2 de fev de 2013

Eternyx - Unknown Way (CD)



Independente - Nacional
Nota 9

Por Marcos Garcia

Tem dias que gratas surpresas e revelações caem em nossas mãos, e que a sorte nos ajuda, já que no meio da enxurrada de lançamentos, muita coisa boa acaba não sendo vista com a devida atenção, pois bandas como o quarteto carioca ETERNYX merecem aplausos de pé, pois o material apresentado em 'Unknown Way', seu primeiro trabalho de estúdio, é ótimo.

A banda faz um trabalho bem diversificado, que transita entre Metal Tradicional, Progressive, Sinfônico e com inserts de estilos extremos aqui e ali, este ótimo quarteto tem um trabalho que é bem diversificado, capaz não só de emocionar os ouvintes, mas de prender a atenção de uma forma absurda, pois temos vocais que oscilam entre o suave, o agressivo normal e o gutural com maestria, riffs e solos de guitarra que sabem tanto ser agressivos quanto suaves quando necessário, teclados muito bem cuidados e que não só aclimatam bem, mas moldam a musicalidade da banda, e a cozinha baixo e bateria mostra um trabalho com boas mudanças de andamento e técnica.

Em termos de produção sonora e gráfica, o álbum está em um nível muito bom, já que a parte que tange à música está cristalina, mas sem retirar o peso e agressividade nas partes em que eles são mais importantes. A arte do CD, feita por Bruno Pigozzi, é ótima e bem etérea, quase mística.

As músicas em si formam uma unidade, ou seja, o nível do CD é bem homogêneo, com destaques para a ótima e pesada 'Trust Me', uma faixa com boa diversidade nos elementos que compõem as nuances musicais da banda, especialmente pelo contraste entre os vocais guturais e melodiosos; a grudenta e pesada 'Death Angel', com destaque para o trabalho da cozinha; a linda 'Walking to Death', que deixa o fã preso no lugar, pois mesmo debaixo de um peso enorme, é uma faixa em trabalhada e sofisticada; e a climática, mas mesmo assim agressiva e ríspida 'Independently of You'.

Um belo trabalho, que é digno de aplausos de pé, e que por um tempo limitado pode ser baixado gratuitamente no site da banda. Mas o disco é tão bom que fará com que aqueles fãs que adoram o CD físico adquiram os seus.

Death Angel

Tracklist:

01. Trust Me
02. Lake of Tears
03. Death Angel
04. Walking to Death
05. Facing My Fears
06. Traveling Through My Madness
07. Unknown Way
08. Independently of You
09. Prelúdio IX
10. Everybody Wants To Go Back Home


Formação:

Aline Vandrack - Vocais e urros
Luana Braga - Baixo
Vinicius Detoni - Guitarras
Julio César - Teclados

Foto por Sidnei Ribeiro

Contatos:


Priest of Death - Liberando vídeo das gravações do próximo trabalho


A banda carioca de Thrash Metal PRIEST OF DEATH acaba de liberar mais um vídeo de 'studio report' das gravações do próximo trabalho da banda, o Demo CD 'Pull the Trigger'. Este é referente à gravação do baixo por Henrique Silva.

O vídeo poder ser visto aqui:



O PRIEST OF DEATH é mais uma das bandas que integram o movimento conhecido como 'Guanabara Bay Area Metal Invasion', ou seja, as bandas que buscam, longe dos rótulos, se apoiarem mutuamente, em unidade.

Unmasked Brains - Turning On (Demo CD)



Independente - Nacional
Nota 9

Por Marcos Garcia

Uma das coisas mais legais sobre o movimento conhecido como 'Guanaraba Bay Area Metal Invasion', um termo usado para abranger as bandas cariocas é que ele, ao mesmo tempo que possui bandas que resgatam o Metal em sua essência mais primal, ou seja, aquela sonoridade dos estilos do Metal dos anos 80, e existem aquelas que buscam fórmulas para criar um estilo mais particular para si, e um dos nomes fortes é o do veterano UNMASKED BRAINS, banda dos anos 90 que retomou as atividades a alguns anos e que, enfim, acaba de soltar o Demo CD 'Turning On', seu primeiro testemunho de estúdio, e acreditem, e de deixar o ouvinte com água na boca, se perguntando porque a banda não fez sucesso antes.

O quarteto se denomina como 'AllMetal', ou seja, usa e abusa de todas as vertentes do Metal (e algumas coisas de fora) para criar uma música bem personalizada, que tem muita agressividade, boa técnica, muito feeling, melodias muito bem construídas, e energia suficiente para detonar uma hecatombe sonora das boas.

Vocais muito bem postados e com uma acentuada vocação para o Tradicional, riffs e solos de guitarra intensos e empolgantes, e um trabalho de baixo e bateria de deixar o queixo caído, pois micam peso, técnica e pegada com maestria.

A produção sonora, feita pela própria banda, é bem limpa e clara, permitindo que se ouça cada instrumento separadamente sem dificuldades, mas mantendo peso e agressividade. A parte visual, feita por Jobert Mello, da Sledgehammer Grafix, o mesmo que fez artes para bandas como SHADOWSIDE, HYSTERICA, WOSLOM, PRIMAL FEAR e outros, e está bem antenada com o título do trabalho, e cujo trabalho pode ser melhor conhecido em Sledgehammer Grafix.

As músicas em si dispensariam comentários mais aprofundados, cada uma delas com seu próprio valor, mas é impossível na se empolgar ao ouvir faixas como a ótima 'A Máquina', com excelentes guitarras e cozinha perfeita, em uma canção rápida e com momentos sublimes; a 'grooveada' e forte 'The New Order of Disorder', com o andamento não tão veloz, o que privilegia o lado técnico da banda, com os vocais mostrando ótimo trabalho e grande presença do baixo; a arrasadora e intensa 'Corrupt', com ótimo e forte refrão, e cujo andamento mais melodioso parece transpirar a mesma ironia da letra (cuja mensagem é simples: como quer exigir do político honestidade, se neste país a própria população é corrupta, adepta do famoso 'jeitinho brasileiro'?); a mais espotânea e cheia de riffs grudentos 'Lost Control', e a ao vivo 'Little God Ivory', que mostra a energia da banda ao natural, com riffs de guitarra bem técnicos e a cozinha apresentando boa técnica, em especial a bateria.

Obviamente que estes quatro loucos 'workaholics' do Metal não param por aí, pois ainda vem o primeiro CD da banda em breve.

E o trabalho está disponibilizado de graça para todos, bastando acessarem o seguinte link

Corrupt


Tracklist:

01. Machina (Intro)
02. A Máquina
03. The New Order of Disorder
04. Corrupt
05. Lost Control
06. Little God Ivory (live)


Formação:

Reinaldo Leal - Vocais e guitarra base
LGC - Guitarra solo
Denner Campolina - Baixo
Elcio Pineschi - Bateria



Contatos:


Grave Desecrator: Arte do novo disco será feita por artista polonês



===


O renomado e misterioso artista polonês Zbigniew Bielak será o responsável pela arte do novo CD/LP do GRAVE DESECRATOR, que deverá ser lançado em alguns meses pela Pulverised Rec./Blood Harvest (em vinil) na Europa e pela Hell’s Headbangers nos EUA. 

Considerado um "segredo do Heavy Metal", Bielak não se expõe e nem divulga portfólios, preferindo trabalhar com bandas selecionadas, como WATAIN, VADER e ABSU. Para quem não conhece sua arte, veja os álbuns 'Lawless Darkness' do WATAIN, 'Abzu' do ABSU, entre outros.

"Ele é simplesmente fanático pela antiga cena brasileira, conhecendo mais bandas do que a grande maioria dos brasileiros. Ele simplesmente adora o GRAVE DESECRATOR e entrou em contato conosco se oferecendo a fazer as novas artes. O engraçado é que nós já conhecíamos sua arte e achamos simplesmente espetacular! Dissemos apenas... SIM!", conta o baixista Necrogoat.

Neste sábado, dia 02/13, a banda norueguesa BLOOD TSUNAMI fará o lançamento oficial da música 'Grave Desecrator' – gravada em homenagem aos brasileiros – presente em seu próximo álbum, chamado 'For Faen' (Indie Records). A banda conta com o baterista Bard "Faust" Eithun (Ex-Emperor, Zyklon, Aborym) e se declara fã incondicional do GRAVE DESECRATOR.  Para ouvir em primeira mão, basta ficar ligado no programa de rádio 'Raise the Dead' da Califórnia/EUA e conferir a Premiere mundial desta grande homenagem.

Para ouvir:

Sábado, 02/13, às 12h (meio-dia da Califórnia – 18h no Brasil) em www.kdvs.org

Confira as próximas datas de shows:

16/03 - Salvador/BA - com Escarnium, Flagelador e Martyrdom no The Other Place.
22/06 – SP/SP - com Archgoat (Fin), Black Witchery (EUA) e Impurity no Hangar 110.

Para agosto, há um show marcado no RJ junto ao lendário Mystifier e Enterro, no Teatro Odisséia/Lapa ainda sem data definida.

Ouça 'Baphomet' na página do Soundcloud da Wargods Press:



Contatos:

Evil Emperor - Evil Emperor (CD)



Independente - Nacional
Nota 8

Por Marcos Garcia

Death Metal para lá de agressivo e esporrento, capaz de deixar os ouvidos dando sinais de ocupado por horas se manuseado sem o devido cuidado. Esta seria uma boa definição para o que o EVIL EMPEROR, um ótimo quinteto gaúcho, apresenta neste seu CD de estréia, 'Evil Emperor'.

A banda usa uma abordagem muito próxima a da escola européia do final dos anos 90, ou seja, pedradas extremas sem misericórdia dos não iniciados, com momentos velozes, outros mais cadenciados e outros em um meio-termo bem feito. E assim, se a proposta da banda está longe de querer ser inovadora, a energia e garra do quinteto compensam este aspecto. Vocais urrados que contrastam com momentos mais rasgados, uma dupla de guitarras bem afiada em bases ríspidas e brutas, bem como em solos abusivamente insanos, baixo evidente e seguro (com alguns momentos brilhantes), e uma bateria que sabe conduzir bem os andamentos com boa técnica e pegada. A soma disso tudo é uma música extremamente compacta e brutal.

A produção é do próprio quinteto, tendo uma mãozinha providencial de Fábio Lentino (ex-NEPHAST e THE ORDHER) na mixagem e masterização, ou seja, de quem compreende bem as nuances do estilo. O resultado é óbvio: uma gravação limpa e que permite a audição de cada mínimo detalhe sonoro do trabalho, mas sem deixar que a agressividade extrema da banda seja retirada. Uma alquimia bem difícil de se alcançar. A arte do CD é muito boa, com desenhos simples, mas funcionais e que ilustram a proposta lírica do grupo, bem como já ambientam o ouvinte para o massacre vindouro.

O CD mostra um trabalho que mantém um bom nível do início ao fim, com destaques para 'Mutilation Addicted', uma tijolada bem pesada e agressiva, com vocais insanos; a pesada veloz 'Vobiscum Obscurum', com belo trabalho da cozinha; a extrema 'Devoured by Inner Bestiality', onde a dupla de guitarras mostra serviço, com ótimas bases; a variada 'Evil Emperor'; 'Portrait of Evolution', onde o baixo mostra serviço em uma faixa não tão extrema na velocidade, mas com peso absurdo; a quebrada e intensa 'Black Death', que tem um andamento bem empolgantes, vocais ótimos e excelente refrão; e a aniquiladora de pescoços 'Living Machines'.

Nada melhor que começar o dito 'mês do carnaval' com um massacre sonoro desse tipo, de mais uma boa promessa da cena nacional, que ainda pode render bem mais, pois tem enorme potencial. 

E que tem ainda o atrativo de ser disponibilizado para download gratuito aqui. Mas esperemos que todos possam adquirir suas cópias físicas, já que é apoiando as bandas que conseguimos ajudar a cena.

Black Death


Tracklist:

01. Mutilation Addicted
02. Vobiscum Obscurum
03. Devoured by Inner Bestiality
04. Evil Emperor
05. Portrait of Evolution
06. The Evil Birth
07. Black Death
08. Butcher of Souls
09. Book of the Dead
10. Living Machines
11. Invocation
12. Maldição


Formação:

Rodrigo Volkweis - Vocais
Eduardo Fallavenna - Guitarras
Rikardo Schroeder - Guitarras
Rodrigo Linn - Baixo
André Rodrigues - Bateria


Contatos:


Kiko Loureiro Trio: Confira as primeiras datas da Tour 2013




===


O ícone mundial da guitarra Kiko Loureiro recentemente lançou o quarto CD em carreira solo, o 'Sounds of Innocence', que foi gravado em cinco estúdios diferentes ao redor do mundo, mixado por Dennis Ward e masterizado por Jürgen Lusky.

Kiko Loureiro viajará pelo Brasil ao lado do baixista Felipe Andreoli e do baterista Bruno Valverde, em um show de virtuosismo e musicalidade, apresentando as músicas de seu mais novo álbum, e sucessos de sua carreira no desafiador formato de power trio.

As primeiras datas da 'Sounds Of Innocence Tour 2013' são:

12.Março - Volta Redonda (RJ)
15.Março - Maceió (AL)
16.Março - Recife (PE)
17.Março - João Pessoa (PB)

Maiores informações e vendas de ingressos em www.furiamusic.com.br .

No momento a Furia Music Produções continua agendando datas da tour 2013 que deverá passar por todo o Brasil durante os meses de Março e Abril/2013.

Para levar o show do Kiko Loureiro Trio para sua cidade, os contatos devem ser feitos através do e-mail contato@furiamusic.com.br .

===

Fonte: Furia Music

Explicação e pedido de desculpas



Por Marcos Garcia

Na última semana, este autor esteve ausente e extremamente ocupado em um evento de sua vida privada, e qual não foi a surpresa deste em saber que havia sido acusado de plágio.

Explicando o ocorrido: uma resenha da banda CRASHDIET foi passada a este blog por uma assessoria de imprensa que é parceira. Os créditos foram dados (o nome da pessoa será omitido, uma vez que já sabemos que uma terceira pessoa foi a responsável. Esta também será mantida no anonimato por respeito), e mesmo assim, a acusação foi feita, já que o autor original nem ao menos foi citado, e eu pensei que a assessoria fosse a autora. Obviamente, este autor, o responsável pelo Metal Samsara, Marcos Garcia, desconhecia o fato que a autoria era de terceiros, e por mais que este autor não tenha mais laços com o autor original da matéria, o crédito é dele por justiça e integridade. 

E, atendendo ao pedido desta assessoria depois de uma longa conversa, a matéria foi retirada, e esperamos que o causador desta confusão (cujo nome será omitido também para preservar-lhe a integridade) venha a público se retratar.

Mas o problema já aconteceu, e o Metal Samsara realmente tem parte da culpa do ocorrido. Assim, eu, Marcos Garcia, aproveito para pedir desculpas a todos os envolvidos neste episódio pelo ocorrido, a todos os nossos leitores por esta situação incômoda, e pedimos que continuem nos dando sua atenção.