14 de jan de 2015

Imbyra - The Newborn Haters (CD)

Independente
Nota 9,0/10

Por Marcos "Big Daddy" Garcia


Nem sempre nos é possível acompanhar a enorme enxurrada de materiais que saem todos os anos. Por isso, é comum que alguma banda acabe passando, por mais que o nome nos marque imensamente. Alguém sempre fica perdido, mas quando o achamos mais uma vez, cedo ou tarde, a satisfação é imensurável. E é esta a sensação que o segundo disco do quarteto IMBYRA nos dá. “The Newborn Haters” é de 2014, mas é uma jóia rara, uma autêntica pérola do Metal.

O quarteto californiano, antes de tudo, segue uma linha próxima ao que o MACHINE HEAD faz com certos toques do SEPULTURA da época do "Chaos A.D.", ou seja, aquele Thrash Metal moderno, gorduroso e cheio de groove, mas é bom que se tome cuidado ao lidar com a música deles. Junto com os elementos já citados, ainda vemos melodias preciosas do Metal tradicional, e alguns riffs muito quebrados. Os vocais de Fabrício são ótimos, oscilando entre timbres urrados e outros mais suaves, e ambos usando a tonalidade normal de voz (que se apresentam bem inclusive em momentos macios, como em “Endless Chapter”); guitarras ferozes, com riffs bem técnicos e agressivos de Fabrício e Kléber, que mesmo diante de tanta abrasividade, possuem melodia ímpar, caracterizando ainda mais o trabalho do grupo. E a base rítmica de Anderson (baixo) e Denis (bateria) é pesada e apresenta boa diversidade de andamentos. E tudo isso soa bem particular do quarteto.

O próprio Fabrício produziu o CD, que teve ainda as mãos de Adair Daufembach na mixagem. Limpo e claro em termos de instrumentos (sim, se é possível ouvir cada um deles separadamente sem esforços), mas com um peso absurdo, chegando a doer os ouvidos se usarem fones. E a arte, um trabalho muito legal de André B. Dois (capa), Anderson de França (design), e mais ilustrações de vários artistas, dão toda a tônica do trabalho lírico azedo do grupo.

Imbyra
O IMBYRA faz um trabalho ótimo em termos de arranjos musicais. Tanto é assim que as músicas não são repetitivas ou cansam nossos ouvidos em momento algum. E o disco passa bem rápido, levando-nos a pôr o CD player na função “repeat all”.

Não é muito justo destacar uma ou outra faixa no CD, pois ele é muito homogêneo mas citemos que “Operation Anonymous” (uma golfada bruta de técnica e groove, com tempos interessantes e excelentes vocais), a caótica e avassaladora “The Newborn Haters” (introduzida por guitarras limpas, virando um apocalipse de melodias azedas, uma faixa ganchuda e envolvente, com um trabalho de guitarras que nos leva a pensar o que Adrian Smith e Dave Murray fariam se tocassem o estilo. E esta é a faixa do vídeo de divulgação do álbum), a mezzo power ballad “Endless Chapter” (começa lenta e introspectiva, lembrando um pouco o velho Country/Southern americano, mas que ganha peso e agressividade na hora dos solos de guitarra), a um pouco mais acessível e melodiosa “Impunity”, a rápida e furiosa “End of Ares”, a cadenciada e cheia de groove “I’m Your Hell”, e a mais introspectiva e dura “Bleeding Stitches”. E um detalhe interessante: Fabrício gravou todos os vocais, guitarras base e bateria do disco, enquanto Mauro Juliany gravou todos os solos e baixo.

Não é à toa que a banda foi e é tão elogiada por sua música.

E uma informação que deve ter causado certo rebuliço na época: Fabrício chegou a tocar bateria no HYRAX, e ouvir “The Newborn Haters” para fãs mais old school pode ser algo bem dolorido. Mas “haters gonna hate”, pois o CD é ótimo!




Músicas:

01. Operation Anonymous
02. Virus
03. Newborn Haters
04. We Stand
05. Endless Chapter
06. Impunity
07. End of Ares
08. I’m Your Hell
09. Buried Hours
10. Bleeding Stitches


Banda:

Fabrício Ravelli - Vocais, guitarras
Kléber Fabianni - Guitarras, backing vocals
Anderson de França - Baixo, backing vocals
Denis Roosevelt - Bateria


Contatos:

Referência brasileira da bateria, Gus Conde está confirmado entre as atrações da NAMM 2015



Foto: Umberto Miller/Miller Fotografia

O baterista brasileiro Gus Conde, da banda ODUM, embarca nos próximos dias rumo a Los Angeles para representar pela terceira vez seus endorsers na maior feira de música dos Estados Unidos, a NAMM Show, que acontece de 22 a 25 de janeiro no Anaheim Convention Center, em Anaheim (Califórnia).Gus se apresenta nos estandes das marcas Urbann Boards (dias 22, 23, 24 e 25/1) e Axis Percussion (dia 24/1).

Acompanhado do baterista gaúcho Demétrius Locks (que já tocou com Edu Ardanuy, do Dr. Sin), Gus também fará o lançamento oficial dos novos modelos de tênis especiais para bateristas da Urbann Boards, incluindo a linha assinada por Neil Peart (baterista do Rush) e a linha feminina Her. "Participar da NAMM é sempre um prazer enorme, e este ano é ainda mais especial para mim, pois além de tocar lá pela terceira vez também vou mostrar ao público todas as novidades da Urbann Boards", ressalta Gus.

Após a NAMM, Gus seguirá para uma mini-turnê de clínicas pela Califórnia, também em parceria com Demétrius Locks e apoio da Urbann Boards. As datas e locais serão anunciados em breve.

Foto: Umberto Miller/Miller Fotografia
Após quase 10 anos seguidos morando em Los Angeles, o baterista, instrutor e palestrante santista – de sucesso internacional – voltou ao Brasil no início de 2011 para estudar música brasileira e filmar um documentário sobre bateria brasileira (a ser lançado nos EUA e Europa com o apoio deendorsers). Atualmente mais focado em sua carreira solo, com oficinas de bateria em cartaz no circuito Sesc Brasil, Gus Conde é apontado como um dos mais versáteis bateristas brasileiros da atualidade.

Ao longo da carreira, Gus já dividiu palco com veteranos como Biohazard, Exodus e Napalm Death. O músico também possui no currículo trabalhos com Megadeth, Dark Angel, Billy Idol, Velvet Revolver, Fear Factory, The Cult, Rob Zombie, entre outros artistas de Hollywood. Gus se destaca como percussionista de ritmos brasileiros, que lhe rendeu um convite para integrar a banda suporte da cantora pop Rihanna em 2010. Além de ensaios e gravações em estúdio, Gus participou de algumas das principais apresentações da cantora naquela temporada, inclusive o "American Music Awards", um dos maiores prêmios da música norte-americana, feito que o marcou como o primeiro brasileiro a se apresentar na premiação. Gus já se apresentou por duas vezes consecutivas na NAMM Show (em 2012 e 2013) e por três anos seguidos na Expomusic, a maior feira de música da América Latina (em 2011, 2012 e 2013). Outros destaques incluem participações no Drum Off! Brasil (em 2012), Musicians Institute de Hollywood e Virada Cultural Paulista (em 2013), além da produção de palco no Metal Fest Chile (em 2014).

Mais informações sobre a NAMM 2015 podem ser obtidas no site oficial: http://www.namm.org.

Gus Conde é endorsee das marcas: Audix Microphones, Axis Percussion, Cympad, Evans Drumheads, Gibraltar Hardware, HiShaker, HQ Percussion,KickPort, Los Santos, Pro-Mark, Supernatural Cymbals, Urbann Boards.


Links relacionados:



Assessoria de Imprensa especializada em Música & Entretenimento
A/C Guilherme Zeinum
Assessor de Imprensa/Produtor/Tour Manager
Skype: guilherme.zeinum | z1press@hotmail.com

Malvina no MTD IRON SQUAD VIII




O MALVINA, um dos principais nomes do hardcore carioca, se apresenta no MTD IRON SQUAD VIII, ao lado das bandas: Live by the Fist (Santos), Violent Stomp (SP), Prepared For Chaos e Dead End (SP) na Audio Rebel, dia 18 de janeiro. 

O primeiro show da banda em 2015 será filmado e gravado e da continuidade a bem sucedida "Razor Tour" na Argentina ao lado da banda Niste. 

Neste momento, o grupo divulga o seu novo EP intitulado "Nankeen", traz duas faixas, "Nankeen" e "The Hiding Sun" (dividida em quatro atos: "Metropolitha", "The Hired Son", "An Invitation" e "The Elegy").



Serviço:

Ingresso: R$ 15
Quando: 18 de janeiro de 2015 
Horário: 17 horas
Local: Rua Visconde de Silva, 55- Botafogo – RJ





A/C Sylvia Sussekind

Novo álbum do Dr Sin, ‘Intactus’, está disponível via Voice Music






O novo álbum de um dos maiores nomes da música pesada no Brasil, DR. SIN, está disponível no mercado. O lançamento foi feito em uma parceria entre Voice Music e Unimar Music.


Sob o título de "Intactus", o trabalho sucede diretamente o aclamado "Animal" de 2011. O disco foi produzido por Andria Busic e a arte da capa ficou sob os cuidados de Gustavo Sazes.

Além de mais pesado, "Intactus" é bem mais diversificado, indo do Power Metal ao Hard Rock, do Rock básico ao Blues. A banda simplesmente aproveitou ao máximo a grande fase por que passa, quando tudo parece estar dando certo ao mesmo tempo. 


Confira o tracklist:

1. Saturday Night
2. How Long
3. We’re Not Alone
4. Soul Survivor
5. The Great Houdini
6. This Is The Time
7. The Big Screen
8. Set Me Free
9. Without You
10. Fight The Good Fight

Confira uma música retirada do disco:


Para mais informações entrar em contato com a Voice Music:
(11) 3744-0593



Fonte: Metal Media
Minds That Rock

Revogar: 5000 discos vendidos na Indonésia (conflitos, mortes e opressão PT. 02)




Pois bem, e a história ainda não terminou, após esse embaraçoso começo (que você relembra aqui: http://bit.ly/1u06HyR) que gerou um misto de alegria e preocupação, a situação se fechava mais uma vez, o que de fato colocou em jogo o futuro do REVOGAR, pois passado o “boom” das cinco mil cópias vendias, o selo ENJOY VIOLENCE RECORDS teve todo seu material apreendido, e o que parecia impossível aconteceu, como conta LLHAN WASKITA MAUT:

"Antes de todos irem embora recebi uma intimação para comparecer no outro dia no distrito policial para prestar contas sobre os produtos que eu estava distribuindo, horas depois descobri que em um conflito religioso no dia anterior uma pessoa havia sido detida com a camiseta do Revogar, infelizmente se tratava de um homicídio e haviam mais duas pessoas envolvidas, que algumas horas depois foram capturadas em casa e ai veio à surpresa maior... Elas também tinham em seus pertences camisetas do Revogar o que fez com que a policia pensasse que fosse o inicio de um conflito religioso iniciado por uma apologia de uma banda local, na Indonésia é comum este tipo de conflito religioso entre segregações de diferentes dogmas, mas o que nos deixa realmente assustados é que quando uma pessoa decide matar alguém por motivos religiosos isso se torna uma fato relevante, mas uma banda falar de anti religião de forma pacifica isso é considerado um crime;

Foram vendidos mais de 5000 cópias do álbum "VDS" em toda Indonésia no formato Digipack + camiseta + pôster A4, o que é muito difícil de acontecer, pois todos aqui passamos por dificuldades financeiras e acabamos nos rendendo ao material pirata, mas com o Revogar não foi assim, o que nos fez trabalhar muito por 1 ano, já estávamos preparados para trazer a banda para fazer turnê e tínhamos 11 datas garantidas, mas logo a banda trocou a formação pela 2ª vez e 3 meses depois recolhem todo material do Revogar em meu escritório, hoje penso que foi melhor assim, pois se eles estivessem aqui em turnê quando ocorreram os homicídios certamente eles não retornariam para America do Sul.



Recentemente recebi a música Rotten Crown por e-mail que me foi enviada por Wagner Santos e em breve estarei saindo da Tailândia e irei morar no Reino Unido, e formarei minha gravadora novamente e lhe dou certeza de que a Revogar será o meu carro chefe e de lá não terei problemas em poder expressar o que eu e meus amigos gostamos, e certamente viverei saudável com a minha família.



P/S: Tive que montar toda Distro novamente, pois tudo que foi recolhido permanece no distrito policial até hoje."

E está grandiosa história chega ao seu fim, mesmo com todos os problemas que surgiram o REVOGAR se sente orgulhoso pelo numero expressivo de vendas, onde de fato conquistaram uma legião de fãs, mostrando mais uma vez que o Heavy Metal supera barreiras.

Mesmo sendo barrados e até mesmo proibidos na Indonésia, em um canto ou outro sempre terá os "revogados" espalhando o caos sonoro!


Links Relacionados:




U.D.O.: enquete no Facebook para escolha do formato do novo álbum




Como já foi noticiado anteriormente, a Shinigami Records obteve, para o Brasil, os direitos para lançar o novo álbum da banda U.D.O., do ex-vocalista de Accept, Udo Dirkschneider, intitulado "Decadent".

Com data de lançamento prevista para fevereiro de 2015, o álbum poderá ser lançado no formato jewelcase (caixinha acrílica normal) ou em formato digipack (com 3 abas e 1 painel) e aí é que entram vocês, fãs de U.D.O. e do gênero em geral. Qual formato vocês gostariam? Lembrando que no formato digipack, o produto fica uns 30 % mais caro.

Participe da enquete no facebook e nos ajude a escolher. Só até o domingo 18 de janeiro.


"Decadent" foi gravado no próprio estúdio do músico Double U Studio (Espanha) e no Redhead Audio Productions (Alemanha) e masterizado por Jacob Hansen.



The Sirens: Kari, Anneke van Giersbergen e Liv Kristine ansiosas pela visita ao Brasil



Da esquerda para direita: Kari Rueslåtten, Anneke van Giersbergen e Liv Kristine, as divas no The Sirens

Recentemente foi postado na página oficial do Facebook do THE SIRENS um convite oficial para a turnê Latino-Americana. Eis a tradução:

"Estamos felicíssimas em anunciar todas as datas de nossa primeira excursão pela América Latina. Será mágico! Ao lado de nossos fãs iremos celebrar as carreiras de cada uma de nós. Esta 'tour' terá duetos e canções memoráveis de The Gathering, Theatre of Tragedy e The 3rd and the Mortal, revisitando nosso passado ao lado dessas incríveis bandas! Além do mais, haverá material de nossos trabalhos solo, bem como composições feitas especialmente para o The Sirens. Preparem-se para shows que mudarão a vida de vocês!"


O convite exclusivo aos fãs do Brasil, em vídeo, pode ser conferido clicando AQUI.


Outra dica quente é a promoção da página brasileira da Anneke em parceria à Dark Dimensions, a qual ofereceu DOIS ingressos para cada show da tour. Acesse este LINK e participe! Dia 3 de fevereiro sai o resultado :)


Serviços



São Paulo
Data: 07 de fevereiro de 2015
Local: Clash Club
Horário: 20h [abertura da casa às 18h30]
Endereço: Rua Barra Funda, 969 - Santa Cecília, São Paulo - SP
Censura: 16 anos


Curitiba
Data: 06 de fevereiro de 2015
Local: Music Hall
Endereço: Rua Engenheiros Rebouças, 1645 - Rebouças, Curitiba - PR
Venda Online: http://bit.ly/1xyigDk


Rio de Janeiro
Data: 08 de fevereiro de 2015
Local: Teatro Odisseia
Horário: 18h [abertura da casa]
Endereço: Av. Mem de Sá, 66 - Centro, Rio de Janeiro - RJ
Venda Online: http://bit.ly/1t5xdVY

O Fã-Clube brasileiro fez uma lista de canções prováveis nos set-lists da turnê brasileira. Agora é treinar e deixar cada uma na ponta da língua.


Seguem os links:























Links Relacionados
Página oficial do show de Curitiba: http://on.fb.me/1yjo8yz
Página oficial do show de São Paulo: http://on.fb.me/1ygzzIR
Página oficial do show de Rio de Janeiro: http://on.fb.me/1C6JtLY



Próximas divulgações 
-The Birthday Massacre Superstition Tour 2015: Dia 23/01 em Porto Alegre, 24 em São Paulo e 25 no Rio de Janeiro 
-Eluveitie Latin American Tour 2015: 11/04 - Carioca Club, São Paulo; 12/04 - Teatro Odisséia, Rio de Janeiro; 14/04 - Music Hall, Curitiba, Brazil



A/C Durval "Durr" Campos (Assessoria de Imprensa)
+55 11 94921.1838

Crucifixion BR: álbum de estréia será lançado no Brasil pela Shinigami Records





É com muito prazer que a Shinigami Records anuncia o lançamento do álbum de estreia de outra das promessas da cena nacional: "Destroying The Fucking Disciples Of Christ" de CRUCIFIXION BR, banda oriunda de Rio Grande do Sul, que executa um Black Metal original com influências do Thrash Metal oitentista e do Death Metal.

O CRUCIFIXION BR foi fundada em 1996 e o seu nome foi inspirado numa das músicas da legendária banda Sepultura. Em 2004 mudaram-se da cidade de Rio Grande para Porto Alegre e desde então vem conquistando espaço e expandindo seus horizontes no cenário do metal extremo.

Previsto para ser lançado em fevereiro deste ano, “Destroying The Fucking Disciples Of Christ”, gravado e mixado no Estúdio Hurricane (Porto Alegre/RS) e produzido por Márcio Guterres e Sebastian Carsin, apresenta 13 faixas que continuam a saga em prol da Obscura Arte.

Assista no seguinte link o clipe oficial da música ‘Eternal Judgement’ que faz parte do álbum: 


CRUCIFIXION BR está formado atualmente por Márcio “Lord Grave War” Guterres (Vocal/Guitarra), Juliana “DarkMoon” Novo (Bateria) e Will Tomao (Baixo – convidado).



U.D.O.: assista ao vídeo oficial da música "Decadent"




Enquanto aguardamos o lançamento, previsto para janeiro/fevereiro de 2015 via Shinigami Records, de "Decadent", novo álbum da banda U.D.O., do ex vocalista de Accept, Udo Dirkschneider. assista ao vídeo clipe oficial da faixa-título no seguinte link: 


"Decadent" foi gravado no próprio estúdio do músico Double U Studio (Espanha) e no Redhead Audio Productions (Alemanha) e masterizado por Jacob Hansen.



In Soulitary: disponível teaser de "Hollow", primeiro vídeo da banda





Recentemente a banda paulista IN SOULITARY disponibilizou na web o teaser do seu vídeo vindouro clipe oficial para a música ‘Hollow’, que faz parte do seu mais recente álbum Confinement". Assista-o aqui:


Também está disponível o clipe oficial ao vivo da música ‘Behind the Rows’, gravado na apresentação da banda no dia 27 de setembro no reconhecido reduto Manifesto Rock Bar. Confira aqui:


‘Confinement’, gravado no estúdio AV Works entre 2011 e 2013 e disponível via Shinigami Records, apresenta 12 faixas de um metal honesto, cheio de influências, porém com um som único, original e empolgante e conta com as participações especiais de Mario Pastore (Pastore, Delpht), Verônica Rodriguez (Karkaos do Canadá) e Dimitri Brandi (Psychotic Eyes). Adquira a sua cópia em www.shinigamirecords.com



Marlene Souza Lima Trio e a versatilidade do jazz feminino em duas apresentações nesta semana em São Paulo



Guitarrista promove seu mais recente álbum "My Way" e interpreta composições de John Scofield, Earl Klugh, Hermeto Pascoal e Toninho Horta (Fotos: Erivelton Viana)

Billie Holiday, Ella Fitzgerald, Sarah Vaughann, Nina Simone, Diana Krall. O cenário mundial do jazz sempre esteve repleto de mulheres talentosíssimas. E apesar de a grande maioria serem cantoras, há muitas jazzistas de qualidade que seguem pelos caminhos da música instrumental. No Brasil, a guitarrista carioca Marlene Souza Lima é uma das principais referencias do jazz instrumental feminino.

Conhecida como "a guitarra feminina do jazz", Marlene Souza Lima tem anos de experiência e uma formação invejável. Ainda criança mudou-se para Brasília onde cresceu ouvindo o pai saxofonista e a irmã violonista que foi sua primeira professora. Na década de 80 iniciou seus estudos na Escola de Música de Brasília - referência nacional no ensino de música - e teve como mestres músicos renomados como Paulo André Tavares, Nelson Faria, Curinga, Paulo Bellanti, entre outros.

Na década de 90 Marlene mudou-se para os Estados Unidos onde aperfeiçoou seus estudos e começou a se apresentar em casas de jazz, especialmente em São Francisco, na Califórnia. De volta ao Brasil, passou a lecionar e criou seu próprio método de ensino, o Usina de Sons Curso de Música.

Depois de inúmeras apresentações como musicista solo ou acompanhando outros artistas - incluindo várias gravações em estúdio -, Marlene Souza Lima passou a se apresentar como trio. O primeiro álbum da Marlene Souza Lima Trio saiu em 2011 e foi intitulado "My Way". O disco instrumental traz uma forte base no jazz de nomes consagrados como John Scofield, Pat Metheny, James Moody, Charlie Parker, George Benson, Miles Davis, Wes Montgomery, mas ainda repleto de referencias em ritmos brasileiros como o choro, frevo, baião, samba e a bossa nova.

A turnê de divulgação de "My Way" incluiu shows importantes como a participação do trio na Primeira Virada Cultural de Brasília e no Festival de Música Instrumental e Arte Popular de Cavalcante. O Marlene Souza Lima Trio ainda gravou o programa Sesc Brasil Instrumental no Sesc Consolação em São Paulo e apresentou-se em diversas casas de jazz pelo país.

Acompanhada do baixista Jarbas de Souza e do baterista Daniel Oliveira (coordenador da escola de bateria "I Do" e ex-editor da revista Batera & Percussão), Marlene Souza Lima volta à São Paulo nesta semana para duas novas apresentações. Na quinta dia 15 o trio se apresenta no Jazz Nos Fundos em Pinheiros e na sexta dia 16 será a vez do Kabul Bar, na Consolação, receber o grupo e seu show intitulado "Autoral & Influências". No repertório, músicas do CD "My Way" e interpretações de compositores como John Scofield, Earl Klugh, Hermeto Pascoal e Toninho Horta numa textura mais voltada ao jazz-fusion, sem deixar de lado toda a brasilidade do trio.


Serviço - Jazz Nos Fundos

Marlene Souza Lima Trio
Data: 15 de Janeiro de 2015
Horário: 22h
Local: Jazz Nos Fundos - Rua João Moura, 1076 - Pinheiros - São Paulo/SP
Ingressos: R$ 25,00 (Lista de Desconto - http://jazznosfundos.net/#!6467)

Aceita dinheiro e cartões de débito.

Info: (11) 3083-5975 / http://jazznosfundos.net/


Serviço - Kabul Bar

Marlene Souza Lima Trio
Data: 16 de Janeiro de 2015
Horário: 21h
Local: Kabul Bar - Rua Pedro Taques, 124 - Consolação - São Paulo/SP
Ingressos: R$ 25,00 (Reservas com Desconto - reservas@kabul.com.br)


Acessibilidade para cadeirantes com banheiro exclusivo no térreo. Aceita dinheiro e cartões de débito.

Info: (11) 7885-6634 / www.kabul.com.br

Mais Informações:





Fonte: Som do Darma
A/C Eliton Tomasi
(15) 3211-1621

13/01/2015: Metal Media Management



Redquarter: confira vocalista interpretando clássico do Pantera


Uma das ideias mais bacanas que o REDQUARTER lançou em seu canal do You Tube foi a série "Se Errar Errou" e agora é a vez do vocalista Vitor Stone se arriscar na música "Fucking Hostile’" do lendário Pantera.

Para entender melhor, a ideia do "Se Errar, Errou" propõe que NENHUM áudio será editado ou manipulado de forma corretiva. Não haverá mais de um take, ou seja, se o músico errar, fica para a posteridade. Veja se Vitor foi bem:




Lembrando que está disponível o primeiro videoclipe da banda para a faixa que dá nome ao grupo: "Redquarter". As imagens foram captadas durante a apresentação do grupo no show de lançamento do EP "Innersight" em sua cidade natal, Teresópolis, Rio de Janeiro. A direção, edição e produção ficaram a cargo de Ricardo Estevão e João Tayt-Sohn, pela Radar Audiovisual.


