20 de abr de 2013

Optical Faze - The Pendulum Burns (CD)

MS Metal Records - Nacional
Nota 9

Por Marcos Garcia

Há alguns anos atrás, o Brasil andava, quase sempre, defazado do que ocorria no exterior, mas de um bom tempo para cá, nosso país está cada vez mais antenado com as realidades sonoras do eixo EUA-Europa, tanto o aspecto de qualidade sonora quanto na musical, e isso também se reflete nas sonoridades. Um ótimo exemplo é o OPTICAL FAZE, quinteto vindo de Brasília e que detona um Metalcore técnico e bruto, como se fosse uma mistura explosiva de KSE com aspectos sonoros do MESHUGGAH e do FEAR FACTORY.

O grupo faz um som extremamente ríspido e muito agressivo, mas sem deixar de fora ótimas melodias, sabendo equilibrar bem sua mistura sonora e tem méritos por isso, já que a fusão de vocais urrados intensos, guitarras em riffs abusivamente pesados, baixo e bateria técnicos e bem afiados, e teclados bem feitos, não poderia dar em outra coisa que não fosse uma música fenomenal.

Tendo a produção de Rhys Fulber (FEAR FACTORY, PARADISE LOST, FRONT LINE ASEMBLY), a masterização de Maor Appelbaum (SEPULTURA, CYNIC), o que por si deixa claro que em termos de produção sonora, não há o que fizer de negativo, já que a sonoridade que flui do CD é intensa e extremamente feroz, mas limpa e capaz de dar brilho aos momentos mais lentos e suaves de sua música, e sem contar que ainda temos as participações especiais de Jed Simon, ex-gutarra do STRAPPING YOUNG LAD, e de Leah Randi (CONJURE ONE). A arte, um luxuoso Digipack, ficou muito bonita e bem trabalhada nos contrastes de tons azuis e amarelos. 

Quando ouvimos o CD, a impressão causada pela arte se torna fato, uma vez que o nível de composições do CD é bem alto, mantendo a atenção do ouvinte presa da primeira até a última música.

Destaques???

A furiosa e trabalhada 'Trail of Blood', com uma pegada pesada, boas e variadas bases de guitarra, e ótimas variações vocais; a cavalar 'Pressure'; a mais cadencaida e com ótimos arranjos de guitarras 'One Way Path'; a mais climática e cheia de feeling 'Mindcage', com uma bela intro de teclados com efeitos, para longo vir o som de um grand piano, e o apocalipse sonora de guitarras, baixo e bateria se seguir com maestria, alternando entre momentos que mixam Thrash com Death, e outros mais amenos; a técnica 'Carved'; além do massacre de bumbos e urros em 'The Colapse'. Mas não se iludam, pois o CD é todo muito bom.

Belo nome, um grande CD, e que merece o investimento de olhos fechados.


Tracklist:

01. Trail of Blood
02. Pressure
03. Moment of Nothing
04. One Way Path
05. Lie to Protect
06. Mindcage
07. Carved
08. Red Sun
09. The Collapse
10. Ghost Planet
11. Never Let Me Down Again
12. Tied


Formação:

Mateus Araújo - Guitarras, vocais
Jorge Rabelo - Guitarras
Vicente Jr. - Baixo, backing vocals
Renato Carvalho - Bateria
Pedro Gabriel - Teclados, sintetizadores


Contatos: