22 de jun de 2017

MAESTRICK: assista mais um vídeo com bastidores das gravações de novo álbum

"Espresso Della Vita: Solare" está sendo produzido por Adair Daufembach (Project46, John Wayne, Hangar) (Foto: Sarina Lopes).

Falta pouco para o grupo de rock/metal progressivo MAESTRICK lançar seu novo disco de estúdio, "Espresso Della Vita: Solare".

O novo trabalho será sucessor do aclamado álbum de estreia, "Unpuzzle!", e do EP "The Trick Side Of Some Songs" que o grupo lançou recentemente reunindo versões para clássicos dos Beatles, Yes, Jethro Tull, Pink Floyd, Queen e Rainbow.

Previsto para o segundo semestre, "Espresso Della Vita: Solare" é a primeira parte de um disco duplo conceitual e traz uma observação da vida humana na perspectiva de uma viagem de trem.

O disco tem a produção de Adair Daufembach (Project46, John Wayne, Hangar) que também é o encarregado de gravar todas as guitarras do álbum.

Depois de já ter anunciado as participações de sete músicos de quatro países diferentes das Américas do Norte e Sul na música “Hijos de La Tierra” - entre elas a da vocalista Cinthia Santibañes do Crisalida - e de outros 20 músicos nas gravações de corais e orquestrações, o MAESTRICK gravou mais um vídeo para falar da participação do percussionista Fernando Freitas, professor do Projeto Guri.

A participação do músico se deu a partir da amizade dele com o baterista Heitor Matos. Freitas não só contribuiu para enriquecer os arranjos de várias músicas de "Espresso Della Vita: Solare", como também coadjuvou para que o MAESTRICK pudesse manter sua vocação de explorar o desconhecido.

Assista o vídeo com depoimentos de Heitor Matos e Fernando Freitas: https://youtu.be/Xs17ixhc6ls


"Espresso Della Vita: Solare" será lançado em 2017 em data a ser divulgada. Novas informações sobre outras participações especiais, capa e tracklist serão divulgadas em breve.

Mais Informações:


Fonte: Som do Darma
Press Release e Gestão Cultural
A/C Eliton Tomasi

DYSNOMIA: música na compilação ‘Cova de Sangue – Volume 1’



O DYSNOMIA está presente na coletânea organizada pelo site e webradio Cangaço Rock, ‘Cova de Sangue – Vol 1’.

A banda está presente com ‘Sisyphus’ do álbum ‘Proselyte’. Bandas como NervoChaos, Gestos Grosseiros, Yekun, As Dramatic Homage, Lacerated And Carbonized e muitas outras também participam do compilado.


O download é gratuito e pode ser feito pelo link:

O álbum ‘Proselyte’ foi lançado no ano passado e recebeu reações extremamente positivas, inclusive citado em várias listas de melhores de 2016, não só no Brasil, mas também no exterior!

‘Proselyte’ conta com oito faixas e foi lançado em parceria com a Heavy Metal Rock. A produção ficou nas mãos do DYSNOMIA e de Gabriel do Vale. A capa foi feita pelo artista Gustavo Sazes.

Além da versão física, que pode ser adquirida diretamente com a banda ou pelo link https://goo.gl/ZfxT5T, o disco também pode ser encontrado em todos os grandes distribuidores de música digital do mundo, confira alguns links:


Do álbum acaba de ser retirado o primeiro videoclipe para a faixa-título. O trabalho conta com direção e produção de Francis Fidélix e Luciano Moraes:




Sites relacionados:

Fonte: Metal Media

MAVERICK: vem aí o primeiro festival do grupo!



Trabalhando incessantemente em seu novo disco, o paulista MAVERICK, tira um tempo e lança seu primeiro festival!

Batizado simplesmente de MAVERICK FEST o evento acontece no dia 8 de julho em sua cidade natal, São José do Rio Pardo, interior de São Paulo, no Bar Taberna do Rock. Um evento no Facebook já está disponível: https://goo.gl/PoCjag


Para toda as informações, acesse:

Além de preparar o fest, a banda continua preparando o sucessor de ‘The Motor Becomes My Voice’, debut que colocou o jovem grupo entre os mais queridos da nova geração. A versão física está à venda diretamente com a banda através do link:


O disco pode ser encontrado também em formato digital nas principais distribuidoras do mundo, confira alguns links:

Google Play – https://goo.gl/Xlt8Vs
SoundCloud – https://goo.gl/PxHPQM

Quem quiser também pode ouvir o disco completo gratuitamente pelo link:




Sites relacionados:

Fonte: Metal Media

ZOMBIE COOKBOOK: finalizando o novo álbum



De volta dos mortos, ok é redundante, sabemos, o ZOMBIE COOKBOOK, uma das mais queridas formações metálicas brasileiras da atualidade finalmente nos informa sobre as novidades acerca de seu segundo álbum de estúdio.

“A verdade é que o [guitarrista] Horace Bones perdeu uma das mãos e não conseguiu achar… No final acabou pegando emprestado outra mão de um colega zumbi que era pianista” – declara oficialmente o vocalista Dr Stinky.

Agora o ZOMBIE COOKBOOK segue no estúdio ForestLab Studio, com o produtor Lisciel Franco, para finalizar o tão aguardado sucessor direto do álbum ‘Outside The Grave’ e dos Splits ‘Motel Hell’ e ‘Among The Living… Dead’. Logo mais detalhes do disco.

Lembrando que do Split ‘Motel Hell’ saiu um dos trabalhos mais icônicos do grupo: o clipe para a faixa-título. O premiado trabalho teve produção do Ciclope Studio e foi dirigido por Charles da Silva e os efeitos especiais, maquiagem e nojeiras por Rodrigo Aragão & Jorge Allen. Relembre:




Sites Relacionados:

Fonte: Metal Media

DARK AVENGER: anunciado show de lançamento do novo álbum em São Paulo


Fãs paulistas do DARK AVENGER já podem separar o dia 30 de setembro para celebrar com o lendário grupo o lançamento oficial de ‘The Beloved Bones: Hell’ na Terra da Garoa.

O grupo anunciou oficialmente os detalhes do show de lançamento do novo disco na cidade de São Paulo: será no dia 30 de setembro no Clash Club e contará ainda com a presença das bandas HellArise e Primator.

O ingressos antecipados com preço promocional já estão à venda e podem ser comprados pelo link:


Claro que o DARK AVENGER está preparando um show extremamente especial para a data. A apresentação será dividida assim:

– 1º Ato: ‘The Beloved Bones: Hell’ na íntegra;
– Interlúdio: versões acústicas das baladas que marcaram a história do Dark Avenger;
– 2º Ato: clássicos da banda, abrangendo os discos ‘Dark Avenger’, ‘Tales Of Avalon The Terror & The Lament’ e ‘X Dark Years’.


Serviço:
Dark Avenger apresenta The Beloved Bones – o show
Bandas convidadas: Primator e Hellarise
Data: 30 de setembro de 2017 – sábado
Local: Clash Club
Endereço: Rua Barra Funda, 969
Hora: 18h (open doors)
Capacidade: 700 lugares
Estrutura: ar-condicionado, acesso para deficientes somente na pista, área para fumantes
Cartões: Visa, Mastercard, Elo, American Express e Dinners

‘The Beloved Bones: Hell’ está previsto para ser lançado no dia primeiro de agosto. O material teve todo o conceito criado por Mário Linhares e conta com composições do cantor e dos guitarristas Glauber Oliveira e Hugo Santiago. Glauber assina toda a produção do álbum, além da gravação e mixagem do disco, que foram realizadas no Asylum Studios, em Brasília/DF. A masterização ficou a cargo de Tony Lindgren. A arte da capa foi feita pelo artista francês Bernard Bitler.


Sites relacionados:

Fonte: Metal Media

WOSLOM: conscientizando sobre a Esclerose Lateral Amiotrófica



ELA, ou Esclerose Lateral Amiotrófica, é uma doença que ainda não possui cura, nem tratamento e é fatal. Dia 21 desse mês é o dia mundial da conscientização da doença e o WOSLOM está ajudando a promover.

No álbum ‘A Near Life Experience’, o grupo escreveu a música ‘Redemption’ baseada nos sentimentos de um paciente desta doença. Agora um vídeo informativo com a canção da trilha foi disponibilizada:



“O Desafio do Balde de Gelo foi mais ou menos na época em que já pensávamos em novos temas para as músicas do novo álbum. E por ser uma doença comovente, eu resolvi escrever uma letra baseado nela” comenta o baterista Fernando Oster.

Quem quiser conhecer mais sobre a ELA, confira o site: http://www.procuradaela.org.br/


Sites Relacionados:

Fonte: Metal Media

OrckOut: EP ‘Destination’ disponível no Spotify e plataformas digitais


O mais recente trabalho do ORCKOUT, o EP ‘Destination’, está agora disponível nas principais plataformas de música digital do mundo, como Spotify e iTunes.

Para ouvir, basta fazer uma busca pela banda em seu aplicativo de preferência ou seguir um dos links abaixo:


‘Destination’ foi gravado no Estúdio G3 por Alessandro Sá com produção da própria banda. Já a masterização ficou nas mãos de Fernando Quesada (Nocturnall). A capa ficou sob responsabilidade do próprio guitarrista do grupo, Eder Munhoz.


Formado em 2004, o ORCKOUT pratica uma mistura de gêneros, onde podemos encontrar influências de Stoner, Thrash e mesmo de Heavy Metal Tradicional.


Sites relacionados:

Fonte: Metal Media

Torturizer: Banda inicia a pré-produção do novo álbum



Uma das revelações do Thrash Metal nacional dos últimos anos, TORTURIZER, iniciou os trabalhos para lançar um novo material.

Para isso, o grupo deu início a pré-produção do álbum e em breve apresentará mais informações sobre o mesmo.

“As músicas já estão compostas, e nossa pré-produção iniciada, trabalharemos novamente de forma independente, já que queremos manter a originalidade da banda para este novo disco, a única dúvida que temos no momento é: se será novamente um EP ou se iremos além, e poderemos lançar um full length ainda neste segundo semestre de 2017!” - completa a banda.

Formada em 2011, o TORTURIZER ganhou um grande destaque após o lançamento do seu primeiro EP, intitulado “Facaless”, que obteve inúmeras críticas positivas dentre a imprensa especializada. Confira todas as resenhas, entrevistas e matérias especiais relacionada a banda e o referido álbum acessando seu CLIPPING oficial disponibilizado pela Sangue Frio Produções: http://www.sanguefrioproducoes.com/upload/clipping/Torturizer.pdf

Ouça “Faceless” no YouTube: https://www.youtube.com/watch?v=_Rl9CNWCEFU


Contato para shows e assessoria: www.sanguefrioproducoes.com/contato

Sites relacionados:

CORPSE OV CHRIST: “Um novo CD já está a caminho e praticamente finalizado”


O novo álbum da banda paulista de Black Metal CORPSE OV CHRIST está mais perto do seu lançamento do que imaginamos!

Em entrevista ao site Portal do Inferno, o guitarrista e vocalista Baal Beherith falou um pouco sobre este trabalho e deixou claro que em poucos dias teremos grandes novidades.

“Um novo CD já esta a caminho e praticamente finalizado, junto dele esperamos lançar um videoclipe de divulgação de uma das músicas pela qual tem muita dedicação e empenho na composição dela.” - completa o músico.

O bate papo, conduzido por Aline Pavan, também abordou seus atuais projetos, bem como o recente lançamento do full length “To Goat Empire… The Lucifer’s Desire” nas plataformas digitais, visão do artista sobre a cena do Metal extremo nacional e muito mais.


Como supracitado, o debut álbum do CORPSE OV CHRIST já pode ser encontrado nos principais serviços de streaming do mundo. Para mais informações sobre como ouvir este trabalho, acesse o link a seguir e escolha sua plataforma desejada: http://www.sanguefrioproducoes.com/n/845

Contato para shows e assessoria: www.sanguefrioproducoes.com/contato

Sites relacionados:

MEGADETH - Rust in Peace (Álbum)


1990
Capitol Records
Nacional

Tracklist:

1. Holy Wars... The Punishment Due
2. Hangar 18
3. Take No Prisoners
4. Five Magics
5. Poison Was the Cure
6. Lucretia
7. Tornado of Souls
8. Dawn Patrol
9. Rust in Peace... Polaris


Banda:


Dave Mustaine - Vocais, guitarras
Marty Friedman - Guitarras, backing vocals
Dave Ellefson - Baixo, backing vocals
Nick Menza - Bateria


Contatos: 

Bandcamp:
Assessoria:


Texto: Marcos “Big Daddy” Garcia


O final dos anos 80 tinha uma atmosfera muito positiva. O fim do muro de Berlim, a queda do comunismo na Rússia e final do bloco socialista encerravam os 50 anos de guerra fria. Mas as tensões regionais em vários pontos ainda não permitiam que o mundo realmente estivesse em paz. A chegada da Guerra do Golfo, nos primeiros meses de 1991, levou o mundo a se questionar se outro conflito em escala global não iria aparecer.
Mas o misto de alívio e certa incerteza ajudaram o MEGADETH a lançar, enfim, sua obra-prima, seu disco definitivo, que seria usado como parâmetro de comparação com todos os discos que lançaram antes e todos que viriam no futuro: o clássico atemporal conhecido por “Rust in Peace”.

Nesta época, o MEGADETH era conhecido como um grupo de formação altamente instável, e mesmo pelo temperamento volátil de seu líder, Dave Mustaine. O disco anterior, “So Far... So Good... So What!” já havia catapultado o grupo para o mainstream. Mas a demissão sumária do guitarrista Jeff Young e do baterista Chuck Behler tiraram a banda da estrada, bem como jogaram dúvidas sobre o que o grupo faria. Dave, que não é nenhum pateta, colocou Nick Menza, técnico de Chuck, na bateria (uma ironia do destino, pois Chuck havia sido técnico de bateria de Gar Samuelson, seu antecessor), e após cogitar os nomes de Dimebag Darrel e Jeff Waters para a guitarra (sendo que ambos declinaram as ofertas, e houve boatos de que Slash havia sido convidado na época), ouviu “Dragon Kiss”, disco solo de Marty Friedman (que já tinha nome consolidado como um guitarrista soberbo por seu trabalho em bandas como HAWAII e CACOPHONY). Pronto: tudo que poderia dar errado foi cogitado (tanto por fãs como pela imprensa  da época), inclusive elo ego de Mustaine não aceitar um guitarrista melhor que ele na banda dele. Só que, como já se sabe, Dave Mustaine nunca foi muito de seguir o que pensam dele, e a formação não só vingou, mas foi o line-up mais estável que o quarteto teve.

“Rust in Peace” é um disco pesado, técnico e muito bem feito em todos os aspectos. Além da inspiração musical, o estilo musical de Marty caiu como uma luva para o grupo, bem como a técnica quase jazzística de Nick na bateria (chega a ser exagerado às vezes, mas sempre ótimo). O baixo pesado e vibrante de Dave Ellefson criou linhas rítmicas belíssimas, ajudando o “approach” mais técnico a ficar ainda mais elaborado, sem perder o peso. E tendo parceiros desse nível, finalmente toda a criatividade de Dave Mustaine pode se propagar para as canções, sem contar que o trabalho dele nas guitarras melhorou ainda mais e seus vocais estão em ótima forma, sempre com ótimos timbres.

Ou seja: “Rust in Peace” é o auge do amadurecimento musical do grupo até então.

Como de praxe na época, “Rust in Peace” mostra problemas na fase de produção. O produtor original é Mike Clink (que havia trabalhado com o GUNS N’ ROSES em “Appetite for Destruction” e com o UFO em “Strangers in the Night”), enquanto a mixagem é de Max Norman (que veio a trabalhar como produtor da banda no disco seguinte, “Countdown to Extinction”). Só que Cink estava envolvido com a produção de “Use Your Illusion I” e “Use Your Illusion II” do GUNS N’ ROSES, e conforme entrevistas posteriores de Dave Mustaine, ele, junto com Max e Micajah Ryan (engenheiro de som do disco) fizeram tudo. Seja lá o que for fato ou boato, a verdade é que na época, muitos críticos torceram o nariz para a sonoridade de “Rust in Peace”, alegando falta de peso. Só que peso é o que não falta ao disco, bem como a definição sonora é excelente, e as timbragens estão de primeira. Tudo em “Rust in Peace” soa perfeito e em seu devido lugar.

A arte da capa é um conceito de Dave Mustaine, que ganhou vida pelas mãos de Edward J. Repka, mais conhecido como Ed Repka. Na capa, está uma clara referência ao Single “Hangar 18”, ou seja, no controle às descobertas sobre vida extraterrestre estar nas mãos dos poderosos do mundo, representados por George H. W. Bush (então presidente dos EUA), o líder da União Soviética Mikhail Gorbachev, Richard von Weizsäcker (presidente da Alemanha Ocidental na época, e depois, presidente da Alemanha reunificada), o primeiro ministro japonês Toshiki Kaifu e o primeiro ministro inglês John Major, tendo no meio o mascote Vic Rattlehead em trajes políticos. É um claro indicativo ao conteúdo lírico azedo que se encontra no disco.

Maduro, extremamente técnico (beirando o Progressive Metal), com canções fortes e bem trabalhadas, solos mais longos e melodiosos, mas com bases rítmicas agressivas, “Rust in Peace” causou furor nos fãs e calou a boca dos detratores do grupo. E foi um disco que vendeu os tubos, justamente porque a improvável fusão de uma técnica mais apurada com a pegada pesada do grupo parecia não ser possível. Mas foi e é.

Um clássico como “Rust in Peace” toma de assalto o fã logo com a trabalhada, climática e furiosa “Holy Wars... The Punishment Due”, que começa com uma saraivada de riffs, seguida por um ataque rítmico de baixo e bateria intenso e muito técnico (Nick e Dave Eleffson se entenderam perfeitamente), fora os solos e temas de Dave e Marty, mais os vocais ácidos, quase profetizando a guerra vindoura no Oriente Médio. Já “Hangar 18” mergulha fundo em uma levada não tão acelerada e adornada por lindas partes de guitarras bem melodiosas e sua temática referenciando a manutenção do conhecimento de aliens pelos EUA na famosa Área 51. Outra saraivada de violência musical é “Take No Prisioners”, com baixo e bateria mostrando sua técnica esmerada sob uma agressividade que mostra uma das influências mais sensíveis do quarteto, que é o trabalho do MOTORHEAD, assim como a sinuosa e com momentos mais introspectivos “Five Magics”, onde os vocais e guitarras estão muito bem. A curta “Poison Was the Cure” mais uma vez mostra as cinco cordas de Dave “Junior” Ellefson detonando, sendo seguidas por riffs abusivamente agressivos, e aqui, a raiz Hardcore do grupo aparece mais evidentemente. O andamento desacelera e ganha corpo em “Lucretia”, uma canção bem pesada e com guitarras chamuscando a todos, mesmo com lindas melodias. A bateria mostra mais uma vez sua técnica e peso na clássica “Tornado of Souls”, com uma pegada bem envolvente, refrão forte e um jeitão irresistível. Em “Dawn Patrol”, uma introdução focada em bateria e baixo, mais vocais sussurrados, que vai aclimatando o fã. E logo a bateria introduz a porradaria de “Rust in Peace... Polaris”, que logo começa a mostrar contrastes entre o azedume das partes quebradas do meio, e as melodias das pontes e agridoce refrão, mas sendo que no final, o lado Hardcore/Punk que é uma das raízes do grupo, surge. E na versão remaster de 2004, temos quatro faixas bônus: a inédita “My Creation”, além das versões Demo de “Rust in Peace... Polaris”, “Holy Wars... The Punishment Due” e “Take No Prisoners”. E foi graças ao sucesso de "Rust in Peace" e à desistência de David Lee Roth de se apresentar no Rock in Rio II que pudemos ver o quarteto pela primeira vez, na quarte-feira, 23/01/1991.

O nome “Rust in Peace”, conforme uma entrevista de Dave Mustaine em 1990, fez referência quando ele passou por um caminhão carregando vários mísseis balísticos intercontinentais UGM-27 Polaris, mas na placa do caminhão, o dizer: “que um dia todas as armas possam enferrujar em paz”, o que Dave aproveitou.

Que o desejo escrito no caminhão se torne verdade, e que ouçamos “Rust in Peace” em um clima de paz e harmonia entre os homens.


METAL SUL FESTIVAL Orquestra de Sopros de Novo Hamburgo tocará clássicos do Heavy Metal


Na segunda parte do METAL SUL FESTIVAL, que será realizada na cidade de Bento Gonçalves/RS, a Orquestra de Sopros de Novo Hamburgo fará uma apresentação especial, tocando clássicos do Heavy Metal ao lado dos vocalistas Izmália Ibias e Sandro Seixas, com a participação do guitarrista Éverton Batistel. O grande show que reunirá os músicos e a Orquestra encerrará o evento, no dia 16/09, que terá início às 14h, na Praça Coberta, centro de Bento Gonçalves, com entrada gratuita.

A mistura de Heavy Metal e Música Clássica têm rendido excelentes trabalhos e apresentações ao redor do mundo, mas aqui no Rio Grande do Sul trata-se de uma proposta um tanto quanto inovadora, sobretudo por inserir apenas músicas de Heavy Metal numa orquestra de sopros, onde os arranjos serão feitos exclusivamente para este formato. Segundo Gustavo Müller, diretor artístico da Orquestra, “a ideia de juntar uma formação de orquestra de sopros com banda de Heavy Metal é realmente inusitada, ainda mais aqui no RS. Sei se outras iniciativas que já aconteceram fora do Brasil, onde orquestra sinfônica e banda dividiram o mesmo palco pra tocar releituras de clássicos de Rock e Heavy Metal, mas no Brasil, com uma formação de banda sinfônica, como é o caso da OSNH, acredito ser inédito, ainda mais pela iniciativa do próprio projeto de fazer com o público possa escolher o repertório que quer ouvir. Cabe lembrar que os arranjos serão produzidos especialmente para o projeto, contemplando a formação da orquestra e os solistas convidados. Esperamos que o público curta essa junção inusitada de duas vertentes bem distintas da música.”

Para votar na enquete, basta acessar o evento no Facebook e escolher 10 músicas, o que não será uma tarefa das mais fáceis, em virtude da quantidade de clássicos ali disponibilizados.


O METAL SUL FESTIVAL é o primeiro festival de Heavy Metal a receber incentivo público através de edital da Secretaria de Estado da Cultura, Turismo, Esporte e Lazer do Rio Grande do Sul. O projeto é uma realização da Kunst Empresa de Cultura, financiado pelo PRÓ-CULTURA RS - Lei de Incentivo e Fundo de Apoio à Cultura, contemplado pelo FAC Regional, no ano passado. Ele ainda conta com o apoio das prefeituras de Caxias do Sul e Bento Gonçalves, através de suas secretarias de cultura e curadoria de Maicon Leite.

Contatos:

CLAUSTROFOBIA: show exclusivo na cidade de São Paulo


Após fechar a primeira parte da tour “Claustruth Legions 2017”, o CLAUSTROFOBIA anuncia um show exclusivo na cidade de São Paulo para o lançamento do aclamado novo álbum de estúdio, “Download Hatred”, no dia 08 de julho no Clash Club para um evento histórico na cidade.

Sexto álbum de estúdio do grupo, “Download Hatred” já é considerado por muitos a obra mais importante e impactante na carreira do CLAUSTROFOBIA, o mesmo possui participação especial de Andreas Kisser na faixa “Curva” e uma produção de destaque.

O evento será uma oportunidade para o público paulistano conferir as músicas de “Download Hatred” e outros grandes petardos que fazem parte da história da banda, em evento único, o Claustrofobia convidou os mineiros do “Aneurose” para abrir o show do dia 08 de Julho no “Clash Club”.

Os ingressos já estão disponíveis para vendas na galeria do Rock, na loja 255 e também no Rock’n’Roll Burger, pelo preço de R$30,00, na portaria os ingressos serão vendidos pelo valor de R$40,00. Além de poder comprar pessoalmente nos locais indicados acima, é possível adquirir seu ingresso com antecedência pelo site: (bit.ly/ingresso-claustro-clash).

O vocalista e fundador do CLAUSTROFOBIA, Marcus D’Angelo, manda um recado ao público paulistano que irá comparecer no evento dia 08 de Julho no Clash Club: nossa expectativa é enorme em estar se apresentando em um show exclusivo do CLAUSTROFOBIA na capital de São Paulo, a cidade é nossa casa, essa data será especial, um show só nosso, do nosso jeito, ou seja do jeito que a maloquerada gosta. Contamos com a presença de todos que curtem som pesado, será uma celebração ao Metal Nacional que está em alta, saudamos nossos fãs e muito Metal há todos.


Claustrofobia – Clash Club – 08 de Julho – Serviço:

Evento: Lançamento de “Download Hatred” – CLAUSTROFOBIA
Bandas: CLAUSTROFOBIA – Aneurose (Convidada)
Local: Clash Club
Endereço: Rua Barra Funda – Nº 969 – São Paulo
Data: 08 de Julho 2017
Horário: 18:00 (Pontualmente)
Pontos de Vendas: Galeria do Rock (Loja 255) – Rock’N’Roll Burger – Ticket Brasil

LIMEIRA CULTURAL ROCK FEST IV: música e atividades beneficentes em setembro em Limeira


A produtora de eventos Circle Of Infinity Produções anunciou que estará realizando entre os dias 15 e 16 de setembro a quarta edição do evento LIMEIRA CULTURAL ROCK FEST, o festival será realizado na casa de shows Bar da Montanha na cidade de Limeira, interior do Estado de São Paulo.

A produção do festival informou que em breve será aberta a seletiva oficial de bandas para participarem do evento através da rede social Facebook entre outras informações sobre as atrações que se apresentaram no decorrer dos dois dias do evento LIMEIRA CULTURAL ROCK FEST.

"Esta quarta edição do festival terá algumas novidades, como por exemplo, feira do vinil e um leilão com CD'S e outros itens autografados por músicos famosos. Este leilão assim como o evento em geral tem uma característica beneficente, dos presentes para assistirem as apresentações das bandas e que forem participar do leilão e que derem o maior lance em litros de leite serão agraciados como vitoriosos cujo prêmio será o item no leilão. Alguns dos itens que estarão presentes neste leilão especial serão o CD "Élan" autografado pela banda finlandesa Nightwish e uma semi joia desenvolvida para Glenn Hughes. Acredito que muitas pessoas irão ficar felizes com este leilão e com o evento em geral" - Comenta Edson, idealizado do festival.

O produtor do evento comentou que ao longos dos anos realizou diversos eventos na cidade de Limeira, más que entre todos os que foram realizados por sua produtora até o momento o que lhe traz muito orgulho é o LIMEIRA CULTURAL ROCK FEST. O evento possuí a ideia de colocar em palco bandas da região e de todo o estado de São Paulo com boas condições técnicas para suas respectivas apresentações e com ênfase em obter o apoio popular na questão beneficente do evento cuja intenção com esta atitude visa unicamente ajudar pessoas que necessitam dos litros de leite que serão arrecadados no decorrer dos dois dias de apresentações.

"Nas três edições anteriores arrecadamos mais de sete mil litros de leite e com esta edição esperamos ultrapassar a marca dos dez mil litros. "É muito arrecadar três mil litros em dois dias?. Pode ser, mas eu tenho certeza que terei a ajuda de todos que assim como eu pensam que não somos o centro do mundo, mas sim que somos uma comunidade que as vezes não teve a oportunidade de ter uma vida melhor e que mesmo assim, nas dificuldades pensam em ajudar seu semelhante. Claro que atitudes como estas não resolvem na totalidade os problemas da humanidade, mas se cada pessoa pensar em ter atitudes como estas poderemos diminuir em muito a necessidade de crianças, idosos e outras pessoas mais necessitadas. Neste momento lançamos a quarta edição do festival e de minha parte e de minha família iremos trabalhar muito para que esta edição seja um sucesso assim como foram as edições anteriores e para que o sucesso seja pleno contamos também com apoio de patrocinadores para o evento, pois acredito que o apoio de empresas da iniciativa privada pode também fazer um bem enorme a alma de seus proprietários pelo ato da causa envolvida no LIMEIRA CULTURAL ROCK FEST" - Finaliza Edson.

A entrada para prestigiar as atrações do LIMEIRA CULTURAL ROCK FEST é 01 litro de leite longa vida.

Para obter informações sobre o evento e sobre como patrocinar entre em contato com a produção do LIMEIRA CULTURAL ROCK FEST através dos contatos abaixo:


ROBERTINHO DO RECIFE & METALMANIA: banda lança dois novos videoclipes e novo EP no Spotify


Com a criatividade a mil, ROBERTINHO DO RECIFE & METALMANIA estão lançando dois novos videoclipes (“Little Witch” e “Stupid Ballad”), músicas de seu novo EP, “Wild”, que acaba de ser disponibilizado em diversas plataformas, dentre elas, o Spotify.


Ouça o EP “Wild”:


Os vídeos podem ser conferidos no YouTube;

“Little Witch”:




“Stupid Ballad”:



Além de “Little Witch” e “Stupid Ballad”, o EP ainda conta com “Wild Animal”.


“Wild Animal” aparece em vídeo com montagens de imagens retiradas de shows que o músico e sua banda realizaram entre 2016 e 2017.

Assista:


A formação do METALMANIA traz além de Robertinho nas seis cordas, Lucky Leminski (vocal), Chicralla (baixo) e Sergio Naciff (bateria).

Em abril eles fizeram a abertura do show do Korn, em um Espaço das Américas lotado, agradando a fãs mais jovens, e sendo ovacionados ao termino de sua apresentação.

Robertinho do Recife é conhecido não só no cenário do Rock/Metal, como também na MPB, tendo participado de inúmeros projetos e trabalhos ao longo dos quase 40 anos em que está ligado ao mercado musical, colecionando sucessos como compositor – e tido como um dos maiores guitarristas do Brasil.

Siga os canais oficiais do METALMANIA:

ANFEAR: abertas as audições para novo baixista do grupo, saiba como se inscrever



A ANFEAR está abrindo audições para a posição de baixista na formação oficial. Se você toca baixo e curte o som dessa grande banda, venha ser o sexto integrante. Envie e-mail para contato.banda@anfear.com.br com o assunto “BAIXO AUDIÇÃO + SEU NOME” e no corpo do e-mail:

Nome:
Idade:
Região de SP:
Celular / Whats App:
Perfil do Facebook:
Links:


Sobre a banda ANFEAR:
- Som autoral sobre a cultura brasileira em inglês e português.
- Estilo: rock / metal melódico com influências "brazukas" e de outros estilos musicais.
- Trabalhando no novo Single e no primeiro Álbum.
- Possui um EP com 4 músicas, lançado em todos os Streamings intitulado “Plays of Destiny”.
- Possui 2 Clipes já lançados.
- Possui Contrato com Assessoria de Imprensa da Roadie Metal.
- Possui Estúdio Próprio para Ensaios.
- Possui Equipe Própria de Comunicação Visual e Marketing.
- Além de uma banda, somos um coletivo que está investindo para colher frutos a longo prazo.

A ANFEAR solicita que:
- Seja maior de 18 anos,
- Resida em São Paulo (preferência Zona Leste)
- Possua experiência com seu instrumento.
- Possua versatilidade e conhecimento em outros estilos além de rock / metal.
- Possua disponibilidade para ensaios, reuniões e shows.
- Seja pontual, responsável e leve seu trabalho musical a sério.



Atualmente o grupo já tem disponibilizado o EP “Plays of Destiny” que fora lançado em 2016 e possui três faixas, sendo elas a faixa-título que leva o nome do EP, além de “View of Truth” e “Lady of the Rivers”. A busca encontrar o novo baixista para a gravação do full-lenght a ser lançado em breve.

Mais informações:


Envie seu e-mail para contato.banda@anfear.com.br

FIRE STRIKE: representante da NWOTHM lançará debut em agosto


O FIRE STRIKE, um dos poucos representantes brasileiros da NWOTHM, anuncia o seu retorno após um hiato de 2 anos. A banda lançará seu primeiro álbum de estúdio no mês de agosto, o nome do disco será "Slaves Of Fate" e sucederá o bem sucedido EP "Lion And Tiger" (2013).

Mais uma vez, a capa do disco é um trabalho do artista Celso Mathias e, segundo o quinteto paulistano, a arte consegue retratar perfeitamente a idéia de liberdade proposta nas composições.


Em breve será divulgado o tracklist e outras novidades. O FIRE STRIKE conta hoje com Aline Strike (vocal), Rick Schuindt (guitarra), Helywild (guitarra), Edivan Diamond (baixo) e Alan Caçador (bateria).

Links oficiais:


Fonte: Mundo Metal

VITAL REMAINS: banda pausa gravações do novo álbum e toca na América latina em Julho



Um dos grandes representantes do Brutal Death Metal mundial, o VITAL REMAINS dará um tempo na produção do novo álbum – o sucessor de “Icons Of Evil”, 10 anos depois de seu lançamento – e sairá em tour pela América latina no próximo mês.

Em São Paulo eles tocam no dia 13/07, na Clash Club (R. Barra Funda, 969), ao lado das bandas Justabeli, Cold Blood e Nervochaos. 

Siga a página do evento no Facebook:


O VITAL REMAINS foi formado em 1988, nos Estados Unidos. Entre os integrantes que já fizeram parte da banda, está o polêmico líder do Deicide, Glen Benton. Atualmente a formação traz, além do líder Tony Lazaro (guitarra, e fundador), Brian Werner (vocal), Dean Arnold (guitarra), Gator Collier (baixo) e James Payne (bateria). Os dois últimos discos contam com Benton nos vocais, e são considerados verdadeiras pérolas do gênero.

Assista o VITAL REMAINS no “Obscene Extreme Fest”:



As datas do VITAL REMAINS no Brasil, serão:

13/07 – São Paulo/SP @Clash Club
14/07 – Fortaleza/CE @Teatro Boca Rica
15/07 – Belém/PA @Parque dos Igarapés
16/07 – São Luís /MA @Fanzine

Das bandas que participarão do show na Clash Club, o Nervochaos está nesse momento em uma extensa tour pelo Brasil, viajando num tourbus, nos moldes da Europa e EUA, com o Justabeli como suporte na primeira parte, e o Coldblood na segunda. O Nervochaos está divulgando seu novo álbum, “"Nyctophilia".


SERVIÇO:

Xaninho Discos apresenta:
“Death Night”
VITAL REMAINS em São Paulo
Bandas convidadas: Nervochaos, Coldblood e Justabeli.

Dia: 13/07 (Quinta)
Horário: 18h (Abertura das portas)
Local: Clash Club (R. Barra Funda, 969, São Paulo – Próximo ao metrô Barra Funda)

Ingressos:

Pista: R$50 (primeiro lote) / R$60 (segundo lote) / R$70 (terceiro lote e porta)

Camarote: R$80

Vendas online:


Ponto de venda: Mutilation Records (Galeria do Rock Rua 24 De Maio, 62 - 2º Andar - Loja 370 - São Paulo)

Informações gerais:


Páginas relacionadas: