24 de mar de 2014

HIM finalmente estreia no Brasil esta semana



Finlandeses vem pela primeira vez ao país em 22 anos de carreira – foto: divulgação
Banda é uma das atrações mais esperadas das últimas duas décadas

E o Love Metal vai invadir São Paulo! A banda finlandesa HIM, uma das atrações mais aguardadas a desembarcar no Brasil nos últimos tempos, finalmente vai estrear no país, após 22 gloriosos anos de carreira.

Ville Valo (vocal), Mikko Lindström (guitarra), Mikko Paananen (baixo), Mika Karppinen aka Gas Lipstick (bateria) e Janne Puurtinen (teclado), fazem única apresentação, neste domingo (30/03), pontualmente às 21h30, no HSBC Brasil. Esta é mais uma realização da Rádio & TV Corsário, produtora que também está trazendo o Megadeth (04/05/14 – Espaço das Américas – São Paulo).

Os fãs interessados em conferir esta performance histórica na capital paulistana ainda podem garantir presença. Apesar de vários setores estarem esgotados há muito tempo, ainda restam ingressos de pista. Um novo lote foi aberto nos últimos dias. Mais informações no serviço abaixo.

Neste momento, o HIM está em plena turnê promocional do bem-sucedido álbum “Tears on Tape” (Universal Music), possuem uma extraordinária carreira com milhões de discos vendidos em todo Mundo.

Com uma lista de hits absolutos como "For You", "Your Sweet Six Six Six", "Wicked Game" (cover de Chris Isaak), "The Heartless", "When Love and Death Embrace", "(Don't Fear) The Reaper" (cover de Blue Öyster Cult), "Poison Girl", "Join Me in Death", "Right Here in My Arms", "Buried Alive By Love" e "The Funeral of Hearts", e uma série de álbuns que se tornaram clássicos -  como “Greatest Love Songs Vol. 666” (1997), “Razorblade Romance” (1999), “Love Metal” (2003) e “Venus Doom” (2007), o Love Metal do grupo se estabeleceu como um fenômeno global.

A tão aguardada excursão pela América Latina consiste, por enquanto, nas seguintes datas:
30/03/2014 - HSBC Brasil – São Paulo, Brasil     
01/04/2014 - Teatro Caupolican – Santiago, Chile     
03/04/2014 - Teatro Flores – Buenos Aires, Argentina     
04/04/2014 - Teatro Flores – Buenos Aires, Argentina
Show no México será anunciado nas próximas horas.

Links relacionados:

Serviço São Paulo
Rádio & TV Corsário orgulhosamente apresenta HIM no Brasil
Dia: 30 de março de 2013, domingo
Horário: 21h30 (showtime)
Abertura da casa: 20h
Local: HSBC Brasil
End: Rua Bragança Paulista, 1281 – Chácara Santo Antônio

Informações e compra de ingressos:
# BILHETERIAS HSBC BRASIL - Rua Bragança Paulista, 1281 / Chácara Santo Antônio.
(Horário de atendimento até o dia 23/12: segunda a sábado, das 10h às 21h e domingos e feriados, das 10h às 20h)

# COMPRA POR TELEFONE - Ingresso Rápido - Tel: 4003-1212
(Horário de atendimento: segunda a sábado, das 9h às 22h)
(Formas de Pagamento: cartões de crédito Visa, Mastercard, Credicard, Diners);

# COMPRA PELA INTERNET
(Formas de Pagamento: cartões de crédito Visa, Mastercard, Credicard, Diners);

# PONTOS DE VENDA CAPITAL, INTERIOR E OUTROS ESTADOS

Taxa de Compra através da Ingresso Rápido
Compra em ponto-de-venda: 15% do valor do ingresso
Entrega em domicílio Grande São Paulo: R$ 15,00
Entrega em domicílio São Paulo Capital: R$ 10,00
Retirada na bilheteria: R$ 5,00

Para a compra de ingressos para estudantes, aposentados e professores estaduais, os mesmos devem comparecer pessoalmente portando documento na bilheteria respectiva ao show ou nos pontos de venda da Ingresso Rápido. Esclarecemos que a venda de meia-entrada é direta, pessoal e intransferível e está condicionada ao comparecimento do titular da carteira estudantil no ato da compra e no dia do espetáculo, munido de documento que comprove condição prevista em lei.

BILHETERIA

Camarote: ESGOTADO
Frisa: ESGOTADO
Cadeira Alta: ESGOTADO
Pista Vip: ESGOTADO
Pista 3° Lote: R$ 240,00 (NITEIRA) | R$ 120,00 (MEIA)

Capacidade: 4000 lugares
Censura: 14 anos (desacompanhados). Menores dessa idade somente acompanhados dos pais ou responsáveis.
Duração: Aproximadamente 1h30
Abertura da Casa: 2h antes do espetáculo
Estacionamento: Hot Valet (com manobrista)
Aceitamos dinheiro e cartões de débito e crédito (Visa, Mastercard, Credicard e Diners)
Não aceitamos cheques
Acesso para deficientes físicos
Ar condicionado





A/C Costábile Salzano Jr
11 4241.7227 | 11 9 6419.7206 | 13 9161.6267

e

A/C Cristiane Batista
11 5646-2109

Uma homenagem a Paulo Schroeber


Bem, são mais de 20:00 de uma segunda-feria chuvosa, dia 24/03/2014. Há quase uma hora, recebi a confirmação: infelizmente, o irmão Paulo Schroeber, conhecido por seu trabalho com bandas como ALMAH, ASTAFIX, FALL UP, NAJA, HAMMER e FEAR RITUAL, veio a falecer, infelizmente, devido à problemas cardíacos e preenchimento de seus pulmões com líquido.

Há pouco tempo, eu, Marcos "Big Daddy" Garcia, resenhei seu disco solo "Freak Songs", que me foi enviado pelo parceiro Rômel Santos, da Island Press, como há dois anos tive o prazer de resenhar o CD "End Ever" e o DVD "Live in São Paulo", ambos do ASTAFIX, que me foram enviados pelos parceiros Rodrigo Balan e Débora Brandão, da Metal Media Management. E óbvio que fiquei fã de do trabalho de guitarras de Paulo, e cheguei a adicioná-lo no Facebook na primeira semana de março deste ano, mas nunca tive como trocar algumas palavras com ele, pois infelizmente, ele teve que partir antes disso.

Mas a certeza que fica para mim é que Paulo era uma pessoa ótima, um grande amigo, um sujeito simpático e bem amistoso, de grande simplicidade, e tudo isso refletido nas alegrias que suas mãos nos concederam. E agora, ele continuará vivendo em cada música gravada, no sorriso de cada fã que o conheceu, de cada amigo que ele teve, dentro e fora do mundo musical, e no amor da família em que ele veio a este mundo nesta vida. Seu coração não parou, apenas pulsa eternamente em nossas memórias e nas músicas que ele gravou.

Costumo dizer que ninguém realmente vai embora, mas que vive em nossos corações, e na crença Budista, acabamos indo e voltando nessa infinita roda de Samsara em que estamos, onde nascemos, crescemos, adoecemos, envelhecemos e enfim morremos, para depois renascer e começar tudo de novo. E gostaria de, se possível, na próxima vinda nessa terra, de poder te reencontrar e ter tempo de bater papo, de admirar seu talento e, se possível, me tornar de fato seu amigo, de apertar a sua mão, de abraçar e dizer com um sorriso no rosto: Somos irmãos!

Ah, e obviamente de te pedir uma de suas palhetas, nem adianta fugir, hehehehehe...

Ele foi na nossa frente, e se chegarmos a encontrá-lo do outro lado, tenho certeza que Paulo está preparando tudo para nós, empunhando sua guitarra mais uma vez, fazendo uma jam enorme com Jimi Hendrix, John Bonham, Bon Scott, Freddie Mercury, Hélcio Aguirra, Ronnie James Dio, Jon Lord, Gary Thain, Phil Lynott, Cliff Burton, Eric Carr e tantas outras feras da música que nos deixaram cedo.

Fica a tristeza de todos nós, familiares, fãs e amigos, mas também fica a clara a idéia de que fomos abençoados por podermos, de uma forma ou outra, ter encontrado Paulo por aqui, e porque sua Luz interior brilhou um pouco sobre nós. E eu desejo, a toda a família de Paulo, aos amigos próximos, aos colegas das bandas que tocaram com ele, toda a força do mundo, e que se sintam nesse momentos abraçados por mim, que partilho com vocês essa perda inestivável.

Obrigado por tudo, Paulão, e continue aí, do outro lado, detonando as seis cordas, e que quando você voltar, que possamos enfim nos encontrar e sermos amigos...


Com amor e afeto, do irmão no Metal,

Marcos "Big Daddy" Garcia

Gostaria de dizer para você que viva como quem sabe que vai morrer um dia, e que morra como quem soube viver direito.
Amizade só faz sentido se traz o céu para mais perto da gente, e se inaugura aqui mesmo o seu começo.
Mas, se eu morrer antes de você, acho que não vou estranhar o céu.
"Ser seu amigo, já é um pedaço dele..." (Chico Xavier)






Imminent Attack: Anunciando mudanças na formação




Os mamutes anunciam uma mudança em sua atual formação. O baixista Alan Magno deixa o grupo e Ivan Carlos, está de volta.

Alan Magno deixa as quatro cordas para se forcar em novos projetos, incluindo sua nova empreitada: a loja especializada Metal Maximus. Ivan, que já tocou no IMMINENT ATTACK,estava afastado temporariamente por problemas particulares.

O grupo já está em estúdio preparando um novo álbum e paralelamente continua na promoção de seu mais recente lançamento o EP 7” ‘Couch Potato’.


O vinil conta com quatro faixas e foi gravado no estúdio CasaNegra, sobre a supervisão do renomado músico e produtor Rafael Augusto Lopes.

Já a capa novamente ficou nas mãos de Carlos Cananea, gênio por trás da premiada capa do debut ‘Delivers Us From Ourselves’.

O trabalho foi lançado no Brasil pelo selo 13 Records (Zumbis do Espaço, Nitrominds, Grinders, entre outros).

Para entrar em contato com a banda e agendar shows: kabeloduro@gmail.com

Sites Relacionados:


Fonte: Metal Media

Hellmotz: Primeira parte do vídeo da gravação das guitarras está disponível




Depois de apresentar um pouco das gravações da cozinha, o HELLMOTZ segue agora apresentado o trabalho feito pelas guitarras.

O primeiro vídeo mostra a gravação das guitarras de Marcos Thadeu Lima, confira:


Os outros vídeos já disponíveis podem ser conferidos pelos links:

As gravações e produção estão sendo feitas no estúdio Anúbis Homestudio com o produtor Aldo Carmine, que também já produziu Rhevan, Shadows Legacy, entre outros.

Para quem ainda não conhece o HELLMOTZ, em seu som podemos sentir influências do Thrash e Death Metal, que se misturam com música sulista americana, Country e mesmo da cultura regional de seu estado, o Mato Grosso do Sul.

Confira uma música:


Contato para shows e merchandise: hellmotzsouthernmetal@gmail.com

Sites relacionados:


Fonte: Metal Media

Paulo Schroeber: nota oficial sobre falecimento do músico




Após vários dias internado para tratamento do coração na UTI do Hospital Nossa Senhora Medianeira (Hospital do Círculo), em Caxias do Sul - RS, PAULO SCHROEBER, um dos guitarristas mais talentosos do Brasil, não resistiu e faleceu nesta segunda-feira (24/03). O procedimento de reconfiguração do aparelho cardíaco não surtiu efeito e o músico precisava urgentemente de um transplante. O quadro se agravou devido ter formado água em seus pulmões em razão do crescimento do coração, que pressionava este órgão, o que o deixava com dificuldades para respirar.

“Em nome Island Press agradeço o imenso carinho, admiração e respeito dos fãs e amigos ao Paulo, principalmente nas redes sociais. Torcemos e oramos muito pela sua vida. Em homenagem ao músico, iremos manter PAULO SCHROEBER no cast, afim de que jamais sua arte seja esquecida pelo público.”

Rômel Santos

Links relacionados:


Fonte: Island Press

Black Oil: Guitarrista comenta sobre cancelamento do Hell & Heaven Fest




Realmente o que toda a comunidade metálica latino-americana temia aconteceu: o maior festival voltado à música pesada do México foi cancelado.

A despeito de acusações trocadas, a verdade é que, diferentemente do ocorrido no Metal Open Air em terras brasileiras, o evento mexicano estava todo pronto e organizado pela produção, mas por decisões políticas o evento foi embargado.

O BLACK OIL, uma banda que sempre se posicionou claramente em todos os assuntos, se solidariza com a produção do evento e a apoia plenamente.


“Acompanhamos todo o trabalho da produção, desde o começo do projeto do festival para esse ano, são pessoas honestas e trabalhadoras e não mereciam ter sofrido esse golpe com tão pouco tempo faltando para a realização do evento. Foi um ato desrespeitoso. Fica nosso apoio a toda a produção do Hell & Heaven.” – declara Adassi Addasi.

Confirmado como headliner de um dos palcos, o BLACK OIL já havia tocado no festival em anos anteriores e sempre gozou de um carinho especial por parte do público mexicano.

Agora a banda volta a focar-se em seu novo álbum de estúdio, que vem juntando uma legião estelar de músicos e produtores para a empreitada.

Ouça uma música do álbum “Not Under My Name”:


Contato para shows e merchandise:  fuelmusic@hotmail.com

Links relacionados:


Fonte: Metal Media

Executer: ‘Helliday’ já disponível para venda




Após aproximadamente oito anos, o aguardado novo disco de estúdio do EXECUTER está lançado e disponível para venda.

Com o título de ‘Helliday’ o quarto álbum sucede diretamente ‘Welcome To Your Hell’ de 2006 e novamente trás o Thrash Metal característico do quarteto paulista, ainda mais maduro e violento.


‘Helliday’ foi gravado no estúdio Pínola, em Amparo/SP e produzido pelo próprio EXECUTER. A arte foi desenvolvida pela artista Giovanna Guimarães. Confira o tracklist:

1 – Helliday
2 – 4:00 A.M. (Insomnia)
3 – No Sense
4 – Damn Speech
5 – Brain Washing Machine
6 – Hangover
7 – Deadly Virus
8 – The Big Pocket of the Shark

A banda recentemente disponibilizou a faixa-título do trabalho para audição, confira:


Agora o EXECUTER se prepara para sua primeira turnê pela Europa. A banda viajará no mês de abril de 2014, a princípio para aproximadamente 20 datas. Recentemente o grupo foi confirmado no maior festival de Metal de Portugal, SWR Barroselas, onde divide o palco com nomes como Metal Church, Discharge, Hirax, Misery Index, Gorguts, entre outras.

Para comprar ‘Helliday’ entre em contato diretamente com o EXECUTER por e-mail ou Facebook. Os interessados podem também comprar com o selo da banda, Kill Again Records.

Contato para shows e merchandise: executerthrash@hotmail.com

Sites Relacionados:


Fonte: Metal Media

Hibria: Atração confirmada do Abril Pro Rock 2014




O HIBRIA estará presente na edição deste ano do festival Abril Pro Rock, um dos principais eventos do calendário alternativo do Brasil.

O HIBRIA se apresenta no dia 26 de abril (o evento acontece no dia 25 também). Como atrações internacionais teremos a presença das bandas Obituary, Kataklysm, Havok e Conquest For Death. Já representando o Brasil, o festival apresenta Krow, Chakal, Mukeka Di Rato, Olho Seco, Desalma, Monster Coyote e Dune Hill.

Mais informações sobre o evento aqui: www.abrilprorock.info


Recentemente o HIBRIA também confirmou que fará três shows da turnê do CRUCIFIED BARBARA, que também contará com o KIARA ROCKS.

O HIBRIA tocará em Curitiba, Rio de Janeiro e São Paulo nos dias 18, 19 e 20 de abril respectivamente, mas não fará parte do show do dia 17 de abril em Porto Alegre.

Outras datas do HIBRIA estão sendo confirmadas pelo Brasil e serão divulgadas em breve.

Produtores interessados em levar a banda para sua cidade podem entrar em contato pelo e-mail: shows@hibria.com

Os shows são parte da divulgação do álbum “Silent Revenge”, lançado em 2013 e tido como um dos melhores do ano por vários meios de imprensa especializados no Brasil e no mundo.

Sites relacionados:


Fonte: Metal Media

7th Symphony - Written With Blood (CD)

MS Metal Records
Nota 8,5/10

Por Marcos "Big Daddy" Garcia



O Brasil anda mesmo revelando ótimos nomes em estilos que já foram bem erodidos, como é o caso do Symphonic Metal com vocais femininos. Talvez seja um aspecto do fim de certa prevalência dessa vertente entre 2001 e 2006, ou seja, todos tiveram uma overdose tão grande e intensa do estilo que ele retornou ao underground. Mas o 7th SYMPHONY, de Curitiba (PR) mostra força e vigor em seu primeiro CD, "Written in Blood".