O mais recente lançamento do grupo, o EP "Innersight" vem sendo recebido de forma extremamente positiva pela mídia especializada e pelos fãs de música pesada. O trabalho está disponível para download gratuito no site do REDQUARTER. Para baixar, visite:


Aos que se interessarem em ajudar o grupo, o EP digital pode ser comprado em lojas especializadas em venda online. Uma versão física também está disponível para compra diretamente com a banda store.redquarter.com.br

Sites relacionados:



Morfolk: anunciado desligamento de guitarrista


O veterano do Death Metal nacional MORFOLK anuncia que o guitarrista Gabriel Grisolia não faz mais parte do grupo, diferenças musicais e de ideais levaram a decisão mútua.

“Agradecemos ao Gabriel pelo tempo dedicado ao Morfolk e desejamos a ele todo o sucesso e felicidade do mundo daqui pra frente” comenta o guitarrista e um fundador da banda, Reinaldo Tio.


Em breve o novo membro será anunciado. Fiquem atentos!

O MORFOLK divulga seu recém-lançado disco "…Until Death", lançado pelo selo Violent Records e conta com oito músicas. O CD foi produzido por Leandro Queiroz e arte da capa pelo próprio baterista Daniel Sanchez.

A banda também divulga seu primeiro videoclipe. A música escolhida para o trabalho foi ‘Shadows Of Fear’. Para a produção, direção e edição fora convidada a renomada empresa paulista Extreme Audiovisual, assista:



Sites Relacionados:



Life In Black: novo nome formado por experientes músicos


Um novo grupo surge da união de músicos experientes do cenário metálico brasileiro. Batizada de LIFE IN BLACK, a banda pratica Heavy Metal Tradicional com altas doses de peso e pitadas generosas de Thrash Metal.

O LIFE IN BLACK conta com nomes já conhecidos do underground: Daniel Monfil (ex-Vengeance e Shadows of Dream) nos vocais, Ricardo Oliveira (ex-Inner Call e Metal Merchants) e Marco Alexandre (Poseidon) nas guitarras, Belmilson Santos (Poseidon e Old Boy) no baixo e Richard Brandelik (Lost Dogs) na bateria.

A banda gosta de frisar não se tratar de um projeto dos músicos e sim de uma banda estável. "Somos uma banda mesmo. A Montamos rápido e estamos trabalhando rápido. Em breve as novidades vão surgir", confirma o vocalista Daniel Monfil.

Já preparando o debut, a banda lançará a demo "Deviations of Human Mind" contando com as músicas "Solitary" e "Useless Gold" apresentando um pouco da cara e da proposta do LIFE IN BLACK.


Sites relacionados:



Imminent Attack: expectativa crescente para primeira turnê na Europa


Cada dia que passa os Mamutes estão mais perto de embarcar para sua primeira turnê pelo Velho Mundo, e, como não poderia ser diferente, a ansiedade aumenta.

"Estamos muito ansiosos, sabemos que poderemos fazer grandes shows por lá, mas não há como controlar o frio na barriga", comenta o vocalista Dinho Guimarães, que complementa: "contamos os dias para a viagem, é uma conquista muito grande poder mostrar nosso som em outro continente!"


O IMMINENT ATTACK excursionará pela Europa durante abril e maio deste ano e muito em breve as datas e detalhes dos shows serão anunciados.

Tratados carinhosamente como os Mamutes, a banda de Crossover lançou seu primeiro disco, "Deliver Us From Ourselves" no ano 2012, trabalho que foi aclamado como um dos principais lançamentos do ano e rendeu ao IMMINENT ATTACK citações de banda revelação.

Em 2014 os Mamutes lançaram o EP em vinil 7" "Couch Potato" e novamente mostraram que vieram para fincar seu nome no cenário nacional e agora, internacional.


Contato para shows e merchandise: kabeloduro@gmail.com

Sites Relacionados:



Fonte: Metal Media