30 de ago de 2013

Hate Handles: lançamento do álbum será adiado



Devido a problemas de saúde de Charles Magnabosco, vocalista da banda gaúcha de death/thrash metal HATE HANDLES, o grupo foi obrigado a adiar o lançamento de "Die In Hands of Believers", seu primeiro álbum, que está sendo gravado no Estúdio Nitro, ao lado do produtor Roger Fingle (Blood Tears, Seduced by Suicide).

Sobre a mudança de planos a banda comentou: "O planejado era ter lançado o álbum no inicio de agosto, mas nosso vocalista Charles teve um pequeno problema de saúde que o impossibilitou de gravar a última sessão de voz. Isso em nada prejudicou o trabalho, apenas adiou algumas semanas o lançamento. Recentemente fizemos um grande show em Caxias do Sul ao lado do Scelerata, onde o Charles mostrou estar se recuperando consideravelmente. No início de setembro entraremos em estúdio novamente, e em outubro o CD estará disponível para venda."


Em paralelo às gravações do disco a banda está trabalhando em um mini documentário com direção de Maicon Benato e Letícia Telassi.

Recentemente Charles comentou mais sobre o disco e suas expectativas para o futuro em entrevista ao blog Heavy Metal All Night. A matéria pode ser vista em http://metalallnight.blogspot.com/2013/07/hate-handles.html

Links relacionados:


Fonte: Metal Brasil
A/C Emanuel Seagal 

Aggression Tales: banda lança videoclipe do single “Post Human”


No dia 28 de agosto, a banda AGGRESSION TALES lançou oficialmente o videoclipe do single “Post Human”. Ainda no dia 17 do mesmo mês, o clipe foi apresentado para a imprensa no Zumba 13 Tattoo & Piercing, em São Paulo (SP). 

Dirigido por Pedro Graton e Arthur Rezende, o novo videoclipe foi gravado no último andar de um estacionamento e em outros cenários da capital paulista, e contou com a participação dos atores Irun Gandolfo e Zumba Treze, além de Vitor Rodrigues.

O conceito de “Post Human” foi baseado em um artigo filosófico lido pelo baixista Bruno Pompeo, que relata o nascimento do homem futuro, um ser nascido da união eugênica e tecnológica, resultante de uma transmutação ainda desconhecida que pode levar à extinção do conceito de humano. “A aceleração de cenas do videoclipe tenta criar uma conexão com a velocidade a qual a evolução humana se encontra no século em que vivemos, com um mundo esquizofrênico consequente da inabilidade humana de lidar com as rápidas mudanças resultantes do nascimento do novo ser do futuro, o pós-humano”, explica o baixista.

Para conferir o videoclipe acesse:


Sobre a banda

A AGGRESSION TALES é formada pelo baixista e vocalista Bruno Pompeo, o guitarrista Felipe Ruiz e o baterista Julio Príncipe, e teve início de suas atividades em 2006. As letras de suas músicas abordam conceitos reais e as diversas maneiras de comportamento e atitudes representadas e imortalizadas através de contos.

Mais informações sobre a banda em http://www.aggressiontales.com




Cross Over Chaos: os resultados da segunda turnê européia do Uganga





A banda mineira de Thrashcore fez 10 shows por oito países diferentes no último mês de julho

"Cross Over Chaos - European Tour 2013". Esse foi o título de mais uma turnê européia realizada com sucesso pelo UGANGA. Dessa vez, a banda mineira de Thrashcore realizou 10 shows ao longo de 15 dias de viagem no último mês de julho. 

Acompanhados pela banda polonesa de Thrash Metal Terrordome, o UGANGA se apresentou em países que não tinha tocado em sua primeira turnê de 2010, como Hungria, Áustria, França, Itália, Eslováquia e Eslovênia, além de Polônia e Suíça que já conheciam o poder de fogo dos mineiros.

De acordo com o vocalista Manu Joker, a "Cross Over Chaos - European Tour 2013" superou todas as expectativas e consolidou de vez a carreira internacional da banda.

"Pode soar redundante, clichê ou seja lá o que for, mas a verdade é que a segunda tour do Uganga pela Europa foi ainda melhor do que a primeira, que já tinha sido ótima", afirma categoricamente o músico. "Temos os pés no chão e não vamos pra lá sonhando com conto de fadas. Nós tínhamos consciência que poucas pessoas por lá sabiam "quem é esse tal de Uganga?" quando fomos pela primeira vez, por isso trabalhamos pesado para promover o Vol. 03, nosso primeiro lançamento no exterior. A resposta foi boa, a Metal Soldiers Records de Portugal fez o seu trabalho, nós fizemos o nosso junto com o nosso empresário Eliton Tomasi e com isso voltamos um pouco mais conhecidos dessa vez, porém nada além do que se encontra nos porões do underground em qualquer lugar do mundo. Vale ressaltar o corre dos caras do Terrordome que são uma baita banda e trabalharam pesado pra que essa tour rolasse como rolou." 



É notável a quantidade de bandas brasileiras que tem se aventurado pelas estradas européias nos últimos anos. Não encontrando no Brasil um mercado favorável com oportunidades e condições adequadas, cada vez mais bandas de heavy metal tem focado seu trabalho no exterior em busca de reconhecimento.

O UGANGA não foge à regra, todavia, o trabalho do grupo no exterior não é pontual, mas vem sendo construído já há alguns anos e com perspectivas de crescimento e retorno cada vez melhores.

"No geral as condições oferecidas por lá são melhores do que aqui", continua Joker. "Vivemos num belo país que é o Brasil porém governado por porcos ladrões. Lá você tem equipamentos melhores, casas mais estruturadas, pontualidade e cachê justo na maioria dos casos. Mas, para mim, o que mais marcou nesse segundo giro foi a reação das pessoas à nossa música, afinal, fomos lá pra tocar! Foi muito gratificante ver que mesmo cantando em português, tínhamos uma excelente resposta noite após noite com as pessoas agitando durante todo o set, gritando o nome da banda, comprando merchandise e nos procurando para conversar e tirar fotos depois das apresentações. Tenho certeza que a nossa terceira turnê pela Europa será ainda melhor do que foi a segunda e assim por diante. Mantendo a cabeça no lugar, podemos ir bem além de onde estamos agora".

O UGANGA lançou essa semana um vídeo da nova música "Moleque de Pedra" gravada ao vivo no Zberny Music Club em Ozimek na Polônia durante a "Cross Over Chaos". Confira: 



Além do vocalista Manu "Joker" (famoso por também ter sido baterista do Sarcófago), o UGANGA é formado por Christian Franco (guitarra), Thiago Soraggi (guitarra), Raphael "Ras" Franco (baixo) e Marco Henriques (bateria). 

A segunda turnê européia do UGANGA teve por objetivo a divulgação do mais recente lançamento da banda, o álbum ao vivo 'Eurocaos Ao Vivo', gravado na Alemanha e Portugal em 2010. 


No momento, o grupo prepara-se para lançar seu quarto álbum de estúdio, o quinto da carreira. Intitulado Opressor, o disco foi produzido por Gustavo Vazquez (Black Drawning Chalks, Macaco Bong, Krow, Hellbenders) e vai reunir 10 faixas inéditas, além de uma regravação para um clássico do metal brasileiro que em breve será anunciado. 

Mais informações:



Fonte: Som do Darma
Management, Shows e Informações para a Imprensa
A/C Eliton Tomasi
(15) 3211-1621
Crédito Fotos: Eddie Shumway
Cópias promocionais de "Eurocaos Ao Vivo" disponíveis para resenha mediante solicitação.

Imagery assina contrato internacional com a Cleopatra Records





Bandas como Tangerine Dream, Hawkwind e Nektar também fazem parte do cast da gravadora americana

Com apenas cinco anos de carreira e um disco lançado, a banda de rock/metal progressivo IMAGERY já tem muito do que se orgulhar.

Em março do ano passado, fizeram o show de abertura para o FOCUS, lenda do rock progressivo mundial. 

'The Inner Journey', seu disco de estréia, foi indicado para Prêmio Dynamite como um dos "Melhores Álbuns de Heavy Metal" de 2012.  

