18 de nov de 2012

Notícias: Domination Press (18/11/2012)



- - -

Marie Dolls: Girl Rockers divulgam chamada para lançamento de videoclipe


A promissora banda de Rock/Heavy Metal - MARIE DOLLS se prepara para o lançamento de seu primeiro vídeo clipe na próxima quarta feira (21/11). O vídeo da faixa 'Who Am I?' será o primeiro registro oficialmente divulgado das quatro garotas paulistas, mostrando um pouco do que o publico pode esperar em do álbum de estréia que já conta com 9 musicas compostas em processo de produção.

A guitarrista Renata Petrelli comenta:

“Finalmente estamos lançando nosso primeiro vídeo! Foi filmado na agencia FLAG, que cedeu o espaço para a nossa bagunça (risos). Estamos muito contentes e lançaremos também em breve nosso EP com 3 musicas para a galera conferir!”

Confira abaixo a vídeo chamada para convidando os fãs para o lançamento oficial:


Um teaser do vídeo pode ser visto em: 


Acompanhe a banda nos canais oficiais e fique por dentro das atualizações:

Contato para shows: mariedollsband@gmail.com

- - -

Worst - Te Desejo Todo Mal do Mundo (CD)


Against Records - Nacional
Nota 10

Por Marcos Garcia

Um Hardcore nos melhores moldes do que é feito nos porões do underground novaiorquino, só que sem nenhuma referência a Rap, Hip Hop ou nada assim. Aqui neste CD, 'Te Desejo Todo Mal do Mundo', o WORST pega muito, muito, MUITO pesado e intenso, com uma raiva de trincar os dentes e causar pogos incansáveis.

O quarteto é composto por caras bem experientes, tendo no currículo bandas como MEDELLIN, PRESTO, CHORUME, ONE TRUE REASON, MUSICA DIABLO, BROKEN HEADS, PAURA, PAVILHÃO9, THE SILENCE e TRETA, ou seja, são músicos calejados no caminho do Hardcore e Crossover, logo, são sujeitos muito competentes naquilo que se dispõem a fazer, então, esperem muita brutalidade, discursos conscientes e música de alto nível.

Vocais rasgados no timbre normal de voz, riffs de guitarra pesados e muito densos, baixo e bateria fortes e extremamente bem tocados, sabendo usar recursos para que as músicas não tenham um fôlego só. Ou seja, espere algo é rotulado com Hardcore, mas que possui muita força dos elementos do Thrash e do Crossover que se fazem presentes, e que não soa datado ou retrô, e isso é o ponto mais forte da banda, pois o som é intenso e cheio de vida o tempo todo.

A produção do disco, feita por Fernando Schaefer, é de primeira, e ainda conta com a mixagem e masterização de Tiago Hóspede (do THE SILENCE) no Estúdio Lamparina, e tudo isso conferiu à banda  uma sonoridade compacta, intensa, agressiva e densa, com cada instrumento aparecendo claramente, mesmo debaixo de tanta brutalidade. Outro ponto positivo e que evita o mi-mi-mi infindável de quem não domina o inglês são as letras em português, que transpiram o espírito Hardcore, ou seja, protestos sócio-políticos muito bem conectados com as músicas, e a linguagem da banda é bruta, reta e direta, mas digna de menção honrosa.

O calibre do disco é pesado, ou seja, o nível das composições é bem alto, logo, se preparem para muito pogo, muito slam dancing e pescoços doendo do início ao fim das 10 composições do disco. 

Abrindo, temos a agressiva e pogante 'Não Pode Ver Paz', com riffs de guitarra gordurosos e ótimas vocalizações; depois, a ótima 'Te Desejo Todo o Mal do Mundo', com excelente trabalho de baixo-bateria, especialmente pelas ótimas conduções e  estruturas rítmicas que a bateria cria, e que bumbos; a quase HCNY 'Eu te Odeio Também', um pouco mais cadenciada e bruta no início e em algumas passagens, mas no todo é algo rápido e visceral, fora a letra ser um atrativo a mais; a destruidora 'Enterrado', novamente com ótimos bumbos e vocais rasgados de doerem os tímpanos de quem não está acostumado, e novamente, uma letra ótima; 'Cinzas', uma faixa muito esporrenta, com riffs muito cortantes e intensos; a quebra-pescoços 'Vícios', mais cadenciada e densa, e com uma letra que deveria ser divulgada 'ad infinitum' para muitos, especialmente nas escolas; o baixo aparece muito bem e firme em 'A Violência te Ensinou', outra daquelas faixas que vai levar ao pogo e stagedive com facilidade; '10 Dedos (F.F.F.)' é um hino, com ótimas guitarras e uma bateria essencial (que serve para mostrar a muitos que tocar HC não é desculpa para falta de técnica); 'Sem Solução' é outra explosão de agressividade intensa; e fechando com chave de ouro, 'Menos um Rato', bastante empolgante e novamente, riffs e vocais se destacam bastante. Mais ogro e truculento impossível, ou seja, um deleite aos ouvidos.

Um dos melhores plays do ano, e que pode ser baixado gratuitamente na página da banda. Mas vale a compra do oficial, sem sombra de dúvidas.

E tenham certeza: é pôr para tocar com a tecla 'repeat' ligada por várias vezes, sem cansar.

Vícios


Tracklist:

01. Não Pode Ver Paz
02. Te Desejo Todo o Mal do Mundo
03. Eu te Odeio Também
04. Enterrado
05. Cinzas
06. Vícios
07. A Violência te Ensinou
08. 10 Dedos (F.F.F.)
09. Sem Solução
10. Menos um Rato


Formação:

Thiago Monstrinho - Vocal
Douglas Melchiades - Guitarras
Ricardo Brigas - Baixo
Fernando Schaefer - Bateria


Contatos: