26 de ago de 2012

Saturnian – Dimensions (CD)


Indie Recordings - Importado
Nota 10
Por Marcos Garcia

O Black Metal sinfônico é um estilo que anda meio em baixa, uma vez que a febre no underground já deu uma acalmada, mas mesmo assim, vez por outra surgem novidades interessantes de vários lugares no mundo, e a Indie Recordings acaba de soltar mais uma, o quinteto SATURNIAN, vindo do Reino Unido.
Usando de riffs secos e agressivos, mas mantendo sempre uma densa aura épica/sinfônica, a música deles soa forte e viva sempre, embora a fórmula já esteja meia desgastada. Guitarras fortes em riffs cortantes, seja nos momentos mais velozes ou mais cadenciados, baixo mantendo o peso constante, bem como a bateria soa pesada e técnica em todos os momentos, e os vocais são muito bem postados, sejam quando se usa o timbre rasgado ou os mais limpos, chegando a ouvir-se elementos operísticos e mesmo cantos gregorianos. É algo muito, muito bom.
Produzido, mixado e masterizado por Russ Russell (DIMMU BORGIR, NAPALM DEATH, EVILE, entre outros), a produção sonora é algo de estupendo, permitindo que cada instrumento apareça individualmente, mas mantendo a coesão e peso constante, mesmo nos momentos mais rápidos. A arte é bem feita, bonita e transpira a aura sonora do grupo.
Musicalmente, o trabalha da banda mantém um nível elevado constante durante todo o CD, sendo que nenhuma das faixas é descartável ou fraca, tendo destaques em ‘Into Etherea’, onde as variações vocais e riffs de guitarra dão a tônica da canção; a cadenciada e pesada ‘Aphotic’, onde surgem belos vocais femininos em intervenções providenciais, e a bateria rouba a cena; a aguerrida ‘Eternal Eclipse’, com ótimos teclados terrorosos; a veloz e destruidora de ouvidos ‘Shadow of Prophecy’, muito bem trabalhada e guitarras ótimas mais uma vez, bem como os cantos gregorianos surgem sob um arcabouço melódico muito belo; a bela e climática ‘Traces from the Past’, onde o baixo aparece bastante, deixando à vista sua técnica incomum, bem como os corais fazem bonito, que por aparentar ser uma introdução, emenda diretamente em ‘Dimensions’, uma faixa densa e grandiosa, bastante épica devido aos corais, mas sem perder o jeito agressivo por conta dos vocais rasgados extremos, mesmos elementos vistos em ‘Origins of the Future’; a longa, elegante e bem variada nos andamentos ‘The Immaculate Deception’, que cativa o ouvinte de tal forma que seus mais de 10 minutos se passam rapidamente; e para deleite de todos, temos uma faixa bônus em ‘Wreathed in Flame’, outra faixa grandiosa e forte, que fecha o disco com chave de ouro.
Bem, este é top 10 com certeza, que vai acabar se transformando em Top 100 em pouco tempo...
Maravilhoso trabalho, e de muito bom gosto!

Into Etheria


Tracklist:

01. Construct: Illusion 
02. Into Etherea 
03. Aphotic 
04. Eternal Eclipse 
05. Shadow of Prophecy 
06. Traces from the Past 
07. Dimensions 
08. Origins of the Future 
09. The Immaculate Deception 
10. Wreathed in Flame (Bonus Track) 


Formação:

Wilson – Visões e vozes
Myk – Guitarras e vozes
Martin – Guitarras e vozes
Scrivener – Baixo e vozes 
James – Sintetizadores
Sam – Bateria 



Contatos:


Vertigo Steps – Surface/Light (CD)

Ethereal Sound Works – Importado
Nota 9,5
Por Marcos Garcia

De vez em quando, certas bandas nos surpreendem demais, pois o bom gosto no qual um trabalho está imerso é algo gratificante, como é este trabalho do VERTIGO STEPS, que nos chega com seu mais recente trabalho, terceiro disco da banda, ‘Surface/Light’.
O que temos aqui é um Heavy Rock/Progressive Ambient de primeira linha, um deleite para os ouvidos cansados, pois a música é pesada, intensa, etérea e muito bem construída, com uma suavidade e experimentalismo muito bons e harmoniosos.
Produzido por Daniel Cardoso (que já trabalhou com bandas do quilate de ANATHEMA, ANNEKE, HEAD CONTROL SYSTEM, LEAFBLADE, ANGELUS APATRIDA, HEAVENWOOD, etc) nos Ultrasound Studios, temos uma sonoridade límpida e bem cuidada, sem privilegiar um determinado aspecto ou instrumentos, equilibrando tudo de forma magistral. A arte é bem simples, mas bonita.
Apesar de uma formação apresentada, temos a participação de convidados como Jan Transit (IN THE WOODS…, TRANSIT), Patrik Karlsson (THIS HAVEN), Stein R. Sordal (GREEN CARNATION, SORDAL) e Sophie (UGARIT), antes de tudo ‘Surface/Light’ nos convence por ser um disco onde as músicas se nivelam por cima, com cada faixa tendo sua personalidade própria e valor único, mas destacam-se a ótima ‘The Hollow’, bem climática e intimista; ‘Silent Bliss’, onde o trabalho das guitarras e teclados é muito bom; a versátil ‘Railroads of Life’; a intensa ‘Tonight I Died, Tomorrow I’ll Live’, com ótimas guitarras pesadas e vocais bem harmoniosos; a belíssima ‘Doppler Defect’; a um pouquinho mais pesada ‘Helsinki’; a melancólica e bela ‘Someone (Like You)’, com seu andamento mais lento e ótimos vocais; ‘Schadenfreude’, outra mais pesada; a mais sentimental ‘Nothing at All’, e ‘The Porcupine Dilemma’, logo, é um CD ótimo para todos os que possuem bom gosto e mente aberta.
Sem sombra de dúvidas, esperemos que a banda continue nos brindando sempre com trabalhos neste nível!

Silent Bliss


Tracklist:

01. Vertigo Dawn 
02. The Hollow 
03. Silent Bliss 
04. Railroads of Life
05. Tonight I Died, Tomorrow I’ll Live
06. Doppler Defect
07. Disappear Here
08. Helsinki
09. Someone (Like You)
10. Zeppelin on Fire 
11. Schadenfreude
12. Nothing at All 
13. The Porcupine Dilemma


Formação:

Bruno A. – Guitarras, teclados, programação e samples, música
Niko Mankinen – Vocais 
Daniel Cardoso (músico convidado) – Bateria, baixo, backing vocals


Contatos:


Paradise Lost – Draconian Times MMXI (2 DVD + CD)



Shinigami Records – Nacional 
Nota 10
Por Marcos Garcia

Certos lançamentos parecem lançados não de forma estratégica pelas gravadoras, mas sim embalados por um carinho aos fãs enorme, porque existem boxs DVD+CD que são tão bem feitos, e com um material tão bom que é de saltar os olhos. E assim é ‘Draconian Times MMXI’, do PARADISE LOST, que acaba de ganhar versão nacional via Shinigami Records, selo que em termos de qualidade e bom préstimos anda tornando o sonho de muitos batedores de cabeça em realidades acessíveis.
A qualidade do trabalho é ótima tanto na apresentação gráfica, que é linda, vindo inclusive com um livreto que contém várias matérias em revistas entre os anos de 1994 até 1996, como entrevistas e resenhas de shows, todas mantidas nas línguas pátrias das revistas, sempre com referência do disco ‘Draconian Times’, que foi saudado pela crítica especializada como o ponto alto da carreira da banda. Até então, isso era fato, já que estes ingleses vivem nos surpreendendo a cada lançamento, mas sempre mantendo a qualidade sonora e musical.
O primeiro DVD é do show da banda gravado no teatro The Forum, em Londres, em 01 de Abril de 2011, referente à tour especial do ‘Draconian Times’, onde executaram todas as faixas do CD, mais algumas de outros álbuns, deixando de fora músicas de todos os discos entre ‘Host’ e ‘In Requiem’, bem como dos dois primeiros. O local não chega a ser gigantesco, gerando uma aura bem intimista entre banda e público, e para quem pensa que uma banda que une o peso e força do Metal Tradicional com elementos do Gothic Rock faz um show parado e sem energia, é melhor rever seus conceitos, pois fora a banda estar perfeita no que tange a execução de sua música, o sexteto (pois ao vivo utilizam um tecladista) tem boa postura e não ficam parados, e a plateia responde bem. Destaque especialmente para as faixas ‘Enchantment’, ‘The Last Time’, ‘I See Your Face’, ‘Faith Divide Us, Death Unite Us’, ‘Say Just Words’ e ‘Rise of Denial’. Um ótimo show, sem sombra de dúvidas.
O Segundo DVD nos brinda com ótimos bônus, pois temos um documentário mostrando o dia a dia da banda em tour, indo dos ensaios até shows, e mostrando muito dos bastidores, e cenas legais como passagens de som, viagens, espera nos camarins. Temos ainda algumas entrevistas com a banda e pessoal ligado a eles (tudo com legendas em português), outras com fãs sobre esta tour especial, mais os vídeos promocionais de ‘Rise of Denial’ e ‘Faith Divide Us, Death Unite Us’.
O CD, por sua vez, é a gravação do show, logo, tem poucas surpresas em relação ao que foi visto no primeiro DVD, mas é válido, pois nem sempre queremos (ou podemos) ficar sentados vendo um show no DVD Player.
Satisfação garantida por muito tempo!


Tracklist:

DVD 1:

01. Enchantment
02. Hallowed Land
03. The Last Time
04. Forever Failure
05. Once Solemn
06. Shadowkings
07. Elusive Cure
08. Yearn for Change
09. Shades of God
10. Hands of Reason
11. I See Your Face
12. Jaded
13. Faith Divides Us, Death Unites Us
14. True Belief
15. One Second
16. Say Just Words
17. Rise of Denial
18. As I Die


DVD 2:

01. On the Draconian Road
02. Entrevistas
03. Entrevistas com fãs
04. Faith Divides Us, Death Unites Us (Promo Video)
05. Rise of Denial (Promo Video) 

CD:

01. Enchantment
02. Hallow Land
03. The Last Time
04. Forever Failure
05. Once Solemn
06. Shadowkings
07. Elusive Cure
08. Yearn for Change
09. Shades of God
10. Hands of Reason
11. I See Your Face
12. Jaded
13. Faith Divides Us, Death Unites Us
14. Rise of Denial



Formação:

Nick Holmes – Vocais
Gregor Mackintosh – Guitarra solo
Aaron Aedy – Guitarra base
Stephen Edmondson – Baixo 
Adrian Erlandsson – Bateria
Milton Evans – Teclados, backing vocals


Contatos:

www.shinigamirecords.com
https://www.facebook.com/paradiselostofficial?ref=ts
http://paradiselost.co.uk/
http://www.lastfm.com.br/music/Paradise+Lost
http://www.myspace.com/paradiselostuk
http://www.reverbnation.com/paradiselostband

Lacerated and Carbonized - Lyrics Video para 'Awake the Thist'

E os cariocas do LACERATED AND CARBONIZED anda a pleno vapor!
Mal acabaram de soltar 3 faixas para audição (na página da banda no Facebook), o quarteto de Death Metal acaba de liberar um lyrics video para 'Awake the Thist', com cenas do violento cotidiano da cidade do Rio de Janeiro.


Vale lembrar que o grupo irã excursionar como banda de abertura dos veteranos norte-americanos do Vile, onde passarão por países como Alemanha, Holanda, Inglaterra, França, Itália, Dinamarca, República Tcheca, Bélgica, Escócia, País de Gales, Áustria e Suíça; nos próximos meses de setembro e outubro de 2012.