O debute foi muito bem recebido por toda a imprensa nacional e recebeu nota máxima em alguns sites, entre eles o Rock On Stage que chegou a dizer que o IMAGERY "não deve nada para bandas como Dream Theater e Fates Warning". 

Dentre essas e outras conquistas, talvez uma das mais importantes seja a que a banda vem agora anunciar: a assinatura de um contrato com uma gravadora internacional!

O IMAGERY acabou de assinar um contrato de distribuição com a gravadora americana Cleopatra Records que agora vai disponibilizar o álbum The Inner Journey para a América do Norte, Europa e Ásia.

Localizada em Los Angeles, Califórnia, a Cleopatra Records já tem 20 anos de atuação e é uma das maiores referencias do mercado fonográfico no segmento do rock progressivo. Entre seu cast de artistas, estão nomes lendários como Tangerine Dream, Hawkwind, Nektar, entre outros. 

Os músicos do IMAGERY registraram em vídeo o momento da assinatura do contrato com a Cleopatra Records na noite do último dia 26 de Agosto no estúdio da banda em Londrina/PR. Confira: 


O IMAGERY atualmente conta com os músicos Joceir Bertoni (vocal/guitarra), Ricardo Fanucchi (baixo), Bruno Pamplona (bateria) e Henrique Loureiro (teclado). 

A banda também lançou recentemente seu primeiro videoclipe da música "Start The War": 



Mais Informações:




Fonte: Som do Darma
Management, Booking e Informações para Imprensa
A/C Eliton Tomasi
(15) 3211-1621

Crédito Foto: Fabio Mata 

Incite - All Out War (CD)

Minus Head Records 
Importado
Nota 8,5/10

Por Marcos Garcia

Definitivamente, a família Cavalera contribui há muito contribui para o Metal mundial, e depois de SEPULTURA, SOULFLY e CAVALERA CONSPIRACY, é a vez do quarteto INCITE, de Phoenix, Arizona, banda de Richie Cavalera (filho de Gloria e Max Cavalera) chegar pondo as paredes para tremerem com seu mais recente trabalho, ‘All Out War’, um martírio para aqueles seus vizinhos chatos que adoram encher seus ouvidos com funk, pagode, axé ou gospel. Hora da retribuição!

O quarteto foca suas energias em um trabalho que transita entre o Thrash Metal mais agressivo com fortes doses de Groove Metal, boas melodias e estruturas harmônicas aqui e ali, sempre firme, empolgante e pesado, com vocais gritados de forma aguda, riffs de guitarra absurdamente pesado e densos, baixo e bateria bem entrosados e pesados, com boas mudanças de andamento.

Produzido por Logan Mader (que também é o engenheiro de som e responsável pela mixagem e masterização do disco, e já trabalhou com SOULFLY, FEAR FACTORY, DEVILDRIVER, entre outros) e pelo próprio quarteto, a produção é limpa e intensa, deixando cada instrumento bem evidente e brilhante, mas em seu devido lugar e volumes certos. A arte, feita por Zak Sofaly (baterista do grupo) ficou muito boa para a capa, e encarte e contracapa estão em negro com letras em branco, em uma simplicidade extrema, mas funcional. 

Agora, falar do lado musical do grupo é um prazer, já que ‘All Out War’ é pesado, vigoroso e empolgante do início ao fim, sem deixar espaços para comentários negativos, mantendo um nível musical alto o tempo inteiro.

Há destaques como na ótima ‘The Aftermath’ (que se foca mais em um andamento intenso, com belo trabalho de guitarras e vocais), assim como a bruta ‘4ever Loko’ (já com doses generosas de Groove e mudanças de andamentos interessantes), a mais cadenciada e cheia de feeling insano ‘Hopeless’ (reparem bem a força da base baixo/bateria), e na bela, intimista e opressiva ‘Nothing Remains’, que de tão bem feita, todos os membros mostram um trabalho digno de nota. Mas não se iludam: o disco inteiro é ótimo.

Um belo trabalho, uma banda ótima e que está no caminho certo, e que só necessita de que o público lhes dê uma ouvida com bastante carinho, pois a retribuição será certa. 



Tracklist:

01. The Aftermath
02. 4ever Loko
03. Feel the Flames
04. Hopeless
05. Retaliation
06. Exposed
07. Nothing Remains
08. Die Alone
09. Consequences of Life
10. Departure


Formação:

Richie Cavalera - Vocais
Dis - Guitarras
Luis Marrufo - Baixo
Zak Sofaly – Bateria


Contatos:


Infestatio - F.Y.A. (EP)

Independente 
Nacional
Nota 8,0/10

Por Marcos Garcia


O Thrash Metal realmente está à toda faz um bom tempinho, com boas bandas pululando de tudo que é canto do mundo, e no Brasil, terra sempre promissora no estilo, sempre vemos bom nomes surgindo aqui e ali, dispostos a fugir do padrão "Retro-Thrash" que infesta a cena Metal nacional, buscando dar uma oxigenada no gênero, mesmo quando não buscam serem inovadores. E o furioso quarteto INFESTATIO, de Jundiaí, chegaram dispostos a deixarem todos com os ouvidos apitando com o EP 'F.Y.A.', que acaba de ser lançado de maneira independente.

Realmente, a banda não chega a ser inovadora, mas sua forma personalizada de fazer Thrash Metal inspirado nas escolas alemã e brasileira merece aplausos, pois sua fúria na execução das faixas é de deixar os dentes trincados devido a tanta brutalidade, mas sem perder a noção melódica. Vocais bem agressivos e quase rasgados, riffs intensos e solos com boas melodias, base baixo/bateria bem entrosada e com boa técnica, resultando em uma regurgitada de agressividade e brutalidade bem empolgante, seja quando eles fazem algo rápido, ou quando buscam algo mais cadenciado e intenso.

Gravado nos Estúdios Jardim Elétrico, produzido por Rafão, que também cuidou da mixagem junto com Rogério S., e masterização do Wink Estúdio, a produção está em um nível legal (embora pudesse ser melhor, mas pela enésima vez: bancar a si mesmo não é um trabalho simples e barato), permitindo-nos ouvir o som da banda em seus mínimos detalhes, mas mantendo a brutalidade esporrenta da banda intacta. A arte, feia pelo Zombie Tatoo, ficou bem simples, direta e eficiente, como a música da banda pede.

Musicalmente, a banda foca bastante em um trabalho que mixa um trabalho ora veloz, ora cadenciado, com uma rispidez bem bruta, mas sem perder a mão nas melodias ou isento de uma boa técnica, e assim, o saldo é positivo.

Abre o disco com uma faixa que começa mais cadenciada e intensa, que depois começa a alternar com momentos mais velozes, ‘Shadowless’, com riffs bem insanos e bem postados. Em seguida, a empolgante ‘F.Y.A.’, que tem com um andamento ganchudo à lá ANTHRAX em seus bons tempos, com baixo e bateria roubando a cena. Já ‘The Shark’ é mais refreada e com boas mudanças de andamento, com vocais e guitarras se destacando nos solos. ‘War is the Answer’ é outra pancada seca, de velocidade moderada (mais não ausente), assim como ‘Bleed the Lies’, ambas bem pesadas e com vocais roucos bem interessantes.

Uma bela estreia com dignidade e que merece uma conferida com carinho, pois é uma boa revelação.



Tracklist:

01. Shadowless
02. F.Y.A.
03. The Shark
04. War is the Answer
05. Bleed the Lies


Formação:

Rafael "Rafão" Neves - Guitarras, Vocais
Reginaldo "Regi" Iobbi - Guitarras
Diego "Negão" Necromancer - Baixo
André "Fanta" - Bateria


Contatos:


Open the Road Fest: festival reunirá D.R.I., Benediction, Ratos de Porão e Violator em São Paulo






Show acontece no Via Marquês em Dezembro


A produtora Open The Road acaba de anunciar um grande festival com as bandas D.R.I., BENEDICTON, RATOS DE PORÃO e VIOLATOR, no Via Marquês, em São Paulo, no dia 15 de Dezembro.

O festival , que terá o nome “OPEN THE ROAD FEST”, será imperdível, já que terá gigantes do Crossover, Death Metal e uma das bandas mais queridas do Thrash Metal brasileiro, na atualidade.

Fique atento, nos próximos dias serão revelados os detalhes, como venda de ingressos, locais de venda, horários, etc.

Sobre as bandas:

D.R.I.

Banda formada em 1982 nos E.U.A., começou como uma banda de punk, hardcore, e mais tarde foi de encontro ao thrash metal, sendo um dos criadores do crossover. A banda possui 7 álbuns de estúdio e 3 ao vivo (2 DVDs). A formação atual conta com os fundadores Spike Cassidy (guitarra) e Kurt Bretch (vocal), além de Rob Rampy (bateria, na banda desde 1999) e Harald Oimoen (baixo, na banda desde 1999).


BENEDICTION

O Benediction foi formado em Birmingham, Inglaterra, em 1989 e é a banda responsável por revelar o vocalista Mark “Barney” Greenway, que ficou mundialmente conhecido como o vocalista do Napalm Death. A banda possui 7 álbuns de estúdio. Atualmente é composto por Darren Brookes (guitarra), Peter Rew (guitarra), Dave Hunt (vocal), Frank Healy (baixo) e Per Karlsson (bateria). Eles prometem tocar na íntegra um de seus maiores clássicos, o álbum “Transcend The Rubicon” de 1993 – além de outros de sua longa carreira.


RATOS DE PORÃO

O quarteto é uma das maiores e mais antigas do Brasil, assim como o D.R.I., um dos gigantes do crossover. Formado em 1981 em São Paulo, o R.D.P. (como também é conhecido), possui 12 álbuns de estúdio, 2 ao vivo, 2 DVD’s e inúmeros splits. Entre seus maiores trunfos, estão pérolas como “Cada Dia Mais Sujo E Agressivo” (1987), “Brasil” (1989) e “Anarkophobia” (1990). A formação traz João Gordo (vocal), Jão (guitarra), Juninho (baixo) e Boka (bateria).


VIOLATOR

Apesar de ser o mais novo do cast – formado em 2002, em Brasília – o Violator possui prestigio de sobra, sendo uma das bandas mais aclamadas aqui no Brasil. A banda acaba de lançar “Scenarios Of Brutality”, álbum que vendo sendo considerado o melhor de sua carreira, que inclui ainda mais 2 álbuns, 2 EP’s, 1 DVD e 4 Split’s.  O Violator é formado por Poney (vocal e baixo), Capaça (guitarra), Cambito (guitarra) e Batera (bateria).




Sites relacionados:




Max Cavalera - My Bloody Roots (Livro)

Fonte da imagem: página oficial do Soulfly no Facebook
Agir Editora - Nacional


E após 4 dias de uma agradável leitura, podemos enfim dar um parecer a 'My Bloody Roots', a biografia de Max Cavalera que acaba de ser lançada.

A primeira coisa que salta os olhos é o fato de que não há um narrador escrevendo o livro, baseado em revistas, livros ou programas de TV, já que todas as linhas são, na realidade, escritas pelo próprio Max, e assim, a leitura deixa de ter aquele caráter rígido da formalidade profissional para ser mais fluida e informal, e de certa forma, mais autêntica com a realidade dos fatos narrados. Mas ao mesmo tempo, não tem aquele jeitão de “diário”, ou seja, apesar de ter sido ordenado cronologicamente, não existe aquela coisa de “hoje meu dia foi...” que tornaria a leitura maçante. E garantimos: a leitura dessa biografia poderia ser tudo, menos chata e enfadonha. E isso sem mencionar o prefácio de Dave Grohl, que está mais para um depoimento de um fã, e por este motivo, antenado com todo o conteúdo do livro, pois são as palavras de um fã da banda.

Confirmando a veracidade de cada momento, existem depoimentos de músicos, familiares e outras pessoas que estiveram (ou ainda estão) ligadas à vida de Max, como Gloria (sua esposa e empresária), Iggor (seu irmão), Vânia (sua mãe), David Vincent (que participou de uma faixa do SOULFLY), Marc Rizzo (guitarrista do SOULFLY e amigo de longa data), Michael Whelan (o artista que criou as capas de 'Beneath the Remains', 'Arise', 'Chaos A.D.' e 'Roots'), Monte Conner (da Roadrunner Records), entre tantos outros.

