14 de mar de 2017

GREAT VAST FOREST - The Years of Cold Winter and Darkness (Tapes Compilation)


2017
Nacional

Nota: 10,0/10,0


Tracklist:

“Where the Warriors Ride...” (Demo-Tape 1998):

1. Masters of the Old War
2. Majestic South
3. Imperial Moon

“Blood of Wolves” (Tape EP 2004):

4. Intro
5. Frostland
6. Night Hordes
7. Pandemonic Creation
8. Honored Throne
9. Outro 

Ensaio de 1997:

10. Cold Souls of the Forest
11. Funeral Winter
12. The Immortal Warrior

Faixa inédita:

13. The Evil

Ensaio de 1995:

14. Into the Cold Mist

Ao vivo, ensaios e covers entre 2006 e 2012:

15. Brave Blood Hero (Live in Curitiba, PR 2007)
16. Imperial Moon (Live in Curitiba, PR 2007)
17. Majestic South (Live in Lages, SC 2006)
18. Prelude to the Victory on Battlefield (Live in Blumenau, SC 2012)
19. Ride of the Valkyries (Live in Blumenau, SC 2012)
20. Countess Bathory
21. Black Metal War


Banda:


Surgath - Vocais
Sallos - Guitarras
Amaymon - Baixo
Bacchus - Bateria


Contatos:


Texto: Marcos "Big Daddy" Garcia


Poucos hoje em dia se lembram do quanto foi prolífica a cena Black Metal do Brasil entre o final dos anos 90 e o início do atual milênio. Grandes nomes surgiram naquela época, alguns que as areias do tempo sepultaram, sem nem mesmo deixarem um testemunho de uma Demo Tape ou de um Demo CD. Podemos falar de nomes como o BLACK COMMUNION do Rio de Janeiro, o SAEVUS de Juiz de Fora, entre tantos outros que deixaram um registro em forma de Demo Tape ou Demo CD. E estas são preciosidades que todo bom fã deveria conhecer, para ver como o cenário nacional não devia nada a qualquer outro. E são veteranos como MYSTERIIS, OCULTAN, LUVART, SPELL FOREST, MIASTHENIA, MALKUTH e outros que estão mantendo a velha chama acesa. Mas não esqueçamos um nome que é tão importante quanto estes, e que tiveram destaque na época: o grupo curitibano GREAT VAST FOREST, uma das pioneiras do Pagan/Black Metal de nosso país. E está dando sinais de que está vivo, forte e disposto a erguer suas espadas, pois “The Years of Cold Winter and Darkness (Tapes Compilation)”, lançado pela Mutilation Records.

O CD é, antes de tudo, uma compilação de materiais raros da banda, onde encontramos as músicas presentes nas Demos “Where the Warriors Ride...” de 1998, um ensaio de 1997, uma faixa inédita (“The Evil”), um ensaio de 1995, e faixas ao vivo, outras de ensaios e covers entre os anos de 2006 e 2012. E digamos de passagem: ouvir estas músicas, para veteranos, é uma viagem no tempo; para os mais jovens, uma obrigação para conhecer uma banda excelente.

A masterização do material é de Lord Mephyr (do SPELL FOREST), que deu uma vida nova às essas canções de batalha de longos anos. Mas sem que as faixas perdessem a crueza e autenticidade da época. A rispidez do som obedece à estética usada pelas bandas da época, como um tributo à sonoridade da SWOBM, e mesmo assim, se ouve cada instrumento e detalhe vocal sem grandes esforços. E a arte criada por Hioderman Zartan é cheia de fotos, cartazes, ingressos e outras lembranças importantes nesses 22 anos de história que o grupo acumulou, além de estar disponibilizada em um belíssimo formato Digipack.

Musicalmente, o GREAT VAST FOREST sempre foi uma banda de personalidade muito forte, com uma musicalidade que mistura a agressividade, crueza e rispidez da SWOBM com melodias sinistras feitas por teclados, guitarras com riffs marcantes e arranjos bem encaixados, baixo e bateria técnicos e sólidos na base rítmica, e vocais rasgados que são entremeados por vocais pagãos vez por outra. Um delírio em termos de Metal extremo, uma personalidade pulsando voraz por fazer um trabalho sedutor e que nos seduz. Influências de bandas seminais se fundem para criar um som diferenciado, com uma estética de arranjos bem delineada e uma dinâmica instrumental e vocal perfeita.

Ao ouvir o lado mais épico e sujo do grupo em “Masters of the Old War”, “Majestic South” e “Imperial Moon”; o lado ainda mais agressivo e seco de “Frostland”, “Night Hordes” (deliciosamente cadenciada e azeda), “Pandemonic Creation” e “Honored Throne”; a qualidade mais tosca que ressalta o lado SWOBM da banda em de “Cold Souls of the Forest”, “Funeral Winter” e “The Immortal Warrior”, além de “Into the Cold Mist”; e a força indomável ao vivo em “Brave Blood Hero”, “Imperial Moon”, “Majestic South”, “Prelude to the Victory on Battlefield” e “Ride of the Valkyries”, percebe-se claramente que o GREAT VAST FOREST foi e continua sendo uma das grandes potências do Metal extremo nacional, e que tende a ser um nome fortíssimo, pois música eles têm para isso, sem exageros!

E isso é comprovado por “The Evil”, que apesar da qualidade de gravação bem ruim, mostra toda a potencialidade do grupo. Não parece ter fim!

E ao ouvirmos as versões da banda para “Countess Bathory” (do VENOM, gravada em 1997), e “Black Metal War” (do GRAVELAND, esta gravada em 2006) mostram uma banda que, desde sua mais tenra origem, soube amadurecer, evoluir e crescer a ponto de poder refazer de forma excelente o que já era ótimo. 

Além disso, a formação da banda mudou muito nesses 22 anos, mas cada um que passou deixou algo, aglutinou um toque pessoal que permanece na música da banda. Ou seja, imortalizou e contribui para que o Black Metal brasileiro fosse melhor.

No mais, parabéns ao GREAT VAST FOREST por nos conceder um trabalho de primeira como “The Years of Cold Winter and Darkness (Tapes Compilation)”, que nos prepara para a vinda de “From the Dark Times to the Black Metal Legions”, segundo álbum da do grupo que deve sair em breve. 

Mas fica um pedido ao GREAT VAST FOREST e à Mutilation: que tal um relançamento tremendão de “Battletales and Songs of Steel”?

Já passou da hora...



XAKOL: single “Metal For Demons” será lançado no formato físico



A MS Metal Records confirmou que o single do projeto catarinense XAKOL terá prensagem física em CD. Trata-se da música “Metal For Demons”, que teve as vozes gravadas pelo Detonator, personagem do humorista e músico Bruno Sutter, o qual também é vocalista da banda Massacration.


A gravação deste trabalho está ocorrendo no Estúdio Beretta, em Florianópolis, e será finalizada neste mês. Em breve serão anunciadas as datas dos lançamentos digital e físico do referido material, bem como a arte de sua capa.

O XAKOL está registrando dois CDs, ambos a serem lançados pela MS Metal Records no Brasil, e contarão com participações especiais de grandes nomes do Metal nacional como Bruno Sutter (Detonator, Massacration), Marcelo Moreira (Circle II Circle, ex-Almah), Rafael Pensado (Mindflow), além da produção de Edu Falaschi (Almah, ex-Angra) em um dos álbuns.

Para mais informações sobre as atividades da banda XAKOL e dos demais clientes da empresa, basta entrar em contato com a MS Metal Press através do e-mail contato@msmetalagencybrasil.com.

Fonte: MS Metal Agency Brasil

SILVER MAMMOTH: protagonista de importante entrevista para a Quality Music Radio


A banda paulista SILVER MAMMOTH, concedeu uma elucidativa entrevista para o site da Quality Music Radio, onde descreveu em detalhes os principais fatos da sua carreira, tendo como foco o seu terceiro álbum “Mindlomania” e o lançamento do seu novo trabalho, o vinil 7” “Silver Mammoth Singles”, que contará com duas canções inéditas.

Para ler a entrevista na íntegra, basta clicar no link ao lado: Quality Music Radio

“Mindlomania” foi lançado no Brasil através da MS Metal Records. A distribuição do material está sendo realizada pela Voice Music, garantindo o produto nas principais lojas especializadas e MegaStores do país e da Europa.

Para mais informações sobre as atividades da banda SILVER MAMMOTH e dos demais clientes da empresa, basta entrar em contato com a MS Metal Press através do e-mail contato@msmetalagencybrasil.com.

PANZER: banda à procura de um baixista!



Um dos principais nomes do Metal nacional, nascido há mais de 25 anos, com experiência internacional e quatro discos lançados está à procurada de um novo baixista.

Estamos falando do paulista PANZER, nome forte de nossa cena que está prestes a sair em turnê, mas precisa estar completo para quebrar os pescoços dos headbangers mundo afora.

Para fazer parte da banda é preciso:

1- Comprometimento com as atividades da banda.
2- Profissionalismo
3- Ter um bom equipamento de contrabaixo
4- Ter disponibilidade para ensaios durante a semana a noite
5- Ter disponibilidade para viajar para shows no Exterior

Os interessados devem mandar material para: panzerbanda@gmail.com

O PAZER divulga seu novo álbum, ‘Resistance’. Apostando numa sonoridade mais próxima de seu início nos anos 90 e com o novo vocalista Sérgio Ogres, o álbum mais uma vez foi frequente nas famosas listas de melhores do ano de 2016 no Brasil e no exterior.

Lançado em formato físico via Shinigami Records, ‘Resistance’, ganhou também sua versão digital e está disponível nas maiores distribuidoras do mundo. Spotify, iTunes, Amazon, Google Play e inúmeras outras plataformas já possuem o trabalho para streaming e download, confira alguns links:


Lembrando que a banda também acabou de lançar um videoclipe para a música ‘Actitud’:




Sites Relacionados:

Fonte: Metal Media

ENCÉFALO: ‘Die To Kill’ disponível no Spotify e mídias digitais


Terminando a produção de seu novo disco, o ENCÉFALO aproveita para finalmente lançar o mais recente, ‘Die To Kill’, em formato digital.

O álbum, segundo da carreira, já está disponível em plataformas como Spotify, iTunes, Google Play e muitas outras, confira alguns links:


‘Die To Kill’ foi lançado originalmente no ano de 2015, após a primeira turnê do grupo pela Europa e rendeu novamente ao ENCÉFALO citações de melhor trabalho nacional do ano.


O ENCÉFALO segue na produção de seu terceiro álbum. A banda alterna entre o VTM Studio, onde grava as baterias e o estúdio do amigo e produtor, André Noronha.

O principal destaque é que este é o primeiro álbum com a nova formação com Henrique Monteiro cuidando do baixo e também dos vocais, álbum em que a banda promete ficar ainda mais pesada!


Sites Relacionados:

Fonte: Metal Media

DISTRAUGHT: banda anuncia novo baixista



Um dos principais nomes do Thrash Metal nacional, o gaúcho DISTRAUGHT, tem um novo dono dos graves.

Nelson Casagrande, depois de dez anos e três álbuns gravados, vai seguir outros caminhos profissionais.

“O que falar desse cara? Um grande amigo e grande músico também. Foram muitas viagens, shows, alegrias e tristezas nesse mundo metálico que escolhemos por estes anos todos e com certeza lembraremos sempre dessa grande figura HelluciNelson!” – despedem-se os veteranos André Meyer e Ricardo Silveira.

Para seu lugar foi convidado o jovem e talentoso músico Allan Holz, da cidade de Caxias do Sul. O músico celebra sua entrada.

“Desde minha adolescência curto muito o som dos caras, quando surgiu a convite de trabalhar com essa galera topei na hora! Depois de muito ver a Distraught incendiando os palcos do Rio Grande do Sul para o mundo, está sendo uma honra fazer parte disso!”

O novo lineup já tem data de estreia, além de uma turnê pelo estado de São Paulo. Em breve todas estas novidades serão detalhadas.

Recentemente o DISTRAUGHT lançou um novo videoclipe. A música é a faixa-título de seu mais recente trabalho, ‘Locked Forever’, e conta com a ilustre participação do baterista do Hibria, Eduardo Baldo. O trabalho de edição ficou nas mãos de Juliano Souza, assista:




Sites relacionados:

Fonte: Metal Media

DATAVENIA: mais uma música do álbum liberada



Seguindo na promoção de seu novo trabalho, o álbum ‘Welcome To The Underground’, a banda gaúcha DATAVENIA lança mais uma música para audição.

A música liberada é a faixa ‘Hot Ginger Woman’ que mostra o lado mais Hard n’ Heavy, sem abandonar as guitarras pesadíssimas, característica do Metal do grupo. Confira:



Lançado em 2016, contando com 10 faixas, o álbum mostra todo o poderio da banda gaúcha com técnica e musicalidade no tradicional Heavy Metal, ainda assim criando algo único e poderoso.


Anteriormente havia sido lançado um videoclipe para a faixa título, produzido por David Kliemann e William Stringhi:



Sites relacionados:

Fonte: Metal Media

CARPATUS: novo álbum disponível no Spotify



O novo álbum do CARPATUS está sendo aclamado mundialmente e em breve chegará em sua versão física ao Brasil. Quem não quer esperar pode conferir o trabalho já no Spotify.

O disco, ‘Malus Ascendant’ está disponível pelo link:


‘Malus Ascendant’ é o terceiro álbum da carreira do grupo e foi gravado e mixado pelo brasileiro Marcos Cerutti, masterizado pelo sueco Dan Swanö (Opeth, Dark Funeral) e capa por Marcelo Vasco (Slayer, Dark Funeral, Borknagar).


Recentemente foi anunciada uma parceria com o selo Hammer of Damnation Records (https://www.facebook.com/hammerofdamnation/), que trará cópias impressas na Europa para a venda no Brasil. A previsão é meados deste mês ou início de abril.

Do disco foram retirados dois lyric videos, assista:

Aeon Damnation:



Rites Of Fire and Blood:





Sites relacionados:

Fonte: Metal Media

FINAL DISASTER: assista o lyric vídeo de “This is the End”

Foto: Tamira Ferreira

O FINAL DISASTER acaba de lançar o lyric vídeo da música “This Is The End”, que estará em seu novo EP, “The Darkest Path”, que será lançado em Abril, e terá quatro músicas.

Assista o vídeo de “This is the End”:



Recentemente a banda lançou um teaser desse EP. Veja aqui:


O tracklist de “The Darkest Path” terá as seguintes músicas:

1 - Dark Passenger
2 - This is the End
3 - Oblivion
4 - Beware the Children

A arte da capa é assinada por Laura Borssatti Giorgi – que também é vocalista da banda.


“The Darkest Path” foi produzido por Raphael Gazal no Acústica Estúdios. Gazal já trabalhou com artistas como Blaze Bayley, Tailgunners e Pastore.

Confira a série de vídeos, onde eles retratam de forma humorada os bastidores das gravações de “The Darkest Path”:





O FINAL DISASTER acaba de fechar com a Over Metal Agency. Interessados em shows, devem entrar em contato com phillmanager@overmetal.com.br

A formação do FINAL DISASTER traz Kito Vallim (vocal), Laura Giorgi (vocal), Daniel Crivello (guitarra), Rodrigo Alves (guitarra), Felipe KBÇA (baixo) e Bruno Garcia (bateria).

Acompanhe o FINAL DISASTER em seus canais oficiais:


DEFORMED SLUT: Grupo divulga vídeo de música ao vivo


Após 10 anos de existência como projeto, o grupo curitibano de Brutal Death Metal DEFORMED SLUT realizou o primeiro show ao vivo e com a formação completa neste Sábado dia 11/março no 92 Graus (Curitiba/PR). 


Deformed Slut - Slashing Your Flesh (In Fillet):




Links:

TRIEB: lançado primeiro capítulo da sua nova série de vídeos no YouTube



A banda TRIEB lançou recentemente o primeiro capítulo, da sua série de vídeos no YouTube, que retrata a origem das letras de cada uma das suas músicas.

No referido primeiro episódio, o grupo abordou detalhes sobre a canção "In Cold Blood", terceira música do EP "May Dead Dreamers Become Living Nightmares", baseada na obra de Truman Capote!



Em paralelo, a Eternal Hatred Records confirmou que irá lançar em 2017, o novo trabalho da TRIEB, o álbum "Deserto", com distribuição nacional através da Voice Music.

CHAOS SYNOPSIS: anunciada a Chaos Gods Euro Tour 2017


A banda de Death/Thrash Metal CHAOS SYNOPSIS anunciou as turnês Morbid Intoxicunts e Chaos Gods Euro Tour em suporte ao novo álbum “Gods of Chaos”, que será lançado em parceria entre Dunna Records e Black Legion Prod.

Acompanhe CHAOS SYNOPSIS: www.facebook.com/chaossynopsisbr

FLEETING CIRCUS: em clima descontraído, grupo lança primeiro clipe de novo disco



Os músicos cariocas da FLEETING CIRCUS surgiram no cenário nacional com um som diferenciado, influências que uniam o indie rock e a arte circense. Após seis anos de estrada, um EP, um álbum e um documentário lançados, a banda se prepara para mais um grande passo: o lançamento do seu segundo disco, que marca o início de uma nova sonoridade. A prova dessa mudança é o clipe “Disconnection”, que também é o primeiro single do próximo trabalho. O clima de descontração revela uma banda segura de si e que não se limita a rótulos.

A canção “Disconnection” traz uma letra que evoca a desconexão entre corpo e mente, enquanto a melodia passa uma vibração despretensiosa. O guitarrista Felipe Vianna conta que a ideia para o clipe veio de forma natural, encaixando com a música: “O mais importante era se divertir e fazer algo simples e direto que representasse melhor a nova fase que a banda se encontra. A gente queria algo que unisse a simplicidade da música, com a incoerência que há na letra e título da faixa”, explica.

Para que o objetivo fosse alcançado, foi reunida uma equipe de amigos para ajudar com as filmagens. A direção ficou com Marco Aurélio Abreu, que trabalhou com a banda no vídeo de “Underground”. O clipe também conta com a participação do Patrick Laplan, que produziu o novo disco e gravou as baterias. A gravação durou um dia e foi realizada no próprio estúdio da banda, a FLEETING CIRCUS.


FLEETING CIRCUS é formada pelos músicos Taynã Frota, Rodrigo Seven e Lucas Faria, além de Felipe Vianna. Surgiram no cenário independente com o EP "Dream World of Magic" (2011), que levou o grupo a participar da trilha sonora da novela "Guerra dos Sexos" e do programa "Divertics", ambos da TV Globo. Em 2014 eles lançaram o disco homônimo, que foi mixado por Matt Wallace (Maroon 5, Faith no More) e masterizado por Jonathan Wyner (David Bowie, Nirvana). Em 2015, o documentário “Brooklyn Days”, que fala sobre a turnê da banda nos EUA foi lançado, e atualmente, os músicos seguem na pós-produção do próximo disco.

Assista “Disconnection”: https://youtu.be/WhE2ZFcRUW4



Ficha técnica:

Direção - Marco Aurélio Abreu
Direção de Fotografia - Yan Amarante
Design de Produção - FLEETING CIRCUS
Operador de Câmera - Sid Dore
Operador de Câmera - Artur Medina
Edição - Marco Aurélio Abreu
Finalização - Marco Aurélio Abreu

Fonte: Build Up Media

GLORIA: banda faz show com setlist “by request”, neste sábado, em SP

Apresentação faz parte do projeto SETLIST, o qual os fãs escolhem as músicas que a banda vão tocar por meio de enquete no Facebook – foto: divulgação

O GLORIA, verdadeiro fenômeno do cenário independente e um dos mais principais expoentes do rock/metal nacional dos últimos anos, faz apresentação mais do que especial, neste final de semana, em São Paulo. 

O grupo é a terceira atração do projeto SETLIST SHOW, que acontece neste sábado (18/03), na Clash Club, onde quem escolhe o repertório são os próprios fãs, por meio de votação transparente e democrática dentro do evento oficial no Facebook (https://www.facebook.com/events/243188309464373/).

Os ingressos para a histórica performance continuam à venda na Galeria do Rock (loja 255), pelo site do Clube do Ingresso (http://www.clubedoingresso.com/gloria-18-03-17) e pontos autorizados pela empresa na capital paulista, Osasco, Santo André, São Caetano do Sul, São José do Rio Preto, além de Curitiba e Rio de Janeiro (http://www.clubedoingresso.com/ondecomprar). Mais informações no serviço abaixo.

Com o prestigio de ter participado de grandes festivais como Rock in Rio, SWU, Planeta Atlântida e Sampa Music Festival, Mi (vocal), Elliot Reis (guitarra/vocal), Peres Kenji (guitarra), Thiago Abreu (baixo) e Leandro Ferreira (bateria) estão divulgando o novo EP “V”, que vem tendo um belo feedback principalmente pela sonoridade majestosa e imponente das composições.

Após ficar em evidencia por bons longos anos promovendo o elogiado álbum “[Re]nascido”, o GLORIA quebrou barreiras e até paradigmas para quem executa um som fora dos padrões comerciais, além de figurar nos charts de álbuns mais vendidos e sendo indicado aos Prêmios Multishow, VMB e Capricho Awards.

Formada em 2002, o GLORIA, desde o começo, sempre fez parte dos grandes shows e festivais independentes de São Paulo. Com dois CDs lançados por selos independentes, a banda conquistou muitos fãs pelo país inteiro e chamou a atenção em suas apresentações sempre com energia de sobra, além de atiçar o faro do produtor musical Rick Bonadio (NX Zero, Fresno, CPM 22, entre outros), abrindo a oportunidade pra integrar a banda no cast da Arsenal/ Universal Music, em 2008.

Com diversas músicas nas principais rádios e emissoras de todo o país, a banda coleciona números expressivos como mais de 1 milhão de downloads no site Trama Virtual, onde já chegou a ter sete músicas no mesmo top 10, por mais de 1 ano e recorde de audiência, com mais de 30 mil pessoas conectadas, assistindo ao show do grupo no Estúdio Showlivre ao vivo.

Links relacionados:


SERVIÇO SÃO PAULO


Agência Sob Controle orgulhosamente apresenta Projeto SETLIST SHOW com GLORIA
Quem escolhe o repertório é você! Participe, faça deste show uma experiência inesquecível!
Data: sábado, 18 de março de 2017
Local: Clash Club
Endereço: Rua Barra Funda, 969 (próximo ao Metro Palmeiras – Barra Funda)
Hora: 16h (abertura casa) | Gloria: 20h30 (showtime)
Bandas convidadas: a confirmar
Imprensa: press@theultimatemusic.com | 11 964.197.206
Classificação etária: 18 anos
Estacionamento: locais ao lado da casa (sem convênio)
Estrutura: ar-condicionado, acesso para deficientes, área para fumantes

SETORES/VALORES*:
- Pista: R$30 (1º lote) | R$40 (2º lote) | R$50 (3º lote) | Porta: R$60
- Camarote: R$70 (1º lote) | R$100 (2º lote)
* para não estudantes. Doe um kilo de alimento na entrada da casa no dia do evento e pague meia entrada.

# PONTO DE VENDA (sem taxa de serviço): Galeria do Rock (loja 255)
*Consulte o ponto de venda mais próximo em http://www.clubedoingresso.com/ondecomprar

** Para a compra de ingressos para estudantes, aposentados e professores estaduais, os mesmos devem comparecer pessoalmente portando documento na bilheteria respectiva ao show ou nos pontos de venda. Esclarecemos que a venda de meia-entrada é direta, pessoal e intransferível e está condicionada ao comparecimento do titular da carteira estudantil no ato da compra e no dia do espetáculo, munido de documento que comprove condição prevista em lei;
*** A produção do evento NÃO se responsabiliza por ingressos comprados fora do site e pontos de venda oficiais;
**** É expressamente proibida a entrada com câmeras fotográficas e filmadoras profissionais ou semi-profissionais.

A/C Costábile Salzano Jr.

KHROPHUS: banda concede primeira entrevista com a nova formação, confira!


A clássica banda catarinense KHROPHUS foi destaque no site The Metal World onde concedeu uma entrevista superinteressante para o mesmo.

No bate papo conduzido por Aline Pavan, Carlos Fernandes, baterista do grupo, falou sobre diversos assuntos, dentre eles o atual momento da banda e seus projetos, história, método de composição, influências, cena catarinense no Heavy Metal e também sobre o mais novo frontman, Hugo Deigman, confira:

“Conhecemos Hugo de longa data, desde 2010 ano que ele produziu o show do Khrophus em Timóteo/MG. E mantivemos contato desde então, a escolha dele na verdade foi por acaso, ele viu o ‘post’ no Facebook que fizemos a procura de um frontman, então ele nos escreveu dizendo: ‘a vaga é minha, to indo para Floripa’, aí respondemos na hora: ‘venha porra, bora fazer barulho então’ mais ou menos por aí se deu a conversa (risos).” - Carlos Fernandes.

Leia a entrevista completa aqui: 


O KHROPHUS também falou sobre a atual turnê, “Spreading Tha Madness Tour”, que já se estende desde o lançamento do último trabalho, intitulado “Eyes Of Madness”, lançado em 2013. Para levar a atual turnê, com nova formação, para sua cidade é muito fácil, basta escrever para contato@sanguefrioproducoes.com ou khrophus@hotmail.com para obter todas as informações.

Confira as datas de 2016/2017 da atual turnê: https://goo.gl/ZA1Wv8

Contato para shows e assessoria: www.sanguefrioproducoes.com/contato

Sites relacionados:


OVERHEAD: novas datas e shows com Matanza e Marcello Pompeu


A banda de Rock ‘n’ Roll OVERHEAD anunciou as primeiras datas da turnê em divulgação ao novo álbum de estúdio, intitulado “Na madrugada de Bar em Bar”, que será lançado em parceria com a Island Music, ainda sem data prevista.

Duas datas terão destaque com participação do Matanza em Bauru/SP no próximo mês de Abril, e Marcello Pompeu (Korzus) em Ipaussu/SP. 

Em breve novas datas serão incluídas na agenda. Fiquem ligados!

Acompanhe OVERHEAD no Facebook: www.facebook.com/overheadrock

Fonte: Island Music

MORPHEUS’ DREAMS: debut álbum será lançado no Brasil pela MS Metal Records


O debut álbum da banda de Symphonic Metal MORPHEUS’ DREAMS, intitulado “What Dreams May Come?”, será lançado no seu formato físico pela MS Metal Records, no primeiro semestre de 2017.

A distribuição do referido trabalho será conduzida pela Voice Music, que englobará tanto as lojas especializadas, quanto MegaStores. Enquanto que a sua versão digital, a ser distribuída mundialmente através da CD-Baby, a partir do dia 31 de março.

Todo o conceito gráfico foi desenvolvido pelo designer Carlos Fides, que já realizou trabalhos similares para bandas como Almah, Evergrey, Noturnall, entre outras.

Track List:

01. Emeraldine
02. Trismegistus
03. D’arc (The Unburned Heart)
04. Lobo-Guará
05. Shakespeare’s Secret Garden
06. Star of Sophia
07. Ribat da Arrifana
08. The Daughter of The Owls
09. Dream Awake
10. Sob o Sol
11. What Dreams May Come?

Para mais informações sobre as atividades da banda MORPHEUS’ DREAMS e dos demais clientes da empresa, basta entrar em contato com a MS Metal Press através do e-mail contato@msmetalagencybrasil.com.

THIAGO BIANCHI’S ARENA - Thiago Bianchi’s Arena (CD)


2017

Nacional

Nota: 10,0/10,0

Tracklist:

1. Voices
2. The Scar is the Pay Off
3. Trust Me
4. Nova Era
5. I Live
6. Woman in Chains
7. Learn to Let It Go
8. Glance
9. Mr. Caretaker
10. Spoiled 
11. Adore
12. To Choose
13. Hear
14. Life is...


Banda

Thiago Bianchi – Vocais
Tito Falaschi – Baixo 
Gabriel Triani – Bateria 


Convidados:

Maria Odette
Kiko Loureiro (MEGADETH)
Edu Ardanuy (DR. SIN)
Aquiles Priester (ex-ANGRA/NOTURNALL)
Fernando Quesada (NOTURNALL)
Jr.Carelli (NOTURNALL)
Mozart Mello
Felipe Andreoli (ANGRA)
Mike Orlando (NOTURNALL/ADRENALINE MOB)
Edu Falaschi (Ex-ANGRA/ALMAH)
Michel Leme (Famous Brazilian Guitar Player)
Nando Fernandes (ex-HANGAR)
Tito Falaschi (SYMBOLS)
Ricardo Confessori (Ex-SHAMAN/ANGRA)
Léo Mancini (ex-SHAMAN/NOTURNALL)
Kadú Averbach (WIZARDS)
Marcell Cardoso (KARMA)
André Hernandes (ANDRÉ MATTOS)
Nelson Júnior (Famous Guitar Player)
Marcelo Moreira (CIRCLE TO CIRCLE)
Gabrieu Kauê
Fabrízio Di Sarno (KARMA)
Léo Belling (REPÚBLICA)
Thiago Buslik (Solo Singer)
Chris Passos (WIZARDS)
Marcelo Pompeu (KORZUS)
Guga Machado
André Brunnetti (VOX/FIRESIGN)
Gabriel Triani (WIZARDS)
Vandré Nascimento (MAD GATOR)


Contatos:


Texto: Marcos “Big Daddy” Garcia


Os projetos musicais de integrantes de bandas no Metal nacional não são lá muito comuns. Pode ser um reflexo da realidade em que vivemos no Brasil, onde 99% dos músicos precisam ter um emprego primário para o sustento próprio, e o resto do tempo, esses operários do Metal precisam dividir entre família, amigos, e por fim, a banda. Nunca é simples, mas sempre prazeroso. E quando damos de cara com um disco como “Thiago Bianchi’s Arena”, o queixo vai ao chão pelo conteúdo da obra.

Este projeto nasceu nos anos 90, com músicas compostas por Thiago em parceria com Tito Falaschi (SYMBOLS). E o que encontramos no CD é o bom e velho Heavy Metal tradicional com jeitão de Power Metal de sempre, apenas com um enfoque um pouco diferente. Aliás, que se diga que não há similaridades das outras bandas de Thiago com o que se ouve em “Thiago Bianchi’s Arena”, mesmo porque o disco é repleto de convidados, e o próprio Thiago é muito versátil como cantor.

A produção do CD é muito boa, com todos os instrumentos soando com clareza e peso devidos. Ou seja, a estética impressa a cada canção é de primeira, e digamos de passado: conseguir fazer isso com esse time imenso de convidados é coisa de quem tem raça, e muito. Tudo brilhante, pesado e claro nas medidas certas, e torno a dizer: não chegam a existir similaridades entre o que se ouve aqui e em outros trabalhos de Thiago. E visualmente, a capa do CD é belíssima, um trabalho ótimo e que dá uma conotação positiva às músicas.

Musicalmente falando, o talento individual dos convidados do CD, aliado ao talento natural de Thiago para cantar gerou músicas excelentes, que dão prazer aos ouvidos, e mostram a diferença entre aqueles que ainda precisam burilar seu talento um pouco mais e quem já sabe o que tem, que aposta as fichas sem medo de perder. E que sai ganhando. Cada canção é preciosa, tem seu brilho e personalidade bem próprios.

A hipnótica introdução “Voices” vai preparando o terreno para o Power Metal pesado e bem trabalhado exibido em “The Scar is the Pay Off” (belos arranjos de guitarras, for a o baixo estar trovejando com ótima técnica), a melodiosa e cativante “Trust Me” (que possui uma dose a mais de agressividade e peso, graças ao andamento não tão veloz e aos vocais usando timbres variados), a fogosa e veloz “Nova Era” (aqui temos uma canção que realmente tem o jeito mais clássico do Power Metal, com ótimos backing vocals, técnica apurada e baixo e bateria fantásticos na base rítmica), a hipnótica e adornada com lindas linhas melodiosas “I Live” (e que refrão mais grudento), a versão da banda para “Woman in Chains” (que já havia sido lançada em vídeo há alguns anos pelo NOTURNALL, mostrando a beleza de arranjos percussivos e de teclados, fora que o dueto de Thiago e sua mãe, a cantora Maria Odette, é maravilhoso), o peso-pesado de “Learn to Let It Go” (as guitarras mostram riffs bem agressivos, for a os tempos quebrados e ótimas vocalizações mais uma vez), o peso mais aveludado da trabalhada “Glance”, que contrasta com a pegada mais agressiva, técnica e moderna de “Mr. Caretaker”; o jeito pesado e heavyssivo de “Spoiled” (devido ao belo trabalho das linhas melodiosas de baixo e bateria), a densa e introspectiva “Adore” (com teclados etéreos, que contrastam bastante com o canto melodioso de Thiago e com as incursões de guitarras), o peso bastante denso e quase melancólico de “To Choose” (belos teclados, e partes mais pesados não obliteram esta sensação), as melodias um pouco mais brandas e belíssimas de “Hear” (ouça como as vozes mudam de tom sem que incomodem o ouvinte, sempre com imenso talento), e a mais agressiva e direta “Life is...” (ótimas passagens de baixo e bateria), que fecha o CD com chave de ouro.

O CD é lindo, merece a aquisição, ainda mais porque a renda das vendas do CD será revertida para instituições que cuidam de crianças com câncer.

No mais, um dos grandes CDs nacionais de 2017. E torçamos para que exista no futuro um segundo disco!