Como dito acima, eles fazem Symphonic Metal bem trabalhado, com vocais femininos muito bem cuidados, riffs de guitarra elegantes e solos melodiosos com boa técnica, baixo e bateria com ótimo trabalho e focados em criar uma base pesada, e teclados criando uma atmosfera densa e pesada. Óbvio que o desgaste sofrido pelo gênero acaba deixando a banda com aquele jeitão de "nada novo", mas ao mesmo tempo, não se pode negar que a banda possui talento e personalidade, fazendo um trabalho de alto nível e com ótimos arranjos.

A produção sonora não chega a ser extremamente bem feita ou complexa, mas ao mesmo tempo não chega a prejudicar a sonoridade do grupo. Ela ficou seca e pesada, intensa e limpa, deixando os arranjos do grupo bem expostos, mas poderia ter tido um pouquinho mais de cuidado nas orquestrações do teclado (algumas vezes, ele fica um pouco abaixo do volume esperado), mas não chega a ser algo danoso. A arte, por sua vez, é simples e feita em tons escuros, logo, deu um toque um pouco mais denso ao conteúdo musical da banda.

7th Symphony
Em termos de composição, eles capricharam, pois seus arranjos são bem trabalhados, e mesmo não chegando ao nível do exibicionismo (que é desnecessário, mas que muitos adoram como algo obrigatório ao gênero), se saíram muito bem. Andamentos variados, timbres bem escolhidos, e a música do grupo é sempre agradável ao coração e mente. Sim, o quinteto é muito bom no que se propõe, mesmo com músicas enormes e que tenderiam a entediar muitos fãs. Elas passam até que rápido, já que a audição do CD é ótima.

O disco todo é muito bom e bem envolvente mas temos destaques na variada e bela "Wonderful World" (mais de 11 minutos de duração, com ótimas vocalizações e riffs de guitarra, e muitas variações rítmicas), "Strong Tower", que é um pouco mais Prog/Power Metal em alguns momentos (reparem bastante nos andamentos e no trabalho da base baixo/bateria aliado à atmosfera criada pelos teclados), "A Letter of Love" (que belas vocalizações, beirando o lírico operístico em vários momentos), e a variada "Grace" (mais uma vez com ótimos riffs de guitarra e ótimos vocais bem postados).

Uma banda que ainda está no início, mas que mostra força e que tende a ir longe dentro do que se propõem a fazer. Estão de parabéns!



Tracklist:

01. The First Seal
02. Wonderful World
03. Strong Tower
04. A Letter of Love
05. The Crying
06. Repentance
07. Grace


Banda:

Juliane Carvalho - Vocais
Filipe Souto - Guitarras
Ozeias Rodrigues - Baixo
Léo Carvalho - Teclados
Roger Duarte - Bateria


Contatos:

Hate Handles - Die in Hands of Believers (CD)

Nota 9,0/10

Por Marcos "Big Daddy" Garcia


Quando se percorre caminhos que já andam desgastados, é necessário que as bandas saibam muito bem que precisam dar a sua contribuição sonora, que é preciso soprar vida no próprio trabalho, justamente para evitarem o rótulo de "clone" que tantos recebem. É preciso sair do ponto comum, e o quarteto gaúcho HATE HANDLES mostra que tem muito a contribuir com seu "Die in Hands of Believers", seu primeiro disco.

O grupo faz uma mistura de Death Metal com alguma influência do Thrash, só que buscando ser bruto e bem trabalhado, usando uma boa técnica, com quebradas de ritmo, peso e momentos não tão velozes e até mesmo alguma dose de melodia, quase uma mistura do HYPOCRISY e IN FLAMES antigos, lá de quando começaram suas carreiras e tinham uma música bem agressiva e opressiva, mas já com belo trabalho musical. E é justamente nisso que eles se diferenciam da enxurrada de bandas que fazem o mesmo gênero: a personalidade que pulsa de suas músicas, a noção de que eles realmente querem fazer algo diferenciado. Os vocais usam de vários timbres de gutural (e até mesmo alguns urros mais rasgados aqui e ali), as guitarras esbanjam riffs fortes e bem trabalhados (e solos com alguma melodia, evidenciada pelo uso do bom e velho "wah-wah"), baixo e bateria se aliam em uma cozinha pesada e bem trabalhada (as quebradas de ritmo são ótimas). Preparem os pescoços!

A produção de Roger Fingle (que também mixou e masterizou o CD) fez a diferença, pois por ser um músico mais ligado a outro gênero (seu ótimo trabalho no SEDUCED BY SUICIDE, além de produzir várias bandas do Sul) deu uma vida e sonoridade ao disco intensa e bruta (como a banda pede) e limpeza que raramente encontramos no gênero. E isso torna o disco não só audível, mas compreensível, o que é importante. A arte bem feita de Marcus Lorenzet consegue dar vida ao CD, ao mesmo tempo em que o conceito lírico do grupo fica bem evidente.

Hate Handles
Em nove faixa, a banda realmente nos convence que veio para ficar, e que tem potencial para chegarem longe, pois vemos que o processo de composição do grupo foi bem cuidado, com o grupo sabendo explorar sua música sem medo e sem ficar preso a clichês. E isso é bom.

As faixas que mais se destacam são: a pesada e bruta "Nothing Useful" (carão de apresentações do CD, uma paulada na cara, onde as guitarras mostram sua força), a cadenciada "Deceived" (onde o início nos lembra um pouco o riff inicial de "Osculum Obscenum", do HYPOCRISY, mas que logo se mostra uma faixa ótima, com belíssimos momentos da bateria e baixo), a ganchuda "Bring You Back" (ótimos vocais, e dá para sentir um pouco que as melodias das guitarras possuem certo "q" de Hard Rock sob tanta brutalidade opressiva), a excelente "Why Praise?" (vejam que ótimos vocais, contrastando vozes urradas, rasgadas e mesmo vocais normais), e a brutal e muito trabalhada "Persistence of the Defeated". Mas como já dito, o CD todo é excelente.

Uma banda que merece a apreciação cuidadosa, e o investimento por uma cópia física. É ouvir e comprar!



Tracklist:

01. Nothing Useful
02. Keep the Desease
03. Deceived
04. Die in Hands of Believers
05. Bring You Back
06. Why Praise?
07. Respect by Fear
08. Persistence of the Defeated
09. Escape


Banda:

Charles Magnabosco - Vocais
Maicon Dorigatti - Guitarras
Matheus Dalalba - Baixo
Jonatan Mazzochi - Bateria, percussão


Contatos:

Sevciuc - Sevciuc (CD)

Independente
Nota 8,5/10

Por Marcos "Big Daddy" Garcia


E eis que um ótimo quarteto de Heavy Metal tradicional surge nas ensolaradas e quentes terras da Cidade Maravilhosa; SEVCIUC. E eles chegam com tudo em seu primeiro CD, que leva o nome da banda, "Sevciuc".

O grupo faz um Metal tradicional inspirado em bandas como JUDAS PRIEST, SAXON, IRON MAIDEN e outros do mesmo quilate, mas mesmo não sendo aquela banda que chega a mostrar algo de novo, é bem cheio de energia e cai muito bem aos nossos ouvidos, sabendo dosar peso e melodias na medida certinha. Vocais ótimos (numa linha bem Halford/Dickinson), belo trabalho de guitarras (com riffs pesados e marcantes, e solos bem construídos), baixo e bateria que dosam melodia e técnica na medida certa. O bom é que os quatro músicos possuem bom domínio de seus instrumentos, mas sem exageros onde prevalecem os egos individuais e a música fica sempre em segundo plano. 

E que boa música eles fazem, diga-se de passagem!

Sevciuc
Em termos de sonorização, o disco soa bem pesado e vibrante, mas com uma sonoridade translúcida e bem cuidada, sabendo deixar cada instrumento musical em seu devido lugar e com o devido brilho. Um trabalho muito bem feito e gravado nos EME Studio. E a arte, feita pela J. Duarte Design, é bem feita, com uma simplicidade muito bem pensada.

Em termos de trabalho musical, eles capricharam. As dificuldades de fazer um trabalho independente é transformada em força nas 12 canções do disco, todas com bom nível de composição, deixando bem claro que as música do CD foram compostas por músicos experientes, calejados e que gostam do que fazem.

O disco inteiro é bom, com os pontos altos na técnica e pesada "Envy" (belo trabalho de guitarras), a um pouco mais cadenciada "Romanian Vampire", a total NWOBHM "Metal Knights" (a bateria realmente mostra um bom trabalhado aqui), a cativante "Devil's Bride", a mais Power Metal "Bringin' Hell" (o baixo se destaca aqui), a lenta e azeda "Shine on a Glass", a heavy ballad "Hope" (uma canção muito bem feita, onde os vocais mostram toda sua diversidade), e a bem trabalha (mas muito pesada) "Troubles".

Uma banda muito boa e com um ótimo trabalho honesto. Merece aplausos, o investimento e uma bela ouvida. Mas se preparem, pois esse disco vicia!



Tracklist:

01. Envy  
02. Romanian Vampire
03. Problem Boy  
04. Metal Knights  
05. Condemnation Nightmare  
06. Devil's Bride
07. Rebel  
08. Bringin' Hell  
09. Shine on a Glass  
10. Hope  
11. Visigoths  
12. Troubles


Banda:

Mario Sevciuc - Vocais, guitarras
Daniel Queiroz - Guitarras, backing vocals
Dan Donnici - Baixo, backing vocals
Alex "War Machine" Fersan - Bateria, backing vocals


Contatos:

V Project: Sergio Facci revive os tempos de Vodu, Viper e Volkana




O baterista paulistano Sergio Facci, que registrou alguns dos maiores clássicos do Heavy Metal brasileiro com as bandas Vodu, Viper e Volkana, criou o V Project não apenas por nostalgia para reviver a memória dos fãs. A ideia do músico, que atualmente finaliza um EP contendo algumas regravações do material que gravou no passado, é também apresentar músicas autorais inéditas, baseadas em seu background musical. "Vinte anos se passaram desde que gravei o último álbum da Volkana, 'Mindtrips', mas eu nunca larguei a música. Senti que este era o momento de voltar ao estilo que está no meu sangue, o Heavy Metal", diz Facci, que fez uma nova versão de "Darkness" com a vocalista Marielle Loyola (ex-Volkana e Escola de Escândalo). "A música, que faz parte do álbum 'First', foi amplamente divulgada através do videoclipe e fez o nome da Volkana aparecer na mídia", observa o baterista.

Além de "Darkness" (Volkana), o EP de estreia do V Project trará novas versões de "Final Conflict" (Vodu), "Living for the Night" (Viper) e uma surpresa mais que especial para os fãs ainda não revelada. Todas as músicas foram escolhidas a dedo por Facci, que teve o auxílio de convidados especiais e de antigos membros das bandas, entre eles Valder Santos (ex-Viper), Carlinhos Anhaia (ex-Pozzeidon), Artur Silveira (baixo) e seu ex-companheiro de Vodu, José Luis Xinho Gemignani (guitarra).

Confira o trecho da nova versão de "Darkness":


Contato para shows: vvvproject@hotmail.com

Project46: Ouça "Empedrado" primeiro single do novo álbum




O PROJECT46 disponibilizou recentemente uma nova faixa de seu próximo álbum, “Que Seja Feita A Nossa Vontade”. A faixa Empedrado pode ser ouvida abaixo. 


Adicionalmente os fãs podem fazer o download da música. 

O álbum conta com a produção de Adair Daufembach, que trabalhou com a banda em seu primeiro álbum, “Doa A Quem Doer” lançado em 2011 e chega nas lojas no dia 08/04/14 pela Wikimetal Music.


O show de lançamento será no Carioca Club em São Paulo/SP. E como primeiro show da tour, o evento contará com venda de merch exclusiva de produtos novos, participações especiais, sorteio de kits, além das bandas convidadas que completam o time e faz desse, um dos eventos mais pesados de São Paulo!

Bandas convidadas:

JohnWayne
Worst
Oitão
Pray For Mercy
Surra

Local: CARIOCA CLUB
Endereço: R. Cardeal Arcoverde, 2899 - Pinheiros, São Paulo/SP
Telefone: (11) 3813-8598
a partir das 14h00

INGRESSOS - Estudante/Promocional:
30$ - Primeiro Lote
35$ - Segundo Lote/Porta

[JÁ A VENDA] Venda Online/TicketBrasil:

[EM BREVE] Loja 255 (Galeria do Rock/SP):
R. 24 de Maio, 62/Av. São João, 439) 1° Andar, loja 255
Horário de funcionamento: Seg a sex: 10h as 19h. Sab. 10h as 18h.

[EM BREVE] Carioca Club:
R. Cardeal Arcoverde, 2899 - Pinheiros, São Paulo/SP

Apoio: ESP Brasil / Sennheiser Brasil / MCD / Peavey Brasil / Axis Percussion / Cerveja Madalena / Jägermeister / SEVEN Hard cases especiais / Hiperion Entretenimento



Marketing artistico/entretenimento
A/C Damaris Hoffman
Cel: +5511-987916446
Cel: +5511-77912363
Nextel ID: 55*966*13116