16 de mai de 2016

DARK WITCH: grupo libera lyric video de música "To Valhalla We Ride"





A banda santista de true heavy/power metal DARK WITCH está divulgando o lyric video para a música "To Valhalla We Ride". A faixa integra o disco "The Circle of Blood" lançado no segundo semestre de 2015 pela Arthorium Records.

O grupo foi fundado em 1999 e apresentou algumas demos e mudanças de formação até desacelerar em 2009. Aproveitando a deixa, em 2012 o vocalista Bil Martins foi recrutado pela banda HELLISH WAR, com quem ampliou sua experiência através de uma turnê pela Europa e a gravação de um álbum ao vivo na Alemanha. Integrante fundador, Bil então retomou as atividades com o DARK WITCH, que pôde finalizar as novas composições e registrá-las para seu debut full-length "The Circle of Blood", atualmente em divulgação.

O álbum tem conquistado importante repercussão, atraindo elogios tanto nacionais quanto internacionais. "Se você é um fã de true Heavy Metal e gosta de manter sua música fiel às raízes, ouça The Circle of Blood. Este álbum é uma celebração do true Heavy Metal e um clássico instantâneo" - estampou o webzine estadunidense The Metal Crypt, especializado em reviews. Do outro lado do Atlântico, Mathew Collins escreveu para o webzine britânico Frenzy Fire: "Viciante e contagiante, DARK WITCH soltou um álbum de músicas soberbas com variações e andamentos suficientes para manter o ouvinte interessado". Já em terras brasileiras, Fernando R.R. Júnior conclui para o Rock on Stage Webzine: "Demorou, mas quando finalmente o primeiro CD do DARK WITCH viu a luz do dia, tornou-se imediatamente um dos melhores álbuns de 2015. Uma grande obra do Heavy Metal que é certeza de satisfação garantida - 10/10".

A canção divulgada no novo lyric video, "To Valhalla We Ride", apresenta o lado mais acelerado da banda, com um instrumental que remete à agressividade de grupos como MANOWAR, e contando com um refrão trabalhado com múltiplas vozes de muita energia e bom gosto, flertando com o power metal de bandas como ICED EARTH e BLIND GUARDIAN dos anos 90".


Tracklist de "Circle of Blood":

1. Circle Of Blood
2. Wild Heart
3. Master Of Fate
4. Cauldron
5. Firestorm
6. Stronghold
7. Blood Sentence
8. Liberty Is Death
9. Lighthouse Reaper
10. Death Rain
11. Siegfried
12. To Valhalla We Ride
13. Voz da Consciência (bonus)

O vídeo oficial pode ser assistido através do link abaixo:


Informações da banda - www.dark-witch.com

BURN THE MANKIND: imprensa mundial elogia debut em diversos reviews




Várias publicações, sobretudo a imprensa europeia, tem dado destaque ao ótimo trabalho desenvolvido em “To Beyond”, debut do BURN THE MANKIND. Lançado no exterior pela gravadora Mighty Music e no Brasil pela Cianeto Discos,“To Beyond” figura em diversos reviews publicados em sites e revistas do gênero, onde as avaliações tem sido positivas, destacando as características únicas do Death Metal brasileiro, não esquecendo, é claro, do pioneirismo do Sepultura e mais recentemente, Krisiun.

A tradicional revista Metal Hammer, em resenha publicada no mês de fevereiro, cita as bandas acima, mas mostra o caminho em busca da originalidade que o BURN THE MANKIND segue: “Não há como negar a natureza distinta do Death Metal brasileiro, a sua dívida para com o pioneirismo do Sepultura e, nos últimos tempos, o singularmente brutal Krisiun. O Burn The Mankind conseguiu criar um som que traz essas influências e as transforma em algo sutilmente original e gloriosamente intenso.”. Dom Lawson, editor da revista e também colaborador do The Guardian, Classic Rock, dentre outras publicações, finaliza a resenha com as seguintes palavras: “Além da rara alegria em ouvir uma banda jovem de Death Metal, que realmente compreende o que faz o gênero ser grande, “To Beyond” comprova que o caso de amor do Brasil com o underground extremo gerou um novo monstro aterrorizante”.

Já o site Metal Temple foi mais observador na resenha, com Mike Coyle detalhando a sonoridade do grupo, que investe em diversos elementos para criar seu Death Metal. “A banda trabalhou para criar algo que possa ser usado em lançamentos futuros, mas ao mesmo tempo observamos o que essa banda pode fazer com os arranjos... Mostrando uma boa combinação entre elementos do Doom e Death Metal, que podem constatar a visão deste lançamento e muito mais. É óbvio que a banda quer criar uma nova onda de som da velha escola para a nova geração, o que é muito admirável, para ser honesto, pois mostra que nem toda banda precisa de “breakdown” para ser brutal e pesada. Aqui há uma banda que está trazendo algo familiar à mesa e algo novo.”.

Além destas publicações, “To Beyond” teve destaque no site dinamarquês Calles Rock Corner, no holandês Dutch Metal Maniac, no norueguês Norway Rock, no belga Metal to Infinity, nas revistas Rock Hard (alemã), Scream (Noruega), além de publicações americanas como os sites Dead Rhetoric e No Clean Singing, este último destacando o álbum como um dos melhores de 2015: “Esse é um lançamento Death Metal de destaque em 2015 e que vai passar despercebido devido ao seu surgimento perto do final do ano. Esta negligência é meio lamentável, porque o Burn the Mankind lançou o que é facilmente um dos melhores álbuns de Death Metal de 2015, com uma mistura convincente de sons, reconhecível, mas distinto naquilo que a mistura produz.”

“To Beyond” também está disponível no Spotify, confira:


Contatos:



UNNATURE - Synthetic Nature (álbum)


2016
Independente
Nacional

Nota: 8,5/10,0

Texto: Marcos "Big Daddy" Garcia


Existem muitos trabalhos independentes aparecendo no Brasil por estes tempos. Se por um lado é ruim devido à overdose (pois é quase impossível dar atenção a todos nesse ritmo intenso), é sinal que as cenas locais por todo país andam efervescentes. E o Rio de Janeiro, que desde os anos 80 se mostra um berço de ótimos e promissores nomes, revela o UNNATURE, um quinteto de primeira que estréia com "Synthetic Nature", seu primeiro disco.

Para que este disco chegasse aos nossos ouvidos, foi necessário muito sangue, suor e lágrimas. Mas diretamente proporcional a isso é a inquestionável qualidade do trabalho deles, que consegue fundir o belo e o agressivo, o suave ao peso, e sempre mantendo a força moderna que os impulsiona. Definir o trabalho deles é difícil, mas podemos dizer que é uma banda de Metal moderna, cheia de belos arranjos musicais, um vocal feminino poderoso (que consegue soar agressivo e melodioso nas medidas certas), um dueto de guitarras de peso (mas que possui ótimas melodias), e uma base rítmica pesada e intensa, mas com uma boa técnica. E a fusão de tantos elementos é de deixar um sorriso no rosto de qualquer fã de Metal que se preze.

Unnature
A produção sonora ficou em um nível muito bom, sabendo unir peso, melodia e clareza sem deixar a banda soando artificial. Além disso, com a clareza, podemos perceber que a banda inteira possui uma boa técnica, alem de ter escolhido bons timbres para cada instrumento.

A capa é mais um belo trabalho de Carlos Fides, que soube deixar claro o sentido da música e letras do quinteto.

Óbvio que o UNNATURE ainda irá amadurecer mais e mais com o tempo, mas já está em um nível muito satisfatório. Buscando o ecleticismo musical (em termos de Metal) como fonte de inspiração, a banda mostra que sabe o que está fazendo, e o que quer de sua música. Os arranjos são ótimos, a dinâmica entre os instrumentos musicais e vocais ficou ótima, soando espontâneo o tempo todo, nada forçado ou excessivo.

Uma pegada extrema abre "The End is Here", que logo ganha alguns contornos mais progressivos, graças ao belo trabalho de baixo e bateria (que soube guiar bem os andamentos variados do quinteto); em "Shades of Hate", algo que mistura o Power melódico e o extremo surge de forma harmoniosa, além dos vocais estarem muito bem; em "Aesthetics of Arrogance", técnica e modernidade dão a tônica da canção, novamente com riffs abrasivos se mesclando muito bem com vocais fortes e boa mudanças de ritmo; "HMFH (Here's My Hell)" tem uns toques mais grooveados fortes, mostrando que o baixista sabe muito bem o que faz, mas incrível a força e técnica da bateria; um pouco mais comportada e focando no lado voltado ao Metal melódico é "So Close" (mas cuidado: baixo e bateria, vez por outra, puxam levadas bem extremas); velocidade e um jeito que mixa o Metal melódico, mais algumas doses extremas (graças a uns urros bem pontuais) e toques de Prog Metal formam a base do que é "Hellucination" (acreditem, apesar de tantos elementos, é uma canção sólida e bem feita); já em "Miles Away", a transição entre as melodias do Prog Metal, mais alguns momentos modernos recheados de boas guitarras e outra exibição muito boa do vocais nos envolvem completamente; meio caótica e meio simples é "Death's Commander", onde as guitarras estão em ótima forma (reparem como os riffs são sinuosos e bem feitos); e fecham com "Death Machine" mixa peso e agressividade com momentos bem técnicos, exigindo bastante dos vocais (por conta de belas variações de timbres) e da base rítmica, mas reparem que duelos ótimos de solos das guitarras.

O UNNATURE vem como uma excelente revelação do cenário carioca, e pela cara e coragem que apresentam em "Synthetic Nature", merecem aplausos.

Ah, sim: "Synthetic Nature" pode ser ouvido em seu formato digital nos seguintes links:

Google Play: https://goo.gl/xtLd4a
iHeart Radio: http://goo.gl/tC3f2

Recomendo de olhos fechados, sem medo de ser feliz!





Músicas:

01. The End is Here
02. Shades of Hate
03. Aesthetics of Arrogance
04. HMFH (Here's My Hell)
05. So Close
06. Hellucination
07. Miles Away
08. Death's Commander
09. Death Machine


Banda:

Carina Pontes (Nina) - Vocais
Rafael Luís - Guitarras
Ricardo Mariani - Guitarras, backing vocals
Thiago Amorim - Baixo
Renato Larsen - Bateria


Contatos:

THE WINERY DOGS e SOTO: Bandas se apresentam nesta terça no Rio de Janeiro




Após passarem por Brasília e Belo Horizonte, as bandas THE WINERY DOGS e SOTO fará sua terceira apresentação no país nesta terça feira, dia 17 de maio no Imperator (RJ). Os ingressos ainda podem ser adquiridos através do site: 


A tour ainda passará por outras 3 cidades brasileiras: 

18/05 - São Paulo @ Tropical Butantã 
20/05 - Curitiba @ Ópera de Arame 
21/05 - Londrina @ Autódromo Ayrton Senna 


Informações gerais sobre a turnê brasileira em: http://freepass.art.br/shows/the-winery-dogs-no-brasil-2016/
Realização e Produção

AFFRONT: confira primeira música do grupo!






Depois de anunciar a formação de uma nova banda de Thrash/Death Metal com músicos do UNEARTHLY, é hora da gente conhecer o som do AFFRONT!

A banda acaba de liberar a música ‘Under Siege’. O trabalho foi gravado no estúdio Wernekks, mixado e masterizado por Daniel Escobar e produzido por M.Mictian & R.Rassan.

Para conferir no YouTube:


Para conferir no Facebook:


O AFFRONT é formado pelo fundador e baixista da lendária banda UNEARTHLY, M. Mictian (que aqui também assume os vocais) e de seu companheiro de banda, o guitarrista R. Rassan (que também já tocou em bandas como Imago Mortis e Ainur). Completando o lineup, o baterista Jedy Najay, mais um prodígio encontrado por Mictian em suas andanças pelo Metal.

Para ficar por dentro de todas as novidades do AFFRONT, curta e acompanhe a fanpage oficial do grupo: https://www.facebook.com/Affront-113443789050306/


Fonte: Metal Media

SINAYA: banda em pré-produção do novo álbum





Uma das grandes revelações do Metal nacional dos últimos anos, o quarteto SINAYA, está preparando para lançar o aguardado debut completo.

Para isso a banda está em processo pesado de pré-produção do disco e em breve deve nos apresentar todos os detalhes do que vem por aí.

“Estamos finalizando a pré-produção das últimas músicas do CD para então iniciar as gravações, provavelmente em julho! Estamos bem ansiosas e felizes em trabalhar com o Marcello Pompeu, que além de ótimo produtor também é um excelente coach (risos). Enquanto isso estamos no preparo em outras coisas para a banda, fiquem ligados!” – Renata Petrelli

Formada em 2010 a banda lançou o primeiro EP, ‘Obscure Raids’, em 2013 e de lá pra cá vem chamando a atenção dos headbangers por onde passa, tendo como ápice o convite para se apresentar como banda de abertura do lendário EXODUS e mais recentemente tocando no aclamado Rock na Praça ao lado de Woslom, Torture Squad e John Wayne.

O mais recente trabalho é o single/videoclipe ‘Buried By Terror’, lançado no ano passado e que também constará no vindouro álbum:



Sites Relacionados:


Fonte: Metal Media

WAKE THE DEAD Festival - Magé (RJ)



WAKE THE DEAD FESTIVAL acontece desde 2011 em Magé/Rio de Janeiro. Se trata de um evento voltado pro som autoral que traz as principais bandas da cena underground de diversas vertentes do rock.

ABERTURA: 16H

VENDAS ANTECIPADAS

- Vendas Online: www.usemoshpit.com.br
- Pontos de venda na região

MAGÉ:
Kokytel de Marcas (Shopping da Praça)
Bronx Skate Shop (Praça do Visconde de Sepetiba)

GUAPIMIRIM:
Rock Bar Café

PIABETÁ:
Bar dos Rockeiros

DUQUE DE CAXIAS:
Toca do Vinil


PROMOÇÃO

R$ 10 + 1 Kg de alimento

Quem não apresentar 1 Kg de alimento será cobrado o valor de R$ 15.

Promoção pra quem chegar até às 18h

NÃO ESQUEÇA

Entrada válida somente com o ingresso em mãos + 1 kg de alimento não perecível e dentro do prazo de validade. Toda quantidade arrecadada será destinada para instituições de caridade dentro do município.

ATENÇÃO! 
- Proibido a entrada com bebidas.

SORTEIOS!

Fiquem ligados, durante o evento será sorteada 1 caneca personalizada do evento oferecido pela loja "Sublimic Arts" + 1 camiseta personalizada Wake the Dead + 1 par de ingressos para o festival de outubro + 1 Cd oferecido pela loja toca do Vinil + adesivo.
Além disso, sortearemos duas tatuagens, ambas oferecidas pelo patrocinador Anderson Galvão Tattoo Studio e brindes oferecido pelas bandas.

CHEGUE CEDO! 

- BRINDES (Adesivos, bottons, Chaveiros)
- TELÃO, STANDS DE CAMISETAS (Loja UseMoshpit) (Muganga)
- MERCHAN DAS BANDAS
- EXPOSIÇÃO DE ARTES (Drunken Butterfly)
- VENDA DE DISCOS E CD'S (Toca do Vinil)

Curtiu a última edição?

Não perca e divirta-se, leve sua galera, o fotógrafo profissional estará pronto pra registrar todos os momentos.

FIQUE LIGADO!

O local dos shows " Clube Mageense" é de fácil acesso, bem no centro de Magé, ao lado do ponto de ônibus. 


SHOWS:

- CARDIÓIDES (Pop Rock/ Indie Rock): https://www.youtube.com/watch?v=1WdJhWUhHmI

- LUVBUGS (Noise, Indie, Grunge): https://www.youtube.com/watch?v=ZsEHLtUeTSk

- FROGSLAKE (Noise, Grunge): https://www.youtube.com/watch?v=hz69DMmoAM4

- NUNCA SE RENDA (Hardcore): https://www.youtube.com/watch?v=Kk99bswmQWs


- OSTRA BRAINS (Garage Punk): https://www.youtube.com/watch?v=Tw6cJ7IxQqs


- WATER RATS (PR) (Garage Punk): https://www.youtube.com/watch?v=9fiEJdDiaAU

- HATING EVIL (Thrash Metal): https://www.youtube.com/watch?v=Iurd28Jt4e8




A/C Allan Aguiar

VULCANO: pioneiro da música extrema nacional ganha documentário sobre sua história




"Os Portais Do Inferno Se Abrem: A história do Vulcano" é o novo documentário longa metragem dos diretores Rodiney Assunção (do estúdio JustDesign) e Wladimyr Cruz (também diretor dos longas "Woodstock Mais Que Uma Loja..." e "Uma Nova Onda De Liberdade A história do Madame Satã"). Neste filme, a dupla resgata a história do Vulcano, lendária banda santista, pioneira no estilo de metal extremo na América Latina. 

Em entrevistas reveladoras, músicos e exintegrantes contam sua jornada de 35 anos de Metal e ocultismo, recheada de erros e acertos, que hoje colocam o Vulcano como um dos nomes mais influentes e respeitados dentro de seu estilo em todo o mundo.

Ricamente ilustrado com imagens inéditas de arquivo, o longa atende os fãs do conjunto, e também os curiosos que, em quase três horas de filme, poderão conhecer um pouco mais não apenas da história do conjunto, mas também da formação do som realmente pesado no Brasil. "Os Portais Do Inferno Se Abrem: A história do Vulcano" é uma produção independente, sem recursos estatais, feito por quem vive e respira rock e cinema. O filme será exibido em sessões especiais no cinema, com uma apresentação pocket exclusiva da banda ao vivo; e também recebe versão homevideo em DVD com extras no disco e em versão digital.

Veja o teaser:



Sobre o VULCANO:

O VULCANO é uma banda de black/death metal santista que está na estrada há 35 anos. O conjunto foi o responsável pelo lançamento de discos clássicos como "Live!" (1985) e "Bloody Vengeance" (1986), álbuns pioneiros na formação da sonoridade extrema na América Latina. Gozando de grande popularidade e influência na Europa, sendo citado como uma referência por grandes nomes do estilo, o Vulcano anualmente faz tours internacionais, sendo a mais recente em 2016 com mais de 27 datas pelo continente europeu. De suas formações sairam músicos que formariam outras bandas importantes para a música nacional, como HARRY, Psych Possessor, Sociedade Armada e até Charlie Brown Jr.. O próximo lançamento de estúdio do grupo é "The Awakening of an Ancient and Wicked Soul", programado para 2016.

Ficha Técnica:
"Os Portais Do Inferno Se Abrem: A história do Vulcano"
De Rodiney Assunção & Wladimyr Cruz
Lançamento e Produção: Blue Screen Of Death e Just Design | Estúdio Multimídia
Duração aprox. 180 minutos
Mais informações sobre o filme e lançamentos: https://www.facebook.com/AhistoriaDoVulcano/


Premiere no Cinema:
Cine Roxy 5 
Av. Ana Costa, 433 Santos/SP
07/06/16, às 21:00
Entrada Gratuita Sujeita a lotação da sala.


Fonte: Sangue Frio Produções

TRUCKFIGHTERS: Rio de Janeiro recebe lenda do stoner rock


O Rio de Janeiro está na rota da turnê sul-americana do power trio sueco TRUCKFIGHTERS, referência mundial do stoner rock há 15 anos em atividade e uma das bandas favoritas de Josh Homme, fundador do icônico Kyuss e do cultuado Queens of the Stone Age. O show na capital carioca acontece nesta terça-feira, 17 de maio, a partir das 20 horas, no Teatro Odisseia. O evento na Cidade nada Maravilhosa - com produção da Abraxas em parceria com a produtora gaúcha Rock City (responsável pela realização da turnê) - ainda terá suporte das bandas Barizon (Rio de Janeiro) e Fuzzly (Mato Grosso).

Esta é a segunda turnê do TRUCKFIGHTERS no Brasil, mas a primeira vez que passa pelo Rio de Janeiro. A banda debutou por aqui em 2012 e, desde então, os suecos contabilizam shows em outros tantos diferentes países e apresentações nos principais festivais da Europa e dos Estados Unidos.

O TRUCKFIGHTERS tem bagagem respeitável na cena musical mundial. Precursores do stoner rock europeu com quatro álbuns lançados, o power trio sueco é milimétrico em dosar riffs empolgantes com certeiros efeitos do fuzz em canções que vão do rock progressivo ao metal e ainda com pitadas do alternativo. Este é o caldeirão em que ferve “Universe”, o último registro da banda, editado em 2014, cuja sonoridade autêntica e elétrica torna uma apresentação dos suecos ainda mais interessante e imperdível.

No ano passado, o trabalho do TRUCKFIGHTERS repercutiu positivamente no Wacken Open Air, na Alemanha, um dos maiores festivais de rock do mundo. O show do trio sueco agitou centenas de pessoas no Headbangers Stage, que foi transmitido ao vivo pelo canal oficial do requisitado festival.

Para o show desta terça, o TRUCKFIGHTERS terá companhia do eterno e sempre imponente Barizon, que está em turnê de retorno aos palcos após um ano parado, e uma das bandas de stoner rock mais antigas e emblemáticas da cena brasileira: diretamente de Cuiabá (Mato Grosso), o Fuzzly chegará em brasa máxima para fechar o lineup!


SERVIÇO


TRUCKFIGHTERS NO RIO DE JANEIRO
Data: 17 de maio
Local: Teatro Odisseia (avenida Mem de Sá, 66)
Abertura da casa: 19 horas
Shows: Barizon (20h), Fuzzly (21h) e Truckfighters (22h)
Ingresso antecipado: R$ 60 
Venda física: Rocksession - Tijuca (Rua Conde de Bonfim 80, loja 16, Tel.: 3168-4934), Tropicália Discos – Centro (Praça Olavo Bilac 28, sala 207, Tel.: 2224-9215), Audio Rebel – Botafogo (Rua Visconde Silva 55, Tel.: 3435-2692) e Hard N' Heavy – Flamengo(Rua Marquês de Abrantes, 177, loja 106, Tel.: 2552-2449)
Ingresso na hora: R$ 80 (meia entrada) e R$ 160 (inteira)
Realização da turnê: Rock City


Fonte: Rock City
A/C Erick Tedesco

PRIMAL FEAR, LUCCA TURILLI'S RHAPSODY, MONSTRACTOR: bandas confirmam show no Circo Voador em 01/09/2016





A THC Produções, a mais nova produtora de eventos do Rio de Janeiro, formada por Eduardo Chamarelli e Themis Barros, anuncia que está trazendo para o consagrado palco do Circo Voador dois dos maiores nomes do heavy metal mundial: PRIMAL FEAR e LUCCA TURILLI’S RHAPSODY. 

A banda de Thrash Metal MONSTRACTOR será a responsável pela abertura do evento, sendo a primeira banda brasileira confirmada no tour que as bandas PRIMAL FEAR e LUCCA TURILLI’S RHAPSODY irão promover em toda America do Sul como co-Headlining. 

Primal Fear

PRIMAL FEAR, longe do Rio de Janeiro desde 2004, promete um show com clássicos da banda e a inclusão de novas faixas do seu ultimo álbum lançado em 2016,”Rulebreaker”. 

Lucca Turilli's Rhapsody

LUCCA TURILLI’S RHAPSODY, estreando em palcos cariocas, confirmou em suas redes sociais um show com músicas da antiga banda no qual foi um dos fundadores, Rhapsody in Fire, e a mescla das faixas de seus dois álbuns lançados como LUCCA TURILLI’S RHAPSODY, ovacionados pela crítica e pelos fãs, por criar um novo estilo musical, o Cinematic Metal. 

Monstractor

A banda resendense MONSTRACTOR, revelação do metal nacional com um dos melhores discos de 2015, irá apresentar ao publico o melhor do álbum “Reciclyng Thrash”, provando ao publico brasileiro o porquê de ser um dos grandes expoentes do Thrash Metal nacional. 

Veja o teaser do evento:



Evento: PRIMAL FEAR, LUCCA TURILLI’S RHAPSODY e MONSTRACTOR


Local: CIRCO VOADOR / LAPA / RIO DE JANEIRO
Data: 01/09/16
Abertura dos portões: 19 horas 
Início do show: 19:30 horas
Ingressos: 1º lote – R$ 160,00 inteira / R$ 80,00 meia entrada / R$ 80,00 + 1 Kg alimento - ingresso solidário 
2º lote – R$ 200,00 inteira / R$ 100,00 meia entrada / R$ 100,00 + 1 Kg alimento - ingresso solidário 
Local de vendas: BILHETERIA DO CIRCO VOADOR (3ª A 5ª FEIRA – 12 ÀS 19 H./ 6ª FEIRA – 12 ÀS 24 H. / SABADO – 14 ÀS 24 H. / DOMINGO, SEGUNDA E FERIADOS - a bilheteria abre 2 horas antes do show) Rua dos Arcos, S/Nº Lapa, RJ. 

Evento no Facebook: https://www.facebook.com/events/227730960930372/

SITE INGRESSO RÁPIDO - www.ingressorapido.com.br 
APLICATIVO INGRESSO RÁPIDO PARA CELULAR (GOOGLE PLAY e APP STORE) 

Informações: CIRCO VOADOR (21) 2533 0354 
THC PRODUÇÕES (24) 992 617 597 (WHATSAPP)


Fonte: THC Produções

CANNIBAL CORPSE: "The Bleeding" - Lançamento RBR e venda exclusiva







"The Bleeding" é o quarto álbum de estúdio dos ícones do death metal CANNIBAL CORPSE, lançado em 1994 via Metal Blade Records. O petardo é o último álbum da banda com o vocalista e fundador Chris Barnes e também o primeiro com o guitarrista Rob Barrett.

A ROCK BRIGADE Records orgulhosamente anuncia que o relançamento de "The Bleeding", já está disponível no Brasil. A versão nacional é em digipack, com nova arte da capa, além de duas faixas bônus: um cover de Possessed e uma faixa multimídia.

A venda exclusiva do relançamento de "The Bleeding" já está disponível com preço especial.


Confira a nova capa anexa e abaixo o track listing completo de "The Bleeding":

1. Staring Through The Eyes Of The Dead
2. Fucked With A Knife
3. Stripped, Raped And Strangled
4. Pulverized
5. Return To Flesh
6. The Pick-Axe Murders
7. She Was Asking For It
8. The Bleeding
9. Force Fed Broken Glass
10. An Experiment In Homicide
11. The Exorcist (cover Possessed - faixa bônus)
12. Staring Through The Eyes Of The Dead (videoclipe - faixa bônus)

"The Bleeding" pode ser adquirido através do seguinte link: http://rockbrigade.com.br/lojinha/index.php/pre-venda-cannibal-corpse-the-bleeding.html


A/C Antônio Pirani

DESTRUCTION e CIRCLE OF INFINITY: confira teaser promocional e informações sobre ingressos




A produtora Circle of Infinity Produções divulga o vídeo promocional do evento em conjunto com as bandas DESTRUCTION e CIRCLE OF INFINITY que será realizado em 28 de maio de 2016 no Bar da Montanha na cidade de Limeira (interior do Estado de São Paulo).

O evento na ocasião será a única apresentação de ambas as bandas no estado de São Paulo e a banda alemã DESTRUCTION estará neste evento nomeado como "Latin America Under Attack!" divulgando seu novo trabalho em estúdio e a banda CIRCLE OF INFINITY estará promovendo as músicas de seu primeiro trabalho em estúdio intitulado "Moments of Evil".

DESTRUCTION e CIRCLE OF INFINITY: teaser promocional de show no dia 28 de maio no Bar da Montanha em Limeira


A produtora do evento convida todos os headbangers para este grande evento em Limeira com uma das melhores bandas de Thrash Metal na atualidade e informa que os ingressos para o evento podem ser adquiridos via internet e em diversos pontos físicos no interior de São Paulo.


Vendas online:

Vendas físicas:
Em Limeira - Loja Sintonia (Centro) e Loja Classics Forever (Shopping Pátio Limeira).
Em Vinhedo - Attitude Headbangers House
Em Americana: Heavy Metal Rock


Fonte: Press RTV
Agência e assessoria de imprensa

Mario Pastore e Leandro Caçoilo realizam Workshop inédito em São Paulo




Os vocalistas Mario Pastore (Heaviest, Pastore e Powerfull) e Leandro Caçoilo (Seventh Seal, Sancti, ex-Eterna) se reuniram recentemente e idealizaram um workshop de voz inédito para a cidade de São Paulo. O evento acontece no próximo dia 16 de julho (sábado), as 14h, na escola de dança Move (ao lado do metrô Paraíso). Os ingressos são limitados para 60 pessoas e já estão à venda na loja Die Hard (www.diehard.com.br) e custam R$ 60,00 (pagamento somente em dinheiro).

Reconhecidos mundialmente por suas vozes e trabalhos expressivos em suas bandas, Mario Pastore e Leandro Caçoilo vão abordar temas que todo cantor ou amante do canto precisa saber para seguir em frente com sua carreira profissional. Dentre os tópicos abordados no workshop estão temas como dinâmicas vocais, drives sem forçar a voz, estilos diferentes do canto e como aplicar na prática, Melisma, Ressonância, Belting e cuidados da voz.

Serviço – Workshop de Voz
Mario Pastore e Leandro Caçoilo

INGRESSOS: R$ 60,00 (PAGAMENTO SOMENTE EM DINHEIRO)
DATA: 16 DE JULHO (SÁBADO)
HORÁRIO: 14H
ONDE: MOVE (ESCOLA DE DANÇA)
ENDEREÇO: RUA ARTUR SABÓIA, 445 (AO LADO DO METRÔ PARAÍSO)
CIDADE: SÃO PAULO/SP

PONTOS DE VENDA:
DIE HARD (GALERIA DO ROCK) – Endereço: Av. São João, 439 – 2º andar – Loja 313 – São Paulo
DIRETAMENTE COM MARIO PASTORE E LEANDRO CAÇOILO


Fonte: TRM Press

16/05/2016: Heavy and Hell Press NEWS



STONERIA: se é para ser um robô em palco é melhor ficar em casa


Um show de Rock em si sempre emana muita energia e feeling dos músicos, mexendo com o público. E com o STONERIA essa é uma das regras da banda: apresentar o melhor show de Rock possível ao público. Como explica o baterista Arthur George nas linhas a seguir, confira:

Os shows do Stoneria sempre são carregados de energia e feeling. Como vocês se enxergam em termos de performance?

Enxergamos que o público merece mais do que as músicas tocadas direto e reto, e músicos executando com perfeição quase robótica os sons. Se for assim, é melhor ficar em casa e dar play no álbum. O palco é o habitat natural da Stoneria, então nada mais justo do que dar o máximo de gás na performance para abrilhantar o show como um todo, e não apenas tocando as músicas. A Stoneria é uma banda predatória, subimos ao palco com a única intenção de fazer o melhor show de rock possível. O público merece essa entrega.


Referente ao show que vocês apresentam ao público, como ele é planejado?

Funciona mais ou menos por etapas:

Fazemos um ensaio para fechar a sequencia das músicas, juntamente sempre inventamos uma introdução potente para iniciar o show com o pé na porta.

Durante o ensaio, Pedro (Guitarra), Caio (Baixo) e eu prezamos por criar algumas emendas de um som para outro, para não dar a chance do público desfocar da apresentação e para que o clima do show seja sempre ascendente.

Agora o Jonas, esse é uma doideira a parte, pois sempre aparece no dia do show com alguma invenção artística para esquentar ainda mais o show/público (risadas) acredito que ele deva ficar bolando essas idéias diariamente dentro da cabeça dele, só pode ser isso rsrsrs...


Muitas bandas investem em algumas temáticas de palco, para deixar a apresentação em questão mais impactante. Vocês já pensaram em algo semelhante?

Já pensamos em temática de palco sim, acho que ainda não constou unicamente por uma questão financeira. Atualmente focamos no show de rock em si, mas adoramos quando vamos tocar e temos equipamento de palco disponível para complementar o espetáculo. Show com luzes é mais legal do que sem luzes!

Em um contexto geral, como você avalia o show do Stoneria? O que vocês conseguem perceber com a reação do público?

A Stoneria é uma banda de palco, é claro que temos muito orgulho do nosso registro e de nossas músicas, mas é no palco que acontece a troca de energias entre banda e público. A galera tem gostado das performances ao vivo, sempre agitando junto com a banda. Mesmo nas músicas mais densas como FAUSTO, nota-se que o espectador dá uma atenção maior a música sendo apresentada ao vivo, como se estivessem hipnotizados rsrs é muito bom isso.

Acesse o link a seguir e confira o poder do STONERIA ao vivo:



Links Relacionados:



DISLEXIA: “o Rock é contra todas essas ideias que ferem a liberdade de expressão”


Não é de hoje que o falso moralismo, problemas políticos, separatismos infundados rondam o Brasil, e até mesmo o Rock/Heavy Metal, que é prejudicado em certo modo por questões políticas e separatistas como já vimos de muitos músicos e bandas.

Para comentar alguns desses problemas que nos assombram, a Heavy And Hell Press conversou com Raoni Joseph baixista da banda belenense DISLEXIA, onde o mesmo nos fala sem papas na língua sobre separatismo, política e muito mais, confira:

Como vocês avaliam o momento atual do Brasil em termos políticos e econômicos?

O momento atual do Brasil, economicamente falando, nos diz que temos que guardar dinheiro, pois mais cedo ou mais tarde vamos precisar dele, para quaisquer situações emergências. Uma hora a crise ataca, outra hora ela alivia, o que temos que fazer é evitar as malditas dívidas. Politicamente, é a hora que vemos quem é quem. Mais ainda, é a hora crucial de o brasileiro realmente aprender a votar e pesquisar os candidatos que se apresentam. Melhor arma é o voto, mas protestar sempre. Aos poucos o povo Brasileiro adquire a cultura de protestar, ainda que a maioria de nós ainda protesta pelos motivos errados.


Até que ponto isso prejudica o Rock no Brasil?

O Rock está prejudicado a algum tempo, principalmente para quem vive da música. Mas é neste momento que as bandas que apresentam consciência social nas suas letras que elas têm que mostrar a sua cara e vontade de mudar a situação, pois a internet está aí para isso, divulgar a informação que não é divulgada na televisão e nas rádios. Cabe as bandas se organizarem para conseguirem uma promoção digna do seu material e assim atingir as pessoas, passando suas mensagens.


Além do primeiro webclipe lançado (para música “Mídia Inversa”) vocês estão com uma nova linha de merchandisings, poderia nos falar um pouco mais sobre as ideias de criação dos mesmos?

Estamos prestes a lançar o nosso mais novo single, com duas músicas novas. Nossa ideia é continuar na produção de camisetas, mas também entrar na linha de bermudas, bonés, adesivos, palhetas, entre outras coisas que levem a marca da banda. A música continua sendo o nosso principal produto, mas o Marketing é fundamental.


Recentemente o vocalista Phil Anselmo (Pantera/Down) se envolveu em mais uma polemica, onde aparece em um show fazendo a saudação nazista e gritando White Power. Não é novidade para os mais fãs que Phil e o Pantera sempre tiveram esse lado mais “separatista” entre raças, como vocês enxergam está situação?


Nunca gostei de Pantera. Então só se confirmou o que eu já pensava, Phil Anselmo é um babaca. Down é uma banda que vez ou outra consegue evidência pela sua música, mas desta vez, com esse ato infeliz do Phil Anselmo, conseguiu se perpetuar negativamente. Isso fere a imagem não só do próprio Phil, mas da banda, ainda mais em mercados como a Europa, que é um local onde tentam esquecer a desgraça nazista de qualquer jeito.

Não deixa de ser triste tal atitude, ainda mais ligado ao Heavy Metal. Pois não é de hoje que o nazismo e demais coligações separatistas apareçam no som pesado em geral. E em uma situação dessa acaba dando ainda mais força para esses movimentos. O Rock em si significa liberdade, porem com tais situações acaba parecendo ter mais regras do que deveria. Gostaria que vocês comentassem esse parâmetro que acaba sendo contraditório.

O mundo anda louco demais. Algumas bandas e parte do público andam perpetuando uma linha de pensamento bastante conservadora, idolatrando Bolsonaro, Donald Trump e outros ícones conservadores. O Rock, originalmente, é contra todas essas ideias que ferem a liberdade de expressão e praticam a intolerância. Com isso, temos uma parte do público cada vez mais sectária, conservadora e machista. Estamos no século XXI, esses ideais já estão mais do que ultrapassados.


Uma das novas polêmicas no cenário musical atual é a Lei Rouanet, que em vez de privilegiar artistas e projetos sérios, acaba sendo usado por cunho político e por músicos/artistas que não necessitam desse apoio. Essa Lei de maneira correta ajudaria o cenário musical? Ou podemos afirmar que é uma Lei burra criada em um país em que o respeito e bom senso nunca prevalecerá? 

As leis sempre são criadas para ajudar o cidadão, de qualquer classe. Porém, muitas pessoas enxergam brechas na lei e acabam usando-as de forma errada. A lei não é burra, o brasileiro que é “esperto demais” para se aproveitar dessas coisas. E quem realmente precisa acaba não tendo acesso a esse tipo de recurso. Coisas do nosso país.


Links Relacionados:



CARNIÇA: entrevista especial ao site Road to Metal


O dia 21/04/16 foi mais um marco na bela carreira dos gaúchos do CARNIÇA, que completavam 25 anos, e para deixar está data na história, o site Road to Metal em parceria com a Chama Vídeo Independente realizaram uma super entrevista com a banda exatamente no dia 21/04/16, um registro completo e porque não histórico.

Acesse e confira agora mesmo:


Aproveite também e leia a primeira resenha do relançamento do Debut “Rotten Flesh” feita pela lenda Ben Ami Scopinho para o Diário Catarinense:



Links Relacionados:



GODZORDER: noite de muito Thrash Metal no próximo sábado!


E o cometa GODZORDER não para! No próximo sábado (21/05) os paulistas irão invadir a cidade Leme/SP onde participarão do “Thrash Night”, dando continuidade a divulgação do aclamado “Obey”, além de dividir o palco com dois grandes nomes do Thrash nacional, Machinage e Crystal Lake.

O festival será na Sede Kaiowas Moto Clube (Avenida Vinte e Nove de Agosto, 1259), tendo início as 17h30min com ingresso custando R$10,00. Para demais informações acesse o evento:


Confira a chamada do GODZORDER para o “Thrash Night” agora mesmo:


Aproveite e ouça o aclamado “Obey” e prepare-se para o headbanging:



Links Relacionados: