12 de jan de 2017

ON FIRE AGENCY: vagas para turnê europeia para o segundo semestre


Já com a agenda cheia para estes primeiros seis meses do ano, a ON FIRE AGENCY já está disponível para negociar com bandas que se interessam em excursionar pela Europa no segundo semestre deste ano.

Mais precisamente as vagas são para tours pelos meses de setembro, novembro e dezembro. Bandas de THRASH, DEATH, GRIND e que tenham pelo menos um álbum e um videoclipe lançados podem entrar em contato com a empresa pelo e-mail: onfirebookingagency@gmail.com

A empresa surgiu em 2011, idealizada pelo músico Alexandre ‘Xandão’ Brito, baterista da já conhecida banda Andralls, e tem como objetivo o agendamento de shows/turnês na Europa.

Desde seu início, entre suas vinte viagens, a empresa já fez as turnês de bandas como Disgrace and Terror, Desalmado, Woslom, Andralls, Astafix, Imminent Attack, Claustrofobia, Chaos Synopsis, Matricidium, entre outros.

Para as bandas interessadas, vale ressaltar que o pacote de viagem é completo: a agência possui van própria, backline, motorista e Tour Manager.

Mais informações:

Fonte: Metal Media

ANDRALLS: show neste sábado em Jandira


Tudo pronto para o ANDRALLS retornar aos palcos brasileiros. O grupo se apresenta neste sábado na cidade de Jandira, São Paulo.

O show acontece no tradicional Caveira Velha Rock Bar junto com as bandas Chaoslace, Torrencial e Spectrus. Mais informações pelo link: www.facebook.com/events/1881112658777690/


Além disso, a banda se encontra no estúdio On Fire fazendo a pré-produção e de lá segue para o estúdio Papires onde registrará o tão aguardado novo disco, sucessor de ‘Breakneck’ (2012) e que marca também o retorno da “formação clássica” do grupo.


Sites Relacionados:

Fonte: Metal Media

ATTOMIC SOLDIER: novidades sobre o novo álbum



Depois de passar o ano de 2016 trabalhando em cima das gravações de seu debut, a promissora banda paulista ATTOMIC SOLDIER nos conta um pouco de como está o status do disco.

“Buscamos várias sonoridades e texturas para nossas músicas e isso atrasou um pouco nossa programação, mas queríamos que o resultado fosse o melhor possível, por isso preferimos atrasar o lançamento e oferecer o melhor para os headbangers que apoiam nosso trabalho.”

Para isso o ATTOMIC SOLDIER também está contado com o apoio do estúdio Gomainc em São Paulo, para que as pretensões do grupo sejam alcançadas.

Em breve novidades concretas sobre o lançamento e, claro, uma música para audição serão apresentadas. Fiquem ligados na fanpage do grupo: https://www.facebook.com/attomicsoldier



Sites relacionados:

Fonte: Metal Media

THE PRESS GANG: banda oferece cover de David Bowie para audição gratuita


A banda de Hard/Heavy THE PRESS GANG recentemente lançou seu quinto álbum de estúdio, ‘Medusa 5’ pelo selo Wiener Dogs. O lançamento, que conta com dez faixas, mostra a mistura sempre agradável de Heavy Metal, Hard Rock e mesmo levadas Punk.

Em uma parceria com o site PureGrainAudio.com o grupo disponibilizou para download gratuito a primeira faixa do álbum, que também é uma homenagem ao finado músico David Bowie, um dos maiores gênios da música de todos os tempos.


Para baixar a versão do THE PRESS GANG para a faixa ‘Dagger In The Eye’, visite: http://puregrainaudio.com/audio/the-press-gang-dagger-for-the-eye-free-song-download/

O novo álbum ‘Medusa 5’ está disponível para streaming e compra pelos links:


Mais sobre a banda:

HEART AVAIL: banda de Symphonic Hard Rock lança primeiro EP



A banda estadunidense HEART AVAIL acaba de lançar seu primeiro EP, autointitulado, através do selo canadense Milagro Records.

O lançamento, que conta com cinco faixas, é inspirado pela perda de entes amados e foi escrito essencialmente como uma terapia com letras dolorosas buscando atingir pessoas com experiências similares. A influências da banda, como Evanescence, Nightwish e Within Temptation podem ser ouvidas em vários aspectos de sua música, dos vocais à bateria.


Para ouvir uma prévia do EP: 



Para ouvir a música ‘Broken Fairytale’:



Para assistir o lyric video ‘Pink Lace’:


Mais sobre a banda:

CARPATUS: singles já disponíveis no Spotify


Os dois primeiros singles lançados pelo CARPATUS de seu vindouro álbum, ‘Malus Ascendant’, já estão disponíveis na principal plataforma de streaming do momento, Spotify.

Para conferir os trabalhos, visite os links:

‘Rites of Fire and Blood’:

‘Aeon Damnation’:

‘Malus Ascendant’, terceiro álbum da carreira do CARPATUS, foi gravado e mixado pelo brasileiro Marcos Cerutti, masterizado pelo sueco Dan Swanö (Opeth, Dark Funeral) e a capa ficou nas mãos do também brasileiro Marcelo Vasco (Slayer, Dark Funeral, Borknagar).


O disco está disponível em pré-venda tento no formato digital, quanto no físico (em digipack) e pode ser comprado pelo link:



Sites relacionados:

Fonte: Metal Media

RISING STATE: assista ao “Guitar and Bass Playthrough” do primeiro single



Celebrando a ótima aceitação e para mostrar um pouco do que foi empregado em seu primeiro single, ‘Portrait of a Despot’, o RISING STATE acaba de lançar um vídeo registrando a performance de guitarra e baixo.

Contando com Luiz Mário Moraes e Leo Nunes, baixo e guitarra respectivamente, o vídeo – gravado por Robson Lacerda e pelo próprio baixista – foca em mostrar as técnicas e estilos empregados pelos músicos, assista:



‘Portrait Of a Despot’ é a primeira música lançada pelo projeto encabeçado por Luiz Mário Moraes e que conta ainda com Cassio Canto (In Torment, bateria), Robson Lacerda (vocais) e o já citado Leo Nunes (Scelerata/Luis Kalil, guitarra).

O single foi produzido por Renato Osorio (Hibria) e teve a capa criada por Rafael Tavares, com tipografia e acabamento de Tiago Masseti (Daydream XI).

Quem não conferiu o single, pode fazê-lo pelos links:



Sites relacionados:

Fonte: Metal Media

ELEPHANT CASINO: banda se apresenta em seletiva para o festival “Camping Rock 2017”


Em grande ascensão no cenário nacional, os mineiros da banda ELEPHANT CASINO concorrem há uma vaga para se apresentar no festival “Camping Rock”, tradicional evento mineiro que apoia e abre oportunidade a bandas autorais do país.

A vaga será disputada através de seletivas organizadas pelo evento, dia 22 de Janeiro e 29 de Janeiro, 16 bandas se apresentam no Pub Stonehenge Rock Bar, sendo divididas em dois grupos com oito bandas cada. A ELEPHANT CASINO se apresenta no primeiro dia de audição, 22 de Janeiro, ao lado das bandas, Agentes of Havok, Márcio Aranha e a Teia, Komarok, Mc Miners, 2 Dedo, Pátria Refúgio e Seu Silva.

Os critérios para escolha das bandas que farão parte do festival é com apoio e votação do público, cada presente no evento votará em duas bandas em um total de oito, as quatro mais votadas garantem sua vaga para o “Camping Rock Fest 2017” que irá ocorrer entre os dias 13/14/15 e 16 de abril na fazenda Chaparral em Itabirito/MG.


A banda ELEPHANT CASINO convoca os fãs e seguidores do trabalho para participarem dessa seletiva e apoiar a banda para alcançar mais esse objetivo e nos palcos do “Camping Rock”, apresentar ao vivo o recém-lançado EP – "Believe".

Mais informações sobre as audições nos links abaixo:




IMPERIOUS MALEVOLENCE: “Decades of Death Tour” inicia 2017 com o pé direito


Os paranaenses do IMPERIOUS MALEVOLENCE iniciam 2017 com o pé direito. Além do novo álbum, em comemoração aos mais de 20 anos da banda e que está previsto para março/abril deste ano, o grupo já começa a fechar as primeiras datas da “Decades of Death Tour 2017”, turnê essa que servirá de suporte na divulgação do novo full length intitulado “Decades of Death”.

E o primeiro show do ano não poderia ser melhor, pois a banda estará nos dias 11 e 12 de fevereiro de 2017 em Otacílio Costa/SC para se apresentar no já tradicional Otacílio Rock Festival ao lado de grandes bandas do cenário nacional, dentre elas Violator Axecuter, Attomica, Rhestus e Venereal Sickness. Confira o cartaz completo:


Link do evento para mais informações: https://www.facebook.com/events/1847993402099950/

A segunda grande apresentação da banda do ano, acontece também em fevereiro, em outro festival de camping no sul do Brasil, desta vez no Paraná, em Guarapuava nos dias 25-26/02/2016 onde o grupo toca ao lado de bandas como Dying Suffocation, Deadpan, Fusileer, Toxic Revolution, Strujen (Argentina), as paraguaias Hated e Vinyl e muito mais. Confira o cartaz completo do “IV Maquinária Rock Field”:


Link do evento para confirmar presença e obter mais informações: https://www.facebook.com/events/1588722294786107/


Produtores, casas e fãs interessados em ter o IMPERIOUS MALEVOLENCE em seus eventos, não deixem de entrar em contato com o grupo ou com a Sangue Frio Produções pelos e-mails: contato@sanguefrioproducoes.com ou immalevolence@gmail.com.

Contato para shows e assessoria: www.sanguefrioproducoes.com/contato

Sites relacionados:


DYING SUFFOCATION: Banda é atração confirmada no “IV Maquinária Rock Field”


Em meio às divulgações e trabalhos no novo álbum “In the Darkness of the Lost Forest” previsto para fevereiro de 2017, a banda DYING SUFFOCATION já começa planejar sua agenda para a turnê de divulgação do primeiro full length.

A primeira apresentação desta turnê, está prevista para os dias 25 e 26 de fevereiro de 2017 em Guarapuava/PR, na quarta edição do “Maquinária Rock Field”, festival que cresce rapidamente no Paraná. Junto ao DYING SUFFOCATION se apresentarão aproximadamente 30 bandas, dentre elas Imperious Malevolence, Deadpan, Fusileer, Toxic Revolution, Strujen (Argentina), as paraguaias Hated e Vinyl e muito mais. Confira o cartaz completo do “IV Maquinária Rock Field”:


Link do evento para confirmar presença e obter mais informações: https://www.facebook.com/events/1588722294786107/


Produtores, casas e fãs interessados em ter o DYING SUFFOCATION em seus eventos, não deixem de entrar em contato com o grupo ou com a Sangue Frio Produções pelos e-mails: contato@sanguefrioproducoes.com ou alexhabigzang@gmail.com.

Contato para shows e assessoria: www.sanguefrioproducoes.com/contato

Sites Relacionados:


LOUDER: vocalista homenageia Leonard Cohen em Concerto de Natal



No último dia 18/12, Kid Sangali, vocalista do LOUDER, fez uma participação especial junto a Orquestra de Sopros de Veranópolis cantando a música “Hallellujah”, do falecido cantor e compositor canadense Leonard Cohen, no Concerto de Natal realizado na Igreja Matriz, em Veranópolis/RS.


Acompanhe o LOUDER: www.facebook.com/LouderRockBand

Fonte: Dunna Records

NOTURNALL: divulgado vídeo de “Full Speed X” do Sonic Stomp com Fernando Quesada



O baixista da banda NOTURNALL, Fernando Quesada, acaba de divulgar um vídeo onde ele toca a música “Full Speed X” do projeto de Mike Orlando, Sonic Stomp, no estúdio Fusão. A música foi gravada por Aquiles Priester (bateria), Junior Carelli (teclados), Fernando Quesada (baixo) e Mike Orlando (guitarra), todos companheiros de banda na NOTURNALL.

Mike Orlando e Fernando Quesada vão apresentar essa música e outras do projeto na 2017 NAMM Show in Anaheim, CA, nos Estados Unidos, nos dias 20 e 21 de janeiro. Esta música também será lançada no DVD Live In Brazil, produzido pela Foggy Filmes.

Confira o vídeo: 


Mais informações:

Fonte: TRM Press

PATRIA – Magna Adversia (Álbum)


2017
Importado

Tracklist:

1. Infidels  
2. Axis  
3. Heartless  
4. A Two-Way Path  
5. Communion  
6. Now I Bleed  
7. Arsonist  
8. The Oath  
9. Porcelain Idols  
10. Magna Adversia


Banda:



Triumphsword - Vocais
Mantus - Guitarras, baixo, bateria
Asgeir Mickelson – Bateria 


Contatos:


Nota:

Originalidade: 9
Composição: 10
Produção: 10

10/10

Texto: Marcos “Big Daddy” Garcia


O Black Metal brasileiro, diferentemente do que ocorre fora do Brasil, anda muito bem em termos de bandas. E podemos dizer que o Black Metal “made in Brazil” não deve absolutamente nada ao que é feito fora. Muito pelo contrário: as bandas daqui tendem a fazer algo mais honesto com elas mesmas e com seus fãs. 

Honestidade e integridade no estilo poderiam convergir para um dos maiores nomes do gênero em nosso país: PATRIA. Ativo e sempre lançando ótimos discos, a banda de Carlos Barbosa (RS) está de volta mais uma vez, e detonando mais um disco perfeito, que é “Magna Adversia”, a ser lançado em breve pela Soulseller Records.

Em termos de personalidade, o grupo continua o mesmo: cru, ríspido e agressivo, mas sempre mantendo aquela aura obscura e gélida da SWOBM. O que podemos dizer que o grupo está diferente aqui é que a crueza e agressividade de antes estão adornadas por melodias soturnas um pouco mais evidentes que antes. Ou seja, o PATRIA está mais encorpado e com um toque de elegância, bem como mais diversificado tecnicamente, mas sempre guiados pela mesma personalidade de sempre. 

O dueto produziu o disco, tendo Øystein G. Brun (guitarrista do BORKNAGAR) mais uma vez com eles, agora como co-produtor, sem mencionar que ele fez a mixagem e masterização de “Magna Adversia” no estúdio Crosound, em Garnes, na Noruega. O resultado é uma sonoridade crua e bem agressiva, o que é quase um padrão do grupo, mas com um toque de clareza fundamental para se entender o que eles estão fazendo. Ou seja, acertaram a mão mais uma vez, criando a sonoridade perfeita para eles.

A arte gráfica não chega a ser complexa, mesmo porque destoaria de todo o conceito musical/lírico da banda. A capa é maravilhosa, enquanto o encarte é trabalhado com fundo preto onde gravuras em tons de cinza se destacam sem atrapalhar a leitura das letras. Mas quem conhece os trabalhos de Marcelo Vasco (da PR2Design) sabe do que ele é capaz.

Os vocais de Triumphsword estão ótimos, sabendo trabalhar os timbres rasgados muito bem, com boa dicção e impostação perfeita; Mantus é um dos nomes mais fortes nas guitarras em termos de Black Metal mundial, uma vez que seus riffs são precisos e sempre imbuídos de uma aura de elegante escuridão (fora grudarem nos ouvidos), assim como o baixo tocado por ele soa pesado e fundamental para dar peso à base rítmica. E em “Magna Adversia”, pela primeira vez temos um baterista real, pois Asgeir Mickelson (do ABYSSIC, GOD OF ATHEISTS, SCARIOT, SPIRAL ARCHITECT, e THORNBOUND) tocou em quase todas as faixas, menos em “Magna Adversia”. Mas ao mesmo tempo, Fabiano Penna (do REBAELLIUN) fez a intro de “Now I Bleed” e as orquestrações de “Magna Adversia”, onde Øystein G. Brun programou a bateria e efeitos, e Ristow (guitarrista que toca com a banda ao vivo) fez algumas linhas de guitarra.

O disco é um deleite do começo ao fim, sem pontos fracos. Mas impossível de não citar o clima denso e azedo criado pelas guitarras em “Infidels” (rápida, mas com algumas mudanças de ritmo ótimas), a força agressiva e brutal de “Axis” (como Mantus despeja riffs de primeira sem fazer esforços, pois as guitarras se destacam mais uma vez, sem mencionar algumas passagens mais técnicas e melodias soturnas), a complexidade soturna dos tempos mais lentos de “Heartless” (Triumphsword está animal nos vocais, declamando com timbres excelentes de voz, mesmo nos momentos mais soturnos), as vozalizações diferenciadas em “A Two-Way Path” (os riffs estão amargando até a alma, e ao mesmo tempo, existe uma diversidade de timbres de voz surpreendente), a climática “Communion” (o início é bem lento e mórbido, com acordes limpos de guitarras e baixo, mas logo a faixa surge, mostrando uma levada cadenciada e extremamente climática, onde baixo e bateria mostram sua boa técnica e peso abusivo), a explosiva e veloz “Now I Bleed” (essa mais voltada ao que o PATRIA faz desde o começo de sua carreira, com aquela levada com a vibração da SWOBM, mas com alguns toques mais atuais), a mais clássica em termos de Black Metal “Arsonist” (mais uma com a pegada da SWOBM, cuja letra nos faz viajar o tempo de volta aos anos dourados do Black Metal na Noruega e todas as suas polêmicas), o açoite Black Metal chamado “The Oath” (contrastando momentos mais rápidos com outros mais melodiosos, a faixa mostra uma complexidade mais rebuscada, bem como um acabamento mais burilado e bem feito), a tradicionalidade Black Metal de “Porcelain Idols”, e a experimental e obscura “Magna Adversia”, com seus efeitos e aura soturnos, que dão aquele toque clássico final que todo disco de Black Metal que se preze tem. Ou seja, como todas as faixas foram comentadas, é motivo mais que suficiente para afirmar que destacar algo é impossível.

No mais, o PATRIA se firma mais uma vez como um dos grandes nomes do Black Metal mundial, sendo que o Brasil não tem mais espaço para uma banda desse porte.

Top 10 certo!