23 de mar de 2015

23/03/2015: Metal Media Management



Daydream XI: confira primeiro ‘playthrough’ de guitarras


A dupla de guitarras do DAYDREAM XI, Marcelo Pereira e Tiago Masseti, acabam de lançar o primeiro ‘guitar playthrough’ retirado do álbum ‘The Grand Disguise’.

A música escolhida para esta empreitada foi ‘Zero Days’, canção que mistura o peso e a técnica peculiar do grupo.


O vídeo foi gravado no Mascolo & Filhos em Porto Alegre e dirigido por Tiago Schmidt. Assim como todo o material do DAYDREAM XI, o caprichado vídeo ainda conta com links para download das tablaturas, tudo fácil de encontrar na descrição:


A banda segue divulgando ‘The Grand Disguise’ sem dúvidas um dos álbuns mais premiados de 2014, transformando o grupo em uma das grandes revelações do Prog Metal dos últimos anos!


Lançado pelo selo alemão Power Prog, ‘The Grand Disguise’ foi produzido pelo vocalista Tiago Masseti e pelo sueco Jens Bogren (Opeth, Symphony X, Pain of Salvation, James LaBrie) que também masterizou o trabalho em seu estúdio Fascination Street.

Para ouvir o álbum gratuitamente e também compra-lo, visite o link abaixo:


Um videoclipe para música ‘Wings Of Destruction’ foi disponibilizado. O vídeo foi filmado por Johnny Marco, editado por Marcelo Pereira e colorizado por Tiago Masseti. Assista:



Sites relacionados:



Amazarak: confira capa e detalhes do relançamento de ‘Comando Blasfêmia’


Celebrando dez anos do lançamento do EP nesse mês de março, o AMAZARAK está lançando uma edição especial comemorativa de ‘Comando Blasfêmia’.

O trabalho, que será lançado em parceria entre os selos Nuktemeron Productions e Impaled Records, traz, além do EP, a primeira Demo do grupo ‘Officinarum’. Tudo isso embalado em uma nova capa feita pelo artista Raphael Grizilli (Creptum, Goetia72). A previsão de lançamento é para os próximos dias.


Em paralelo, o AMAZARAK prepara o material para o lançamento de dois splits em vinil; um será com o Nervochaos e sairá ainda nesse semestre e o segundo com outro grande nome do Metal nacional, que será anunciado dentro de algumas semanas, ambos os splits já estão gravados e mais informações sobre o lançamento serão anunciadas em breve. Paralelo a esses lançamentos, a banda também está trabalhando na pré produção do novo álbum, sucessor do clássico ‘Ascensão do Anticristo’.

Lembrando que a versão em vinil de ‘Ascensão do Anticristo’ já está a venda. A versão em LP foi lançada em parceria com a Mafer Records. O disco pode ser adquirido diretamente com a banda por e-mail ou pelo Facebook oficial do grupo.


Sites relacionados:



Feartone: novo merchandise disponível


O FEARTONE de Cerquilho, interior de São Paulo, acaba de disponibilizar seu novo modelo de camiseta baseado no recém-lançado EP ‘Vícios’.

Assim como o disco a arte da capa é assinada pelo artista Hugo Silva (Abacrombie Ink).

A camiseta está disponível para compra, assim como todo o merchandise do FEARTONE, por e-mail ou pelo Facebook oficial do grupo.


O FEARTONE segue divulgando seu recém-lançado EP, ‘Vícios’, produzido por Adair Daufembach (Project46, John Wayne, Aquiles Priester, Tony MacAlpine, Hangar).

‘Vícios’ está disponível para download gratuito e o link para baixar pode ser encontrado na descrição do lyric video para a música ‘Sermão”:



Sites relacionados:



Nando Moraes: debut álbum, ‘Ignited!’, está disponível


O debut de um dos novos nomes da guitarra nacional, NANDO MORAES, está disponível. Estamos falando de ‘Ignited!’, trabalho que consegue misturar como poucos técnica e feeling.

O carismático guitarrista não esconde a satisfação e comenta um pouco de mais este marco em sua carreira:

“O álbum é resultado de dois anos de trabalho entre composição e gravação até a data de lançamento e marca meu retorno à cena, em que meu último trabalho de estúdio havia sido o álbum Y2Black?, com a banda Lethal Fear, gravado em meados de 2008.”


‘Ignited!’ conta com sete faixas instrumentais, todas composições inéditas de autoria de NANDO MORAES, com contribuições nos arranjos dos músicos que gravaram o álbum: André Garcia no baixo, Bruno Santos nos teclados e Bruno “Méba” na bateria.

O estilo pode ser melhor definido por Prog Metal Instrumental, devido a abrangência de diferentes momentos que permeiam as composições, que vão de baladas a momentos de muito peso e “quebradeira” rítmica, muitas modulações e, claro, solos intricados em profusão.

‘Ignited!’ foi gravado no estúdio Mixmusic, em Amparo/SP. A capa ficou por conta o artista, designer e músico Lucas Aldi, amplamente conhecido do público por seu trabalho como guitarrista da banda Slasher.

Recentemente o músico disponibilizou uma música para audição. A canção em questão é a terceira faixa do disco, ‘The Voyager’ que, com seus pouco mais de quatro minutos, mostra toda a desenvoltura do guitarrista. Para ouvir visite o link abaixo:


O CD está disponível para compra em formato Digipack de luxo, com qualidade de som superior e pode ser adquirido pelo site na loja virtual:


Produtores de shows e lojistas que estiverem interessados podem entrar em contato pelo e-mail: contato@nandomoraes.com.br


Sites relacionados:




Individual: produtor comenta sobre o trabalho


O INDIVIDUAL segue na gravação de seu novo EP e aproveita seu tempo no estúdio Casanegra para apresentar um depoimento do produtor Rafael Augusto Lopes.

O produtor, que já trabalhou com grandes nomes do Metal nacional, também é músico, já tendo tocado com bandas como Torture Squad, Eternal Malediction e atualmente leva seu projeto Fanttasma, além da banda Imminent Attack.

Bem humorado, Rafael Augusto Lopes é direto sobre a sonoridade da banda: “parece uma Scania de Satanás com os pneus furados numa ribanceira.” Em um tom mais sério o produtor é enfático:

“Além de uma sonoridade própria e bem interessante a banda é dedicada e focada, o que faz o resultado ficar muito melhor!”

O EP, ainda sem muitos detalhes, está previsto para o primeiro semestre. Logo o INDIVIDUAL apresentará mais informações sobre o trabalho, além de uma data concreta de lançamento.

Formada no ano de 2012, a banda INDIVIDUAL busca acrescentar ao seu Death Metal, doses extras de peso, mesclando velocidade e cadência e técnica apurada. Com seu primeiro single, ‘Blindfolded’, de 2013, o grupo conseguiu chamar a atenção dos fãs de Metal Extremo.



Sites Relacionados:



Save Our Souls: primeiro teaser do novo álbum está disponível


O gaúcho SAVE OUR SOULS acaba de liberar o primeiro teaser do vindouro álbum, ainda sem título anunciado.

No pequeno teaser podemos conferir um trecho da música ‘Web Of Lies’ que mostra um pouco do que podemos esperar desta banda que leva o Symphonic Metal aos limites:


O trabalho está sendo finalizado no UFO e conta com produção de Diego Voges. Muito em breve, título, capa e mais detalhes serão apresentados.

Para quem quiser conhecer um pouco mais sobre o que está por vir, recentemente o single ‘Soul Domination’ foi disponibilizado de forma gratuita.

Para ouvir via streaming:


Soundcloud (audição e download):



Sites relacionados:



Fonte: Metal Media

Astafix: novo álbum contará com músicas de Paulo Schroeber




O ASTAFIX acaba de liberar o primeiro vídeo de pré-produção do novo álbum e junto com ele confirma que um pouco mais da memória do guitarrista Paulo Schroeber, falecido prematuramente no ano passado, estará presente no CD.

“Serão cinco músicas que ele gravou as bases e em uma delas ele já tinha gravado o solo. Esta é nossa forma de homenagear este tão querido amigo”, comenta o vocalista Wally.


A banda está no estúdio Norcal com a produção de Brendan Duffey. O novo álbum, ainda sem título, é sucessor do aclamadíssimo ‘End Ever’ e do DVD ‘Live In São Paulo’.

Recentemente foi anunciada a nova formação do ASTAFIX que conta, além dos veteranos Wally, Ayka e Thiago Caurio, com o guitarrista Cassio Viana. Cassio já estava trabalhando com o grupo desde a turnê europeia onde já havia substituído Paulo Schroeber.


Sites Relacionados:



Fonte: Metal Media

Eridanus: banda prepara novo single para comemorar aniversário de 10 anos




Completando seus 10 anos de existência em 2015, a banda gaúcha ERIDANUS anuncia que está preparando um single especial para celebrar esta data. A música se chamará ‘My Dead Emotions’, e além de marcar o aniversário da banda, também será o primeiro registro com os novos integrantes.

“Poucas bandas conseguem chegar aos 10 anos em plena ascensão, e queríamos celebrar isso de alguma forma, porém, a gravação de um full álbum seria muito demorado, e perderíamos o ‘timing’ do momento. Ao mesmo tempo, entendemos que o ciclo de ‘HellTherapy’ ainda não está terminado e podemos explorá-lo um pouco mais. Então a gravação de um único single, dando um ‘preview’ das novas ideias que estarão no segundo álbum nos pareceu mais adequado, além de já apresentar a nova formação aos fãs. Planejamos ainda mais alguma surpresa junto com a música, mas isso veremos mais adiante.” Falou o guitarrista Roger Feilstrecker, sobre este novo material.

Ainda sem data de lançamento, ‘My Dead Emotions’ começará a ser gravado em Abril, novamente sob a produção de Roger Fingle, que também produziu o álbum ‘HellTherapy’, no Estúdio Nitro em Caxias do Sul/RS.

Conheça mais sobre o ERIDANUS em seus canais oficiais:


Para contratar o ERIDANUS para um show em sua cidade, os contatos devem ser feitos através do e-mail booking@eridanusofficial.com.



Fonte: Eridanus

A Hearts Bleed Blue invade o Hangar 110 nesta sexta




Quatro bandas da gravadora Hearts Bleed Blue (HBB) se apresentam nesta sexta- feira em São Paulo, no Hangar 110. Faca Preta, Não Há Mais Volta, Rejects S/A e The Bombers sobem ao palco à partir das 19h, horário marcado para a abertura da casa noturna.

Faca Preta, Não Há Mais Volta e Rejects S/A, foram as bandas escolhidas pelo Semper Adversus, subselo da HBB especializado em street punk, para terem seus trabalhos lançados em 2015. Já os santistas do The Bombers, lançaram no ano passado, pela Hearts Bleed Blue, o excelente álbum "All About Love".

O evento será uma grande oportunidade para quem nunca assistiu ao show dos catarinenses da banda Rejects S/A, que farão apenas esta apresentação na capital paulista, e outra, no domingo, na cidade de Mauá.

Os ingressos antecipados para o show no Hangar 110 estão sendo vendidos por R$20.

The Bombers + Rejects S/A + Faca Preta + Não Há Mais Volta
Data: Sexta-feira, 27 de março.
Local: Hangar 110 - Rua Rodolfo Miranda, 110 (Metrô Armênia) - São Paulo/SP
Abertura da casa: 19hs
Ingressos: R$20 antecipado / R$25 na porta
Venda online pelo site: www.hangar110.com.br



A/C Paola Zambianchi

Hellsakura: segundo ábum da banda será lançado pela Shinigami Records




O que acontece se juntarmos a disciplina japonesa com a energia brasileira? Na música já temos uma resposta: HELLSAKURA! A banda mescla a violência e a força da Música Extrema brasileira com a dedicação e os claros objetivos que apenas os japoneses conseguem ter e é com muito orgulho que a Shinigami Records anuncia o lançamento do segundo álbum da banda, intitulado ‘Venömrizer’, e que é uma prova contundente desta mistura.


O nome – e conceito – do álbum é explicado pela vocalista e guitarrista Cherry Taketani: “O ‘Venömrizer’ traz à tona o lado venenoso extremo e obscuro da mente humana”.


‘Venömrizer’, que marca a estreia da formação atual como um quarteto, com duas guitarras tornando o som mais metal, vigoroso e pesado, conta com convidados de peso como os músicos da banda Nervochaos, João Test (da banda Test), Bob Vigna (guitarrista de Immolation) e Serpenth (da banda Belphegor) que também criou o novo logo de HELLSAKURA e a arte da capa de ‘Venömrizer’.

Em breve, mais detalhes deste lançamento.



Necromesis: álbum de estréia, "The Poet's Paradox", já à venda



“The Poet’s Paradox”, álbum de estreia da banda de Death/Thrash Metal oriunda de Santo André NECROMESIS que atualmente conta na sua formação comMayara Puertas (Vocal), Daniel Curtolo(Guitarra), Gil Oliveira (Bateria) eGustavo Marabiza (Baixo), já está disponível na loja virtual da Shinigami Records e em breve em todas as lojas especializadas. Adquira a sua cópia comdesconto de 10% até hoje, 20 de março, no seguinte link: http://bit.ly/17BpWKh.



O álbum apresenta a síntese de seus quase dez anos de carreira nas 12 faixas trabalhadas no Death Metal aliado a diversos elementos e influencias que permeiam o Thrash, Black Metal, Progressivo e música tradicional brasileira.

Confira o clipe da faixa ‘Indifferent Echoes of Sensitivity’ que faz parte do álbum: 




Prostitute Disfigurement: informações sobre o show de SP, em Maio




A banda holandesa PROSTITUTE DISFIGUREMENT fará uma tour pelo Brasil em Maio (com uma data na Argentina) e os detalhes da apresentação em SP, podem ser conferidos, logo abaixo.

O PROSTITUTE DISFIGUREMENT foi formado em 2001 – pouco antes, em 2000, se chamava, Disfigure – e possui cinco álbuns, “Embalmed Madness” (2001), “Deeds of Derangement” (2003), “Left in Grisly Fashion” (2005), “Descendants of Depravity” (2008) e “From Crotch to Crown” (2014).

A proposta da banda é death metal brutal, com letras focadas no mais sujo gore.

Veja o lyric video de ”Glorify Through Cyanide”, do último trabalho da banda, “From Crotch To Crown”:



A formação do PROSTITUTE DISFIGUREMENT traz Patrick Oosterveen (baixo,ex-Abhorrence), Niels Adams (vocais, Centurian, ex-Abhorrence, ex-Nox), Martijn Moes (guitarra,ex-Eternal Conspiracy, ex-Toxocara, ex-Legion, ex-Monolith, ex-The Monolith Deathcult, ex-Beyond Belief), Dennis Thiele (bateria,Brutal Unrest, Resurrected, Grind Inc.) e Michael Philip Barber (guitarra solo, Fever Sea, Saturnian, ex-Bumilingus, ex-Traces, ex-Beneath the Decay).


As datas do PROSTITUTE DISFIGUREMENT por aqui, são:

01.05 – São Luís/MA (Brasil) @ Contraponto 
02.05 – Macapá/AP (Brasil) @ TBA
03.05 – Belo Horizonte/MG (Brasil) @ Matriz 
05.05 – Curitiba/PR (Brasil) @ Teatro Universitario 
06.05 – Buenos Aires (Argentina) @ Museo Rock
07.05 – São Paulo/SP (Brasil) @ Espaco Som 



Veja o serviço de SP:

PROSTITUTE DISFIGUREMENT
FLESH GRINDER (SC)
SARCASTIC (RS)

Data: 07/05/15 (quinta-feira)
Local: Espaço Som (Rua Teodoro Sampaio, 512 – Próx. Metro Clínicas - São Paulo/SP)
Horário: 19h (Pontualmente)
Ingressos: R$ 15 (Limitados) ***Os inressos estarão à venda a partir de Abril

Pontos de Venda: Galeria do Rock (Hellion, Mutilation & Paranoid) & Espaço Som

Apoio: Nenhum

Produção: Black Rock

Mais informações em breve.


Sites relacionados:




Fonte: Lanciare

Rhino: Banda anuncia nova formação e disponibiliza áudio de seu primeiro EP




Formado em 2012 na região do ABC, o RHINO aposta no thrash metal de bandas como Exodus, Slayer, Suicidal Angels, entre outras influências como Ratos de Porão, S.O.D., e tantos outros – algo muito influente numa região sempre considerada a “Bay Area brasileira”.

A banda está de formação nova, pois acaba de efetivar o guitarrista Jean Moura e agora passa a ser um quinteto, com Ricardo Viola (vocal), Gustavo Toledo (guitarra), Fausto Cestari (baixo) e Ian (bateria)

Eles acabam de disponibilizar no Youtube, o áudio de seu EP de estreia, “Like A Horn Ripping Flesh”, lançado em 2014:


“Like A Horn Ripping Flesh” traz 6 músicas e foi produzido por Diego Henrique Rocha, no Bay Area Studios.

A banda estará divulgando alguns shows nos próximos dias, e se prepara para a produção de seu álbum de estreia, com previsão de lançamento para o segundo semestre de 2015.

Segundo as palavras de Gustavo Toledo, “se as pessoas gostaram do nosso EP, se preparem para ouvirem as novas músicas, que ao meu ver, estão ainda melhores e matadoras!”

Em breve a banda estará divulgando seu site oficial e redes sociais, como Instagram, Twitter, entre outras novidades.

Por enquanto, você pode acompanhar tudo, no Facebook do RHINO:




Fonte: Lanciare

HeavyPop: veja vídeos de show de estreia em SP e jam com Kiko Loureiro




A banda HEAVYPOP estreou nos palcos paulistanos no último sábado (21/3) no Litle Boys Bar, em São Paulo. O grupo formado por Alírio Netto (Age of Artemis e Khallice), Marcelo Barbosa (Almah e Khallice), Felipe Andreoli (Angra e ex-Karma) e Bruno Valverde (Angra) apresentou sucessos de artistas Pop com roupagem Heavy Metal.

Durante a apresentação, o guitarrista Kiko Loreiro (Angra) foi chamado para uma jam e no improviso tocou com os músicos em um dos momentos mais marcantes do show. O baterista Dino Valverde também tocou com o HeavyPop no Litle Boys Bar.

HeavyPop – Jam com Kiko Loureiro (Angra)


HeavyPop – Tears For Fears – Head Over Heels


HeavyPop – Tears For Fears – Woman In Chains



Veja repertório do HEAVYPOP:

1. Easy Lover – Phil Collins
2. Head Over The Heels – Tears For Fears
3. Rosanna – Toto
4. Invisible Touch – Genesis
5. Every Little Thing She Does Is Magic – The Police
6. New Sensation – INXS
7. Notorious – Duran Duran
8. Owner Of A Lonely Heart – Yes
9. I’ll Be Over You – Toto
10. Where The Streets Have No Name – U2
11. The Way You Make Me Feel – Michael Jackson
12. Woman In Chains – Tears For Fears
13. Crazy – Seal
14. Stars – Simply Red
15. Beat It – Michael Jackson
16. Isn’t She Lovely – Stevie Wonder
17. Stay – Oingo Boingo
18. Always On The Run – Lenny Kravitz
19. Smooth Criminal – Michal Jackson



Fonte: TRM Press

Semper Adversus disponibiliza discos do Rejects S/A, Não Há Mai Volta e Faca Preta





O Semper Adversus, subselo de street punk da gravadora Hearts Bleed Blue (HBB) acaba de disponibilizar o streeming dos discos do Não Há Mais Volta, Rejects S/A e Faca Preta, e a PRÉ-VENDA dos CDs do Rejects S/A e Não Há Mais Volta. O EP do Faca Preta temPRÉ-VENDA prevista ainda para o primeiro semestre.

Influenciados pelo punk rock e o hardcore, o Não Há Mais Volta foi formado no final de 2012 e já se destacou no circuito underground. O álbum de estréia foi gravado e mixado por Tiago Hospede no Estúdio Lamparina, em São Paulo. Hospede também participa do disco tocando guitarra em ‘Domingo à Tarde’ e ‘Ruas e Vielas’. O CD homônimo do Não Há Mais Volta tem arte de Antonio Carlos Coltro e fotografia de Roberto Gasparro.


Na estrada desde 2003, os catarinenses do Rejects S/A fazem letras com temas cotidianos e falam de protestos, diversão e bebedeira. No ano passado a música “Matar um leão por dia” foi responsável por abrir a coletânea “Para Incomodar", lançada pelo Semper Adversus. Agora, Mártires, o disco completo do Rejects S/A, acaba de ficar pronto e conta com dez faixas, projeto gráfico de Antônio Augusto, fotos de Kevin Baukat e arte de Tuti AC.


Os paulistanos do Faca Preta também tem lançamento pelo Semper Adversus/HBB. Formada em 2013 por músicos experientes, a banda que tem sido uma grata surpresa para o street punk nacional, lançam o primeiro EP em vinil 7”, gravado e mixado por Matheus Vianna, no estúdio Ecos da Cantareira e masterizado por Fernando Sanches, no estúdio El Rocha. A arte da capa é assinada por Rafael Kendi.



A/C Paola Zambianchi

Eyes Of Gaia: Banda será entrevistada no “A Hora do Canibal” hoje, ao vivo




O quinteto EYES OF GAIA vem colhendo os frutos de seu primeiro álbum, “The Power Of Existence”, lançado em janeiro deste ano, que está sendo bem recebido pela crítica e fãs – Inclusive, na edição de Março de 2015 da revista Roadie Crew, recebeu nota 9/10, com uma resenha que ilustra muito bem, isso.

Hoje eles participam do programa “A Hora do Canibal”, ao vivo na Radio Click Web, às 22h30.

Acompanhe a entrevista no link abaixo:


Envie perguntas para:


Quem quiser adquirir “The Power Of Existence”, o CD se encontra na Die Hard e pode ser comprado pela web:


Se preferir, compre direto com a banda, entre em contato pelo e-mail:



A produção de “The Power Of Existence” é de Edu Falaschi (Almah, Angra...) e Tito Falaschi.

O EYES OF GAIA é formado por Mário Kohn (vocais), Bruno Tourino (guitarra), Paulo Virtuoso (guitarra), Rodolfo Liberato (baixo) e Betto Cardoso (bateria)

Acompanhe o EYES OF GAIA em seus canais oficiais:




Fonte: Lanciare

Nuestro Odio – Terra de Santa Cruz (CD)

Independente
Nota 9,5/10

Por Marcos "Big Daddy" Garcia



A sociedade brasileira atual é fruto de anos de uso e abuso, da corrupção que assombra este país desde suas fundações. O cidadão honesto é transformado em refém do estado, que baseado na teoria da corrupção, é devorado e oprimido, é destituído do direito de viver, e em pouco tempo, a possibilidade dele ter cerceado seu direito de respirar pode se tornar uma realidade. E isso gera o inconformismo que vemos inundar as ruas, sejam em conversas entre poucas pessoas, sejam nos manifestos contra as ações do Governo em qualquer instância. Este é o castigo de se nascer na Terra de Santa Cruz, primeiro nome dado ao Brasil, que é uma terra onde cada um de nós carrega uma pesada cruz para sustentar a corrupção, seja ela nos bastidores da política, nos saguões de cultos, ou mesmo nas ruas e nossas desonestidades de todos os dias. E raiva e inconformismo contra tudo e todos transpiram em “Terra de Santa Cruz”, primeiro álbum do quarteto NUESTRO ODIO, de Osasco (SP).

Adeptos de uma mistura furiosa entre Metal e Hardcore, com toques experimentais, o quarteto, ora mais rápido e raivoso, ora mais lento e abrasivo, mostra uma música ótima e consistente, moderna e cheia de peso, e bem longe de ser simplista. O grupo mostra vocais que oscilam entre timbres normais gritados e outros mais guturais, riffs de guitarra pesados e intensos, baixo e bateria com boa técnica e peso. Mas esta música é despejada sobre nossas cabeças com uma intensidade absurda, e fica claro que a revolta do grupo é construtiva, não niilista, já que as letras em nossa língua pátria deixam claro que o inconformismo é consciente. E isso tudo misturado nos dá um disco que é capaz de deixar os ouvidos dando sinal de ocupado por horas!

Nuestro Odio
A produção sonora ficou ótima. O trabalho feito no Lau Studio realmente deixou a banda com uma sonoridade intensa e azeda, mas sem tirar a clareza. Você consegue compreender os instrumentos com clareza, e digamos de passagem: em uma sonoridade tão densa assim, isso não é algo simples. A arte da capa, feita pelo artista Raphael Armando e com arte final do vocalista Leonardo Ronqui, os traços, apesar de aparentarem simplicidade, transmite a mensagem feroz do grupo com clareza.

O que torna o trabalho do NUESTRO ODIO é a capacidade de mixar suas influências musicais sem medo e de forma homogênea, e os toques mais experimentais não destoam. Sua música soa compactada, extrema, ríspida, mas sempre bem feita, e com uma dinâmica que não nos deixa cansados.

O CD já abre de forma irônica, pois “Terra de Santa Cruz” é um típico Samba brasileiro, mas a letra transcreve a realidade de nosso país sem máscaras ou alívios. E isso vai preparando o ouvinte para “Desordem e Caos”, uma pedrada com andamento variado, mas sempre entre o cadenciado e o meio tempo, alguns tempos quebrados, evidenciando o ótimo trabalho de guitarras e base rítmica. “Sagaz” é rápida, curta e grossa, mais uma vez mostrando um trabalho ótimo das guitarras. “Interlúdio” é uma introdução mostrando todos os lados da corrupção de nosso país, um protesto azedo, preparando-nos para “Ópio do Povo”, com um jeitão de Hardcore Beatdown vez por outra, com um ótimo trabalho dos vocais (que mostram que cantar em português não compromete a métrica, como muitos alegam). Ainda mais hardcorizada é “Hipocrisia Hereditária”, brutal e opressiva no trabalho de baixo e bateria surpreendente. Em “Alma Corrompida”, música do vídeo oficial de divulgação do disco (e censurada para menores de 18 anos), é outro murro de puro inconformismo na cara, com guitarras bem dinâmicas e vocais mais uma vez surpreendendo os ouvintes. Mais lenta e azeda a princípio é “Sangue no Olho”, com um andamento ganchudo, mas logo ganha mais velocidade e empolgação. E “Por Um Deus” é um murro direto na hipocrisia religiosa da “Teologia da Prosperidade”, defendida por vários pastores, entre eles, Edir Macedo. E a canção é rápida e empolgante, mas com algumas mudanças e toques mais experimentais ótimos. Há ainda uma décima faixa, onde vemos algumas brincadeiras com pedaços de músicas (nem me pergunte de onde saíram). 

O disco pode ser baixado legalmente direto no site da banda, e também está disponibilizado no canal do Youtube deles (inclusive com as letras), logo, nenhum dos caros leitores tem desculpas para não conhecer este nome emergente, mas que ainda vai dar muito o que falar no cenário brasileiro.

Esses caras prometem, e muito!



Músicas:

01. Terra de Santa Cruz
02. Desordem e Caos 
03. Sagaz
04. Interlúdio
05. Ópio do Povo 
06. Hipocrisia Hereditária 
07. Alma Corrompida 
08. Sangue no Olho 
09. Por um Deus


Banda:

Leonardo Ronqui – Vocais 
Denis Alvim – Guitarras 
Tiago Rocha – Baixo 
Leandro Oliveira – Bateria 


Contatos:

Metal Media (Assessoria de Imprensa)

ALMAH: confirmado lançamento mundial da primeira coletânea do grupo





A banda brasileira ALMAH confirmou recentemente o lançamento da primeira coletânea de sua carreira, intitulada "Within the Last Eleven Lines".

O material, que conta com as principais músicas dos seus quatro álbuns de estúdio, com base na opinião de fãs de todo o mundo, está sendo distribuído para as maiores lojas online em atividade, além do iTunes e sistema Android, através da CD-Baby.

Track List:

01. Wings of Revolution
02. Days of the New
03. Beyond Tomorrow
04. Breathe
05. Believer
06. Living and Drifting
07. Torn
08. King
09. Warm Wind
10. Trace of Trait
11. Birds of Prey
12. Pegazus Fantasy (Bonus Track)
13. The Sign of Glory (Bonus Track)
14. Supermind (Bonus Track)
15. Moonlight Serenade (Bonus Track)

Em paralelo, o ALMAH continua os shows pelo Brasil promovendo o seu último álbum de inéditas, intitulado “Unfold” com as seguintes datas já confirmadas:

20/03/2015 – Osasco/SP – Sesc
04/04/2015 – Cabo Frio/RJ – Rock Humanitário 2015
25/04/2015 – Abril Pro Rock – Recife.
26/04/2015 – Natal/RN – Saga 2015 (Arena das Dunas)
09/05/2015 – Porto Alegre/RS – AnimeXtreme
10/09/2015 – ProgPower USA – Atlanta, Center Stage

Para contratar um show da banda ALMAH em sua cidade, basta entrar em contato pelo email: contato@artentretenimento.com

Para mais informações sobre as atividades da banda ALMAH e dos demais clientes da empresa, basta entrar em contato com a MS Metal Pressatravés do e-mail contato@msmetalpress.com.

Links Relacionados:






Revenged – Arduous Process (EP)

Independente
Nota 8,5

Por Marcos "Big Daddy" Garcia



Certos discos na história do Metal e do próprio Rock possuem nomes que refletem a realidade das bandas que os gravam em dados momentos. Os exemplos são inúmeros, como “Sabotage” do BLACK SABBATH, pois a banda, apesar de estar bem, vivia um problema sem fim por conta de processos, tanto que não havia concentração e isolamento necessários para se fazer o disco (apesar de “Sabotage” ser um clássico). E mais um que se junta a essa turma é o quarteto REVENGED, de Campo Grande (MS), que chega com “Arduos Process”, um belo trabalho.

Nascido das cinzas do finado RHEVAN, o grupo está bem muito distante deste, e ao ouvir o trabalho, fica claro que a banda tomou uma bela surra para criar este trabalho. Uma surra dada pelas dificuldades da vida, pela omissão de muitos em entender que o cenário Metal carece de investimentos financeiros, entre tantas outras tribulações conhecidas de todos. Mas o Heavy Metal moderno forte e vigoroso da banda, bem trabalhado, melodioso e com a devida agressividade, é realmente ótimo de se ouvir, com vocais muito bons, ótimos arranjos de guitarras nos riffs e solos, base rítmica forte e vibrante, mas com peso na devida dose. Ou seja, não deve buscar neles o que a primeira banda de Aldo Carmine e Thiago Azevedo fazia. Aqui, é tudo mais pesado, intenso e direto.

A produção, feita por Aldo, é muito boa, deixando os instrumentos soando claros e com peso nas devidas medidas. Nada está fora do lugar ou com volumes excessivos. A sonoridade e os timbres mais secos priorizam o lado mais pesado do grupo.

Bem arranjado, sabendo criar momentos musicais que grudam em nossos ouvidos, bons refrões, andamentos mais simples e diretos, tudo para uma banda de Heavy Metal que sabe o que quer, e como quer. E um deleite aos fãs.

O disco já abre com “In the Name of Gold”, uma canção pesada, azeda, mas com sofisticação e muito peso, além de um trabalho de guitarras muito bom (prestem atenção nos solos), seguida de “Killing Time”, outra canção bem pesada, já apresentando certo toque de requinte e belo trabalho de contrabaixo (veja na introdução da música). Um pouco mais soturna e direta, com elementos de Hard Rock em profusão, temos “Millions Give Millions to the Enemy”, com vocais bem encaixados e bateria com boa técnica. Em “Rotten Brains”, uma canção com um jeitão de Metal tradicional do início dos anos 80, à lá JUDAS PRIEST, em muitos momentos, mas com peso e energia bem envolventes. E então, a banda nos concede dois bônus ótimos: o primeiro é na ganchuda e envolvente “Double Talking Jive”, do finado GUNS N’ ROSES (sinto muito pelo “finado”, mas alguém ainda consegue aceitar que o apanhado de músicos reunido por Axl tem algo com a banda em questão), que ganhou uma roupagem mais pesada e moderna; e a segunda no hino “Crusader”, do SAXON, essa mais fiel à canção original (embora existam alguns arranjos um pouco diferentes, uns toques a mais aqui e ali), com vocais muito bons, e guitarras soltando faíscas para todos os lados.

Ótimo ver uma ótima banda assim em nosso país, que promete tanto. Esperamos sempre ouvir muito do REVENGED.




Músicas:

01. In the Name of Gold
02. Killing Time
03. Millions Give Millions to the Enemy
04. Rotten Brains
05. Double Talking Jive
06. Crusader


Banda:

Aldo Carmine – Vocais, guitarras
Thiago Azevedo – Guitarras 
Fran Oliveira – Baixo 
Klaus Henrique – Bateria


Contatos: