem inúmeras bandas quase que diariamente. O que é ótimo, diga-se, já que é da quantidade que se extrai a qualidade. E, dentre esse mar de bandas, se for para escolher uma, eu fico com o MOTORGUN.

Formação:

Bebeto Daroz (guitarra e vocal)
Edinho Neto (baixo)
Leo Rodrigues (bateria)


Links Relacionados:
EP “Heading For Tomorrow” no soundcloud: https://soundcloud.com/motorgun

Agenda de shows: 
24.04 - Festival TVC,  Petrópolis, RJ
03.05 - Lapa Irish Pub, Rio de Janeiro, RJ
10.05 - Saloon 79, Rio de Janeiro, RJ

Contatos para shows: MotorgunBand@gmail.com





* Antônio Carlos Monteiro é Jornalista, músico e crítico musical da Revista Roadie Crew.



Fonte: X-PressON! 
Assessoria de Imprensa
A/C Andre Smirnoff
41. 3319-1600 (NETFONE) 
41. 9600-5985 (TIM)

Old Place: Confira a capa do EP ‘Breathing The Ashes’




Depois da grande aceitação de seu primeiro lyric video para faixa-título de seu vindouro EP ‘Breathing The Ashes’, a banda de Technical Death Metal OLD PLACE apresenta a capa do trabalho.

O trabalho ficou nas mãos do artista Rogério Paulo Menezes da empresa Image Buzz (www.facebook.com/imagebuzz).


Já o lyric video foi editado pelo próprio guitarrista Rafa Oliveira. A faixa também conta com a participação especial do vocalista Pedro Cipriano da banda Mugo, confira:


O EP ‘Breathing The Ashes’ está em fase final de gravação no Fantom Studios e será lançado pouco tempo. O trabalho contará com cinco músicas, incluindo esta faixa.

Contato para shows e merchandise: oldplacerock@gmail.com

Sites Relacionados:


Fonte: Metal Media

NervoChaos: Vistos cancelam turnê pelos Estados Unidos




Mais uma banda brasileira é atrapalhada pelo Consulado norte-americano ao tentar levar sua música para o país mais poderoso do mundo.

Já com tudo preparado, malas prontas, datas agendadas, equipamento atualizado e anúncios pelo mundo inteiro, o NERVOCHAOS, devido a um atraso do serviço de imigração dos EUA, não teve seus vistos para o país liberados no prazo estipulado anteriormente.

Este não é um caso isolado. Recentemente, no final de 2013, a maior banda de Metal do Brasil, Sepultura, teve seus vistos negados de última hora e teve que cancelar mais de 20 shows pelos EUA e marcar para este ano (Fonte: http://goo.gl/kzXD0V).

“Pedimos nossas sinceras desculpas aos fãs, produtores locais, ao MASTER e ao Chris (Dark Friday Entertainment). Esperamos poder solucionar essa questão, que foge da nossa alçada, para finalmente podermos invadir o território norte-americano. Desejamos uma excelente turnê aos nossos amigos do MASTER. Estamos muito tristes mas também tranquilos, pois fizemos de tudo para que os vistos saíssem a tempo. Infelizmente ficamos presos na burocracia da máquina americana, mas não desistimos, chegaremos lá e ainda neste ano. “, comenta o baterista Edu Lane.

Contato para shows e merchandise: nervo666@hotmail.com

Sites Relacionados:


Fonte: Metal Media

Noturnall será incluído na Calçada da Fama do Rock Brasileiro



A cerimônia oficial acontece no próximo dia 24 de Abril em Limeira/SP com pocket-show exclusivo

O NOTURNALL, novo supergrupo formado pelos integrantes do Shaman, Thiago Bianchi (vocal), Fernando Quesada (baixo), Léo Mancini (guitarra), Junior Carelli (teclado),  além do renomado baterista Aquiles Priester (Hangar, ex-Angra), vem confirmando porquê tem sido considerado a nova sensação do rock/metal nacional.

Depois do estrondoso sucesso que foi o show 'sold-out' realizado no final do mês de Março no Carioca Club em São Paulo que marcou a estréia da banda nos palcos e a gravação do primeiro DVD, eis que o grupo recebeu a notícia de sua inclusão na "RockWalk Brasil", a Calçada da Fama do Rock Brasileiro.

A RockWalk Brasil é a versão brasileira da Calçada da Fama originalmente instalada na Sunset Boulevard em Hollywood (EUA) onde figuram nomes inesquecíveis como Jerry Lee Lewis, Chuck Berry, Little Richard, Elvis Presley, John Lennon, entre outros. A versão tupiniquim, a exemplo da original norte-americana, tem como objetivo eternizar os maiores representantes do rock brasileiro, embora seja uma calçada itinerante, sendo exibida em todo país através de eventos especiais. 

Já foram eternizados na RockWalk Brasil algumas das principais bandas e músicos de rock do país como Erasmo Carlos, Marcelo Nova, Mutantes, Ultraje a Rigor, Capital Inicial, RPM, CPM 22, Lobão, O Rappa, Charlie Brown Jr., Jota Quest, Sepultura, Dr. Sin, Shaman e agora o NOTURNALL.

A cerimônia de inclusão do NOTURNALL na Rock Walk Brasil acontece no próximo dia 24 de Abril no Shopping Nações em Limeira/SP e também vai contar com um pocket-show exclusivo da banda.

"Participar desse evento tão importante do rock brasileiro é uma honra! Ainda mais pela segunda vez, já que também fomos incluídos na RockWalk pelo Shaman, ou seja, somos os únicos músicos brasileiros a aparecer duas vezes no projeto! É uma honra dupla! Estamos muito felizes com o reconhecimento do nosso trabalho por parte de pessoas e críticos musicais tão importantes. Iremos arrebentar em Limeira e esperamos vocês por lá.", declarou o baixista Fernando Quesada. 

Paralelamente a cerimônia da RockWalk, o NOTURNALL se prepara para os próximos shows em divulgação ao seu elogiado álbum de estréia autointitulado. No próximo dia 09 de Maio a banda se apresenta ao lado do Sepultura em Florianópolis/SC. Depois o grupo faz um show em Sorocaba/SP no Pirilampus Bar no dia 16/05.  A banda também já tem outros shows programados para Vinhedo/SP, Osasco/SP, Suzano/SP, Foz do Iguaçu/PR, Rio de Janeiro/RJ, etc.

Entre outras novidades, o baterista do NOTURNALL Aquiles Priester teve seu mais recente DVD “Aquiles Priester’s Top 100 Drum Fills” eleito "Melhor DVD Educacional" de 2014 pela revista norte-americana Modern Drummer. Há 37 anos no mercado, a publicação é considerada a "bíblia da bateria" em todo o mundo e essa é a primeira vez que um baterista brasileiro ocupa o primeiro lugar no ranking.

Serviço:
Cerimônia de Inclusão do Noturnall na Rock Walk - A Calçada da Fama do Rock Brasileiro
c\ Pocket Show exclusivo do Noturnall
Data: 24 de Abril de 2014
Horário: 20:00
Local: Shopping Nações - Rodovia Dep. Laércio Corte, 4500 - Limeira/SP
Entrada Franca 

Mais Informações:



Fonte: Som do Darma
A/C Eliton Tomasi
(15) 3211-1621  

Crédito Fotos: Studio Woody Artwork

Sioux 66 em festa Hard no Ozzie Pub



Depois de um ano de operação na Barra Funda e de identificar a carência da região pela programação que sempre lhe foi característica, o KiaOra Barra Funda resolve inovar. A partir de agora, o pub se transforma em Ozzie Pub e passa a receber algumas atrações que prometem agitar a casa. Uma delas é o SIOUX 66, que atualmente promove o seu disco de estreia, "Diante do Inferno".

O grupo paulistano, formado por Igor Godoi (vocal), Fernando Mika e Bento Mello (guitarras), Fabio Bonnies (baixo) e Gabriel Haddad (bateria), se apresenta nesta quinta-feira (17), véspera de feriado. A primeira 'Hard Rock Party' no Ozzie Pub contará ainda com a presença da banda Hardwood, que toca covers de Skid Row, Poison, Alice Cooper, Mötley Crüe, Bon Jovi, entre outros.

O Ozzie Pub fica na Rua Brigadeiro Galvão, 871, em São Paulo. Telefone: (11) 2366-3844 / E-mail: contato@ozziealtpub.com.br


Valores:
Entrada FREE até às 21h
Após 21h: Homem R$ 25,00 / Mulher R$ 15,00 (Sem Lista); Homem R$ 20,00 / Mulher 10,00 (Com Lista) - Lista de desconto, acesse o site www.ozziepub.com.br (Clicar em "Lista").

Contatos: 
Merchandising: www.rockyourband.com.br


Obituary se apresenta no Clash Club dia 27 de abril






No dia 27 de abril (domingo), o Clash recebe a lenda do death metal mundial, OBITUARY. A única apresentação em São Paulo faz parte da turnê “Classic Set-list Take Over”, que além da capital paulista, passa também pelo Rio de Janeiro, Salvador e Olinda.

Formado na Flórida (USA), o Obituary é um dos maiores responsáveis pela consolidação do death metal nos Estados Unidos nos anos 90, ao lado de grupos como Death, Morbid Angel, Cannibal Corpse e Deicide. A proposta da tour “Classic Set-list Take Over” é levar os fãs de volta à essa época de ouro do movimento death metal, revisando seus três primeiros álbuns, “Slowly We Rot” (1989), “Cause of Death” (1990), considerado um clássico seminal no gênero, e “The End Complete” (1992).

OBITUARY é formado atualmente por John Tardy (vocal), Donald Tardy (bateria), Trevor Peres (guitarra), Kenny Andrews (guitarra) e Terry Butler (baixo). A banda está trabalhando num novo álbum, que tem lançamento previsto para o final de 2014.

A abertura do show fica por conta das bandas Genocídio e Krow.

Serviço
Show: Obituary
Abertura: Genocídio e Krow
Local: Clash Club - Rua Barra Funda, 969 - Barra Funda - São Paulo/SP
Data: 27 de abril (domingo)
Horário: 20h
Abertura da casa: 17h
Ingressos Antecipados:
- Pista
R$70 (meia entrada) / R$80 (promocional)
- Camarote
R$140 (meia entrada) / R$160 (promocional)
Pontos de venda:
Galeria do Rock - Rua 24 de Maio, 62 - Centro - São Paulo/SP
(Mutilation - Loja 370 - Telefone: (11) 3222-8253 e Moshi Moshi - Loja 354 - Telefone: (11) 3331-1073)
Rock'n'Roll Burger - Rua Augusta, 538 - São Paulo/SP - Telefone (11) 3255-0351
Loja Ratus - Rua Dona Elisa Flaquer, 286 - Santo André/SP - Telefone (11) 4990-5163
Capacidade: 500 pessoas
Censura: 16 anos
Informações: www.clashclub.com.br/ / Tel: (11) 3661-1500
Estacionamento: R$20


Sobre o Clash Club:
Localizado na Barra Funda em um antigo galpão da década de 30, o Clash Club foi inaugurado em março de 2007 e, ao longo dos anos, se firmou como uma das principais casas noturnas de São Paulo, com espaço para shows dos mais variados estilos de grandes artistas nacionais e internacionais. Já passaram pelo clube mais de 1.500 artistas, tocando para aproximadamente 1 milhão de pessoas nas festas e shows realizados. Recém reformado, o Clash ganhou ar de reinauguração, desde a remodelação da entrada e saída, do mezanino, novos sistema de ar condicionado, camarotes com banheiros exclusivos e outros bares internos.


Assessoria de Imprensa
A/C Marcus Cesar
Tel: +55 (11) 99486 2320

Entrevista: Decretos sobre o Medo e o Gelo – Entrevista com o KING FEAR



Por Marcos “Big Daddy” Garcia

KING FEAR é um novo nome entre os maníacos por Black Metal no mundo inteiro, em parte devido à boa recepção que seu primeiro álbum, o sombrio e obscuro “Frostbite”, lançado ano passado, ter tido uma boa recepção por parte da imprensa especializada.

E como a Shinigami Records lançou a versão brasileira do álbum, tendo alguns grandes bônus, tivemos a oportunidade de entrevistá-los e falar sobre várias coisas.


MS: Antes de tudo, queremos agradecer muito pela entrevista, e vamos começar com uma pergunta bem clichê: por favor, nos conte um pouco sobre a história do KING FEAR, como se juntaram, e até chegar ao lançamento de “Frostbite". E o quais eram as bandas onde você sestavam antes do KING FEAR surgir?

Mål Dæth: Oi, Big Daddy, aqui é Mål, guitarrista e compsitor do KING FEAR.

Obrigado por nos entrevistar!

Somos uma banda de Black Metal de Hamburgo/Alemanha. O KING FEAR começou suas atividades em 2011, fundado por mim. Nosso vocalista, Nachtgarm, chegou um pouco depois.  O baterista BoneInn era um músico contratado no início, mas logo se juntou a banda no início das gravações de "Frostbite". E claro que tocamos ou ainda tocamos em outras bandas antes. Bullbar, Eisenvater e Negator para citar alguns. Nachtgarm tembém foi vocalista do Dark Funeral e até chegou a excursionar no Brasil.


MS: Quando vimos a arte de “Frostbite” pela primeira vez, a coisa que mais chamou a atenção foi o uso de branco, cinza e azul na are, contrastando com a maioria das bandas de Black Metal que preferem tons de prento, branco e cinza escuro. Como tiveram esta idéia? É ela uma arte que expressa a alma da banda, ou tentaram quebrar algumas pré concepções com ela? Se existe um significado mais profundo, poderia nos dizer qual é?

Mål: Como você disse, o álbum é chamado "Frostbite", e então quisemos manter a capa a mais fria possível. As fotos que você vê no encarte Eu recebi de um amigo. No minuto em que as vi, , sabia que elas se ajustavam perfeitamente ao que queríamos. Ele tirou as fotos em Spitzbergen, um dos lugares mais inóspitos da terra. Se quis dizer por que a arte não é feita em tons de preto, branco e cinza escuro, em nossa visão, ela é ainda mais ameaçadora em tons de branco.

MS: E as letras? De onde vem a inspiração para elas? E tem algum significado mais profundo nelas que poderia nos dizer?

Mål: A parte lírica do KING FEAR tem sido sempre muito importante para nós. Para o trabalho de "Frostbite", fomos ainda mais longe e criamos um álbum conceitual. O conceito é baseado em "Conquest of the Useless" (NR: aparentemente, a referência é um livro de Herman Herzog) - o possessivo desejo da humanidade de atingir os picos das montanhas mais altas. Todas as canções seguem aquela linha de estória. De morte, frio extremo, tempestades até contos das mais inacreditáveis campanhas de conquista... Mitos de sobre deuses vivendo  nas montanhas, ou no mal preso dentro da montanha... Este tópico oferece tudo que um disco de Black Metal precisa!


MS: Esta é para Natchgarm: você foi vocalista do Dark Funeral por algum tempo, mas nos parece que foi pouco após sua saída que o primeiro EP da banda, "King Fear", foi lançado. Isso é certo? Ou o KING FEAR estava trabalhando de uma forma paralela antes de você sair?

Mål: Como eu disse antes, Nachtgarm estava no Dark Funeral, mas o KING FEAR foi fundado antes dele se juntar a eles. Tudo que fizemos até então fizemos de forma paralela, porque nunca seria um problema para nós, já que nunca pretendemos sair excursionando.


MS: Me perdoem por tocar nesse assunto, mas muitas coisas foram ditas sobre a excursão brasileira do Dark Funeral de 2011, quando um monte de pessoas culparam você, Natchgarm, por todo o ocorrido na época. Mas o Metal Samsara acredita que você tem o direito a dizer algo sobre tudo aquilo, pata mostrar o seu lado na questão. O espaço é todo seu.

Mål: Desculpe, mas não sei de nada sobre aquilo... Enquanto eles estava excursionando, eu estava na Áustria e escrevi o "Frostbite".


MS: Voltando a falar sobre o KING FEAR, tanto o EP como “Frostbite” são mostras de Black Metal na linha da Second Wave, sendo cru, áspero e agressivo, mas também obscuro e mórbido. Mas ao mesmo tempo, eles possuem uma boa qualidade sonora, e o resultado final é muito bom.  Acha que fãs mais ortodoxos podem dizer algo estranho sobre "Frostbite"? E a qualidade mais limpa foi algo espontâneo ou planejado desde o início?

Mål: Sim, claro que foi planejado! Quero dizer, tudo que fazemos é, de alguma forma, planejado. Quando criamos música, dificilmente fazemos sem ter uma visão. É preciso que saibam que não estamos mais nos anos 90. Não me entendam mal, ainda gosto do Black Metal dos anos 90, mas estamos em outro tempo agora. Nosso objetivo é de criar música negra, e para mantê-la real, nós a fazemos como NÓS fazemos agora, não como os outros fizeram antes.

Se algumas pessoas da Velha Escola não entenderam o que fazemos... OK, então eles devem comprar outro disco. 


MS: Vocês são um trio, como você, Mål Dæth, tocando todas as guitarras e baixo no álbum, mas acreditamos que o KING FEAR é uma banda que toque ao vivo, que realmente gostaria de fazer alguns shows. Estamos ceros sobre isso? E se sim, um quaro membro se juntará ao KING FEAR? Ou algum músico contratado fará os shows, e a formação para gravações será a mesma?

Mål: Não, o KING FEAR não é uma banda que toca ao vivo, pelo menos até agora. Então, não temos que nos preocupar com isso.


MS: “Frostbite” recebeu muitas boas resenhas da imprensa especializada em Metal por todo o mundo, mas sabe dizer algo sobre a recepção dos fãs? Como as coisas estão se saindo com os fãs de Metal?

Mål: A mesma coisa de sempre: muitas pessoas parecem ter gostado de nosso novo material. Ainda estamos esperando por reações ruins. Como uma banda de Black Metal, é muito bom sermos odiados também (risos)...


MS: Aqui no Brasil, a Shinigami Records lançou uma versão para “Frostbite”, tendo o primeiro EP como um bônus para os fãs. Quais são suas impressões para essa versão? Quem sabe se um dia vocês não venham tocar para nós.... E por favor, esqueçam as coisas ruins, pois temos promoters honestos por aqui, trabalhando de forma séria para fazer os shows acontecerem aqui de formas boas tanto para o público quanto para as bandas.

Mål: Acho que é uma boa idéia para os fãs brasileiros. Mas os fãs mais extremos deveriam ter todas as versões com certeza.

Não tocamos ao vivo, mas quem sabe se o Brasil não nos faz mudar de idéia (risos).


MS: Agradecemos demais pela entrevista. Por favor, deixe sua mensagem para os fãs.

Mål: Obrigado pelo apoio! Longa Vida ao REI!


Gostaríamos de agradecer a Shinigami Records por tonar esta entrevista possível, bem como a Mål Dæth por sua cortesia e gentileza.

We would like to thank to Shinigami Records for making this interview possible, as well to Mål Dæth for his cortesy and kindness.



Contatos:

Shinigami Records (selo oficial no Brasil)