É interessante ver a história de vida de Max sob sua ótica, e ver pontos baixos (como a morte do pai ainda muito criança, a mudança de SP para BH, a passagem do enteado Dana, sua saída do SEPULTURA, e mesmo a bela narrativa sobre sua luta contra o alcoolismo e vício em analgésicos) e altos (a subida ao sucesso, a volta com o SOULFLY, a reconciliação com o irmão Iggor e sua completitude ao compor/gravar/tocar), e é impossível ao leitor não se envolver, não sentir em si mesmo as tristezas e alegrias pelas quais a vida de Max foi permeada. Há uma sinergia incrível, e Max realmente cativa o leitor a cada momento.

Obviamente, existem fotos de Max em várias situações: ainda como criança, com o SEPULTURA ainda começando a engatinhar em BH, das turnês posteriores, a visita aos índios Xavantes durante as gravações de ‘Roots’, já com o SOULFLY e com a própria família, tudo mantendo sempre um clima muito intimista e confortável ao leitor, que começa a se sentir membro da família.

Uma leitura excelente, que merece ser feita e refeita, e ao final dela, sentimos que uma comparação que este autor já fez anteriormente: Max realmente é o Ozzy Brasileiro, pois já transcendeu o fato de ser um simples músico, para entrar no Hall das grandes personalidades do Metal de todos os tempos, seja no Brasil, seja no exterior.

E o melhor de tudo: está história ainda está sendo escrita, pois o leitor e o próprio Max ainda estão aqui, com muito a dizer um ao outro...

Confronto assina com selo argentino e já prepara turnê pelo Brasil






Banda já tem shows agendados pelo país – foto: Mauricio Santana

O CONFRONTO, um dos nomes mais respeitados do cenário Metal/Hardcore sulamericano, anuncia que assinou contrato com a gravadora argentina Vegan Records para o lançamento do tão aguardado novo álbum “Imortal”. O selo irá distribuir este trabalho por toda América Latina.

Enquanto este registro fonográfico não chega ao mercado, Felipe Chehuan (vocal), Max Moraes (guitarra), Eduardo Moratori (baixo) e Felipe Ribeiro (bateria) estão trancafiados em estúdio ensaiando a performance da nova turnê. Os músicos recentemente publicaram no Youtube recado aos fãs comentando sobre a expectativa e os preparativos desta excursão. Confira o vídeo: 


O Confronto já tem diversos shows agendados pelo país:
04/10 – Morro Stock Fest – Sapiranga/RS – c/ Krisiun, Ratos de Porão
05/10 – local a confirmar – Curitiba/PR
06/10 – local a confirmar – Londrina/PR
13/10 – Rancho - Brutal Massacre Fest – Guarulhos/SP
02/11 – local a confirmar – Vila Velha/ES
15/12 – Lira de Ouro – Duque de Caxias/RJ

“Imortal” será lançado, no Brasil, ainda neste semestre, pela Urubuz Records, selo representante das gravadoras Century Media, Metal Blade e AFM no Brasil. Este disco foi gravado no estúdio Superfuzz, no Rio de Janeiro, e conta com as participações especiais de João Gordo (Ratos de Porão), Carlos "Vândalo" Lopes (Dorsal Atlântica), Felipe Eregion (Unearthly), além de Jonathan Cruz, Caio Mendonça e Paulo Doc, do Lacerated and Carbonized.

Produtores interessados em contratar o espetáculo do Confronto, Krisiun e Every Man Is Na Island devem entrar em contato com a Agência Sob Controle no e-mail sobcontroleproducoes@yahoo.com.br.

Links relacionados:




A/C Costábile Salzano Jr
11 4241.7227 | 11 9 6419.7206 | 13 9161.6267


Próximas divulgações THE ULTIMATE MUSIC - PR:
06/10 – Sampa Music Fest 10 (A Banca, CPM 22, Gloria, Rancore, Deny e Johnwayne) – Espaço Victory – SP/SP
13/10 – Anathema – Carioca Club – SP/SP
13/10 – Confronto (Brutal Massacre 2) – Rancho – Guarulhos/SP
22/11 – Mindflow – Manifesto – SP/SP


Mais infos sobre os shows acima, acesse https://www.facebook.com/UltimateMusicPR.

Syren: band release video "The End"



To promote the album "Heavy Metal", the  SYREN band launched in his official YouTube channel,  new music video  "The End".

The video was  produced by Cynthia Gale in partnership with the SYREN band.


In the meantime, SYREN continues pre-producing their new studio album,  untitled. More information, access: www.officialsyren.com

Syren: banda lança vídeo clipe de “The End”


Com o objetivo de finalizar o trabalho de promoção do álbum “Heavy Metal”, a banda SYREN acaba de lançar em seu canal oficial do You Tube, o seu novo vídeo para a música “The End” – primeiro VT com nova formação.

O material completo contou com a produção de Cíntia Ventania em parceria com a banda SYREN   O vídeo já pode ser conferido: 


Em paralelo, a SYREN continua pré-produzindo o seu novo álbum de inéditas, ainda sem título definido. Mais informações, acessem: www.officialsyren.com




BACKSTAGE traz Black Sabbath, Iron Maiden, Slayer e as novas do Annihilator, Hatebreed e Rage





Ozzy Osbourne e Tommy Iommi se divertem durante show nos EUA

O BACKSTAGE, programa de rádio mais tradicional dedicado ao Heavy Rock do Brasil e que este ano comemora 25 anos de existência, deste final de semana apresenta mais novidades aos fãs de heavy metal.

O programa produzido e apresentado por Vitão Bonesso estreia as novas composições do Annihilator, que está lançando o álbum "Feast", as faixas do Hatebreed que compõem "The Divinity Of Purpose" e traz também os alemães do Rage, que está disponibilizando trabalho ao lado da Lingua Mortis Orchestra. Estes lançamentos já fazem parte da programação 24 horas da Rádio Backstage (www.radiobackstage.com).

Os outros destaques da edição n° 1342 são Black Sabbath ao vivo em Austin (TX), Evile, Carcass, Kataklysm, Frank Marino & Mahogany Rush e entrevista com a banda jundiaiense Dharma 101. No segmento dedicado aos pedidos dos ouvintes, Slayer, Crowbar e Iron Maiden, e no tradicional bloco "Backstage The Classics", sons de Rush, Gary Moore e Trapeze.

O programa BACKSTAGE vai ao ar todo domingo das 22 às 24 horas pela KISS FM (102,1 MHZ – SP). Para quem não é da região metropolitana de São Paulo, Baixada Santista, Campinas e Brasília, e quiser conferir o programa, pode ouvir ao vivo pela internet, através do site www.kissfm.com.br.

Programa BACKSTAGE – 1988–2013 – 25th Metal Years!
Domingo das 22 às 00h
Kiss FM 102,1 MHZ - São Paulo e Grande São Paulo
107,9 MHZ - Campinas e região
103,7 MHZ - Litoral Paulista
94,1 MHZ - Brasília - DF e região
Ouça pela internet acessando: www.kissfm.com.br
Rádio Backstage: www.radiobackstage.com (.br) – 7 anos transmitindo 24 horas com canais dedicados ao Heavy Rock e ao Classic Rock.




Costábile Salzano Jr
11 4241.7227 | 11 9 6419.7206 | 13 9161.6267


Próximas divulgações THE ULTIMATE MUSIC - PR:
06/10 – Sampa Music Fest 10 (A Banca, CPM 22, Gloria, Rancore, Deny e Johnwayne) – Espaço Victory – SP/SP
13/10 – Anathema – Carioca Club – SP/SP
13/10 – Confronto (Brutal Massacre 2) – Rancho – Guarulhos/SP
22/11 – Mindflow – Manifesto – SP/SP
Mais infos sobre os shows acima, acesse https://www.facebook.com/UltimateMusicPR.