1 de abr de 2015

Krisiun gravando novo álbum nos EUA



Brasileiros estão trabalhando novamente ao lado do renomado produtor Erik Rutan – foto: divulgação

Após quarto anos excursionando literalmente o mundo inteiro para promover o aclamado álbum “The Great Execution”, o KRISIUN está concentrado, neste exato momento, no Mana Recording Studios, na Flórida (EUA), gravando o seu tão aguardado disco de inéditas. A previsão de lançamento é para o segundo semestre deste ano. 

Alex Camargo (baixo/vocal), Moyses Kolesne (guitarra) e Max Kolesne (bateria) estão trabalhando ao lado do produtor Erik Rutan, o cérebro e o coração do renomado Hate Eternal e guitarrista da formação original do Morbid Angel. Rutan é famoso por também já ter produzido discos de nomes como Cannibal Corpse, Nile, Six Feet Under, Malevolent Creation, Madball, Agnostic Front, entre outros. 

Esta é a segunda vez que o power trio brasileiro se junta a Rutan. Ele co-produziu “Conquerors of Armageddon” (1999), considerado, até hoje, um dos álbuns mais brutais da história do death metal.

"É uma fantástica honra trabalhar com o KRISIUN novamente. Eles são uma das melhores bandas do death metal mundial. O elo musical e criatividade desses caras é única. O novo material é excelente! Rápido e pesado, traz a essência da brutalidade selvagem! As novas composições tem muita vibração e dinâmica. Recentemente, começamos a gravar alguns vocais, guitarras e solos adicionais. Este será um álbum que todos os fãs de death metal certamente não pode perder!”, declarou Rutan.


Antes de começar mais uma longa maratona de shows pela Europa, o KRISIUN tem duas exibições confirmadas no Brasil. O grupo é a atração principal do OZ EXTREME METAL, festival agendado para o próximo dia 3 de maio, no Centro de Eventos Pedro Bortolosso em Osasco, e se apresenta, no dia 13 de maio, no Sesc Campinas. A abertura, em anabas as oportunidades, contará com a performance da banda Confronto, um dos nomes mais respeitados do metal sul-americano.

Confira abaixo, as apresentações confirmadas em diversas casas e festivais de verão do Velho Continente: 

03/05 – Centro de Eventos Pedro Bortolosso – Osasco, Brasil
13/05 – Sesc Campinas – Campinas, Brasil
12/06 – Chronical Moshers – Mühlteich, Alemanha
13/06 – K17 – Berlin, Alemanha
14/06 – P 60 – Amstelveen, Holanda
07/08 – Brutal Assault – Josevof, República Tcheca
08/08 – Party San Open Air – Schlotheim, Alemanha 
09/08 – Saint Maurice de Gourdans – Sylak, França
10/08 – Secret Place – Montepellier, França
11/08 – Manoir – St-Maurice, Suiça
13/08 – Rockstad Extreme – Rasnov, Romenia
15/08 – Falun – Rockstad, Suécia
16/08 – Saint-Nolff – Motocultor, França 
17/08 – Little Devil – Tillburg, Holanda
18/08 – Vortex – Siegen, Alemanha 
19/08 – Cafe Zentral – Weinheim, Alemanha 
20/08 – Backstage – Munique, Alemanha
21/08 – Kaltenbach OA, Spital am Semmering, Áustria
22/08 - Metal Mean Festival – Mean, Bélgica
23/08 – Baroeg – Rotterdam, Holanda 

Links relacionados:









Próximas divulgações THE ULTIMATE MUSIC – PR:
04/04 – Obituary – Clash Club – SP/SP
12/04 – Paul Di’Anno + Korzus – Carioca Club – SP/SP
18/04 – Marduk – Clash Club – SP/SP
03/05 – Grave Digger – Carioca Club – SP/SP
03/05 – Krisiun + Confronto + Projetct 46 – C.E. Pedro Bortolosso – Osasco/SP
30/05 – Vader – Clash Club – SP/SP
07/06 – Machine Head – Via Marquês – SP/SP
19/07 – Opeth – Carioca Club – SP/SP
12/10 – Blind Guadian + Circle II Circle – HSBC Brasil – SP/SP
Mais infos sobre os shows acima, acesse http://theultimatemusic.com.



A/C Costábile Salzano Jr.

Panzer – Louder Day After Day – Live Panzer Experience (DVD+CD)

Nota 10,0/10,0

Por Marcos "Big Daddy" Garcia





E mais uma vez, o mais ativo dos veteranos do Metal nacional volta com mais um ótimo lançamento. O PANZER, banda experiente de São Paulo, com dois anos apenas de seu retorno, enfim, lança o DVD+CD “Louder Day After Day – Live Panzer Experience”, seu sexto lançamento nesses dois anos. Sim, seis lançamentos em menos de três anos, mostrando um fôlego privilegiado, e sempre mantendo uma qualidade enorme em tudo que faz. E mais uma vez, a parceria da banda com a Shinigami Records se mostra ótima para ambos os lados, e quem sai ganhando são os fãs.

Antes de tudo, é preciso deixar algo claro: a mescla da experiência de André Pars (guitarras) e Edson Graseffi (bateria) com a energia de Rafinha Moreira (vocais) e Rafael DM (baixo) resulta em uma mistura de Thrash Metal com aspectos Stoner e toques de Groove Metal. Ou seja, é agressivo, ríspido e bruto, mas bem feito, com muito requinte e elegância. Rafinha é um vocalista privilegiado, que mesmo em seus urros que lembram uma mistura explosiva de Phil Anselmo com Max Cavalera, não perde a dicção e sabe ser um frontman excelente. André nas guitarras é uma fera em termos de feeling e peso, com riffs pesados e solos criativos, uma versão mais agressiva de Randy Rhoads. O baixo de Rafael DM é perfeito em termos de técnica e peso, se ajustando perfeitamente ao estilo bruto de Edson Graseffi tocar bateria, ou seja, ambos criam uma base rítmica perfeita, coesa e de muito peso. Ou seja, o PANZER é uma banda de personalidade única no mundo, com garra e muito tesão de estar no palco, e vocês não irão achar outra como eles por aí. E de quebra, ainda temos a participação especial de Silvano Aguilera (guitarrista/vocalista do WOSLOM) nos vocais em “Savior”.

Em termos de qualidade, som e vídeo estão perfeitos. O trabalho de Henrique Baboom na produção e mixagem (sim, o mesmo que produziu “Honor”) e Alessandro Kbral na masterização é algo absurdo, embora não tenham obliterado o lado “live” do quarteto em termos sonoros. Podemos dizer até que ajudou a ressaltar bastante o lado cru das músicas. O trabalho de Careca (Macarena) na edição de imagens é excelente. As cenas estão ótimas, os takes de cada um dos membros estão ótimos, ângulos de filmagem, tudo que Marcelo Rossi poderia fazer nas câmeras, ele fez... E, em termos áudio-visuais, podemos aferir que está no padrão PANZER de qualidade. A parte visual é muito boa, toda com fotos da banda ao vivo, e trabalhada em uma embalagem funcional estilo Digipack, mas parecida com o antigo formato dos LPs.

Panzer
O show foi gravado em 26 de Abril de 2014 no Estúdio Espaço Som (em São Paulo), e do set que a banda tocou, eles realmente varreram toda sua carreira. Temos uma música do primeiro CD da banda, “Inside” (que é a instrumental “N.S.A.”), algumas do clássico “The Strongest”, mas a maior parte é mesmo do EP “Brazilian Threat” e do álbum “Honor”, com bastante participação da platéia presente. E aqueles que já viram o quarteto ao vivo, sabem que o que se vê no DVD é tudo que eles fazem em seus shows, com muita energia, garra e espontaneidade, mas sempre sem perder a qualidade que lhes é característica. É uma experiência absurda, que nenhum CD poderia captar em sua totalidade, mas que aqui, conseguimos ter uma idéia bem clara e próxima do caos que é. E para fechar em grande estilo, temos os vídeos para “Rising”, “Alma Escancarada” (o mesmo que vemos em animações no Youtube), e o lyric vídeo de “The Last Man On Earth”, além de uma galeria de fotos da banda ao vivo, tendo como trilha sonora “Mind’s Slavery”.

No CD ao vivo, temos basicamente o mesmo show em sua versão de áudio, que podemos ouvir sem a necessidade de ver o DVD. Mas há mais um bônus: o EP “Brazilian Threat”, antes lançado apenas para download, mas que agora, enfim, ganha seu espaço físico, para ocupar aquele espaço especial em nossas estantes. E creiam-me: essas três faixas são itens obrigatórios!

Preparem-se para o amassa-crânios das esteiras do tanque de guerra brasileiro. The Threat is real, and it's here!







Músicas:

DVD:

01. Speedy
02. Affliction 
03. Red Days 
04. The Morning After 
05. The Last Man On Earth 
06. Heretic 
07. Intruders 
08. Savior 
09. I Wanna Make You Pay 
10. Burden of Proof 
11. Victim of Choices 
12. Rejected 
13. N.S.A. 
14. Rising 


CD:

01. Speedy 
02. Affliction 
03. Red Days 
04. The Morning After 
05. The Last Man On Earth 
06. Heretic 
07. Intruders 
08. Savior 
09. I Wanna Make You Pay 
10. Burden of Proof 
11. Victim of Choices 
12. Rejected 
13. N.S.A. 
14. Rising 
15. Burden of Proof *
16. Red Days *
17. Hastening to Death *

* EP "Brazilian Threat"


Banda:

Rafinha Moreira – Vocais 
André Pars – Guitarras 
Rafael DM – Baixo, backing vocals
Edson Graseffi – Bateria 


Contatos:

Metal Media (Assessoria de Imprensa)

01/04/2015: Metal Media Management



Astafix: confira primeiro teaser do vindouro álbum


Prestes a finalizar seu novo álbum, os músicos do ASTAFIX apresentam o primeiro teaser do trabalho.


Lembrando que recentemente foi anunciado que um pouco mais da memória do guitarrista Paulo Schroeber, falecido prematuramente no ano passado, estará presente no CD.

“Serão cinco músicas que ele gravou as bases e em uma delas ele já tinha gravado o solo. Esta é nossa forma de homenagear este tão querido amigo”, comenta o vocalista Wally.

O novo trabalho, sucessor de ‘End Ever’ e do DVD ‘Live In São Paulo’, foi gravado no estúdio Norcal com a produção de Brendan Duffey.

Recentemente foi anunciada a nova formação do ASTAFIX que conta, além dos veteranos Wally, Ayka e Thiago Caurio, com o guitarrista Cassio Vianna. Cassio já estava trabalhando com o grupo desde a turnê europeia onde já havia substituído Paulo Schroeber


Sites Relacionados:



Daydream XI: música gratuita em site canadense


O DAYDREAM XI está com uma música disponível para download gratuito no site canadense PureGrainAudio.com.

A música, retirada do recente álbum ‘The Grand Disguise’, é a mesma do videoclipe, ‘Wings of Destruction’. Para baixar e conferir a matéria com a banda visite o link:


A banda segue divulgando ‘The Grand Disguise’, sem dúvidas um dos álbuns mais premiados de 2014, transformando o grupo em uma das grandes revelações do Prog Metal dos últimos anos!

Lançado pelo selo germânico Power Prog, ‘The Grand Disguise’ foi produzido pelo vocalista Tiago Masseti e pelo sueco Jens Bogren (Opeth, Symphony X, Pain of Salvation, James LaBrie) que também masterizou o trabalho em seu estúdio Fascination Street.


Para quem baixou a música ‘Wings Of Destruction’ e que conferir isso de forma mais “visual”, não deixe de assistir o clipe. O vídeo foi filmado por Johnny Marco, editado por Marcelo Pereira e colorizado por Tiago Masseti. Assista:



Sites relacionados:



Revolted: álbum entre os melhores de 2014


O REVOLTED entrou entre os destaques de 2014 em três listas de “melhores do ano”.

A banda foi citada entre os melhores CDs do ano pelos sites brasileiros Stay Rock Advertising (http://goo.gl/vMG5pT) e Heavy n Roll Space (http://goo.gl/UN11rx) e pelo site chileno Headbangers Latinoamerica (http://goo.gl/10IViu).

Lançado no ano passado, ‘Revolutionary Order’ foi gravado no estúdio Grafton e produzido por Junior Xavas, Xavier Collard e a própria banda. Para mixagem e masterização, o disco viajou para a França onde Xavier Collard no SteelMind Studios finalizou o trabalho. Já a arte da capa e encarte ficou a cargo do músico e artista Thiago Andrade (ex-Deadly Curse, atual Fanttasma e Abstrakta).


A distribuição do material digital está sendo feita em parceria com Metal Media Digital Music. O álbum pode ser comprado nas principais lojas de venda digital ou diretamente pelo link: http://goo.gl/OUGOET. O álbum também está disponível para streaming no Spotify, Deezer, entre outros.

Quem preferir comprar o material em formato físico, também pode fazer pelo Facebook e e-mail da banda.


Sites relacionados:



Distraught: Eduardo Baldo fará participação especial no novo disco!


Depois de anunciar Maurício Weimar como baterista que irá gravar o novo álbum, o DISTRAUGHT confirma a participação de mais um dos grandes bateristas deste país: Eduardo Baldo.

O carismático e talentoso Eduardo Baldo construiu seu nome comandando as baquetas de outra banda gaúcha, o Hibria.

“Estamos muito felizes que o Eduardo Baldo aceitou nosso convite! Será muito legal ter dois dos maiores bateristas do Brasil em nosso novo disco!” – comemora o vocalista André Meyer.


“As gravações de bateria foram finalizadas neste último fim de semana. Estamos muito contentes com a resultado que chegamos, conseguimos tirar um excelente som de batera… simplesmente animal!!! Agradeço, em nome do Distraught, ao Renato, Benhur, Juliano Rodriguez (estúdio MonoStereo), Marcelo Azevedo e aos grandes Bateras Mauricio Weimar e Eduardo Baldo que trabalharam duro para chegar nesse resultado. Agora, rumo às gravações de Guitarras, Baixo e Vozes” – completa o guitarrista Ricardo Silveira.

O DISTRAUGHT já está no estúdio MONOSTEREO gravando o novo disco, sucessor do aclamado ‘The Human Negligence is Repugnant’.

Eduardo Baldo não será o único músico do Hibria nesta externa parceria entre as bandas. O novo álbum contará com a produção de ninguém menos que Renato Osorio na gravação e Benhur Lima na mixagem.


Sites relacionados:



Fonte: Metal Media

Nando Moraes: música nova e show de lançamento de ‘Ignited!’





Imagem: 
Cartaz: 

Com seu primeiro CD, ‘Ignited!’, já disponível para venda, o guitarrista NANDO MORAES não só apresenta uma nova música, mas também anuncia o show de lançamento do álbum!

A nova música liberada trata-se da faixa-título do álbum. Confira:


Anteriormente a música ‘The Voyager’ já havia sido liberada para audição:


O talentoso guitarrista também anuncia o show de lançamento do trabalho.

O evento será no dia 11 de abril em sua cidade natal, Amparo, na Casa do Teatro. Os ingressos antecipados custam apenas R$20,00 e já lhe dão direito a um CD de ‘Ignited!’. Mais informações pelo link: https://www.facebook.com/events/457676847712825/


‘Ignited!’ conta com sete faixas instrumentais, todas composições inéditas de autoria de NANDO MORAES, com contribuições nos arranjos dos músicos que gravaram o álbum: André Garcia no baixo, Bruno Santos nos teclados e Bruno “Méba” na bateria.

Segundo o guitarrista, o estilo pode ser melhor definido por Prog Metal Instrumental, devido a abrangência de diferentes momentos que permeiam as composições, que vão de baladas a momentos de muito peso e “quebradeira” rítmica, muitas modulações e, claro, solos intricados em profusão.


O álbum foi gravado no estúdio Mixmusic, em Amparo/SP. A capa ficou por conta o artista, designer e músico Lucas Aldi, amplamente conhecido do público por seu trabalho como guitarrista da banda Slasher.

O CD está disponível para compra em formato Digipack de luxo, com qualidade de som superior e pode ser adquirido pelo site na loja virtual:


Produtores de shows e lojistas que estiverem interessados podem entrar em contato pelo e-mail: contato@nandomoraes.com.br

Sites relacionados:

Fonte: Metal Media

Metalmorphose: músicas novas em show com Sepultura e Paul Di’anno em Cabo Frio




Imagem: 
Cartaz: 

O METALMORPHOSE é uma das atrações do festival Rock Humanitário em sua edição 2015. O evento acontece na cidade de Cabo Frio/RJ.

Este será o primeiro show do lendário grupo carioca de sua nova turnê, ‘Fúria Tour’, e nele serão apresentadas músicas do novo álbum, ‘Fúria dos Elementos’, e os clássicos imortais do METALMORPHOSE.

Também será apresentado o novo palco com a identidade visual do vindouro disco. E completando haverá a tradicional banca de merchan com todo o material da banda à venda por preços especiais!


O festival, que é beneficente, conta com a presença de grandes nomes da música pesada nacional e internacional e apresenta em seu palco principal, além do METALMORPHOSE, PAUL DI’ANNO (ex-Iron Maiden), SEPULTURA, ALMAH, GRITANDO HC, PROJECT 46 e OZÍRIS.

Para entrar o custo é de apenas 2kg de alimento não perecível. O festival acontece no sábado dia 4 de abril no Espaço de Eventos de Cabo Frio. Mais informações pelo link:


O METALMORPHOSE salienta que os horários dos shows serão seguidos de modo britânico, então convida todos os headbangers para festejarem exatamente às 18h30.

Paralelamente o grupo segue nos preparativos finais de seu novo trabalho ‘Fúria dos Elementos’, sucessor do aclamado CD e DVD ‘Máquina ao Vivo’.


‘Fúria dos Elementos’ será lançado em breve em uma parceria entre os selos Voice Music, Musitrax, Urubuz, Black Legion, Underground Brasil e Rising. O álbum foi gravado no estúdio Naked Butt (RJ) e produzido por Gustavo Andriewiski. Em breve uma música será apresentada.


Sites relacionados:



Fonte: Metal Media

Anthares: clássico relançado em vinil




Clássico para dez entre dez fãs de música pesada nacional, o álbum ‘No Limite da Força’ do ANTHARES acaba de ser relançado em uma edição especial em vinil.

Colocado no mercado pela Mutilation Records, o disco vem em um vinil azul translúcido. A edição é LIMITADA. Para comprar, visite:


Claro que vários dos clássicos contidos neste disco serão apresentados no show da próxima semana. Show este que celebrará o lançamento do novo álbum ‘O Caos da Razão’, vinte oito anos depois de ‘No Limite da Força’.


O evento acontece no dia 11 de abril no Hangar 110 e conta ainda com a ilustre presença das bandas EXECUTER, COMANDO NUCLEAR, INFAMOUS GLORY e LE MARS.

Os ingressos antecipados com preço promocional estão disponíveis na loja da Mutilation Records na Galeria do Rock em São Paulo. Interessados em comprar online, podem fazer pelo site do Hangar 110, mas com o valor padrão, sem promoção, via o link: http://bit.ly/1LItMQP


SERVIÇO:

Show de lançamento de ‘O Caos da Razão’
Bandas: Anthares, Executer, Comando Nuclear, Infamous Glory e Le Mars
Data: 11 de abril
Local: Hangar 110 (Rua Rodolfo Miranda, 110 – Bom Retiro, (próximo ao Metrô Armênia) – São Paulo/SP)
Ingressos Antecipados: Mutilation Records (Galeria do Rock – Rua 24 De Maio,62 – 2º Andar – Loja 370 – São Paulo/SP)

Mais informações: http://goo.gl/WCbHEU



Fonte: Metal Media

Primator: disco de estreia já disponível e show com Dark Avenger em Abril



Foto: Amanda Dassié

"Involution", disco de estreia da banda de heavy metal tradicional Primator, já está disponível. O álbum foi oficialmente apresentado à imprensa no último dia 18 de Março durante um badalado evento fechado na casa noturna Gillan's Inn, localizada na zona central de São Paulo/SP. O evento reuniu dezenas de jornalistas dos mais importantes veículos especializados em música do país. O programa Jusvarn fez uma cobertura da festa: https://youtu.be/P_OIR6xHTjw


Produzido por Daniel de Sá (Andragonia, Crossrock, Strip No Altar) o álbum reune as faixas "Primator", "Black Tormentor", "Deadland", "Flames of Hades", "Erase The Rainbow", "Caroline", "Let Me Live Again", "Face The Death", "Praying for Nothing" e "Involution".

A capa do álbum foi desenhada pelo próprio vocalista da banda, Rodrigo Sinopoli, e traz um conceito bastante influenciado em "A Origem das Espécies" de Charles Darwin.

"Involution" já está à venda em várias lojas do Brasil. Na Galeria do Rock, em São Paulo, o álbum pode ser encontrado na Die Hard, Aqualung, Hunter, Mechanix, Baratos Afins, Hellion, Rock Shock e Paranoid Records.


O show oficial de lançamento de "Involution" vai acontecer no próximo dia 11 de Abril, também no Gillan's Inn. Na ocasião, o PRIMATOR dividirá o palco com a renomada banda brasiliense Dark Avenger, que tocará na íntegra o seu álbum de estreia autointitulado. Previsto para iniciar às 23h (com abertura da casa às 20h), o evento também reunirá participações especiais dos vocalistas Mario Pastore e Alírio Netto.

A entrada para o evento custará R$ 40,00 e será cobrada ao final da apresentação, juntamente com a comanda de consumação. A casa tem a configuração de pista com mesas, então recomenda-se reserva através dos telefones (11) 3129-8710 / (11) 2765-0966 / (11) 2712-9566.

O Gillan's Inn fica na Rua Marquês de Itu, 284, na Vila Buarque em São Paulo/SP. Outras informações podem ser obtidas diretamente no site da casa: http://www.gillansinn.com.br/


Mais Informações:



Fonte: Som do Darma
Informações para Imprensa
A/C Eliton Tomasi
(15) 3211-1621

Show celebrando 35 anos da Cogumelo Records com Nile e grandes nomes brasileiros




Este ano o selo underground mais importante da América Latina, a COGUMELO RECORDS, celebra trinta e cinco anos de existência. Para isso está organizando uma grande festa com a banda norte-americana NILE como atração principal.

Claro que o underground brasileiro, sempre privilegiado pela COGUMELO não deixaria de estar presente e será representado por três grandes nomes de seu cast: NERVOCHAOS, PATHOLOGIC NOISE e HATEFULMURDER.

O evento acontece no dia 16 de maio (sábado), a partir das 19 horas no Music Hall, na capital mineira e casa da gravadora, Belo Horizonte.

Mais informações pelo link:


SERVIÇO:
Festival Cogumelo 35 anos
NILE + PATHOLOGIC NOISE + NERVOCHAOS + HATEFULMURDER
Local: MUSIC HALL
Endereço: Av Do Contorno, 3239 – Santa Efigênia
Data: 16 de maio – Sábado | Horário: 19 horas
Censura: 16 anos de idade.

PONTOS DE VENDA:
Cogumelo Discos e Fitas:
Av. Augusto de Lima, 555 – Lj 29 – Centro – (31) 3224.0493
Forma de pagamento: Dinheiro e cartão
Patti Songs
Galeria Praça Sete, Lj 52 – Centro – (31) 3222.6283
Forma de pagamento: Dinheiro e cartão

Venda on line:



Fonte: Metal Media

Marenna: lançamento de vídeo clipe oficial e primeiro show da carreira





O MARENNA acaba de lançar seu terceiro Single, intitulado "Keep On Dreaming", desta vez em formato de vídeo clipe, o clima é de um daqueles clássicos do AOR oitentista, mesclada as sonoridades atuais e muitas melodias de vozes e guitarras, abordando a mensagem otimistas. Uma boa pedida para os amantes do estilo, que mescla melodias de fácil percepção com um instrumental bem elaborado e a produção devidamente a altura do projeto. Este single fará parte do primeiro EP, intitulado "My Unconditional Faith", que deve ser lançado em abril.

A produção, gravação, mixagem, masterização, arranjos de guitarra, baixo e teclados ficaram por conta de Jonas Godoy, no estúdio Linha Sonora de Caxias do Sul-RS. As gravações de bateria ficaram novamente por conta de Guilherme Mello (Fighter), que já havia gravado o primeiro Single "You Need to Believe", os temas e solos, ficaram a cargo de Cesar Branco (Fighter/Babysitters) e novamente Arthur Appel (Hard Breakers) assina a produção vocal do trabalho de MARENNA. O vídeo clipe foi produzido e editado por Ricardo Alano.

O MARENNA vem se consolidando dia após dia no cenário independente, recentemente foi o 9º colocado dentre 25 finalistas escolhidos por votação mundial a concorrer para uma das 04 vagas para tocar no Sweden Rock Festival 2015, o maior festival da Escandinávia, fato inédito para um artista gaúcho. Além disso, seu primeiro Single "You Need To Believe", foi lançado em dezembro de 2014 em coletânea internacional, juntamente com bandas de renome como Épica e Obituary.

Assista o clipe de “Keep On Dreaming”:



Serviço:

O Show de lançamento está marcado para dia 02/04 em Porto Alegre (capital gaúcha), no pub Divina Comédia (Rua da República, 649 – Cidade Baixa) onde o MARENNA irá abrir as honras da noite para as bandas Hot Licks Tributo Stoneano (Tributo Rolling Stones) e Bon Jovi Cover RS. Durante um pocket show, o MARENNA irá demonstrar a energia de suas composições para o público presente, o evento acontece em parceria com a renomada produtora On The Rocks, a qual apoia o projeto desde seu nascimento, prestando assessoria e agenciamento de Booking para o artista na região sul do país, o time para este show irá contar com: Rodrigo Marenna (Vocal), Arthur Appel ( Baixo e Vocal), Aaron Alves (Guitarra e Vocal), Felipe Giovanella (Guitarra e Vocal) e Guilherme Mello (Bateria) e tem início previsto para as 00h00min e durante as apresentações haverá a comercialização de merchandising da banda.




Link do Evento:



Links oficiais:


Fone: 55 54 9948-9049 | 55 54 8116-6707


Assessoria de Imprensa

Roadie Metal volume II (Coletânea)

Independente
Nota 8,5/10,0

Por Marcos "Big Daddy" Garcia



O formato das coletâneas tem se tornado mais e mais usual nos dias de hoje, ressuscitando a fórmula usada tantas vezes no passado com sabedoria, ou alguém aqui se atreve a contestar o peso histórico da série “Metal Massacre” nos EUA ou da “Warfare Noise” no Brasil?

Sim, as coletâneas estão voltando com tudo, sejam digitais ou físicas, e é sempre ótimo ver iniciativas como essa, que tendem a divulgar bastante, já que uma banda acaba ajudando a outra a ser mais conhecida, e assim, todos saem ganhando. E é muito bom ver que a rádio ROADIE METAL, gerenciada pelo colega Gleison Júnior, teve a iniciativa de lançar, em plena era dos downloads na internet, uma segunda versão da “Roadie Metal”, em CD duplo, e apresentando o trabalho de 34 bandas de nossa cena, em vários gêneros de Metal, sem preconceito. Do Hard/AOR mais grudento ao Black Metal experimental, passando pelo Metal tradicional, pelo Thrash e Death, ou seja, tem para todos os gostos. E ainda bem que é assim, pois há uma integração entre as vertentes, quebrando assim algumas barreiras criadas pelo radicalismo infantilóide de muitos (uma herança maldita criada nos anos 80 e arrastada até os dias de hoje como imprescindível por muitos, verdade seja dita).

Óbvio que existem oscilações no que tange a qualidade de gravação, já que, obviamente, cada banda buscou gravar por sua conta e do seu modo, mas não chega realmente a ser um problema. Outro tipo de oscilação é mais sintomático: o da qualidade de cada banda. Isso deve ocorrer porque já existem bandas experientes, com trabalhos bem definidos e personalidades assentadas, como são os casos explícitos do SCIBEX e do MARENNA, e outras que aparentam ainda estar buscando sua própria sonoridade, o que mostra bandas de potencial ainda bruto. Mas acreditamos que, neste último caso, a coletânea os ajude a polir mais e mais seus trabalhos. E um ponto muito interessante e legal é a presença de bandas cantando em nossa língua pátria, o que realmente mostra que esta tendência anda crescendo bastante no país.

O encarte, apesar de bem simples, tem fotos de todas as bandas, o que deve ter dado um enorme trabalho ao designer, já que colocar 34 fotos em um encarte com 4 folhas é um desafio. Além disso, a capa é um Digipack bem semelhante às dos antigos discos de vinil. Ou seja, economia e funcionalidade andaram de mãos dadas, e o resultado é muito bom.

Temos destaques óbvios nos dois discos.

No CD 1, é impossível não gostar do APPLE SIN e seu jeitão Hard’n’Heavy pegajoso em “Apple Sin”; o trabalho vigoroso do FATAL SCREAM em “Killer Wolf”, que mostra uma sonoridade híbrida entre o Metal tradicional com insights do Power e mesmo do Thrash Metal; o Black Metal Avant Garde do SCIBEX com a excelente “Static”, mostrando uma diversidade musical absurda (uma das melhores do gênero no país); o Hard/AOR do MARENNA em “Like an Angel”, uma jóia preciosa de bom gosto (que belíssimos vocais e refrões); o SILENCE e sua levada que também transita entre o Hard tradicional e o Heavy Metal, na elegante e ganchuda “Mr. Lie”; o Hard Rock poderoso de CRYS DELYRA em “Qual é o Seu Nome”, pesada e envolvente; o raivoso THE REVENGERS e seu Metal tradicional moderno e azedo em “Revenger”; a força do THE MZZ PROJECT em “You Are the One”, também transitando entre o Hard e o Metal tradicional.

No CD 2, o MUTRAN já abre com “Crossroads”, um Blues-Rock de primeira, recheado de feeling e belos arranjos, fora vocais bem arranjados; o BURNING WITCH e seu Metalzão ganchudo à lá NWOBHM em “Malleus Maleficarum”, mostrando-se uma banda bem dinâmica; o ABOMINATUS e seu jeitão Black Metal de ser em “Negated”, sinistro, com belo trabalho de teclados; o Thrash Metal trabalhado, agressivo e com boas melodias do OUTLANDERS em “Storm Traitor”; a envolvete “Não Vou Parar” do FULLFACE, e seu jeitão meio Hard Rock, meio Rock e meio anos 70 que nos agarra pelos ouvidos; a envolvente “I Am the Way”, do CRIMSOM BLOOD, um típico Metal tradicional que verte energia e melodias; o Rock’n’Heavy acessível do CORONEL XX em “A Vida que Você Quis Levar”, com uma levada deliciosamente envolvente; o ataque brutal e azedo de “...Or Be Destroyed”, um mix de Thrash com Hardcore furioso do CROWN OF SCORN; a linda “Lullabaies of a Goer”, do COLORSIMETRIA, uma semi-balada pesada e com boa presença das seis cordas acústicas e belos teclados; o INSANITY vem com toda carga e fúria em “Liberdade Condicionada”, com sua fúria Thrasher à lá SLAYER e MEGADETH; o igualmente furioso INNER CALL, com “The Payment”, mostrando um pouco mais de vocação para melodias; o puramente Rock Ballad “Sem Tradução” do HARPER’S, muito bem feita e apresentando guitarras ótimas; a insanidade Hardcore melódica com toques de Metal do PISSING AGAINST THE WIND em “Not Afraid”, que é muito bem vinda na coletânea, verdade seja dita; o caótico FROZEN FROST em “Dangerous Mind”, que de certa forma nos lembra algo que fica entre o CRADLE OF FILTH dos primeiros trabalhos com a podreira de um GORGOROTH ou 1349. 

Óbvio que estes são os destaques, mas vale citações honrosas aos outros participantes. CONTINUUM, EVIL REMAINS, EXORDIUM, THUNDERWRATH, CHAFUN DI FORMIO, STEEL SOLDIER, KNIGHTS, GATO DE LOUÇA, WAR THUNDER, DEFENSOR, LEGADO DE HONRA e DISSONÂNCIA COGNITIVA. Não é porque não foram citados acima que são trabalhos ruins, muito longe disso, mas é preciso uma polida a mais, pôr um pouquinho mais do que vocês tem no coração para fora. Percebo seu talento, mas vejo que cada um pode render bem mais.

No mais, “Roadie Metal Volume II” é uma coletânea digna de aplausos e merece menções honrosas. Agora, é adquirir a de vocês, e curtir bastante!

E lembramos: o ROADIE METAL vai ao ar todas as quintas das 20:30 às 23:00 no Canal Felicidade ao vivo.




Músicas:

CD 1:

01. Continuum - Choke Hold
02. Apple Sin - Apple Sin
03. Evil Remains - The Executioner
04. Fatal Scream - Killer Wolf
05. Scibex - Static
06. Marenna - Like an Angel
07. Silence - Mr. Lie
08. Exordium - Heavy Metal
09. Crys DeLyra - Qual é o Seu Nome
10. The Revengers - Revenger
11. Thunderwrath - Power of Freedom
12. Chafun Di Formio - Minha Toada
13. Steel Soldier - Guardians of the Night
14. The MZZ Project - You Are the One
15. Knights - Knights
16. Gato de Louça - Luta Armada
17. War Thunder – Source of the Dragon

CD 2:

01. Mutran - Crossroad
02. Burning Witch - Malleus Maleficarum
03. Abominatus - Negated
04. Outlanders - Storm Traitor
05. Fullface - Não Vou Parar
06. Crimsom Blood - I Am the Way
07. Coronel XX - A Vida que Você Quis Levar
08. Defensor - Não Vou me Calar
09. Crown of Scorn - ...Or Be Destroyed
10. Colorsimetria - Lullabaies of a Goer
11. Insanity - Liberdade Condicionada
12. Inner Call - The Payment
13. Harper's - Sem Tradução
14. Pissing Against the Wild - Not Afraid
15. Legado de Honra - Vendável
16. Frozen Frost - Dangerous Mind
17. Dissonância Cognitiva - Virjão


Contatos:

Caio Gaona: baterista é elogiado por grande dublador




O baterista paulista, Caio Gaona vem ganhando mais espaço na mídia especializada.

Caio recebeu no último final de semana, um elogio do dublador Guilherme Briggs sobre seus vídeos do projeto GeekBatera.

O próximo vídeo de Caio, contará com as vozes de Kirk (Marcelo Garcia) , Mccoy (Marco Ribeiro) e Spock Guilherme Briggs na versão dublada.

Recentemente Caio, foi elogiado pelo roteirista do game Mortal Kombat, Ed Boon.

O projeto Geek Batera nasceu do amor e da dedicação que o músico Caio Gaona tem por conteúdos Geeks como: quadrinhos, filmes, desenhos, games, animes e séries, aliado ao seu trabalho que é tocar bateria. Desta maneira, criou arranjos e compôs linhas de bateria que se encaixassem em ritmos e melódicos da música.

Fiquem ligados, que logo mais vem vídeo novo.


Links Relacionados:




Machine Head confirma única apresentação no Brasil



Após quatro anos, banda anuncia retorno a América do Sul – foto: divulgação

Está confirmado! A banda norte-americana MACHINE HEAD realmente vem ao Brasil este ano! Após o frontman Robb Flynn comentar nas redes sociais sobre um possível retorno a América do Sul, os fãs do grupo não conseguem dormir em paz de tanta ansiedade.

A Agência Sob Controle agendou única apresentação no país, para o próximo dia 7 de junho, na Via Marquês, em São Paulo. O show faz parte da turnê promocional de “Bloodstone & Diamonds”, considerado um dos melhores discos lançados em 2014, segundo a imprensa especializada mundial.

Os fãs interessados em conferir a performance de Robb Flynn (vocal/guitarra), Dave McClain (bateria), Phil Demmel (guitarra) e Jared MacEachern (baixo) já podem garantir presença através do site da Ticket Brasil. Mais informações no serviço abaixo.

“Bloodstone & Diamonds” foi lançado via Nuclear Blast e figurou nos principais charts ao redor do mundo: Áustria #6 | Austrália #10 | Canadá #25 | Canadá (Hardchart) #3 | Alemanha #6 | Finlândia #18 | França #29 | Irlanda (Indie) #4 | Suécia #31 | Suécia (Rock/Metal) #3 | Suiça #7 | Inglaterra #18 | Inglaterra (Indie) #1 | Inglaterra (Rock) #3 | EUA #21 | EUA (Hardcharts) #2

“Bloodstone & Diamonds” está disponível para audição na integra em https://play.spotify.com/user/machineheadofficial/playlist/3vRdtsl4HG0MlxsByfekdA

Confira a música "Beneath The Slit":

Assista ao vídeo oficial de "Now We Die" em https://youtu.be/zSiKETBjARk?list=PL4qfuCI0_FfOlnedFiLH0u3d65KaJBQD1.

A primeira e única passagem do Machine Head pelo Brasil, aconteceu em outubro de 2011 e passou pelas cidades de São Paulo (Via Funchal), Curitiba (Master Hall) e Porto Alegre (Casa do Gaúcho). Na ocasião, os norte-americanos excursionaram ao lado do Sepultura pela América Latina.

Fundado em 1991, em Oakland (EUA), o Machine Head é reconhecido como o pioneiro do movimento New Wave of American Heavy Metal. Com 11 álbuns lançados e presença sempre garantida nos principais festivais da Europa, o grupo já atingiu a expressiva marca de 3 milhões de discos vendidos em todo planeta.

Link relacionados:


Serviço São Paulo

Agência Sob Controle orgulhosamente apresenta Machine Head


Data: 7 de junho de 2015 – domingo
Local: Via Marquês – http://www.viamarques.com.br
End: Av. Marquês de São Vicente, 1589 – próximo ao Metrô e Rodoviária Palmeiras-Barra Funda
Abertura da casa: 19h
Classificação etária: a partir de 16 anos

Valor dos ingressos:
1º Lote: R$120,00 (Pista Meia/promocional - limitados)
2º lote: R$ 150,00 (Pista Meia/promocional)
Camarote: R$ 200,00 (Meia/promocional)

Pontos de Venda
São Paulo – Galeria do Rock
Loja Hellion: 1° andar – 11 3223.8855
Loja 255: 2° andar – 11 3361.6951
Santo André | Metal Music: Rua Dona Elisa Fláquer, 184 – Centro – 11 4994.7565
Ingressos online: https://ticketbrasil.com.br | www.clubedoingresso.com (em até 12 vezes no cartão)


Próximas divulgações THE ULTIMATE MUSIC – PR:
04/04 – Obituary – Clash Club – SP/SP
12/04 – Paul Di’Anno + Korzus – Carioca Club – SP/SP
18/04 – Marduk – Clash Club – SP/SP
03/05 – Grave Digger – Carioca Club – SP/SP
03/05 – Krisiun + Confronto + Projetct 46 – C.E. Pedro Bortolosso – Osasco/SP
30/05 – Vader – Clash Club – SP/SP
07/06 – Machine Head – Via Marquês – SP/SP
19/07 – Opeth – Carioca Club – SP/SP
12/10 – Blind Guadian + Circle II Circle – HSBC Brasil – SP/SP
Mais infos sobre os shows acima, acesse http://theultimatemusic.com.



A/C Costábile Salzano Jr.

Necromesis – The Poet’s Paradox (CD)

Nota 9,5/10,0

Por Marcos "Big Daddy" Garcia



Cada vez mais a presença feminina na cena do Metal nacional tem se tornado evidente seja em bandas exclusivamente femininas, ou em bandas onde sua presença se destaca. Sim, depois do VOLKANA e o PxUxSx, de anos em que as mulheres estiveram um pouco ausentes do meio (ou então, fazendo trabalhos que não chegaram a ser conhecidos amplamente), elas estão de volta com trabalhos ótimos, como o NERVOSA (que anda atraindo muita atenção fora do Brasil), VALHALLA (sim, elas estão de volta, e continuam fazendo uma música intensa), HELLARISE e INDISCIPLINE, agora é a vez do NECROMESIS, do ABC (SP), mostrar a que veio em “The Poet’s Paradox”, seu primeiro álbum, lançado pela Shinigami Records.

Após um Demo CD (“The Dark Works of Art”, de 2011) e dois EPs (“Evolving to an Underworld” de 2011, e “Echoes of a Memory”, de 2014), mais com a estabilização da formação, o quarteto mostra um Death Metal sólido e bem bruto, mas não sem boa sofisticação técnica. E para aqueles que acreditam que é algo mais suave, é bom se prepararem: o quarteto faz um trabalho bem extremado, que segue a veia de bandas mais tradicionais e explosivas como CANNIBAL CORPSE, MONSTROSITY e VITAL REMAINS. Os vocais de Mayara Puertas são guturais, mas usando urros rasgados e timbres bem diferentes (e essa moça sabe usar muito bem esses timbres, como podemos comprovar em “Self Condemnation”), ótimo trabalho das guitarras feito por Daniel Curtolo (único membro da formação original que restou, e que faz riffs extremamente marcantes, vide o trabalho dele em “Evolving a Paradox”), o baixo de Gustavo Marabiza e a bateria de Gil Oliveira mostram boa técnica, peso e firmeza nos andamentos. Ou seja: juntando tudo isso, temos uma música que é cheia de energia e impregnada com personalidade.

Produzido por Daniel Curtolo (guitarrista da banda), sabendo pôr cada instrumento em seu devido lugar, com timbres bem diferenciados e secos. Está claro aos ouvidos, mas ao mesmo tempo, pesado e agressivo. A arte feita por Mark Riddick (capa) e Mayara Puertas (layout) ficou sombria e visualmente agressiva, uma carta de apresentação da banda.

Necromesis
O NECROMESIS é capaz de criar música em alto nível, mas isso se deve à capacidade em não ser uma banda conformista, ou seja, eles mostram-se capazes de adicionar influências de outros subgêneros extremos do metal sem pudor algum. Os arranjos do grupo são bem pensados, pois com a existência de algumas músicas de longa duração, isso se faz necessário para que o fã não se sinta entediado. Nem é possível no meio de tanto dinamismo musical, verdade seja dita. E para dar um molho especial, ainda temos a participação de Fernanda Lira (do NERVOSA) nos vocais em “Self Condemnation”, Paolo Bruno (do DESDOMINUS e THY LIGHT) nos vocais e guitarra solo em “The Omission of the Living”, Vitor Rodrigues (do VOODOOPRIEST) nos vocais em “The Last Stage of a Mind”, e Marcel Briani (do IN SOULITARY) nas vozes em “The Last Stage of a Mind” e nas narrativas em “Awake” e “The Final Truth”.

A intro “The End of the Cloistered” precede o assassinato sonoro de “Desocial Inclusion”, uma faixa com muitas mudanças rítmicas e destaque para baixo e bateria, que mostram uma técnica que beira o Jazz, seguida da trampada e feroz “Self Condemnation”, com belo trabalho nos vocais. Toques acústicos permeados por acordes distorcidos de guitarra, seguidos de batidas tribais e enfim, em uma base instrumental introduzem a longa e diversificada “Evolving a Paradox”, em seus mais de oito minutos de duração recheados de nuances Thrasher e muita violência. Em “The Life is Dead”, temos uma canção mais bem trabalhada, com alguns tempos quebrados e tempo mediano no início, depois virando uma explosão de violência e técnica mais apurada, se destacando bastante o trabalho das guitarras. Em “Awake” o uso de narrativa com violões ficou ótimo como um momento ameno para recuperar o fôlego, já que “Condemned by Themselves” é outra lição de violência musical, com baixo e bateria mostrando mais uma vez sua técnica apurada. “The Omission of Living” tem alguns momentos mais melodiosos subjetivos nas guitarras, mas a rispidez dos vocais chega a assustar, e temos evidência desses mesmos aspectos em “Indifferent Echoes of Sensitivity” (faixa que possui alguns toques de Thrash Metal no meio de tanta brutalidade). Outro momento acústico, “The Final Truth”, novamente usando de uma narrativa sinistra, precede o encerramento do CD com “The Last Stage of a Mind”, a faixa mais longa (pouco mais de onze minutos), mostrando a banda como um todo em grande forma, cheia de mudanças de andamento e riqueza musical absurda, beirando o Progressive Death Metal em muitos momentos. E é esta que mostra o quanto o NECROMESIS ainda pode oferecer.

O grupo mostra-se forte e vigoroso durante cada música, e isso é ótimo. Quem ganha é o ouvinte, sendo assim uma das revelações de 2015, com toda certeza. E fica claro que eles ainda podem render muito mais no futuro. 

Parabéns ao quarteto pelo excelente trabalho em "The Poet's Paradox", e à Shinigami Records por bancar mais esse ótimo trabalho feito em nossas terras.



Músicas:

01. The End of the Cloistered
02. Desocial Inclusion
03. Self Condemnation
04. Evolving a Paradox
05. The Life is Dead
06. Awake
07. Condemned by Themselves
08. The Omission of Living
09. Indifferent Echoes of Sensitivity
10. The Final Truth
11. The Last Stage of a Mind


Banda:

Mayara Puertas – Vocais 
Daniel Curtolo – Guitarras 
Gustavo Marabiza – Baixo 
Gil Oliveira – Bateria 


Contatos: