20 de jun de 2017

SILVER MAMMOTH: concedendo importante entrevista para a Roadie Crew


A banda paulista SILVER MAMMOTH, concedeu uma elucidativa entrevista para a revista Roadie Crew, edição de junho de 2017, onde descreveu em detalhes os principais fatos da sua carreira, tendo como foco o seu novo lançamento “Silver Mammoth Singles”.

Em paralelo, a SILVER MAMMOTH está intensificando os seus trabalhos, neste mês de junho, do período de pré-venda do seu novo disco, intitulado “Silver Mammoth Singles”, em virtude do alto número de cópias já vendidas.

Para garantir o seu exemplar com desconto, acesse: silvermammothband.com (ícone loja). Lá você terá várias formas de pagamento, ou se preferir, envie um e-mail para: contato@silvermammothband.com. Garanta já o seu com desconto.

O referido material será lançado no próximo mês de julho, nos formatos digital e vinil 7”. A produção contou com as assinaturas de Marcelo Izzo e Rafael Agostino.

A arte da capa de “Silver Mammoth Singles” foi composta pelo designer João Duarte, mesmo profissional que assinou a arte da capa de “Mindlomania”, terceiro álbum do SILVER MAMMOTH.

Para mais informações sobre as atividades da banda SILVER MAMMOTH e dos demais clientes da empresa, basta entrar em contato com a MS Metal Press através do e-mail contato@msmetalagencybrasil.com.

PROJECT46: show no festival Roça 'N' Roll foi sucesso de público


A banda PROJECT46 fez uma apresentação devastadora na 19º edição do festival Roça 'N' Roll no último sábado, dia 17 de junho, em Varginha (MG). A banda apresentou clássicos da carreira e o novo single “Febre”, que está disponível em todas as plataformas digitais. 


“Queremos agradecer ao público de Varginha que foi animal o tempo todo conosco. Cantaram as músicas novas e agitaram para valer. Nunca vamos nos esquecer da receptividade que vocês nos deram”, disse o vocalista Caio Macseberra.

Ouça o novo single “Febre”: 


Atualmente a banda é formada por Jean Patton (guitarra), Caio Macseberra (vocal), Vinicius Castellari (guitarra), Baffo Neto (baixo) e Betto Cardoso (bateria). Nesta nova fase do PROJECT46, os músicos estão empenhados nas composições no terceiro álbum de estúdio do grupo previsto para o segundo semestre de 2017.

Depois de “Doa a Quem Doer” (2011) e “Que Seja Feita a Nossa Vontade” (2014) o Project alcançou voos gigantescos com shows lotados e participação nos maiores festivais do Brasil como Rock In Rio e Hell in Rio no Rio de Janeiro, Maximus Festival em São Paulo, Abril Pro rock e Porão do Rock em Brasília.

Em breve uma novidade envolvendo o PROJECT46 será divulgada nas redes sociais da banda.

Mais informações:

MASSACRATION: assista participação no programa 'R7 Pop'


Após um período sabático de 5 anos, o MASSACRATION está de volta. A banda confirmou uma apresentação no dia 26 de agosto, no Tropical Butantã, em São Paulo, e recentemente foi atração do R7 Pop, um dos programas com maior aceitação do público nas redes sociais.




Criado em 2002 como parte do programa humorístico Hermes e Renato, da MTV, o MASSACRATION ficou conhecido por fazer sátiras às bandas de heavy metal dos anos 80, brincando com todos os clichês em torno dos grupos da época com letras escrachadas, vocais agudos, roupas de couro e rítmica acelerada.

Depois de um começo avassalador, a banda lançou os álbuns “Gates of Metal Fried Chicken of Death” (2005) e “Good Blood Headbangers” (2009), foi escalada para os principais festivais de rock do país como “Abril Pro Rock”, o “Planeta Atlântida” e o “Porão do Rock”, além de abrir vários shows do Sepultura.

Assista o novo vídeo de “Metal Millf”: https://youtu.be/F4gqnN0Vods

O MASSACRATION confirmou várias datas da “Metal Milf World Tour” onde serão apresentadas as músicas novas e vários clássicos dos deuses do Metal.

Confira as datas da “Metal Milf World Tour”:

15/07/17 - MASSACRATION (Fortaleza - CE)
16/07/17 - MASSACRATION (São Luís - MA)
05/08/17 - MASSACRATION (Belo Horizonte - BH)
12/08/17 - MASSACRATION (Porto Alegre - RS)
13/08/17 - MASSACRATION (Florianópolis - SC)
18/08/17 - MASSACRATION (Bauru - SP)
26/08/17 - MASSACRATION (São Paulo - SP)

Mais informações:

CLEARVIEW: novo álbum “Absolute Madness” está disponível para streaming


A banda CLEARVIEW informa que o novo álbum “Absolute Madness” está disponível para streaming em todas as plataformas digitais como Spotify, Deezer, iTunes, etc. O novo trabalho já tem data para show de lançamento marcado para o dia 2 de julho (domingo), na Clash Club, em São Paulo. 

Confira o novo álbum no Spotify: https://open.spotify.com/album/1PDadnew5iZiQB0k5lm4QE

Atualmente formado por Rick Pellario (vocal), Caio Turim (guitarra), Felipe Gila (guitarra), Thiago Dantas (baixo) e Henrique Pucci (bateria), a banda CLEARVIEW gravou com o produtor musical Nick Jett, o novo álbum “Absolute Madness”.


Influenciados por Cro‐Mags, Warzone, Exodus, Anthrax, Youth of Today, Biohazard, Sepultura, SSD e DRI, o CLEARVIEW foi formado em 2002, como projeto paralelo de integrantes de bandas do circuito underground de São Paulo.

Serviço:
Clearview, Lançamento do álbum “Absolute Madness”
Data: 02/07 - Domingo
Abertura da casa: 16h00 / Início primeiro show: 16h30
Censura: 16 anos
Local: Clash Club
Capacidade para este evento: 500 pessoas.
Endereço: Rua Barra Funda 969, Barra Funda, São Paulo – SP 
Bilheterias oficiais SEM taxa de conveniência: Galeria do Rock: Loja 255, 1º andar (Sem Taxa)
Funcionamento: de segunda a sábado, das 10h00 às 19h00.
Formas de pagamento: dinheiro, cartões de crédito e débito

Mais informações:

SIOUX 66: confira apresentação na íntegra no Estúdio Showlivre


A banda SIOUX 66 participou do Estúdio Showlivre no último mês de março para divulgar o novo álbum “Caos”, lançado pela gravadora Sony Music Brasil em todas as mídias digitais e no formato físico em todas as melhores lojas do ramo. O vídeo está completo no Youtube e a banda pede para os prestigiarem assistindo todo o conteúdo e se inscrevendo no canal do programa. 


Assista apresentação no Estúdio Showlivre: https://youtu.be/QXcpSZKsV5U


O Sioux 66 atualmente conta com os músicos Igor Godoi (vocal), Fabio Bonnies (baixo), Mika Jaxx (guitarra), Bento Mello (guitarra) e Gabriel Haddad (bateria). O grupo vive um ótimo momento em sua carreira já que acabou de se apresentar com o Aerosmith, a banda Papa Roach e o ícone brasileiro Supla.

Escute o álbum "Caos" nas plataformas digitais: https://smb.lnk.to/Caos

Mais informações:

Carniça: 3° tour pela Argentina iniciando neste final de mês


Os gaúchos da CARNIÇA iniciam nesse final de mês sua nova passagem pela Argentina, onde estarão dando continuidade na divulgação do relançamento do Debut “Rotten Flesh” e iniciando as divulgações de seu 4° disco de estúdio, que está previsto para ser lançado em agosto.

Serão ao total três shows nas terras dos Hermanos: Buenos Aires (30/06), Rosario (01/07) e Santa Fe (02/07).








Aproveite e confira como foram as duas primeiras passagens da CARNIÇA pela Argentina:



Links Relacionados:


MUNICIPAL WASTE - Slime and Punishment (Álbum)


2017
Importado

Nota: 10,0/10,0

Tracklist:

1. Breathe Grease
2. Enjoy the Night
3. Dingy Situations
4. Shrednecks
5. Poison the Preacher
6. Bourbon Discipline
7. Parole Violators
8. Slime and Punishment
9. Amateur Sketch
10. Excessive Celebration
11. Low Tolerance
12. Under the Waste Command (instrumental)
13. Death Proof
14. Think Fast


Banda:


Tony Foresta - Vocais
Ryan Waste - Guitarras, backing vocals
Nick Poulos - Guitarras
Land Phil - Baixo, backing vocals
Dave Witte - Bateria


Contatos:

Bandcamp:
Assessoria:

E-mail:

Texto: Marcos “Big Daddy” Garcia


E cinco anos depois de seu último disco, “The Fatal Feast (Waste in Space)”, eis que o quinteto de loucos de Richmond, Virgínia (EUA) volta a carga sem dó de modismos ou dos pescoços alheios.

É bom tomarem cuidado, pois os “speed-freakers” e “Metal addicteds” do MUNICIPAL WASTE resolveram dar as caras e escancarar moshpits insanos como “Slime and Punishment”, seu mais recente disco. E eis que a parceria entre a Shinigami Records e a Nuclear Blast Brasil nos possibilita o acesso mais fácil (e barato) ao CD.

Antes de tudo, não peçam ao quinteto grandes mudanças estilísticas. Nada disso, o bom e velho Thrash Metal/Crossover com influências de NUCLEAR ASSAULT, S.O.D., M.O.D., EXODUS e D.R.I. continua sendo veloz, agressivo e destruidor, como sempre. Obviamente, devido ao fato de terem uma produção melhor, o disco soa mais polido e com maior facilidade de ser compreendido. Mas os fãs mais die hard não precisam se preocupar: continua tão insano e divertido como sempre foi, e pelo que se percebe, vai continuar sendo.

Ainda bem!

“Slime And Punishment” foi produzido pelo baixista Phil Hall (ou “Landphil” para os íntimos) no Blaze of Torment Studios, e teve sua mixagem e masterização feitas pelo mestre e especialista Bill Metoyer, em Hollywood, Califórnia. O resultado é que a sonoridade do MUNICIPAL WASTE soa mais clara e nítida, mais ainda assim polida e intensa. Óbvio que o impacto sonoro da música do quinteto não mudou, apenas ficou mais encorpado.

A capa é assinada por Andrei Bouzikov, e ficou mais simples do que a banda costuma ser em sua apresentação gráfica, mas ainda assim, é eficiente e passa sua mensagem.

Como dito antes, não peçam ao MUNICIPAL WASTE para abrir mão do seu estilo Old School de ser. E mesmo sem soarem inovadores ou criadores, a banda tem personalidade se sobra e vem para somar, não apenas ser mais um. Percebam que existe inspiração em suas canções, nada de “control C + control V”. Aqui é porrada nos ouvidos, com arranjos bem feitos e muita, muita energia!

E são 14 músicas em quase 30 minutos, ou seja, as faixas são curtas, diretas e ou te ganham de vez, ou te massacram os tímpanos!

Melhores momentos:

“Breathe Grease” - O disco já abre com uma porradaria insana, com velocidade e agressividade para todos os lados. E sim, se percebe que a banda fez arranjos de guitarras e baixo insanos, dispostos a não esmorecerem.

“Enjoy the Night” - Uma paulada Thrashcore curta e puramente louca, com boas mudanças de ritmo, mostrando o quanto o baixo e a bateria são importantes, gerando uma massa rítmica sólida.

“Shrednecks” - Eu avisei, eu avisei! O nome da canção já diz tudo: eles são destruidores de pescoço, e isso tudo movido a um ritmo abusivamente veloz e com ótimos vocais e backing vocals.

“Poison the Preacher” - What the porra é essa??? Eles diminuem a velocidade, soando mais Hardcore, mais ainda assim, é uma bomba H de tanta energia e com ótimos arranjos nas guitarras.

“Parole Violators” - Quando eu digo que esses cinco PUTARDOS sabem ser velozes e divertidos, não é à toa! Intensa, cheia de energia e ganchuda, vai causar moshpits certos, especialmente porque esses riffs de guitarra são infernais!

“Slime and Punishment” - Mais uma vez, a velocidade é moderada, com um jeitão hardcorizado insano e ótimos backing vocals, e tome vocalizações bem feitas, além de solos curtos.

“Excessive Celebration” - Mesmo sem exageros de velocidade, essa faixa é de trincar os dentes pelo abuso do pogo dancing incessante e porradaria gratuita. Outra curta e cheia de vocais alucinantes e baixo presente e evidente.

“Low Tolerance” - E tome mais esporreira Thrash Metal de doer os pescoços incautos, pois eles engatam a décima marcha e sentam a mamona em quem ficar pela frente. É stage dive certo, e que bateria técnica!

“Death Proof” - Mais uma com ritmo aparentemente comportado, com velocidade média, mas logo a “freakagem” Thrasher desses maníacos chega para detonar o seu queixo, pois é um murro veloz e insano de dar nocautes em qualquer banger experiente.

“Think Fast” - Se ainda não está com torcicolos, essa aqui garante o uso de analgésicos depois do porradeiro doido, e temos aqui uma faixa adornada por guitarras de primeira, e vocais insanos. E como é divertida!

Não tem jeito, ou se ama ou o MUNICIPAL WASTE te convence na base da porradaria!

Que belo lançamento, e nos prepara para a tour pela América do Sul do quinteto que se aproxima!

Haja pescoços!



MALDITO ROCK: Seu Juvenal estreia show com releituras de malditos da MPB na 12ª Mostra de Cinema de Ouro Preto

Walter Franco, Jards Macalé, Itamar Assunção, Sergio Sampaio, entre outros ícones da música anticomercial ganham versões com sotaque mineiro e cara de rock errado (Foto: Hugo Coelho).

'Brilhante', 'desafiador' e 'perturbado' foram alguns adjetivos usados pela imprensa brasileira para descrever "Rock Errado", terceiro disco de estúdio do Seu Juvenal, lançado em 2015.

Não seria de se esperar algo diferente de um álbum que traz no mesmo espectro de referências nomes tão díspares como Itamar Assumpção, Sonic Youth e Venom. Ou seria?

É justamente por desafiar e provocar que "Rock Errado" foi muito bem recebido por imprensa e público. Foi com "Rock Errado" que depois de quase 20 anos o Seu Juvenal conseguiu, enfim, projetar sua carreira nacionalmente, para além das fronteiras de Minas Gerais. "Rock Errado" ainda creditou ao Seu Juvenal títulos malditos como "banda esquisita" e "traidora de movimentos". "Rock Errado" foi, certamente, um disco que deu certo! Muito certo! Tanto é que chegou a ser indicado para o Prêmio Dynamite 2016 na categoria "Melhor Álbum de Rock", onde também figuraram outros grupos de destaque como Far From Alaska, Cidadão Instigado e Nação Zumbi. 

Findada a turnê em divulgação a "Rock Errado", que visitou várias cidades nas regiões sudeste e centro-oeste do país, o Seu Juvenal vem agora apresentar seu novo projeto, "Maldito Rock"!

“Maldito Rock” é uma apresentação do Seu Juvenal interpretando clássicos “Lado B” da música popular brasileira com roupagem rock (errado). O repertório é recheado de composições dos “Malditos da MPB” como Walter Franco, Jards Macalé, Itamar Assunção, Sergio Sampaio entre outros que foram considerados ícones da música anticomercial, inovadores e provocadores naturais, eternos inquietos. Com o mesmo espírito desses gurus do inconformismo, o Seu Juvenal amplifica sua provocação e lança desafios: transformar a poesia desses mestres em algo novo, como numa disponibilização do passado ao futuro, rumo ao desconhecido.

“Desde o começo da banda citamos como grandes influências compositores como Walter Franco e Itamar Assumpção”, diz o guitarrista Edson Zacca. “Fico impressionado como o público e a crítica de rock desconhece estes chamados malditos da MPB (ou como diria Jards Macalé, estes benditos ao contrário). Então resolvemos mostrar na prática o quão rock pode ser a obra destes caras! É uma homenagem e ao mesmo tempo é uma forma de levar o lado underground da música brasileira, com uma roupagem contemporânea, a um público que a desconhece.”

O show de estreia de “Maldito Rock” acontece nesta sexta-feira, dia 23 de Junho, como parte da programação oficial da 12ª Mostra de Cinema de Ouro Preto/MG. O show está programado para ter início às 22:00 no Sesc Cine Lounge Show dentro do Centro de Convenções da UFOP (Rua Diogo Vasconcelos, 328 - Pilar - Ouro Preto/MG). A entrada é franca mediante retirada de senha a partir das 22:00 na portaria principal do Centro de Artes e Convenções.

Outras informações sobre a Mostra de Cinema podem ser obtidas através do site oficial: http://www.cineop.com.br

Além de Edson Zacca, o Seu Juvenal também conta com o vocalista Bruno Bastos, o baixista Alexandre Tito e o baterista Renato Zaca.

Mais Informações:

Fonte: Som do Darma
Press Release e Gestão Cultural
A/C Eliton Tomasi

DANCING FLAME: falando do passado e do futuro

(Da esq. p/ direita): Leonardo Necas(guitarra), Emerson Mello(guitarras), Adriano Oliveira(vocais), Rafael Muniz(baixo), Eduardo Coimbra (bateria).


Desde o seu inicio a DANCING FLAME tem a proposta de transitar entre o Hard Rock e o Heavy Metal, unindo peso e melodia dentro de uma variação harmônica e melódica, por vezes incorporando referências de outros estilos musicais, definindo assim sua personalidade musical.

O último álbum "Carnival of Flames", lançado em 2014, obteve ótima repercussão na mídia especializada e junto ao público. Nele a banda contou com as participações especiais de Mark Boals (ex-Yngwie Malsmteen) em "Follow the Sun" e D.C Cooper (Royal Hunt) na balada "Dry my Tears" e teve oportunidade de realizar a masterização no lendário estúdio Sterling Sound de Nova Iorque, o que sem dúvida contribuiu para realçar os arranjos. Após
este trabalho a banda participou do tributo "Flight Without Back" à banda paulistana Harppia, lançado em 2015 pela gravadora portuguesa Metal Soldiers, tendo a oportunidade de regravar o clássico "Salém Cidade das Bruxas". A versão foi muito elogiada no meio metálico, inclusive por integrantes do próprio Harppia.




Em relação a novos projetos a banda se encontra em fase de pré-produção do novo álbum, trabalhando num repertório de 12 músicas, aonde se mantém fiel ao seu Hard Heavy. O álbum tem previsão de lançamento para o final de 2017.

Ouça "Follow the Sun", do último trabalho de estúdio do quinteto:



Contato:

DARK AVENGER: disponibilizados teasers das músicas de ‘The Beloved Bones: Hell’


Pouco-a-pouco o DARK AVENGER vai disponibilizando informações sobre o complexo conceito por trás de seu novo álbum, ‘The Beloved Bones: Hell’.

Como sabemos, o álbum segue uma linha conceitual, em que o interlocutor conversa consigo mesmo em uma jornada para dentro do EU, em um embate entre o emocional e racional, passando por onze estágios mentais de quem atravessa um período de insatisfação e infelicidade, até a morte dessa situação.

Agora os fãs podem conferir teasers de todas as faixas e um breve explicação do conceito da música em questão e “mergulhar” ainda mais dentro da nova experiência proposta pelo DARK AVENGER:

1 – THE BELOVED BONES: HELL

2 – SMILE BACK TO ME

3 – KING FOR A MOMENT

4 – THIS LOATHSOME CARCASS

5 – PARASITE

6 – BREAKING UP AGAIN

7 – EMPOWERMENT

8 – NIHIL MIND

9 – PURPLE LETTER

‘The Beloved Bones: Hell’ está previsto para ser lançado no dia primeiro de agosto e pode ser considerado o mais ambicioso da carreira do grupo.


O material teve todo o conceito criado pelo frontman Mário Linhares e conta com composições do cantor e dos guitarristas Glauber Oliveira e Hugo Santiago. Glauber assina toda a produção do álbum, além da gravação e mixagem do disco, que foram realizadas no Asylum Studios, em Brasília/DF. A masterização ficou a cargo de Tony Lindgren, que trabalhou com vários nomes do Metal mundial.

A arte da capa ficou a nas mãos do artista gráfico francês Bernard Bitler, e representa os sentimentos e emanações mentais presentes no álbum.


Sites relacionados:

Fonte: Metal Media

MACHINAGE: banda dá “uma geral” no álbum ‘Slave Nation’



Enquanto o novo álbum do MACHINAGE, ‘Slave Nation’, não consegue parceiros para o lançamento no Brasil, ele vai de vento em popa no resto do mundo.

Lançado pelo selo do lendário baixista do Megadeth, David Ellefson, EMP Music Group, o álbum vem sendo amplamente aceito pelos fãs e mídia internacional. E não poderia ser para menos.

O segundo álbum dos paulista mostra toda a bagagem acumulada durante os anos de turnês pelo país e pelos EUA e soma a uma produção primorosa que contou com o envolvimento de nomes como Max Norman (Ozzy Osbourne, Megadeth) e Curran Murphy (Annihilator, Nevermore).

Como tudo na vida da maioria das bandas independentes de Metal no Brasil, não foi um caminho fácil e a banda comenta um pouco do que passou para chegar a um resultado tão primoroso.

“Esse disco é muito especial para nós, foi um disco muito massa de gravar e ao mesmo tempo um pouco preocupante ao longo do tempo que íamos ficando com ele na gaveta, saber que hoje está sendo lançado nos EUA e na Europa pela EMP Label Group não tem preço, saber o quanto é difícil conseguir realizar sonhos na música e hoje pensar que sua música está nas mão de David Ellefson nos faz ver que todo o esforço valeu muito a pena e nunca devemos desistir, a estrada ainda é longa mas enquanto estivermos por aqui a batalha não irá parar.”


Algumas cópias da versão importada de ‘Slave Nation’ chegarão para a banda em breve. Já a versão digital, lançada em parceria com a Voice Music, está disponível nas principais distribuidoras do mundo, Spotify, iTunes, Amazon, etc.


Um videoclipe para a faixa-título acaba de ser disponibilizado também. O trabalho ficou nas mãos de Everton Moraes (Brilhoso Produções), assista:




Sites Relacionados:

Fonte: Metal Media

RR44: workshop sobre Fisiologia e Canto com o professor Ariel Coelho


O Complexo Artístico Cultural RR44 receberá mais uma vez o internacionalmente renomado professor de canto Ariel Coelho para uma nova palestra.

Desta vez será um Workshop instrucional Fisiologia & Canto Contemporâneo no dia 12 de julho. O curso contará com CERTIFICAÇÃO e material de apoio.

INFORMAÇÕES e INSCRIÇÕES: (51) 9-9659-0124 ou tomgmprz@hotmail.com (Tom Zynski – Manager Ariel POA) ou (51) 9595-5630 (Juliano Ângelo).

Desconto especial para os músicos das bandas que integram o cast da Roman Roads Artists Enabler e alunos do professor Ariel Coelho na Escola de Canto de Porto Alegre. Mais informações sobre o evento também podem ser conferidas pelo link: https://goo.gl/7soJrt

O Prof. Ariel Coelho é cantor, pedagogo e cientista vocal. Ele é membro da Associação Brasileira de Canto (ABC), da Sociedade Brasileira de Fonoaudiologia (SBFa), da The Voice Foundation (TVF) e da Fundação Otorrinolaringologia (FORL).

Pesquisador de questões relativas à voz profissional desde 1993 e ensina técnica vocal para o canto contemporâneo desde 1996. De lá pra cá tem ministrado seu trabalho em diversas cidades brasileiras. Então tem se deparado com uma lacuna deixada pelas pedagogias vocais tradicionais em relação à compreensão e ensino das inúmeras técnicas vocais presentes no canto contemporâneo, desde as suas origens. Isso porque a maioria dos professores brasileiros de canto e/ou técnica vocal foca suas atividades pedagógicas no ensino das técnicas utilizadas e desenvolvidas para o canto erudito e suas derivações; e os que se aventuram no ensino das técnicas vocais aplicadas ao canto popular, ou por desconhecimento, ou por falta de preparo, subestimam as técnicas aplicadas ao canto contemporâneo e seus subgêneros.

O Complexo Artístico Cultural RR44 nasceu com o intuito de oferecer um espaço de alto nível ao meio cultural, que possibilitará a realização de diversas atividades como exposições, workshops, masterclasses, eventos de lançamento de diversos tipos, gravações de áudio e vídeo, apresentações, aulas de instrumentos musicais, entre outros.

Mais informações:

Fonte: Metal Media

NERVOCHAOS: documentário sobre turnê latino-americana está disponível



Depois de mostrar um pouco da primeira parte de sua turnê nacional, o NERVOCHAOS apresenta um pouco do que rolou durante sua turnê pela América Latina esse ano.

Nos aproximadamente 15 minutos do documentário, podemos ver a banda tocando em países como Argentina, Colômbia, México, Equador, Uruguai, Paraguai, Bolívia e Costa Rica. Assista:



O NERVOCHAOS está em turnê pelo Brasil divulgando o recém-lançado ‘Nyctophilia’, que saiu no Brasil pela Cogumelo Records/Voice Music e pela Greyhaze Records na América do Norte e Europa. O álbum já pode ser comprado nas principais lojas especializadas do mercado, ou diretamente com a banda, por e-mail, Facebook ou na loja oficial: https://goo.gl/aF7Xkx

Anteriormente um minidocumentário para a primeira parte da turnê brasileira foi lançado:



Sites Relacionados:

Fonte: Metal Media

BAB BEBOP: banda lança clipe para ‘Vicious’



O BAB BEBOP acaba de estrear um novo videoclipe retirada do seu recém-lançado álbum, ‘Prime Time Murder’.

Agora a música escolhida é ‘Vicious’. O clipe retrata a rotina da banda nos últimos anos: gravações, ensaios e shows. As imagens foram captadas por Humberto Vendramel, Adriano Elias e Gustavo Nishida. A edição do vídeo ficou por conta do Adriano Elias, mesmo responsável pelas edições do outro clipe do grupo, ‘Trouble’. Confira:



O vídeo é parte da divulgação de ‘Prime Time Murder’. O disco foi gravado no estúdio Institudium com produção do próprio guitarrista Henrique Bertol, com mixagem por Felipe Debiasio e masterização pela Absolute Master. Já arte da capa ficou nas mãos de Allan de Angeles (Necropsya).


‘Prime Time Murder’ está nas principais plataformas digitais. Confira alguns links:



Sites relacionados:

TCHANDALA: banda fala um pouco do que podemos esperar de ‘Resilience’



Depois de aumentar ainda mais a expectativa para o lançamento de seu terceiro álbum de estúdio, ‘Resilience’, com o primeiro single, o TCHANDALA conta um pouco do que podemos esperar do álbum.

“‘Resilience’ é o resultado de um trabalho em equipe e mostra a evolução e o amadurecimento da banda. As músicas começaram a ser escritas pouco depois do lançamento do CD ‘Fear of Time’. Quando o tecladista Tony Souza precisou deixar a banda por motivos pessoais, foi definido que em seu lugar entraria um segundo guitarrista, com o objetivo de acrescentar peso nas músicas. Para o posto foi convidado Will Moreira, que já era conhecido da banda. A fase de composição incluiu ensaios, reuniões e gravações que permitiam ouvir detalhes das músicas e discutir a estrutura de cada uma. À medida que as faixas iam tomando forma, as letras começaram a ser escritas por Dejair e Pablo, ao longo de muitos finais de semana dedicados exclusivamente a isso. Durante a pré-produção foram gravadas faixas que permitiram definir o andamento que funcionava melhor para cada uma, a estrutura e cuidar detalhadamente das melodias de voz. Também foram usadas para enviar para as pessoas que fariam participações especiais. Antes do início das gravações, Will precisou sair da banda por motivos pessoais. Rafael Moraes assumiu o posto e gravou alguns solos.”

‘Resilience’ foi gravado, mixado e masterizado no Revolusom Studio e produzido pelo TCHANDALA e Revolusom Studio. A capa foi feita pelo artista Marlon Delano.


O disco conta também com algumas participações especiais: o vocalista norte-americano Tim “Ripper” Owens (ex-Judas Priest, ex-Iced Earth), a dupla mineira Clarice Pawlow e Renan Fontes e o vocalista gaúcho Iuri Sanson (Hibria).

O primeiro single é a faixa-título do álbum que ganhou um belo lyric video das mãos do designer/editor Adriano Forte, confira:




Sites relacionados:

Fonte: Metal Media

PANZER: junto com o Takken no BDG Sessions


O PANZER ao lado da banda TAKKEN serão as atrações da nova edição do BDG Sessions, festival organizado pelo site BDG da UOL, plataforma especializada em música digital e que vem ganhando espaço considerável.

Esta será a terceira edição do evento em São Paulo e acontece no dia 24 de junho no Studio Latitude. Os ingressos – extremamente limitados – já estão à venda e só podem ser comprados online. Saiba mais aqui: https://www.facebook.com/events/938799799594771



Apesar do nome novo, a banda de Thrash Metal TAKKEN foi originada da fusão de duas renomadas bandas da cena paulista: Scars e ChaosFear, e conta com Regis F. (Vocal), Fernando Boccomino (Guitarra), Andre Sterzza (Baixo) e Billy Houster (Bateria).

Já o PANZER segue promovendo seu novo álbum, ‘Resistance’, e acaba de lançar uma série de três videoclipes retirados do matéria, confira:

‘The Old And The Drugs For Soul’:


‘You May Not Have Tomorrow’:


‘Impunity’:



BDG SESSIONS – PANZER E TAKKEN (METAL PARTY)
Studio Latitude – Rua Mauricio Francisco Klabin, 273 – Vila Mariana
24 de junho de 2017, 19h-23h45
R$ 20 (SOMENTE ONLINE)



Sites Relacionados:

Fonte: Metal Media

RONALDO E OS IMPEDIDOS: show no tradicional bairro da Moóca na sexta-feira


Na próxima sexta (23/06), o ex-goleiro do Corinthians – e comentarista da TV Band e da rádio Transamérica – Ronaldo Giovaneli, toca no bairro da Moóca, em São Paulo, no Titular Bar (R. Juventus, 125), com sua banda, RONALDO E OS IMPEDIDOS.

Siga a página do evento no Facebook:


RONALDO E OS IMPEDIDOS lançaram no ano passado o EP “Onde Está O Rock’N’Roll?”, trabalho bastante elogiado que mostra uma banda fazendo um rock pesado e visceral. O EP foi gravado nos estúdios Mr. Som, produzido por Marcello Pompeu, Heros Trench e Fares Junior.

RONALDO E OS IMPEDIDOS é formado por Ronaldo Giovaneli (vocal), Fares Junior (guitarra), Tico Rizzo (guitarra), Kid Ribeiro (baixo) e Nina Pará (bateria).

Nos shows, além das músicas autorais, eles apresentam clássicos do rock’n’roll, de Elvis à AC/DC.

Para levar RONALDO E OS IMPEDIDOS para sua cidade, entre em contato com TC7 produções (11 99653 9014, tc7producoes@gmail.com).

Siga RONALDO E OS IMPEDIDOS em seus canais oficiais:


SERVIÇO:

RONALDO E OS IMPEDIDOS


Dia: 23/06 (Sexta)
Local: Titular Bar (R. Juventus, 125, Moóca – São Paulo)
Horário: 20h
Informações e vendas antecipadas pelo Whatsapp (11) 98907-3345
Entrada: R$ 30,00

MORTHUR: em teaser, banda divulga tracklist de “Between the Existence and the End”, confira!



Em reta final para finalmente anunciar o lançamento do trabalho de estreia “Between the Existence and the End”, a banda gaúcha MORTHUR divulgou o tracklist oficial do mesmo.

O trabalho contará com nove músicas dentre elas as, já divulgadas e conhecidas do público, “Immortals” e “Demonized” - ambas lançadas no YouTube como lyric vídeo. Confira agora o teaser oficial do álbum “Between the Existence and the End”:



Em paralelo, o MORTHUR iniciou recentemente a pré-venda do debut álbum. Saiba como adquirir a sua cópia antecipadamente acessando o link a seguir: http://sanguefrioproducoes.com/loja/inicio/37-morthur-between-the-existence-and-the-end-pre-lancamento.html

Veja também os lyric vídeos supracitados na matéria:

“Demonized”:

“Immortals”:

Contato para shows e assessoria: www.sanguefrioproducoes.com/contato

Sites relacionados: