24 de fev de 2013

Rotting Christ - Kata Ton Daimona Eaytoy (CD)



Seasons of Mist - Importado
Nota 10

Por Marcos Garcia

Tem certas bandas que, quanto mais velhas vão ficando, imitam o vinho, pois ficam melhores e apresentando trabalhos fantásticos. E o ROTTING CHRIST mostra que a experiência só lhes fez bem, já que seu novo trabalho, 'Kata Ton Daimona Eaytoy' é sublime do início ao fim, mostrando que a banda sabe se renovar e evoluir, mas sem abrir mão de sua personalidade forte, se tornando assim, um dos nomes mais fortes do Black Metal atual, e um dos nomes mais criativos do Metal.

Sakis e Themis Tolis gravaram o CD inteiro, e nem por isso, a criatividade de sua música diminuiu, pelo contrário: o ROTTING CHRIST agora faz um misto de suas fase Black Metal mais clássica (de discos como 'Thy Mighty Contract' e 'Non Serviam') com o que ouvimos em 'Aealo', e vemos a banda ainda mais vigorosa e forte, com peso, agressividade e as melodias bem colocadas e compostas que fizeram do grupo o pai do Black Metal com melodias, mas mantendo um clima épico forte. 

Vocais muito firmes e bem trabalhados, inclusive nos corais e refrões, riffs de guitarra e solos que tanto mostram agressividade e melodias, mantendo o clima agressivo e soturno, baixo bem firme na marcação, com alguns momentos brilhantes, e bateria técnica e pesada, com andamentos bem feitos, e teclados com boas intervenções.

Produzido pelo próprio Sakis, que fez a mixagem e masterização (estas duas últimas com a ajuda de Jens Bogren), o trabalho está em um patamar idêntico ao de 'Aealo' neste ponto, ou seja, sabe ser pesado e intenso, mas sem deixar que o som da banda fique embolado ou que cada um dos detalhes fique escondido, já que a música da banda é muito elaborada e forte. A arte do CD é um pouco mais simples, mas mesmo assim, está antenada com o conteúdo lírico da banda, refletindo bem a frase 'Κατά τον δαίμονα του εαυτού', ou seja, 'According to What Conscience Suggests Being Right', o que significa em uma tradução livre, 'Ser fiel às suas convicções', o que retrata bem o conteúdo musical deste CD. Inclusive esta frase se encontra na lápide de Jim Morrison, levando a crer que este preferia ser fiel ao que sua consciência mandava, ao invés de seguir padrões pré estabelecidos.

E quando o CD começa a tocar, é a hora em que temos a consciência que estamos lidando com um disco que se tornará um clássico do gênero, talvez do próprio Metal como um todo.

'Kata Ton Daimona Eaytoy' é um disco perfeito no sentido musical, já que o grupo mais uma vez se supera e se renova, com momentos ótimos como em 'Xibalba', uma faixa rápida e empolgante com momentos de crescendo maravilhosos, com teclados dando um sabor especial às guitarras agressivas e vocais para lá de ótimos, com dicção perfeita; a tétrica e soturna 'P'unchaw Kachun - Tuta Kachun'; 'Grandis Spiritus Diavolos', uma fixa mais cadenciada e pesada, com um clima absurdamente sombrio; a ríspida e grandiosa 'Κατά τον δαίμονα του εαυτού', com teclados pomposos e épicos, e belo trabalho de guitarras; a tenebrosa 'Cine Iubeste Si Lasa', que segue a mesma linha de 'Orders from the Dead', com a participação de vocais femininos, mas com ótimas guitarras; a lenta e intensa 'Iwa Voodoo', com leves toques tribais interessantes no trabalho de bateria, que está fantástica; a épica e agressiva 'Gilgameš', com mudanças de andamentos muito boas e melodias maravilhosas nas guitarras; 'Русалка', bem trabalhada e com vocais muito bem colocados; 'Ahura Mazda-Azra Mainiuu', agressiva e com momentos climáticos maravilhosos; e a intensa e mórbida 'Χ ξ ς', com corais tétricos muito bem postados, que casam perfeitamente com as harmonias da música. Mas para quem conseguir a versão especial, temos uma faixa extra, 'Welcome to Hell', que é outra faixa onde a agressividade e morbidez se aliam com elegância, onde belos corais e guitarras se harmonizam.

Pode ser que este autor se engane, mas este é O CD do ano, sem sombra de dúvidas, e irá eclipsar muitos dos gigantes do Metal, pois o ROTTING CHRIST tem muito a dar ao estilo e aos fãs. E nós, brasileiros, teremos a honra de receber a banda e ver sua performance em primeira mão.

O Culto das Sombras ateniense continua vivo!


In Yumen - Xibalba


Tracklist:

01. In Yumen - Xibalba
02. P'unchaw Kachun - Tuta Kachun
03. Grandis Spiritus Diavolos
04. Κατά τον δαίμονα του εαυτού (Kata Ton Daimona Eaytoy)
05. Cine Iubeste Si Lasa
06. Iwa Voodoo
07. Gilgameš
08. Русалка
09. Ahura Mazda-Azra Mainiuu
10. Χ ξ ς (666)
11. Welcome To Hell (Bonus Track)


Formação:

Sakis Tolis - Guitarras, baixo, vocais, teclados, letras
Themis Tolis - Bateria
George Emmanuel - Guitarra solo (músico de estúdio)


Contatos:


Kannibale - Demo 2013 (Demo CD)



Independente - Nacional
Nota 6,5

Por Marcos Garcia

A cena do Metal Nacional é bem diversificada, com bandas abrangendo um leque de opções bem saudável, e é interessante ver que novas bandas surgem com potencial para fazer ótimos trabalhos. E um bom nome é o do KANNIBALE, banda de Paudalho, Pernambuco, que chega com seu primeiro trabalho, o Demo CD intitulado 'Demo 2013'.

A banda foca aquele período do Proto-Thrash do período entre 1984 e 1986, ou seja, a influência do Punk/Hardcore é bem sensível, com letras em português, vocais em tons mais agudos (e competentes), guitarras com riffs bem potentes e solos bem cuidados (mas que podem melhorar no futuro), baixo e bateria bem entrosados e com boa técnica. Ou seja: uma sonzeira muito boa.

A produção sonora, infelizmente, prejudicou o trabalho da banda, pois deixou o som seco demais, muito agudo e oco, relembrando um efeito conhecido lá dos anos 80, quando o Metal brazuca ainda engatinhava neste sentido. Até pode ser que seja intencional, mas poderia ter ficado melhor em termos de qualidade e se obter um efeito com mais punch sonoro.

Composta de 3 faixas (a primeira, 'Ritual do Caos' é uma introdução), que são 'Condenado', que apresenta boa técnica e energia de sobra, com bom trabalho por parte das guitarras; 'Lua de Sangue', rápida e com a bateria e baixo mostrando serviço; e 'Batalhas Cruzadas', mais cadenciada e focada no peso, com bons vocais. Elas mostram um trabalho muito bom, mas como já dito acima, prejudicado pela gravação, em que pese o fato de ser uma banda independente, e bancar estúdio não é algo barato.

Bem, esperemos que o futuro dê um boost no trabalho do quarteto, que é muito bom.

Condenado


Tracklist:

01. Ritual do Caos
02. Condenado
03. Lua de Sangue
04. Batalhas Cruzadas


Formação:

Davino - Baixo e vocais
Diego - Guitarras
Jefferson - Guitarras
Heleno - Bateria



Contatos:

Rotting Christ: 'Kata Ton Daimona Eaytoy' disponível para streaming


A banda grega ROTTING CHRIST acaba de disponibilizar 'Kata Ton Daimona Eaytoy' na íntegra para a audição em streaming.



O disco novo, a ser lançado em 01 de março (05 nos EUA), será divulgado por uma excursão mundial, inclusive com várias datas no Brasil.






Crashdïet - The Savage Playground (CD)



Frontiers Records - Importado
Nota 9

Por Marcos Garcia

A Suécia realmente se tornou a nova fonte de bandas de Hard Rock em suas diversidades, com nomes fortes como H.E.A.T., DYNAZTY, e o CRASHDÏET, que em breve aporta terras brasileiras para alguns shows no Brasil, visando promover seu novo trabalho, 'The Savage Playground', disco aqui resenhado.

O disco é um amálgama entre um Hard Rock 'Californian Way' mais sujo, como MOTLEY CRUE e RATT, mais com alguns toques de AOR aqui e ali (especialmente pelos refrões), e temos um resultado que é bastente acessível e agradável aos ouvidos, que gruda e empolga qualquer fã de um bom Hard.

Vocais agradáveis e bem postados, riffs de guitarra bem marcantes e grudentos, além de solos bem feitos, baixo vibrante e bateria bem compassada, mas longe de fazer um trabalho trivial. E o resultado da mistura é uma música extremamente vibrante e com energia de sobra.

A produção de Otto Welton deixou o trabalho musical do quarteto bem limpo e sem esconder nada da música da banda, tudo muito bem equalizado em cada detalhe, mas não pensem que isso retirou o peso e pegada cheia de energia da banda, pelo contrário. Graficamente, a produção é bem legal e contém um protesto contra o que estamos fazendo com o nosso planeta.

O CD musicalmente tem pontos bem altos, como na empolgante 'Change the World', com ótimas guitarras e bons vocais; o peso meio bluesy de 'Cocaine Cowboys' (primeiro Single do CD), com um um trabalho da cozinha muito bom e pesado, e com aquele típico refrão que empolga; a grudenta e destruidora de auto-falantes 'Anarchy', com um andamento forte, pegada muito pesada, e destacando o refrão típico do estilo; a mais acessível e AOR 'California' (outro single de promoção), com um refrão bem light e voltado para um público não muito chegado ao Hard; a um pouco mais elaborada 'Sin City'; a intensa e pesada 'Snakes in Paradise', e a faixa-bônus do iTunes 'Liquid Jesus', que tem uma bela participação de gaita e que é muito acessível e empolgante, quase um Rock'n'Roll adolescente, senão fosse pelo peso da banda.

California


Um ótimo disco, que serve para aquecer os ânimos para os shows da banda por aqui, e que por falar nisso, são nas seguintes datas:

09/03/2013 - São Paulo (SP)


Evento: GlamNation 
Dia: 9 de Março de 2013, Sábado 
Horário: Portas – 20h / Show – 22h 
Endereço: Rua Augusta, 501, Consolação, São Paulo 
(11) 3120-41-40 
Classificação etária: 16 anos 
Capacidade: 600 pessoas
3º Lote - R$ 90 (Meia-entrada) (1° e 2° lotes esgotados)


10/03/2013 - Rio de Janeiro (RJ)


Evento: Crashdïet 
Dia: 10 de março (domingo) 
Horário: Portas – 19h / Show – 21h 
Endereço: Avenida Mem de Sá, 66, Lapa, Rio de Janeiro 
Tel.: (21) 2224-6367 
Classificação etária: 16 anos 
Capacidade: 400 pessoas 

Preços 
R$ 70 (Meia-entrada atecipado) 
R$ 80 (Meia-entrada no dia do show) 

(Fonte: Agenda Metal)


Tracklist:

01. Change the World
02. Cocaine Cowboys
03. Anarchy
04. California
05. Lickin' Dog
06. Circus
07. Sin City
08. Got a Reason
09. Drinkin' Without You
10. Snakes In Paradise
11. Damage Kid
12. Excited
13. Garden Of Babylon
14. Liquid Jesus


Formação:

Simon Cruz– Vocais, harmônica
Martin Sweet – Guitarras
Peter London – Baixo
Eric Young – Bateria



Contatos

www.crashdiet.org
https://www.facebook.com/realcrashdiet
www.crashdietstore.com
www.crashdiet.org/index.php/tour
www.crashdiet.org/blog
http://instagrid.me/realcrashdiet/
www.twitter.com/peter_london (Peter London Twitter)
www.twitter.com/martinsweet (Martin Sweet Twitter)
www.facebook.com/simoncruzofficial (Site oficial de Simon Cruz)