7 de dez de 2015

07/12/2015 - Infestatio, Syren, Lothlöryen, M&H, Chafun di Formio



Infestatio: assista vídeos ao vivo com a participação de Rafael Favero



Recentemente o INFESTATIO anunciou que seu amigo de longa data, o guitarrista da banda Thera, Rafael Favero, está participando do novo single do grupo com um solo. Mas antes desta participação especial, o músico já havia dividido o palco com a banda.

O show onde foram registradas as músicas foi no Aldeia Bar em Jundiaí-SP em 11/09/2015. A gravação das imagens e edição ficaram por conta da Marva Produtora. O áudio foi produzido pelo vocalista e guitarrista Rafão.





O INFESTATIO está no estúdio Wink gravando e em breve saberemos o título, data de lançamento e mais detalhes deste single.

Lembrando que para os solos do single, além de Rafael Favero, também foi convidado o guitarrista e vocalista da banda Machinage, Fabio Delibo.


Contato para shows e merchandise: infestatio@infestatio.com

Sites relacionados:



Syren: grupo é novamente um quinteto


Para quem acompanhou os últimos shows do SYREN não é novidade, mas agora o grupo carioca confirma a entrada do veterano guitarrista Alirio Solano.

“Estava um tempo longe dos palcos, fazendo uma participação aqui outra ali, dando aulas particulares, quando recebi o convite para tocar na Syren, o que me deixou muito empolgado, porque já conhecia o som da banda, bem como a competência e profissionalismo de cada integrante. Inclusive um dos integrantes é um grande amigo, o Leandro Carvalho; dividimos o palco por muitos anos no Unliver, e sempre tivemos um entrosamento fantástico, o que julgo primordial para a evolução das composições. Vai ser foda reviver isso! Estou muito entusiasmado para iniciar as composições e meter o pé na estrada nessa locomotiva insana.”

Agora o SYREN volta a ter dois guitarristas no front e segue promovendo o altamente bem-recebido ‘Motordevil’ e já se prepara para compor e gravar seu sucessor. A Locomotiva não para!

Quem quiser conferir a performance do já quinteto, o SYREN disponibilizou um vídeo com três músicas ao vivo. O vídeo foi gravado durante a apresentação no Rock Experience pelo amigo Hellnato10.


Para comprar o CD de ‘Motordevil’ e outros materiais do SYREN pode fazer entrando em contato diretamente com a banda por e-mail ou Facebook. O álbum também está à venda nas melhores lojas especializadas e na loja virtual da Shinigami pelo link: http://goo.gl/C0IyzC


Sites relacionados:



Lothlöryen: novo site ajuda a mergulhar no mundo dos Bardos Brasileiros


Para ajudar aos fãs e amigos a se aprofundarem ainda mais no conceito de seu novo disco ‘Principles Of a Past Tomorrow’, o LOTHLÖRYEN acaba de lançar uma nova seção em seu site com essa finalidade.

A seção leva o título do álbum e apresenta ficha técnica, letras traduzidas, sinopse e um resumo do conceito, além das reviews que estão saindo. Para entrar ainda mais no mundo dos Bardos Brasileiros, visite:


O LOTHLÖRYEN segue divulgando ‘Principles Of A Past Tomorrow’. O disco foi gravado nos estúdios Bar dos Bardos e Jack e a produção ficou por conta dos guitarristas Leko Soares e Tim Alan. A mixagem e masterização ficaram por conta de Thiago Okamura (Dr. Sin, Shaman, Bittencourt Project) no To-Mix Studios. A capa foi criada pela artista Gio Guimarães.

O álbum já está à venda. Compre a versão física:

Site oficial (cartão ou paypal) – http://goo.gl/PDeQOP
E-mail (depósito em conta) – lothloryen.oficial@gmail.com

Compre a versão digital:

Google Play: https://goo.gl/zS72Oq

Um clipe para a música ‘Night Is Calling’ também foi disponibilizado:



Sites Relacionados:



M&H Studio: em parceria para o lançamento de Ego Abscence de Raphael Dantas


O estúdio paulista M&H foi escolhido pelo talentosíssimo vocalista Raphael Dantas para cuidar da gravação de seu novo projeto: a banda EGO ABSCENCE.

Toda a mixagem e masterização foram feitas pelo estúdio capitaneado pelo produtor Michel Marcos, já a produção ficou nas mãos do próprio Raphael Dantas. O M&H também está cuidando da edição dos vídeos da nova banda.

Agora o EGO ABSCENCE disponibiliza o primeiro single, a música ‘I Am Free’ que pode ser ouvido pelo link:


Apesar de desnecessária apresentação, aos que ainda não conhecem, Raphael Dantas é considerado um dos grandes vocalistas da atual geração brasileira conhecido por seu trabalho com o Soulspell Metal opera, a banda francesa Kerion e recentemente o projeto Stu Marshal’s Empires of Eden. Raphael acaba também de oficializar sua entrada na jovem banda paulista X-Empire e prepara um novo álbum com a trupe para breve.

Para o EGO ABSCENCE, o vocalista recrutou alguns de seus amigos mais talentosos: Luska Alves (guitarra), Rafael Santarém (baixo) e Lufe Marcondes (bateria).

Conheça mais do trabalho de Michel e do M&H Studio: www.facebook.com/MeHStd

Mais sobre o EGO ABSCENCE: www.facebook.com/egoabsenceofficial



Chafun Di Formio: Mao, ex-Garotos Podres, participando de novo single


O CHAFUN DI FORMIO está pronto para nos mostrar um pouco mais de seu conceito aplicado a sua música e nos conta um pouco do que preparam em seus novos singles.

O destaque vai para a participação do lendário Mao, ex-vocalista da não menos lendária banda Garotos Podres (atual Satânico Dr. Mao e os Espiões Secretos), uma das maiores instituições do Punk/Hardcore do mundo. O vocalista canta na faixa que leva o título de ‘Discurso’.

A outra música, não menos curiosa, terá uma duração em cerca de 30 segundos. Será que os heróis da música pesada de Ituiutaba estão se transformando em uma banda de Grind? Veremos quando elas forem lançadas em janeiro. Ambas as canções estão sendo gravadas no Chederrecords Studio, já parceiro do grupo.

Em breve o CHAFUN DI FORMIO anunciará o novo guitarrista e mais detalhes sobre o lançamento de novos materiais.

Para quem não conhece o grupo, seu primeiro EP foi disponibilizado para download gratuito. Sob o título de ‘Pague Dez e Vá Pro Céu’, o EP foi lançado em parceria com o selo Wolves Cave Records e gravado no Chederrecords Studios, com mixagem e masterização de Rodrigo Nepomuceno. A arte da capa ficou por conta de Arth Silva. Para baixar gratuitamente o EP, clique:


Do trabalho também foi retirado um videoclipe para a música ‘Minha Toada’, assista:



Sites relacionados:



Fonte: Metal Media

COLLAPSE UNDERGOUND ART: sexta edição já está disponível




Eis que a sexta edição da revista virtual COLLAPSE UNDERGOUND ART está disponível para leitura gratuita.

Neste volume, temos a capa ocupada por um dos grandes destaques nacionais dos últimos anos: os Bardos Brasileiros, Lothlöryen, em uma entrevista, no mínimo, ácida.

Além disso a revista está recheada de entrevistas dom bandas nacionais e internacionais de destaque no underground, como Rebaelliun, Nervosa, Skinlepsy, Crom, Yekun, Methedras, entre outras mais. Claro que as colunas fixas e as resenhas exclusivas também estão na edição.

Toda a revista é interativa e leva o leitor para vários sites e portais enquanto lê as matérias relacionadas. Para ler, visite o link:


Para quem preferir, a revista também pode ser baixada pelo link:


A revista COLLAPSE UNDERGROUND ART vem chamando a atenção por sua linha editorial diferenciada, focando em dar espaço especialmente para bandas nacionais e que tem realmente destaque em seu trabalho.

Com esta linha a publicação vem alcançando números expressivos de visualizações a cada edição chegando nas dezenas de milhares de views. Para conhecer mais sobre a publicação:




Fonte: Metal Media

OVERHEAD ROCK - Ressaca (CD): viciante e grudento

Músicas:

01. Overhead
02. Tangente
03. Muro
04. Ressaca
05. Vacilão
06. Situações Incertas
07. Presságio
08. Mina de Benga
09. Grande Guerreiro
10. ReEvolução
2015
Independente
Nacional

Nota 9,0/10,0

Texto: Marcos "Big Daddy" Garcia


Contatos:




O interessante do momento na cena Rock and Roll brasileira é que, após anos em certo silêncio, estamos vendo o seu renascimento. Cada dia que passa, novos e promissores nomes estão surgindo e se juntando aos veteranos, fazendo a coisa como um todo fortalecer. E é um enorme prazer poder ouvir um disco como "Ressaca" do OVERHEAD ROCK, banda de Bauru (SP).

Aqui, reina a crueza e força do Rock and Roll "made in Brazil", mas ao mesmo tempo, a fluidez melódica da banda e sua capacidade em criar ótimos refrões empolgantes é bem clara. E sim, o quarteto possui um trabalho bem pessoal, cheio de energia e diferindo bastante de seus pares de gênero musical, preferindo cantar em português, se fazendo entender por uma enorme parte do público de nosso país.

E digamos de passagem: eles merecem MUITO serem ouvidos e apreciados sem moderação! É a típica ressaca que nos faz bem!

Produção bem feita, deixando a sonoridade fluída e bem limpa. Assim, cada detalhe do trabalho musical da banda está evidenciado, mas com aquela sujeira essencial aos bons discos de Rock and Roll mais viscerais. E a capa é bem convidativa, que realmente nos leva a querer ouvir a banda.

Fazendo valer sua música com arranjos mais simples, mas sólidos e eficazes, o quarteto mostra que "Ressaca" é um disco nascido de muito esforço, mas com canções inspiradas e espontâneas. A fórmula do sucesso está aqui, sem sombra de dúvidas.

Basta ouvir canções como a animalesca e selvagem "Overhead" (cheia de belas melodias, e com um trabalho de guitarras muito bom), a grudenta "Tangente" (mais uma vez, as guitarras mostram um trabalho excelente, mas os vocais estão ótimos. A métrica não é afetada pelo português em nada, e a os vocais dão uma valorizada muito boa à canção), a um pouco mais cadenciada "Ressaca" (base rítmica perfeita, dando peso e consistência ao trabalho do grupo. E que refrão ótimo), a linda e intensa "Situações Incertas" (uma balada poderosa e pesada, com um trabalho mais refinado de baixo e guitarras), a força irônica de "Mina de Benga", e o peso intenso e pegajoso que existe em "ReEvolução", e pronto: você vira fã da banda. Não há meio termo, ou ama (o mais provável) ou odeia (se você for surdo).

Ouçam e se deixem viciar neste disco excelente!

Aproveitem, pois na página da banda no Soundcloud, pode-se ouvir "Ressaca" de graça!

Banda:

André Moreno - Vocais, guitarras
Bruno Biondo - Guitarras
Ivo Ferreira - Baixo
Brendel Alba - Bateria



MAGISTER: novas músicas em pocket show no DaTribo




Após o retorno as atividades, a MAGISTER retornará aos palcos para apresentar a nova formação no dia 30/01/16 e músicas que irão integrar o segundo álbum de estúdio em um pocket show no DaTribo Estúdio, com início previsto para às 20h.

Data: 30/01/16 (sábado)
Local: DaTribo Estúdio
Horário: 20h
Endereço: Av. Água Fria, 249 – Santana - São Paulo/SP
Ingresso: R$20,00 antecipado
Para mais informações: http://bit.ly/21ENdml

Acompanhe o Magister no Facebook: www.facebook.com/magisterludimetal

Assessoria de Imprensa



Fonte: Island Press

EDI ROQUE: novo projeto estreia nos palcos dos EUA




No próximo dia 12/12 (sábado) o guitarrista e produtor EDI ROQUE realizará o primeiro show da banda EDI ROQUE TRIO no Universal Bar & Grille em Hollywood, Califórnia.

Acompanhado pelo baixista Richard Zeier e o baterista Ekko Gaha irá apresentar faixas dos álbuns solo “Caminho” (2011) e “Truth” (2014), além de músicas que integrarão o tracklist do novo disco.

Data: 12/12/15 (sábado)
Local: Universal Bar & Grille
Horário: 02h
Endereço: 4093 Lankershim Blvd, North Hollywood, California 91602
Mais informações: http://on.fb.me/1OMri5M

Acompanhe Edi Roque no Facebook: www.facebook.com/ediroqueguitar

Assessoria de Imprensa



Fonte: Island Press

PEIA BRABA, PIGSTEIN, HIERACHICAL PUNISHMENT - Burning the Tyranny (3 Way Split)

Nacional
Muthafuckas Distro / Repugnant Distro / Distro Zombie / Violent Records

Nota 8,0/10,0

Texto: Marcos “Big Daddy” Garcia

Contatos:

PEIA BRABA



PIGSTEIN



HIERARCHICAL PUNISHMENT



Fazer música nem sempre é algo simples. E em termos de Brasil e América do Sul, ainda somos carentes de condições para gravação, mixagem e masterização. E se falarmos de cenários longe dos grandes centros, a coisa fica ainda mais complexa, mais difícil. Mas ainda bem que existe boa vontade e força, pois é assim que trabalhos como “Burning The Tyranny” são feitos: na marra e na coragem.

Aqui, temos um 3 way Spilt, ou seja, um CD em que três bandas são apresentadas, e no caso, temo o PEIA BRABA de Macapá (no Amapá), o PIGSTEIN é de Altamira (Pará), o HIERARCHICAL PUNISHMENT é de Santos (SP). E cada uma apresenta seu trabalho conforme as condições e identidade de cada uma. Mas digamos de passagem: o disco é ótimo para fãs de vertentes bem extremadas do Death Metal. E cuidado com os ouvidos!

O PEIA BRABA já chega de voadora com os dois pés na cara do ouvinte!

Altamente influenciado por bandas como AGATHOCLES, BRUJERIA, NAPALM DEATH antigo, é uma banda que ou se ama ou se odeia, sem meios termos. A gravação é bem suja, mas não chega a ponto de ser tosca e incompreensível. Percebe-se que a banda consegue ir bem, mostrando seu estilo e evoluindo as canções sem grandes percalços. Embora a banda use de canções bem curtas e rápidas, nem sempre apelam para velocidades extremas. Existem momentos mais bem cadenciados e azedos em suas faixas.

Destaques para as canções “Prisão Sem Muros”, a arrasadora “Império da Dor”, a brutal “Matando Por Prazer”, e as ótimas versões para “A Life’s a Life” do DISRUPT, “Cheers Mankind Cheers/Lay Off Me” do AGATHOCLES, e a explosiva “Seis Seis Seis” do BRUJERIA.

Tende a ir bem longe.

Já o PIGSTEIN é outra banda extrema, um verdadeiro puro-sangue Grindcore com sangue nos olhos. Mostram um talento interessante, muito gás e empolgação, com vocais mais rasgados e belos riffs, e tudo em canções que mal chegam a dois minutos de duração. Mas infelizmente, a qualidade de gravação acaba deixando a desejar. 

Mas acreditamos que músicas como a empolgante e raçuda “Pig Heads” e “Flies” mostram que eles possuem muito potencial. Uma gravação um pouco melhor, e estarão no ponto.

Já o HIERARCHICAL PUNISHMENT é um veterano de 21 anos de lutas na cena extrema.

A banda destila um Death Metal bem tradicional, ou seja, acaba destoando por ter uma característica diferente de seus companheiros. Mas ao mesmo tempo, a banda se diferencia dos colegas de Split por apresentar um som extremo e cheio de passagens não tão velozes e músicas um pouco mais longas. 

 “Sin City”, a azeda e cadenciada “Who Are We”, a abusivamente veloz “Fear of Reality” e a curtíssima dobradinha “What’s That?/Mass Opression” se destacam, mas a banda faz um trabalho ótimo em cada uma de suas canções.

Fora isso, o trabalho gráfico (capa, layout) é bem simples, mas está alinhado com a proposta sonora do Split, logo, está muito boa.

O Split é uma ótima iniciativa, mostrando bandas jovens e experientes, e vale a aquisição.

Ah, sim: que cada uma retorne logo com trabalhos próprios.





Músicas:

PEIA BRABA

Banda:

El Matón - Vocais, programação de bacteria
El Chancho - Vocais
El Gerente - Vocais, Guitarras 

01. Prisão Sem Muros
02. Ciclo Vicioso
03. Imposição do Medo
04. Hipocrisia de Plantão
05. Ganância Humana
06. Império da Dor
07. Fim da Humanidade
08. Humanidade
09. Matando por Prazer
10. Valentão Virtual
11. Neurótico de Guerra
12. Máquina do Horror
13. Sem Perdão
14. Mentes Vazias
15. Manipuladores
16. A Life’s a Life 
17. Cheers Mankind Cheers/Lay Off Me 
18. Seis Seis Seis


PIGSTEIN

Banda:

Kleiton Rabelo - Vocais 
André Maia - Guitarras, vocais 
Luiz Quaresma - Bateria

19. People are the Problem
20. Pig Heads
21. Genetic Hydridize
22. Flies
23. Faith/Disgrace
24. Primate Pride


HIERARCHICAL PUNISHMENT

Banda:

Thiago Bocchile - Vocais
Grell - Guitarras
Leão Gazzano - Guitarras 
Diaz - Baixo
Luiz Carlos Louzada – Bateria

25. Intro
26. The Choice
27. Sin City
28. Who are We
29. Run
30. Deceived 
31. The Humanity Walks this Way
32. Savior U.S.A
33. Fear of Reality
34. Sentence of Death
35. Miserable Life
36. Fanaticism
37. Undertaker God
38. What’s That?/Mass Opression
39. Shit Society
40. Sickness of Society