7 de dez de 2012

-X- - Fallen (Vídeo Websingle)


Independente - Nacional
Nota 9,5

Por Marcos Garcia

Imaginem uma banda que mistura o Metal moderno de bandas como NEVERMORE e ICED EARTH, um pouco da técnica de um SYMPHONY X e a força bruta e agressiva de um ARCH ENEMY?

Não, vosso escritor favorito não está louco ou bêbado (apesar de uma cachacinha ser boa agora...), mas falando de um excelente trabalho de uma bandaça brasileira, o -X-, projeto que reúne quatro feras de bandas como HEPTAH, CHIMERAH e D. VOLVO, uma bandaça que merece uma chance da parte de algum selo nacional, pois seu Vídeo Websingle 'Fallen' é algo absurdo em termos de musicalidade e bom gosto, o casamento perfeito entre melodia, técnica e brutalidade.

Vocais que variam do melodioso ao ríspido e progressivo nos tons normais, mais alguns guturais e rasgados, guitarras com riffs muito bem compostos, sabendo serem agressivos e melodiosos ao mesmo tempo, tanto nos riffs como nos solos, baixo e bateria bem técnicos, mas ao mesmo tempo, mantendo alto nível técnico, mas sem perder uma brutalidade extremamente essencial e característica.

Gravado e produzido no novo celeiro underground de SP, os M&H Studio e o Flight Estúdio, e produzido pelas mãos de Rogério Oliveira e Michel Marcos, a sonoridade que flui é forte e vigorosa, mas sem deixar alguns instrumento sobrepor outros, e nem esconder os riscos e esmerados detalhes do quarteto escondidos, o que seria uma heresia. 

Infelizmente, só temos uma faixa, que é 'Fallen', um mix forte e vigoroso de agressividade e melodias bem homogêneo, carregado e com muita diversidade musical, e isso sem que a banda se perca em seu próprio trabalho, com belos inserts de vocais guturais e rasgados em meio aos melódicos muito bem encaixados. E isso tudo em uma música intensa e com muito feeling, que faz a diferença.

Um ótimo trabalho, agora, que não fique apenas como um projeto ou que suma, pois é bom demais para apenas uma música ou um Vídeo Websingle!!!


Tracklist:

01. Fallen


Formação:


Michel Marcos - Vocais
Rogério Oliveira - Guitarra/Vocais
Diego Blumer - Contrabaixo
Raphael Jorge - Bateria



Contatos:

http://soundcloud.com/mehstudioi2 (Portfolio Online, é clicar e ouvir)

Scarlet Anger - Dark Reign (CD)


Dust on the Tracks - Importado
Nota 9,5

Por Marcos Garcia

Thrash Metal altamente destruidor de pescoços e tímpanos, de tão rasgado e agressivo. O quinteto SCARLET ANGER, de Luxemburgo, sabe fazer uma música intensa, brutal e agressiva, mas com fortes estruturas harmônicas, ou seja, é um ataque massivo, mas bem feito, e esse novo CD da banda, 'Dark Reign', é uma verdadeira preciosidade, de tão bom que é.

O que temos aqui é uma fusão do Thrash oitentista rasgado e agressivo da escola européia com melodias bem feitas, mas jogando ainda elementos brutais como blast beats, ou seja, vocais intensos e bem agressivos (lembrando um pouco alguns timbres de Chris Boltendahl aqui e ali), guitarras com riffs assustadoramente fortes e agressivos, mas técnicos e com forte noção harmoniosa, e solos bem cuidados e caprichados, baixo forte e seguro na marcação (com momentos em que mostra não ser apenas um mero marcador de ritmo), e um trabalho de bateria fantástico, com técnica e peso absurdos, especialmente nas levadas nos dois bumbos. Ou seja, música perfeita para fazer tremer as paredes e expulsar funkeiros de seu bairro.

Em termos de produção, ela está muito caprichada nos mínimos detalhes, deixando a música da banda fluir intensa, pesada e agressiva, mas mantendo clareza para que cada detalhe da música enriquecida do quinteto fique evidente aos ouvidos, então, é bom se prepararem para as reclamações dos vizinhos. A arte é muito bem trabalhada e muito boa, remetendo bem ao conteúdo musical do disco.

Agora, ao pôr o CD para rolar, se prepara para o massacre sem dó ou piedade!

Dividido em duas partes ('Kill the King', lançado como um EP em 2011, e 'The King is Dead'), as músicas em si mantém um nível alto em termos de qualidade, bem como técnica, brutalidade, peso e energia aos borbotões, logo, é meio difícil se destacar uma faixa ou outra em meio a tanta coisa boa, mas como referência para os leitores, ficam recomendadas a explosiva e rápida 'New God Rising', extremamente bruta e com belas melodias nas guitarras, bem como a bateria aparece matadora; a um pouco mais cadenciada, mas igualmente empolgante 'My Battlefield', com ótimos vocais e backings fortes; a raivosa e intensa 'From Fool to King', arrasadora de tímpanos e que leva ao banging sem dificuldade alguma; 'Game Over', criadora de rodas de pogo, com a bateria mostrando muita técnica e peso, e onde o baixo aparece em momentos de forma brilhante; 'Face of Evil', com um ótimo refrão grudento, faixa que destruirá tímpanos facilmente, pois os riffs e solos mostram um trabalho fantástico;  a intrincada e brutal 'Follow the Order'; 'A Tale of Hate', com vocais abusivamente agressivos e fortes, com momentos com tempos mais quebrados; e 'My EMpire Coming Down', com alguns momentos mais amenos onde as guitarras e baixo estão ótimos.

Ei, está esperando o que para adquirir sua cópia?!?

Corra atrás, manolo!

New God Rising

Tracklist:

01. New God Rising
02. My Battlefield
03. From Fool to King
04. Game Over
05. Face of Evil
06. Dark Reign
07. Follow the Order
08. A Tale of Hate
09. Prince Of The Night
10. Tenfold
11. My Empire Coming Down
12. Scarlet (Demo Version)


Formação:

Joe Block - Vocais
Fred Molitor - Guitarras
Jeff Buchette - Guitarras
Vince Niclou - Baixo
Alain Flammang - Bateria


Contatos:




Finalizada a gravação do EP do Voodoopriest



Na noite de quarta-feira, dia 05 de dezembro, o VOODOOPRIEST finalizou as gravações no Norcal Studios. Com a produção de Brendan Duffey (foto) e Adriando Daga, a banda pretende lançar o EP para o ano que vem, mas ainda este ano os fãs terão uma amostra do que virá: “Final de ano a correria é muito grande devido às festas, portanto o lançamento do EP ficará para 2013, mas ainda esse ano vamos colocar uma música na rede pro pessoal sacar o som do VOODOOPRIEST”, afirma o vocalista Vitor Rodrigues. 

Contatos:


- - -

Patria: Material para download gratuito


A banda de Black Metal PATRIA acaba de disponibilizar 'Faithless', uma coletânea digital, de forma gratuita.

Nas palavras de Mantus, 'este é um material para distribuição totalmente grátis, contendo algumas faixas exclusivas nunca lançadas, além de alguns bônus. São músicas que foram compostas para o álbum 'Nihil Est Monastica', mas que por alguma razão, decidimos não incluí-las no disco. Por isso estamos espalhando digitalmente e gratuitamente para aqueles que tiverem interesse de ter esse material. Mas tenham em mente que não é um trabalho com uma produção sonora finalizada, então talvez vá soar um pouco barulhento e inacabado demais...'

Para download, basta acessar aqui: Faithless

- - -





Legion Warcry - The Way to Escape (CD)


D. C. Production - Importado
Nota 8,5

Por Marcos Garcia

A Itália anda mostrando força no tocante ao Metal como um todo há alguns anos, mostrando bandas com trabalhos cada vez melhores, e mesmo quando a banda não faz nada que seja inovador, em geral, tem personalidade e força. E isso é uma verdade no caso do ótimo quinteto LEGION WARCRY, que mostra um trabalho pesado e consistente em 'The Way to Escape', segundo disco da banda.

Seguindo aquela linha pesada e forte do Metal Tradicional dos anos 80, mais especificamente aquela ótima leva alemã (como HELLOWEEN da fase 'Keeper..'), a banda não busca ser inovadora, mas apenas desfila um trabalho com personalidade e força, mantendo o peso e pegada, sem soar clichê ou datado, evitando velocidades excessivas e  sem lançar mão de muita técnica sem que seja necessário, ou seja, temos vocais fortes com o timbre normal de voz (embora use alguns agudos vez por outra que não chegam a ser incômodos), riffs e solos de guitarra muito bem postados, baixo e bateria técnicos na medida certa, sem tirar a coesão sonora e peso da banda. Ou seja, um disco muito bom.

A produção, feita pelo guitarrista Davide Castagnone, está em um nível bem razoável, deixando cada instrumento às claras, como é necessário ao estilo, mantendo o peso e coesão, mas sem deixar de soar limpa, apesar de um pouquinho abafada. A arte é bem simples, mas bem legal pela dualidade mostrada na capa e contracapa. 

Musicalmente, a banda é muito boa, mostrando talento em vários momentos, especialmente nos destaques de 'God of Thunder', uma faixa intensa e empolgante, com ótimo trabalho de guitarras e bateria; a mais acessível e Hard'n'Heavy 'Across the Space', com belas melodias vocais e riffs muito pesados; a densa e pesada 'Apocalypse 21-6', com um clima mais denso, e cozinha baixo-bateria mostrando seu valor; a bela e bem construída '10000 Moons', com guitarras pesadas em seu refrão; e a rápida 'Distant Dream', mais uma vez com as guitarras mostrando seu poder de fogo em riffs rápidos e empolgantes.

Um trabalho muito bom, que mostra uma boa banda que ainda pode render bem mais num futuro próximo.

God of Thunder


Tracklist:

01. God of Thunder
02. Across the Space
03. As You Preach
04. Apocalypse 21-6
05. 10000 Moons
06. Distant Dream
07. Eternal Fire
08. For Real
09. Miracle


Formação:

Valerio Averono - Vocais
Davide Castagnone - Guitarras
Alessandro Giordano - Guitarras
Loris Antona - Baixo
Giulio Murgia - Bateria



Contatos: