24 de ago de 2014

Resenha: Hammerfall - (r)Evolution (CD)

Nota 10,0/10,0

Por Marcos "Big Daddy" Garcia


A partir de 1997, o mundo viu o renascimento do Power Metal dos anos 80, rebuscado por muitas bandas, mas um de seus maiores pioneiros e talvez o maior dos expoentes é, sem sombra de dúvidas, o quinteto sueco HAMMERFALL. Mas mesmo assim, após disco ótimos como "Glory to the Brave", "Legacy of Kings" e "Renegade", a banda começou a perder um pouco de seu fôlego, talvez buscando alternativas sonoras para continuar vivo, sem no entanto perder sua identidade. Mas a banda parecia sem a mesma inspiração de antes. Só que, como diz um velho ditado popular, "quem é rei não perde a majestade", e eis que os Templários resolveram voltar às boas, e para reconquistar seu espaço merecido, lançaram a pedrada "(r)Evolution", seu nono álbum de estúdio.

O título parece ser uma ironia, já que a banda na realidade não mostra uma evolução, mas sim resgata seu passado, apostando no mesmo Power Metal que os consagrou, feito com grandes refrões, músicas ora rápidas, ora mais cadenciadas, sempre mantendo o peso, e evitando rebuscar demais a técnica (exceto pelos solos de Pontus, que realmente é um excelente guitarrista). Joacim Cans se reinventou, usando uns tons não tão agudos como antes (mas ainda altos), e se mostra um mestre. A guitarras de Oscar Dronjak e Pontus Norgren se entendem muito bem nos riffs, e os solos são bem técnicos (e como dito acima, Pontus é um ás nas seis cordas), e ganharam mais peso; a base de Fredrik Larsson (baixo) e Anders Johansson (bateria) é pesada, com boa técnica seja em momentos mais cadenciados, seja nos mais rápidos. E como esse CD é bom, justamente porque o HAMMERFALL soube recuperar suas raízes, mas mantendo o requinte e bom gosto de seus últimos trabalhos, com canções que realmente fazem a diferença. Power Metal puro, simples e pesado. Sim, o Campeão está de volta, e com tudo!

Ao ver o nome de Fredrik Nordström na produção, fica claro o porque o disco soa tão clássico, já que ele produziu a dupla "Glory to the Brave" e "Legacy of Kings", logo, o disco soa pesado e limpo como deve ser, com qualidade inegável. E me perdoem os fãs mais xiitas da banda, mas realmente Charlie Bauerfeind e Michael Wagener, por melhor profissionais que sejam, nunca entenderam muito bem como o HAMMERFALL deve soar. E é como soa aqui, especialmente em termos de peso. E como quase tudo em "(r)Evolution" é do passado, Andreas Marschall, que fez as capas dos três primeiros disco, retorna e dá esse toque de nostalgia à arte (que é uma referência bem explícita ao "Glory to the Brave", sejamos francos).

A diferença entre "(r)Evolution" e todos os discos a partir de "Legacy" of Kings" é justamente que a banda soube buscar tons instrumentais mais simples e não tão limpos, bem como os arranjos também não são tão complexos, o que torna o trabalho mais pesado e de fácil assimilação. Ponto inegável para quem sabe quem é e o que quer fazer.

As onze faixas são todas ótimas. 

Abrindo, o hino "Hector's Hymn", com ótimos vocais e guitarras (e um refrão absurdamente grudento! É ouvir e sair cantando, uma especialidade do grupo). Seguindo, a pesada e não tão rápida "(r)Evolution", mas empolgante, mais uma vez mostrando excelente refrão e ótimos backing vocals. Em "Bushido", música do primeiro Single de divulgação, é uma faixa pesada, também mais cadenciada e semi-épica, mostrando uma base baixo-bateria muito pesada (apesar de não tão técnica). Apresentando o clássico estilo da banda, temos "Live Life and Loud", com outro refrão ótimo e vocalizações perfeitas. Já "Ex Inferis" é aquela música pesada e bem cadenciada, com riffs típicos para se bater cabeça e belas melodias vocais. Tempos medianos em uma faixa Hard'n'Roll, bem ganchuda, temos "We Won't Back Down". "Winter is Coming" é uma típica semi-balada de refrão e momentos mais pesados, com belos solos e bateria mostrando um peso arrasador. "Origins" já lembra um pouquinho trabalhos da banda na era "Crimson Thunder" e "Chapter V: Unbent, Unbowed, Unbroken", mas pegando mais pesado e ganchudo, mais um show de baixo e bateria. Em "Tainted Metal", a banda torna a pegar mais pesado e com um andamento mais dinâmico, com riffs fortes e vocalizações bem pensadas. "Evil Incarnate" é outro Metalzão pesado e com boa dose de acessibilidade, mostrando bastante a influência de bandas de Hard'n'Heavy que eles carregam. E em "Wildfire", que fecha o disco, a banda entra em mais uma música mais rápida e melódica, dentro de seu estilo, onde a bateria e o baixo roubam a cena, fora os ótimos backing vocals. E ainda temos a faixa bônus "Demonized", para aqueles que adquirirem a versão Digipack ou em LP (vinil).

Sim, os Templários estão de volta com um ótimo disco, que merece a aquisição e ser ouvido no mais alto volume possível!

Uma lenda não se curva, não se dobra, e não pode ser vencida! Bem vindo de volta, HAMMERFALL!!!



Tracklist:

01. Hector's Hymn
02. (r)Evolution
03. Bushido
04. Live Life Loud
05. Ex Inferis
06. We Won't Back Down
07. Winter is Coming
08. Origins
09. Tainted Metal
10. Evil Incarnate
11. Wildfire
12. Demonized (bônus para Digipack e LP)


Banda:

Joacim Cans - Vocais
Pontus Norgren - Guitarras
Oscar Dronjak - Guitarras
Fredrik Larsson - Baixo
Anders Johansson - Bateria


Contatos:

Toxic Holocaust em destaque na Roadie Crew



Power trio retorna ao Brasil para seis shows – foto: divulgação

Prestes a desembarcar no Brasil para uma longa tour, a banda norte-americana TOXIC HOLOCAUST continua em evidência na mídia nacional. O frontman Joel Grind é uma das entrevistas em destaque na Roadie Crew, maior revista especializada em Rock/Heavy Metal do país.

Em conversa com o repórter Guilherme Spiazzi, o artista falou sobre o processo de composição do álbum “Chemistry of Consciousness”, a repercussão do disco em relação à mídia e ao público, suas influências e fez questão de deixar claro que é profundo conhecedor do heavy metal brasileiro. Esta edição continua nas bancas e traz na capa os integrantes do Accept, Alice Cooper, Therion, além de um especial sobre o Folk Metal.

Joel Grind (guitarra/vocal), Phil Zeller (baixo) e Nick Bellmore (bateria) se apresentam, no próximo dia 12 de outubro, na Clash Club. A abertura está reservada às bandas Voodoopriest, Nervosa, Krow, Blasthrash e CxFxCx.

Já na Cidade Maravilhosa, o power trio, no dia 9 de outubro, no Teatro Odisseia, e contará com a grande exibição de nomes como Lacerated And Carbonized, Nervosa e Land of Tears. Mais informações sobre a venda de ingressos em ambas as capitais estão disponíveis no serviço abaixo.

A turnê do TOXIC HOLOCAUST consiste nas seguintes datas:

02/10 - Minas Tenis Club - Brasilia/DF
03/10 - Montanha Bar - Limeira/SP
04/10 - Music Hall - Curitiba/PR
05/10 - TBA
08/10 - Sociedade Orphey - São Leopoldo/RS
09/10 - Teatro Odisseia - Rio de Janeiro/RJ
10/10 - Portela Cafe - Salvador/BA
11/10 - Underground Metal Fest - Fortaleza/CE
12/10 - Clash Club - São Paulo/SP
17/10 - Kmasu Premiere - Santiago, Chile
18/10 - Roxy Live - Buenos Aires, Argentina
19/10 - Bluzz Live - Montevideu, Uruguai
23/10 - Centro de Convenciones - Lima, Peru
25/10 - TBA - Bogotá, Colômbia

A primeira e única vez que a banda veio ao país foi em 2006 para apenas três shows. Neste momento, o grupo está em turnê promocional de “Chemistry of Consciousness”. O quinto álbum de estúdio contem 11 faixas furiosas, foi mixado por Kurt Ballou (Converge) no GodCity Studio e masterizado por Brad Boatright (Sleep, From Ashes Rise, Nails) do Audiosiege Engineering. Este trabalho foi lançado no ano passado, pela Relapse Records, e está disponível para audição em http://www.youtube.com/playlist?list=PLq6NULtuhFummU-JiFclRDi1wK0wgKllz.

TOXIC HOLOCAUST foi formado em 1999, na cidade de Portland (OR) e é uma mistura da velocidade do Slayer, o punk rock do The Exploited e uma overdose de Metallica. É altamente recomendado para os mais fiéis seguidores de Municipal Waste, D.R.I., Sodom, Midnight, GBH, etc.

Uma das curiosidades na carreira da banda foi a inserção da pesada composição “Bitch” no 11º episódio da 5ª temporada da série Sons of Anarchy. Este fato acabou alavancando o nome do TOXIC HOLOCAUST nos EUA e Europa.

Links relacionados:


Serviço São Paulo
FAME Enterprise e Damar Productions apresentam TOXIC HOLOCAUST
Data: 12 de outubro de 2014 – domingo
Local: Clash Club
End: Rua Barra Funda, 969, - próximo aos Metrôs Barra Funda e Marechal Deodoro
Bandas convidadas: Voodoopriest, Nervosa, Blasthrash, Krow, e CxFxCx
Classificação: 16 anos | 14 anos somente acompanhado pelo responsável legal

Ingressos:
Pista Meia/Promo: R$ 80 | Pista Inteira: R$ 160
Mezanino Meia/Promo: R$ 90 | Mezanino Inteira: R$ 180
Camarote Meia/Promo: R$ 150 | Camarote Inteira: R$ 300
Camarote com Meet & Greet: R$ 200 (ingressos limitados – inclui cerveja, sessão de autógrafos, foto, pôster, ingresso all access camarote/pista/mezanino).

Ingresso online:
www.clashclub.com.br (Taxa admin 10%)
www.ticketbrasil.com.br (Taxa admin 15%)
www.rockinchair.com.br (Taxa admin 15%)

Pontos de venda:
SP ROCK: Loja 402 – 3º Andar - Galeria do Rock – Av. São João  439, São Paulo
CADAQUAL: Rua Augusta, 2171, São Paulo Tel. (11) 3062-7079
Shopping Oriente 500: Rua Oriente, 500 – BRÁS - Tel. 11 2292 81 66
Twister Games ITAQUERA: Shopping Metro Itaquera, Loja 245, Av. José Pinheiros Borges, Itaquera, SP – Tel. (11) 3756-1822
Twister Games DIADEMA: Shopping Praça da Moça, Loja 338/339 Piso Paineira, Rua Manoel de Nobrega 712, Diadema, SP – Tel. (11) 3326-7501
São Caetano do Sul - School of Rock: Rua São Paulo, 1154, Ceramica, São Caetano do Sul – Tel. (11) 3565-6517
S.B. do Campo: Age of Dreams - Rua Marechal Deodoro, nº 1754 - (11) 9 7616-6861
Santo André: Metal Music - Rua Dona Elisa Flaquer, 184 - (11) 4994-7565


Serviço Rio de Janeiro
FAME Enterprise apresenta TOXIC HOLOCAUST
Data: 9 de outubro - quinta-feira
Local: Teatro Odisseia
End: Av. Mem de Sá, Centro
Bandas convidadas: Lacerated And Carbonized, Nervosa e Land of Tears
CENSURA: 18 anos

Ingressos:
Pista Meia / Promo : R$80 | Pista Inteira: R$160

Ingresso Online:
www.ticketbrasil.com.br (Taxa admin 15%)

Pontos de Venda:
HARD AND HEAVY – Rua Marques de Arbantes, 177, Loja 106, Flamengo, Rio de Janeiro
SEMPRE MUSICA – Rua Visconde de Pirajá, 365, Loja 11, Ipanema
SCHEHERAZADE – Rua Conde de Bonfim, 346, Loja 209, Saens Penã, Tijuca
ROCK FOR YOU – Shopping Estação Fashion, Av. Presidente Kennedy, 1910, Loja D5, Duque de Caixas



Próximas divulgações THE ULTIMATE MUSIC – PR:
24/08 – Paura – Inferno Club – SP/SP
26/08 – CJ Ramone – Hangar 110 – SP/SP
07/09 – DEATH: DTA – Via Marquês – SP/SP
11/09 – Cavalera Conspiracy + Krisiun + Confronto – Circo Voador – RJ/RJ
13/09 – Raimundos – Plaza Hall – Sorocaba/SP
13/09 – Peter Murphy e Wayne Hussey – Carioca Club – SP/SP
27/09 – Dave Evans (1º vocalista do AC/DC) – Gillan’s Inn Rock Bar – SP/SP
27/09 – Angra – Plaza Hall – Sorocaba/SP
28/09 – Gloria + Strike – Plaza Hall – Sorocaba/SP
04/10 – Exodus – Carioca Club – SP/SP
12/10 – Toxic Holocaust – Clash Club – SP/SP
08/11 – Behemoth – Carioca Club – SP/SP
20/11 – Kansas – Vivo Rio – RJ/RJ
21/11 – Kansas – HSBC Brasil – SP/SP
02/11 – Rosa de Saron – Clube Ítalo Brasileiro – Limeira/SP
07/12 – O Teatro Mágico – Clube Ítalo Brasileiro – Limeira/SP
13/12 – O Teatro Mágico – Plaza Hall – Sorocaba/SP
14/12 – Rosa de Saron – Plaza Hall – Sorocaba/SP
Mais infos sobre os shows acima, acesse https://www.facebook.com/UltimateMusicPR.



A/C Costábile Salzano Jr
11 4241.7227 | 11 9 6419.7206

Hellish War: Banda lança videoclipe de "Keep it Hellish" e sorteia prêmios




A banda HELLISH WAR lançou nesta semana o videoclipe para a faixa-título de seu álbum mais recente, "Keep it Hellish". Muito aguardado pelos fãs da banda e amantes do Heavy Metal tradicional, o vídeo já está disponível e pode ser visto abaixo: 


Junto ao lançamento do videoclipe, a banda lança também uma promoção no Facebook (www.facebook.com/hellishwar): os fãs que curtirem a página, compartilharem o novo vídeo e seguirem o regulamento disponibilizado concorrerão a um CD "Keep it Hellish", camiseta e patch da banda.

HELLISH WAR informa também que, a partir deste mês, passa a trabalhar com sua própria equipe de assessoria de imprensa. Contatos para shows, entrevistas, compra e venda de merchandising devem ser feitos pelo e-mail: info.hellishwar@gmail.com .

Informações adicionais:



Fonte: Hellish War

Waterghost: novos músicos, participações especiais e segundo single


Após o concurso realizado nas últimas semanas nas redes sociais, o WATERGHOST anuncia novas participações de vocalistas e instrumentistas a integrar o quadro de músicos do novo metal ópera.

O time conta com músicos convidados - brasileiros e internacionais - escolhidos pelas suas qualidades interpretativas e técnicas apuradas. Estes irão contribuir com o desenvolvimento da narrativa iniciada no elogiado single de estreia “The Four Elements”, que pode ser conferido aqui: 


André Anheiser Ferrari (ex-Eyes of Shiva, atual Mr. Ego), que deu voz à primeira faixa, se juntará aos seguintes vocalistas nas próximas composições do Waterghost: Başak Ceber Adakur (País de origem: Turquia; Grupo: Dream Ocean), Germán Pascual (País de origem: Suécia. Grupo: ex-Nárnia, atualmente em carreira solo), Gui Antonioli (Tierramystica), Helyton Camargo (finalista do concurso mencionado acima), Mischa Marmade (Zaltana), Raphael Dantas (ex-Andragonia, atual Perc3ption). As guitarras e arranjos ficarão a cargo de Vinícius Almeida (Legendary, multi instrumentista e produtor do Waterghost). No baixo, foi escalado Ignacio López (País: Argentina; Grupo: Skiltron). Marcelo Beckenkamp, idealizador do projeto, segue como letrista dos próximos capítulos deste trabalho. Além desses, mais três nomes serão mantidos como surpresa e revelados posteriormente.

Quanto ao segundo single, o mesmo encontra-se em fase de pré-produção no DRK Studios e deverá ser lançado no mês de outubro.

Não perca as novidades do WATERGHOST e inscreva-se nos respectivos canais oficiais: