13 de mai de 2014

13/05/2014: JackDevil, Unmasked Brains



JackDevil: cover de “Troops of Doom” com Jairo Guedz em BH


No último sábado a banda de Thrash Metal maranhense JACKDEVIL realizou o seu derradeiro show da turnê divulgando o álbum “Unholy Sacrifice” pelo Sudeste, num dos maiores polos do Metal nacional, Belo Horizonte/MG. Esta foi a estreia dos "Thrash Demons" em Minas Gerais, que também contou com a participação das bandas Nuclear Screams (Thrash Metal), Payback (Death/Thrash), Venereal Sickness (Death Metal) e Factor Kill (Thrash Metal).

E para fechar com chave de ouro este giro pela região, o JACKDEVIL contou com a participação especial do lendário guitarrista Jairo Guedz (ex-The Mist, ex-Sepultura) no clássico "Troops of Doom", do SEPULTURA. Para os integrantes da banda, foi um momento único: “Sempre tivemos o Sepultura como uma grande influência, e tocar com o Jairo foi a realização de um sonho, ainda mais na própria terra em que o Sepultura e tantas outras bandas surgiram. Curtimos muito a experiência e também queremos agradecer ao público insano que compareceu no show e também às outras bandas, fazendo do show uma grande experiência, encerrando nossa turnê da melhor forma possível!”.

O vídeo faz parte de uma prévia do programa "Invasão Holocausto". Em breve o programa completo será divulgado com todas as entrevistas e sons das bandas.

Confiram:


Ouça a nova faixa “Thrash Demons Attack”:



Contatos:
Site oficial: www.jackdevil.com  
Twitter: www.twitter.com/jackdevil666      
Assessoria e Shows: wargodspress@gmail.com



Unmasked Brains: lançando campanha “Adote um Headbanger”


Os cariocas do UNMASKED BRAINS estão na reta final para o lançamento do seu debut, “Machina”, que será lançado de forma independente nos próximos meses. A masterização do CD está sendo realizada em Nova Iorque pela Sun Room Mastering (http://www.srmastering.com) no sistema “Stem Mastering”. Conforme o guitarrista/vocalista Reinaldo Leal, “mandamos as músicas separadas por seção (bateria, guitarras, baixo, voz), com mais flexibilidade pra equalizar e tratar cada um desses componentes, mas sem alterar na essência da mixagem feita pelo LGC. Eles mandaram uma faixa para teste, realmente o resultado está ficando excepcional, está tudo limpo, audível, nada atropelando, e ficando com a energia que queríamos!”.

Para assistir ao lyric vídeo e conferir em primeira mão a música “Little God Ivory”, acesse: 



E no próximo dia 25/05, o UNMASKED BRAINS irá estrear sua identidade visual, criada pela artista Sigfried Buchweitz e inspirada no conceito que envolve “Machina”, um ambiente moderno que mistura mecânica, eletrônica, física acústica, e biomecânica, com a personificação da “Machina” na figura central. O evento, que também contará com as bandas Forkill, Hicsos e No Remorse, será realizado no Cassino Bangu (RJ/RJ), a partir das 14h.




Também foi disponibilizada para audição uma entrevista imperdível com Reinaldo Leal ao programa “Independência ou Morte” (https://www.facebook.com/programaim), onde foi lançada a campanha “Adote um Headbanger”. Para entender melhor a campanha, o programa, que é veiculado em diversas rádios e aborda um lado bem humorístico, poderá ser conferido aqui: https://soundcloud.com/pedro-amorim-6/programa-im-com-a-unmasked-brains.

Não deixe de ler a entrevista à revista virtual ROCK MEETING, através do seguinte link: http://issuu.com/rockmeeting/docs/revista_rock_meeting_n_55. No extenso bate-papo, Reinaldo, como sempre disparou uma frase de destaque: “Vai lá, suba no palco, olhe no olho da plateia, intimide a plateia, faça o seu melhor, conquiste a plateia!”.


Contatos:

Assessoria e Shows: wargodspress@gmail.com


Guitarrista do Hatematter lança clipe de faixa do CD solo




O guitarrista Rodrigo Flausino atualmente está concentrado na pré-produção do segundo álbum do HATEMATTER – sucessor de "Doctrines" (2012) – no estúdio Norcal (SP). Trabalhando ao lado do produtor Brendan Duffey, que assinará a produção do CD com Adriano Daga, o grupo pretende lançar o novo álbum, intitulado "Foundation", no segundo semestre. Ao mesmo tempo, Flausino trabalha na divulgação de seu primeiro trabalho solo, um EP com 4 faixas instrumentais lançado recentemente. 

Além de shows, clínicas de guitarra e workshops, o músico acaba de lançar um videoclipe para a faixa "Pointless Race", produzido por Tiago Pardal Assolini e Wagner Meirinho, da Loud Factory. Sobre o CD solo instrumental, Flausino diz que contou com um time de músicos 'top' para as gravações, com Gabriel Triani (Wizards, Republica), Alexandre Panta (Scenes From A Dream) e Felipe Malaquias (Hardstuff). "A produção ficou por conta do meu amigo e parceiro de guitarras no Hatematter, Mauricio Pastori. Também contei com a participação de Pedro Miggliaci (Ilustria/Children Of The Beast), que substituiu o grande e saudoso Hélcio Aguirra – ele topou participar do meu EP, mas infelizmente faleceu três dias antes de registrar seu solo", conta. "Ele me influenciou bastante, principalmente com Golpe de Estado. Dedico este trabalho a ele", acrescenta.

Rodrigo Flausino diz que a ideia de lançar um trabalho solo surgiu quando ele percebeu que tinha bastante material composto e não tinha um plano imediato para usar em nenhuma das bandas ou projetos em que estava envolvido. "Eu sou um guitarrista e não dedico tampo tempo a me aventurar em outros instrumentos, portanto quis deixar a guitarra em primeiro lugar. Entretanto, não é solo de guitarra o tempo todo. Curto muito pensar em ideias para riffs, harmonias, frases...", analisa. "O tempo todo tive a preocupação de enriquecer a minha música pensando sempre na melodia, ritmo e harmonia. Ao mesmo tempo, deixei fluir a música que está dentro de mim que basicamente é Rock e mais voltado pro Metal/Hard Rock", conclui. 


Trajetória
Rodrigo Flausino começou sua trajetória na guitarra há mais de 18 anos. Estudou com nomes consagrados e referências no instrumento, como Mozart Mello, Edu Ardanuy, Jefferson Ardanuy e Christian Mc Carthy. Formado no IG&T (Instituto de Guitarra e Tecnologia), começou a ministrar aulas de guitarra em meados de 1999. 

Ajudou a fundar a banda Nonah, com a qual participou de festivais de bandas, obtendo destaque no 'Manifesto Rock Fest' quando ganhou a edição de 2009 e foi premiado como melhor guitarrista. O músico também teve experiências em bandas tributo como Destroyer e Children Of The Beast, e tocou ao lado de Paul Di'anno (ex-Iron Maiden) e Phil Lewis (L.A. Guns). Além do HATEMATTER e da carreira solo, ainda integra o Hardstuff, que apresenta repertório com releituras de bandas de Hard Rock.

Sites relacionados:


Mark Farner na Virada Cultural 2014





“Eu sou o clássico do Grand Funk”

O guitarrista e cantor americano Mark Farner, mentor da lendária banda americana Grand Funk Railroad, está de volta ao Brasil para uma única apresentação na madrugada deste domingo, 18, na 10ª edição da Virada Cultura de São Paulo. Antes, o ‘The Rock Patriot’ toca dia 15, no Chile. Para esta segunda passagem, Farner promete uma apresentação com clássicos da ex-banda e músicas da fase solo. Na entrevista, ele comenta sobre momentos da extensa e sólida carreira e ainda não descarta uma nova reunião do Grand Funk. Energia e disposição Farner ainda tem de sobra para isso. 

Por Erick Tedesco

Em menos de uma semana você retorna ao Brasil. Esta será a sua segunda vez por aqui. Quais são as memórias da primeira turnê no País, em 2012?

MARK FARNER – Adorei a empolgação dos brasileiros. Naquela ocasião, dois anos atrás, recebemos o mais intenso sentimento de amor de uma plateia pelo nosso trabalho.


Desta vez você se apresentará apenas em São Paulo como uma das atrações principais da Virada Cultural, o maior festival gratuito a céu aberto do mundo, com 24 horas de atividades culturais. Qual a sua reação ao tocar para um público grande, que reúne diferentes gerações de fãs de rock e até mesmo pessoas que até nunca escutaram Grand Funk Railoroad? 

MARK FARNER – Somos abençoados em ter um público tão vasto que nos acompanha e estará lá para se divertir com muito rock n’ roll. Mal posso esperar para reencontrar meus irmãos e irmãs do Brasil!


Planeja ficar mais dias no Brasil depois dos compromissos na Virada Cultural?

MARK FARNER – Gostaria de ter tempo... preciso voltar ao Brasil fora da turnê e conviver um pouco com as amáveis almas do seu maravilhoso país, e claro, comer mais deliciosas comidas típicas!


Quanto ao set-list desta única apresentação, Farner, o que prepara? O público pode esperar clássicos do Grand Funk, certo? 

MARK FARNER – Eu sou o clássico do Grand Funk!


Quem são os músicos que o acompanham no palco?

MARK FARNER – O baixista Lawrence Buckner, que faz alguns vocais, está comigo desde 1985, e Hubert Crawford toca bateria também há anos, desde 1991. Já Rick Baker assumiu o teclado e vocais há cerca de um ano, mas esteve em minha banda solo na década de 1970.


Farner, você é um artista mundialmente renomado, dono de uma vitoriosa carreira na história da música contemporânea. Como lida com o passado, o presente e o futuro no sentido de manter-se relevante na cena?

MARK FARNER – Sou fiel e íntegro ao amor que tenho pela música e isso me mantém próximo às pessoas que sabem quem sou por causa deste amor.


Além disso, você sempre teve orgulho de suas raízes cherokee. Como você relaciona a ancestralidade com a música que faz?

MARK FARNER – Isto é o que me forma como ser humano, não mudaria, nunca, e é o meu sangue indígena que me conecta a outras pessoas de um jeito especial.


Está ansioso pela participação na turnê comemorativa Happy Together deste ano com a banda The Turtles? Vocês já confirmaram mais de 40 datas!

MARK FARNER – Sim, estou me preparando para esta experiência de muito amor!


Por que foi cancelada a produção do documentário I’m Your Captain – The Mark Farner Story? 

MARK FARNER – A pessoa que iniciou os trabalhos de filmagem não está mais afiliada ao pessoal do Mark Farner, que decidiu se retirar da produção. Talvez recomecemos este projeto para lançá-lo.


Quando entrará em estúdio para gravar o álbum solo sucessor de For The People, de 2006? 

MARK FARNER – Tenho idéias para músicas todos os dias e noites e com certeza trabalharemos o quanto antes nestas novas canções.


Você sente saudades dos dias com o Grand Funk Railroad?

MARK FARNER – Apenas sinto falta dos bons tempos. Gostaria que Don e Mel pudessem me perdoar e esquecer de tantas mágoas que guardam contra mim e, então, sermos o verdadeiro Grand Funk mais uma vez.


Qual é a sua mensagem aos brasileiros para assisti-lo na Virada Cultural em São Paulo na madruga deste domingo?

MARK FARNER – Espero que meus irmãos e irmãs compareçam para experimentar nossa energia, amor e entusiasmo que trocamos com nossas pessoas favoritas, os fãs! Paz na Terra por meio do bom e poderoso rock n’ roll do Michigan!



SERVIÇO
Mark Farner na 10ª Virada Cultural de São Paulo
Local: Palco da avenida São João, na avenida São João (próximo à estação do Metrô República)
Horário: 1 hora da madruga (de sábado para domingo)


A/C Erick Tedesco
Assessor de imprensa

Project46 lança vídeo-clipe da música “Caos Renomeado”




Após lotar o Carioca Club com a edição especial do festival 46fest no ultimo domingo 11 de maio, a banda PROJECT46 disponibilizou o clipe oficial da música “Caos Renomeado”, que tem como diretor o renomado Daniel Ferro.

A canção faz parte do recente trabalho lançado pela banda, o álbum “Que Seja Feita A Nossa Vontade”, oficialmente disponível para todo Brasil desde 08 de abril.

A banda hoje considerada uma das maiores revelações do metal nacional propõe com esse novo trabalho uma reflexão sobre a revolução e as atitudes da sociedade brasileira.

Confira abaixo o resultado final desta grande produção:

“A revolução começa onde termina o conformismo”

Informações para imprensa: damaris@hoffmanobrian.com.br


Marketing artístico/entretenimento
A/C Damaris Hoffman
Cel: +5511-987916446
Cel: +5511-77912363
Nextel ID: 55*966*13116

Kid Joe: EP “Nossas Armas” na íntegra em São José/SC




No próximo dia 16/05 (sexta-feira) a KID JOE apresentará na íntegra o EP “Nossas Armas” (2013) no Armazém Kobrasol, em São José - SC. O grupo promete também algumas surpresas para o show. Os convites carimbados com os dos integrantes custam R$15,00 na entrada do evento. Na portaria da casa será R$25,00 e as mulheres são FREE até as 23h.

Serviço
Data: 16/05 (sexta-feira)
Local: Horário: 22h
Endereço: Rua Koesa, 265 Kobrasol, São José - SC
Mais informações: http://tinyurl.com/m9ht6a5

Links relacionados:



Fonte: Island Press

13/05/2014: Sinnerator, As Dramatic Homage, Wael Daou, Storm Festival, Godzorder



Sinnerator: Liberando single “The World Being Led To Death” para download

Dando continuidade a divulgação de seu trabalho, os rockers do SINNERATOR acabam de liberar seu primeiro single para download, com o intuito de espelhar ainda mais seu Rockão sujo, agressivo e poderoso.



Aproveite e faça download do mesmo agora: http://bit.ly/1oc2cSD

O SINNERATOR segue firme nas novas composições e segundo o baixista/vocalista Arthur Hertel: “Estamos muito felizes com a receptividade do nosso primeiro single, mas com certeza as novas composições irão surpreender ainda mais, pois estamos mais maduros e loucos para quebrar os pescoços alheios.”

Então o que nos resta é aguardar e ver o que esses maníacos estão preparando!


Links Relacionados:




As Dramatic Homage: Entrevista ao Sda Zine


Recentemente o ADH concedeu uma entrevista ao Sda Zine, onde falaram sobre o cenário nacional, downloads ilegais, instabilidade na formação e claro, o novo material que estar por vir.

O Sindicato dos Assassinos Zine chega a sua primeira edição e é totalmente gratuito, onde você confere no perfil oficial do Zine. Sendo possível ler todas as matérias desta primeira edição incluindo este super bate papo com o ADH.

Então não perde tempo e acesse agora mesmo: https://www.facebook.com/sindicatodosassassinoszine?fref=photo


Links Relacionados:

Twitter: @ADHMetal



Wael Daou: Entrevista ao blog Caldo de Crânio


Em recente entrevista o guitarrista WAEL DAOU falou de sua origem oriental, de quando começou a tocar e de seus projetos audaciosos para o futuro.

Confira um trecho da entrevista realizada por Jayme Katarro:


CdC: Quais suas principais influências?

WD: Minhas principais influências foram, depois do Metallica: Death, Iced Earth, Jason Becker. Indo pra música clássica: Dvorak, Borodin e Mussorgsky, até o jazz: Frank Gambale e Allan Holdsworth. Mas isso tudo veio depois da música árabe.


CdC: Uma vez você me confidenciou que suas origens orientais acabavam refletindo na sua música. Ouvindo o seu CD Debut, senti isso latente em algumas músicas e passagens, mas já te disse uma vez que esperava que isso fosse ser menos sutil e mais presente nas músicas, assumindo algo que nunca foi feito por esses lados. Pensas em acrescentar mais esse lado ou a ideia é realmente só "paquerar" as influências árabes?

WD: Isso é algo que vem natural. Soa harmonioso aos meus ouvidos, e vem da raiz. Não é algo planejado. Simplesmente vem! Estou gravando um novo cd, e em duas ou três músicas minha esposa participa cantando em árabe! Vai ser animal!


CdC: A música instrumental tem ganhado cada vez mais força no Brasil e isso já vem se refletindo na nossa cidade. Mesmo assim, o instrumental heavy metal é algo novo na cidade e ainda pouco explorado. Ainda sentes dificuldades com isso em arrumar shows ou mesmo conseguir tocadas em festivais ou mostras?

WD: Bem, a música instrumental pra mim é como qualquer música, não tem diferença. Música boa é música boa! Com esse pensamento espero que quem ache a minha música boa não a recrimine por ser instrumental. Acho que consigo agradar um publico bem mais variado do que se as musicas fossem cantadas. Amigas da minha mãe adoraram hehe!


Sobre festivais e mostras, eu tenho dificuldade em encontrar integrantes pro estilo que toco, e acabo fazendo a onda sozinho. Uma banda de um homem só fecha portas. Não é o estilho instrumental que fecha na verdade entende? É o fato de eu tocar sozinho.

- Veja mais em: 


Confira a entrevista na íntegra no link a seguir: http://bit.ly/1nBuqGz


Link Relacionados:
Twitter: @waeldaou


Deicide: Concorra a um Meet & Greet com a banda (São Leopoldo/RS)


É isso mesmo, faltando menos de um mês para o show do DEICIDE no RS, o Storm Festival está lançando está super promoção, onde levará um deathbanger a conhecer seus ídolos, além de curtir o show na faixa!

Então se liga nos passos abaixo e veja como participar:

1. Vá até a página - www.fb.com/StormFestivalRS
2. "Curta" a página (se ainda não curtiu).
3. Clique na aba "Promoções"
4. Clique em "Quero participar".
5. Compartilhe o flyer do show (MODO PÚBLICO)
6. Confirme presença no evento: https://www.facebook.com/events/307931792694341

Storm Festival & Influx apresentam:

DECIDE (EUA - Death Metal) pela primeira vez em São Leopoldo/RS!
Local: Largo Rui Porto (Ao lado do Ginásio Municipal Celso Morbach) Av. Dom João Becker, s/n, Centro – São Leopoldo/RS
Horário: 18h abertura dos portões / 20h30 inicio do show
Classificação etária: 14 anos

Ingressos:

ESTUDANTE/T. IDADE - PRIMEIRO LOTE (limitadíssimo): R$ 25,00 (vendas até dia 30/3 ou até o fim do lote) VENDA SOMENTE NA INFLUX.

ESTUDANTE/T. IDADE - SEGUNDO LOTE (limitado conforme capacidade do local): R$ 30,00.

NORMAL - PRIMEIRO LOTE (limitadíssimo): R$ 50,00 (vendas até dia 30/3 ou até o fim do lote).

NORMAL - SEGUNDO LOTE (limitado): R$ 60,00 (vendas até dia 30/4 ou até o fim do lote).

NORMAL - TERCEIRO LOTE/VALOR DA HORA: R$ 80,00.

INGRESSO BENEFICENTE: quem quiser doar duas caixas de leite longa vida (24 litros) poderá trocar por um INGRESSO (temos 100 ingressos disponíveis nessa modalidade – somente na MAKBO, RUA CONCEIÇÃO, 621 SL4 AN1 CENTRO DE SÃO LEOPOLDO. Dúvidas fone: 51 - 9342 2165).

Projeto doando sorrisos: Para contribuir com o projeto “doando sorrisos” solicitamos a doação de 1 litro de leite por ingresso adquirido; a ABEFI (instituição que será beneficiada) tem consumo de 2,6 mil litros por mês. Quem comprar na INFLUX pode levar o alimento na hora da compra. Demais pontos, favor levar no dia do show.

Pontos de venda:


São Leopoldo:
INFLUX ENGLISH SCHOOL
São Joaquim, 323, Centro - Fone: 51 3037 5366
Horário de atendimento:
Segunda das 09:00 às 20:30h.
Terça a Quinta das 09:00 às 22:00h.
Sábado até às 15:00h

Porto Alegre:
Aplace artigos de rock (Voluntários da Pátria,294 - Loja 150)
Porto Alegre Muiltisom (Praia de Belas)
Porto Alegre Multisom (Barra Shopping Sul)
Porto Alegre Multisom (Shopping Iguatemi POA)
Porto Alegre Multisom (Bourbon Shopping Ipiranga)
Porto Alegre Multisom Palacio (Filial 12)

Novo Hamburgo:
Multisom Bourbon Shopping
Multisom Novo hamburgo

Caxias do Sul:
Multisom (Centro Julio 1773)
Multisom (Dsitr. Industrial Loja - Shopping Iguatemi - 333/334)
Multisom (São Pelegrino)

Gramado:
Multisom Gramado

Informações adicionais:

*No Largo Rui Porto será erguida uma estrutura digna, NUM ESPAÇO COBERTO (o evento não é OPEN AIR) para um show de Metal inesquecível, imperdível e inédito.

**ESTACIONAMENTO: Gratuito (disponibilizaremos seguranças, mas a responsabilidade será do proprietário do veículo para quaisquer danos que venham a acontecer no local).

*** Será expressamente proibida à entrada de câmeras fotográficas profissionais e semi-profissionais, e filmadoras de qualquer tipo.

****A organização do evento não se responsabiliza por ingressos comprados fora do site e pontos de venda oficiais.



Godzorder: Tocando neste sábado no “Hells Kitchen”



E o GODZORDER não para, neste sábado (17/05) a banda se prepara para mais uma destruição, desta vez participando do “Hells Kitchen” na Várzea Paulista em São Paulo.

Além do já hit single “Trademark” o GODZORDER apresentará algumas composições novas que entrarão em seu primeiro EP, assim como alguns covers de suas principais influencias.


Então não tem desculpa, neste sábado no Taverna Snooker Bar (Avenida Sorocaba, 59 - Area Industrial - Varzea Pta), as 16h, com ingresso com valor mais do que simbólico, apenas R$10.

Borá sair de casa e curtir um bom e velho Thrash Metal!


Links Relacionados:
Twitter: @Godzorderthrash