13 de jan de 2016

MAESTRICK: banda divulga capa e tracklist de novo EP de covers




Clássicos de Yes, Beatles e Queen ganham novas versões em "The Trick Side Of Some Songs" que será lançado no próximo dia 18 (Foto: Bilo)

"Obra de Mestre", "Fascinante" e "Único" foram alguns adjetivos que o grupo de rock/metal progressivo MAESTRICK recebeu na imprensa internacional com seu disco de estreia, "Unpuzzle". Aqui no Brasil, o álbum foi eleito um dos "Melhores do Ano" em várias eleições realizadas pela imprensa especializada.

Tamanho reconhecimento faz aumentar a expectativa por um novo trabalho. E o MAESTRICK promete não decepcionar! Previsto para o segundo semestre de 2016, o próximo álbum da banda será conceitual e dividido em dois discos lançados separadamente. A obra ainda não tem título definido, mas já está estruturalmente composta e reunirá 24 músicas, sendo 12 em cada disco divididas em três movimentos de quatro canções.

Mas para não deixar os fãs sem novidades até o lançamento do novo de estúdio, o MAESTRICK decidiu resolver o problema prestando uma justa homenagem àquelas bandas que mais lhe influenciou. Trata-se do EP "The Trick Side Of Some Songs" que será lançado no próximo dia 18 de janeiro e reunirá novas versões que o MAESTRICK fez para clássicos dos Beatles, Yes, Pink Floyd, Queen, Rainbow e Jethro Tull. 


O tracklist do EP será formado pelas seguintes músicas:

1- Almost a Brain Damage
2- Yes, It’s a Medley!
3- The Ogre Fellers Master March – Part I: The Battle
4- The Ogre Fellers Master March – Part II: The Fairy and The Black Queen
5- Aqualung
6- While My Guitar Gently Weeps
7- Rainbow Eyes
8- Almost a Brain Damage (Reprise)

A capa de "The Trick Side Of Some Songs" é baseada numa ilustração de Ricardo Chucky com montagem de Netto Cruanes e design de Audrey Sarraceni. 

De acordo com o baixista Renato Montanha, a intenção por trás de "The Trick Side Of Some Songs" é tão legítima que faz o EP ter o mesmo peso na discografia do MAESTRICK que teria um álbum completo.

"A ideia do EP surgiu da necessidade de testarmos gravar coisas novas e de mostrarmos algumas das nossas influências e como representam na nossa forma de pensar, musicalmente falando, antes de iniciarmos a gravação do nosso novo álbum. A escolha das músicas que estão presentes no EP só mostra o respeito e a vontade de buscar inspirações com os “pais e avós” das bandas mais atuais, para assim podermos assimilar e transformar todas essas informações em um grande material para nos inspirar, além de nos ajudar na transição como músicos do Unpuzzle para o novo disco."

"The Trick Side Of Some Songs" terá uma limitada edição em formato físico e será distribuído gratuitamente no formato digital. Uma das faixas do álbum, a versão da banda para "Rainbow Eyes" do Rainbow, já havia sido lançada anteriormente na ocasião do aniversário de cinco anos da morte de Ronnie James Dio. A música ganhou um videoclipe: 



Mais Informações:


Fonte: Som do Darma
Informações para a Imprensa
A/C Eliton Tomasi
(15) 3211-1621

TATTOO WEEK RIO 2016: primeira exposição de artes dedicada ao heavy metal


A Tattoo Week Rio 2016 orgulhosamente apresenta a primeira Exposição de Artes coletiva do Brasil dedicada ao mundo do Heavy Metal, com os artistas:

MARCELO VASCO (www.p2rdesign.com)

RAFAEL TAVARES (www.rafael-tavares.com)



Realização: Tattoo Week Rio, Mega Wartz produções, Klan Tattoo e King Seven Tattoo.

Garanta já o seu ingresso!

Para maiores informações acesse:




TATTOO WEEK RIO 2016 - CULTURA, ARTE & ENTRETENIMENTO
Dia 22, 23 & 24 de Janeiro
Local: Centro de convenções Sul-América
Exposição: ARTE NAS SOMBRAS


Fonte: Rock Brigade

KRUCIPHA: iniciando o ano em um Open Air!





Nada como começar o ano tocando em um grande festival “open air” e ainda mais se for em seu país. É assim o início do ano para o KRUCIPHA que é uma das atrações do Iceberg Paraíso Moto Rock Open Air II.

O evento acontece nos dias 15,16 e 17 de janeiro na cidade de Rio do Sul, em Santa Catarina. Todos os detalhes do evento, assim como comprar o passaporte e informações sobre camping pelo link: https://goo.gl/iojIAv


Além dos shows, o KRUCIPHA inicia 2016 preparando novo material, sucessor de ‘Hindsight Square One’, e em breve mais informações serão divulgadas.



Sites Relacionados:


Fonte: Metal Media

DYSNOMIA: novo álbum está disponível para venda!





Uma das bandas mais promissoras do atual cenário nacional enfim nos presenteia com seu primogênito. A são-carlense DYSNOMIA lança o aguardado álbum ‘Proselyte’.

O álbum é sucessor do EP ‘As Chaos Descends’, trabalho que colocou o DYSNOMIA entre as revelações do Brasil e o disquinho entre os melhores lançamentos de 2013. ‘Proselyte’ teve a capa criada por ninguém menos que o renomado artista brasileiro Gustavo Sazes.


O disco conta com oito faixas, confira o tracklist:

1. Ascension
2. Palingenesis
3. Proselyte
4. Spiralling into Oblivion
5. Sisyphus
6. Begotten
7. The Storm Arrives
8. Obsolete Humachinery

Um teaser do álbum com uma amostra do material também foi liberado, confira:


Para comprar, com envio para todo o país, basta acessar a loja online da banda (disponível apenas para computador desktop) https://goo.gl/ZfxT5T ou contactá-los por e-mail.


Sites relacionados:


Fonte: Metal Media

LUÍS KALIL: guitarrista apresenta a técnica “Reverse Tapping”




Desde que iniciou seus vídeos no YouTube, muito se fala da refinada técnica do jovem guitarrista LUÍS KALIL e, sempre que possível, ele divide conosco um pouco do que desenvolve dia-após-dia em suas longas horas de estudo.


Uma de suas mais elogiadas técnicas é chamada de “Reverse Tapping” e LUÍS KALIL fez um vídeo mostrando um pouco deste estudo.

“Eu venho usando e adaptando ao meu jeito de tocar uma técnica que eu chamo de ‘Reverse Tapping’ buscando limpar ainda mais o som e também ela me dá vários opções de sonoridades diferentes, então, como muita gente vinha me perguntando sobre isso, resolvi gravar um vídeo explicando o que é, como funciona, e o porquê de eu estar usando e adaptando-a ao meu estilo de tocar.”


LUÍS KALIL segue divulgando ‘Insight’, seu debut álbum, lançado em 2015. O disco conta com oito músicas e teve a produção feita por Renato Osorio (Hibria), mixagem e masterização por Benhur Lima (Hibria) e a participação especial de Edu Falaschi (Almah) e Iuri Sanson (Hibria).

Interessados em adquirir o material, podem entrar em contato através do e-mail contactluiskalil@gmail.com ou adquirir digitalmente em lojas como Itunes, Amazon, Google Play, entre outras.


Sites relacionados:


Fonte: Metal Media

METALMORPHOSE: gravando o novo álbum




E a Máquina não pára! Mal acabou de lançar o álbum “Fúria dos Elementos” (2015), o METALMORPHOSE já está em estúdio gravando o novo álbum, que tem previsão de lançamento para este ano.

Já foram finalizadas todas as partes de bateria e baixo e a banda se prepara para as gravações das guitarras ainda neste mês. “Da mesma forma que no Fúria, todas as 12 músicas são bem diferentes entre si. Resgatamos ‘Prelúdio Metálico’ dos anos 80 e finalmente gravamos esta música, que era muito tocada no início“, comenta a banda.


Em breve mais informações.


Sites relacionados:


Fonte: Metal Media

DESDOMINUS: assista a banda tocando a música ‘Certo e Convicto’





O DESDOMINUS acaba de lançar um vídeo onde toca uma das músicas mais aclamadas de seu novo álbum, ‘Uncreation’: ‘Certo e Convicto’.

O vídeo, um ensaio registrado em estúdio, foi produzido e editado pela produtora Last Mosh, confira:


‘Uncreation’ foi lançado em 2015 via uma parceria entre os selos Misanthropic, Brutaller, Impaled e Heavy Metal Rock. O disco vem sendo aclamado como um dos grandes lançamentos nacionais do ano passado.


O álbum já está disponível para venda diretamente com a banda – com envio para todo o país – ou nas melhores lojas especializadas.


Sites relacionados:


Fonte: Metal Media

WOSLOM: novo álbum sairá pela Shinigami Records no Brasil




O WOSLOM já inicia 2016 com uma ótima notícia. O quarteto paulista fechou uma parceria com um dos maiores selos do Brasil para o lançamento de seu novo álbum, ainda sem título anunciado.

Para quem não conhece, a paulista Shinigami Records, além de um amplo suporte para as bandas nacionais, traz para o Brasil gigantes e promessas do mundo todo. Em seu catálogo podemos encontrar nomes como Deep Purple, Slayer, Iced Earth, Gamma Ray, Death Angel, entre muitos outros.

“Sentamos para conversar pessoalmente com a Shinigami e as ideias são as mesmas, as cabeças funcionam da mesma forma, então será bom para ambos lados, e é assim que tem que ser”, afirma Fernando Oster, aprovando mais uma grande parceria para a banda.

Outro músico do WOSLOM que celebrou a parceria foi o guitarrista Rafael Iak: “Faríamos independente aqui no Brasil como sempre fizemos, pois funciona pra nós. Mas a Shinigami vem pra agregar, então daremos mais um passo na história da banda”, comenta.

Novamente o trabalho foi gravado no estúdio Acustica, em São Caetano do Sul, sob a supervisão de Danilo Pozzani, que também fará a mixagem. A masterização ainda está sendo negociada e em breve será anunciado onde o disco será finalizado.

Muitos detalhes serão apresentados em primeira mão pela fanpage oficial do grupo no Facebook, então fiquem atentos: www.facebook.com/woslom


Sites Relacionados:


Fonte: Metal Media

ARMAHDA: atração na primeira edição do festival do Levante do Metal Nativo





Uma das iniciativas que mais chamou a atenção no ano passado foi a criação do movimento do Levante do Metal Nativo, que agora ganha seu festival.

Para a primeira edição algumas das bandas mais representativas dentro do conceito do Metal Nativo foram convidadas para se apresentarem: ARMAHDA, Voodoopriest e Tamuya Thrash Tribe.


O evento acontece no dia 30 de janeiro do Gillan’s Inn, tradicional casa de shows na cidade de São Paulo.


Conheça mais o Levante do Metal Nativo: https://www.facebook.com/levantemetalnativo

Em dezembro, celebrando a memória da morte do imperador Dom Pedro II, o ARMAHDA lançou um single inédito. ‘The Last Farewell’, título da canção, remete aos últimos dias de Dom Pedro II como Imperador do Brasil, desde sua viagem para o exílio na França, quando foi proclamada a República, até seu falecimento.

As pesquisas para a elaboração da letra da faixa incluíram bibliografia fornecida à banda pelos herdeiros da família real do Brasil, e contribuíram para o resultado final. Confira:



Sites relacionados:


Fonte: Metal Media

CANILIVE: revelada capa e tracklist do EP de estréia do grupo





A banda carioca de Death Metal CANILIVE revelou capa e tracklist do aguardo EP de estreia “Psychosomatic Schizophrenia”.


Tracklist:

01. The Posthumous State of Mind
02. The March for Excellence
03. The Celebration of Ignorance
04. Witnessing your Fall
05. Modification [Bonus]

O disco foi gravado, mixado e masterizado no Pyro Z Studio, Rio de Janeiro-RJ, com produção a cargo de Philip Leander e Murilo Pirozzi. A impactante arte foi criada pelo conceituado artista gaúcho Marcus Lorenzet, da ArtSpell Artwork.

Contatos:



Fonte: Island Press

MIKE LEPOND'S SILENT ASSASSINS - Mike LePond's Silent Assassins (CD)

2014
Moonlight Productions
Importado

Nota 9,0/10

Texto: Marcos "Big Daddy" Garcia

Destaques: Apocalypse Rider, Red Death, Silent Assassins, The Progeny, Oath of Honor


Alguns músicos são tão criativos que precisam de mais e mais trabalhos paralelos para poderem expressar toda sua versatilidade. E não é novidade que músicos como Mike LePond, baixista do SYMPHONY X, é extremamente versátil, o que ele mostra muito bem em seu primeiro trabalho solo, o excelente "Mike LePond's Silent Assassins", que somente agora nos foi possível dar a devida atenção.

E digamos de passagem: que disco!

Antes de tudo, é preciso avisar o leitor para não procurar nada do SYMPHONY X no disco, pois o trabalho aqui é bem diferente. 

Mike cercou-se de músicos excelentes: ele toca todas as partes de baixo e guitarra rítmica, mas tem em Michael Romeo (companheiro de SYMPHONY X) e em "Metal" Mike Chlasciak (a fera de bandas como HALFORD, TESTAMENT e SEBASTIAN BACH) dois excelentes solistas das seis cordas (e Mr. Romeo ainda toca teclados no disco e faz a programação de bateria), além dos vocais de Alan Tecchio (HADES, WATCHTOWER e SEVEN WITCHES). E com um time desses, ele pôs para fora um trabalho que nos remete diretamente ao famoso "American Metal", ou seja, aquela forma peculiar e única das bandas de Heavy Metal dos Estados Unidos, ou seja, aliando peso, melodia e agressividade, mas sem abrir mão de uma boa dose de técnica. Ótimos vocais, com tons naturais bem agressivos; riffs cheios de energia e bem envolventes, solos muito caprichados, baixo e bateria com peso e técnica (especialmente o baixo, que mesmo evitando grandes exibições, vez por outra mostra uma técnica preciosa), e os teclados são bem econômicos, nada exagerados. Mesmo não sendo inovador, é bem pessoal, e excelente, com muita energia e vitalidade, além de ótimos refrões.

Mike LePond
O próprio Mike LePond fez a produção do disco, tendo a engenharia de Michael Romeo, além da mixagem e masterização de Eric Rachel. E o trabalho ficou ótimo, com uma sonoridade forte e vigorosa, seca e cheia de peso, mas claríssima. Ou seja, a compreensão das canções é imediata, embora alguns timbres na bateria pudessem ser bem melhores. E a arte de Jonathan Stenger é muito boa, evocando o mito do Cavalo de Tróia, que encaixa no contexto musical do disco: eles chegaram para tomar de assalto nossos ouvidos e mentes, e vão conseguir!

Em termos de música, o grupo arrasa. Nada é exagerado, tudo está em seu devido lugar, com arranjos musicais muito bem feitos, e as canções são bem envolventes. E como se não fosse muito, Mike Pinella (tecladista do SYMPHONY X) também dá uma canja nos backing vocals. 

Apocalypse Rider - Uma faixa cheia de vigor e energia, com tempos em velocidade mediana, e algumas mudanças de ritmo se fazem presente. E ouçam bem que ótimo refrão, e como os vocais estão se encaixando bem, usando uma bela diversidade de tons.

Red Death - O início é com uma bela debulhada do baixo, lembrando quase que um toque de música oriental. Mas logo surge uma música com aquele peso e força aos quais todos que conhecem a escola norte-americana do gênero estão acostumados. E novamente um refrão marcante e de fácil assimilação, além de riffs raçudos. E uma bela esmerilhada de "Metal" Mike no solo.

The Quest - Um teclado macio começa a música, que vai evoluindo até virar uma canção pesada e cheia de belas melodias, mas sem deixar de ser agressiva. E uma bela exibição de vocais e corais. 

The Outsider - Uma das faixas mais pesadas do CD, começando um ritmo um pouco mais refreado, embalando nossas cabeças, que não param de balançar, mas logo ganha mais velocidade e vai energizando a todos. Refrão e cozinha perfeitos mais uma vez.

Masada - Um leve dedilhado em cordas limpas vai dando início a esta canção, que é uma linda e introspectiva balada pesada. E vocais mais macios mostram o quanto Alan é versátil. 

Silent Assassins - Riffs agressivos e pesados à lá serra elétrica começam uma música mais veloz (embora existam mudanças de ritmo aqui e ali), cheia de peso e empolgação. É um dos grandes momentos do disco.

Ragnarok - Mais e mais energia, e novamente temos uma música com aquele jeitão "American Heavy Metal", apenas com um ritmo um pouco mais comportado e em velocidade mediana. Mas há momentos de pura instigação, com vocais muito bons novamente, além de um solo absurdo (Mr. Romeo realmente é um dos melhores guitarristas do mundo atualmente).

The Progeny - Intensa, azeda e cadenciada. É aquela música mais climática, densa e cheia de peso. E a cozinha rítmica mais uma vez mostra-se muito bem.

Oath of Honor - Fechando o disco, um gigante de mais de 11 minutos de duração, mas cheia de momentos diferentes e muitas mudanças. O baixo começa com dedilhados inspirados, seguidos de riffs ganchudos e um trabalho vocal excelente (reparem nos corais bem encaixados). Outro grande momento do CD, que apesar de longa, não nos deixa entediados. E como os solos são excelentes, mostrando o contraste dos estilos de "Metal" Mike e Michael Romeo.

Um excelente disco, que merece uma versão nacional, com toda certeza, pois o disco é ótimo. E esperemos que este não seja único, que venham outros!






Músicas:

1. Apocalypse Rider 
2. Red Death 
3. The Quest 
4. The Outsider 
5. Masada 
6. Silent Assassins 
7. Ragnarok 
8. The Progeny 
9. Oath of Honor


Banda:

Mike LePond - Baixo, guitarra rítmica, backing vocals 
"Metal" Mike Chlasciak - Guitarra solo em 2, 4, 6, 7, 8, 9
Michael Romeo - Teclados, guitarra solo em 1, 3, 4, 6, 7, 9
Alan Tecchio - Vocais, backing vocals 


Contatos:

DOOMSDAY HYMN: confira 'guitar session' da música 'Levante e Viva'





Depois de um 2015 movimentado, o quinteto DOOMSDAY HYMN não demonstra vontade de tirar o pé do acelerador!

Agora a banda lançou uma 'guitar session' feita pelo guitarrista Karim Serri para a música 'Levante e Viva', faixa nº03 do seu aclamado CD 'Mene Tequel Ufarsim' e que pode ser vista no link a seguir: 


Levante e Viva Guitar Session
Depois de um 2015 movimentado, o quinteto Doomsday Hymn não demonstra vontade de tirar o pé do acelerador !Agora a banda lançou uma 'guitar session' feita pelo guitarrista Karim Serri para a música 'Levante e Viva', faixa nº03 do seu aclamado CD 'Mene Tequel Ufarsim'.Karim utilizou uma Ibanez RGD2127 ( com Bare Knucle - Miralce Man) plugada em um Pedal Ibanez TS9X e em um amplificador Peavey 6505 conectado a uma caixa Carvin 2x12 V30. O vídeo foi feito nas dependências do SIlent Music Studio, com edição a cargo do próprio guitarrista.
Publicado por Doomsday Hymn em Terça, 12 de janeiro de 2016


Karim utilizou uma Ibanez RGD2127 (com Bare Knucle - Miralce Man) plugada em um Pedal Ibanez TS9 e em um amplificador Peavey 6505 conectado a uma caixa Marshall 1960 A. O vídeo foi feito nas dependências do SIlent Music Studio, com edição a cargo do próprio guitarrista.


Fonte: Lex Metalis

MACACOS ME MORDAM: novo videoclipe lançado!





E o mais novo clipe do MMM está no ar! Uma produção impecável da Reboot Produções, que captou muito bem a banda ao vivo e as manobras radicais do biker Bruno Crespo “Dogão”. “Neurótico” foi gravado na Soul Pixta no RJ, onde o MMM participou de um evento comemorativo de dois anos a Soul Pixta no dia 29/08/15, com a Reboot captando as imagens ao vivo, assim como só a banda e do biker Bruno, em uma edição que permeia a energia do Punk/HC.

Chega de enrolação e confira o clipe de “Neurótico” agora mesmo:



Links Relacionados:

Twitter: @macacosrj
Instagram: @macacosmemordamrj


SHINIGAMI RECORDS: Nova rifa em prol de animais abandonados




Novamente a Shinigami Records está patrocinando uma rifa para ajudar o trabalho voluntário de Elenice Coppe que, desde 2004, resgata animais abandonados e vítimas de maus tratos, o que implica em despesas altas em ração, veterinários e hospedagem.

Cada número custa R$ 20,00 e o sorteio será realizado pela Loteria Federal assim que todos os números sejam adquiridos.

Os prêmios são:
1º, 2º e 3º prêmios – 1 Kit de Nightwish contendo 1 CD ‘Oceanborn’, 1CD ‘Angels Fall First’, 1CD ‘Wishmaster’, 1CD ‘Over the Hills and Far Away’, 1CD ‘Endless Forms Most Beautiful’, 1 CD ‘Elán’ autografado, 1 Palheta com o logo e 1 Bandeira oficial da banda.

A Shinigami Records e Elenice Coppe agradecem profundamente a Eric de Haas da Dynamo Records que colaborou com os EP Elán, as palhetas e as bandeiras para a rifa.

Escolha o seu número (de 00 a 99), deposite o valor na conta da sua preferência e envie o comprovante e o número escolhido por e-mail (press@shinigamirecords.com) ou por Facebook (http://shinigamirecords.us7.list-manage2.com/track/click?u=146e175f180df2566567b17b9&id=74c1ba3034&e=f16a6b72ce)

Dados para depósito:

Banco Bradesco
Agência: 2565
Conta Poupança: 1020865-3

Banco Santander
Agência: 0328
Conta Corrente: 01035197-1

Banco Itaú
Agência: 7207
Conta Poupança: 18186-3/500

Elenice também recebe doações de: rações, remédios, jornais, roupinhas, caminhas e cobertas, produtos de limpeza e/ou roupas para o seu bazar. Toda ajuda é muito bem-vinda, pois as despesas são muito grandes. Conheça mais sobre o trabalho dela no blog http://shinigamirecords.us7.list-manage1.com/track/click?u=146e175f180df2566567b17b9&id=47c7b5d257&e=f16a6b72ce.

BOA SORTE!!!!


HICSOS: gravará um dos últimos shows para o DVD em Nova Iguaçu





A banda carioca HICSOS é uma das atrações confirmadas no Zona Thrash Festival, que acontece no dia 16 de janeiro, a partir das 22 horas, na Posse em Nova Iguaçu (RJ). O evento, que também conta com as bandas Soul Sick e Vox Mortem, tem seus ingressos no valor de R$ 10,00 (até às 23 horas no dia do festival) e R$ 15,00 (após as 23 horas).

A apresentação do HICSOS no Zona Thrash Festival será gravada para o seu DVD documentário comemorativo aos 25 anos da banda.

Mais informações podem ser conferidas a seguir:


Dia: 16/01/2016 (sábado)
Local: Av. Henrique Duque, Est. Mayer, 350
Posse, Nova Iguaçu (Próximo a 58º DP)
Horário: 22 horas
Ingressos: R$ 10,00 (até às 23 horas)
R$ 15,00 (após 23 horas)


A banda carioca HICSOS se prepara para lançar o seu próximo trabalho que, desta vez, se trata de um DVD documentário contando a história dos 25 anos do grupo.

Além do depoimento de sua atual formação, o trabalho comemorativo traz entrevistas com todos os músicos que já passaram pelo HICSOS e mais algumas pessoas importantes da cena Metal, que fizeram parte da trajetória da banda – como Marcelo Pompeu (Korzus), Airton Diniz (Roadie Crew) e Fabio, do Garage (R.I.P). O DVD também conterá imagens imagens de desde 1990 até os dias atuais, mostrando que o Hicsos é a banda carioca que está mais tempo na ativa, sendo que nunca esteve parada em todos estes anos.

O HICSOS também segue divulgando o seu último álbum, “Circle Of Violence”, lançado em 2013. O disco mantém a parceria com a dupla Marcelo Pompeu e Heros Trench (Korzus), que dessa vez masterizou e mixou no Mr. Sound Studio.

Atualmente, o HICSOS é formado por Marco Anvito (vocal/baixo), Alexandre Carreiro (guitarra), Celso Rossatto (guitarra) e Marcelo Ledd (bateria).

A música “Needles”, presente em “Circle Of Violence”, pode ser conferida a seguir:



Acompanhe o HICSOS nas redes sociais:


POP JAVALI: segundo site, banda foi a "grande surpresa" de festival na Alemanha



A apresentação no Razorblade Festival fez parte da turnê europeia da banda que também incluiu shows na Inglaterra, Suíça, Itália e Holanda (Foto: Susi dos Santos)

No último mês de Outubro, o power trio de hard/heavy POP JAVALI realizou sua primeira turnê europeia. Foram ao todo nove shows por quatro países: Milão na Itália, Worblaufen na Suíça, Londres na Inglaterra, Hamburgo (dois shows) e Oer-Erkenschwick na Alemanha, além de Sneek, Drachten e Amsterdã na Holanda.

De volta ao Brasil, os músicos trouxeram na bagagem não apenas mais experiência, cultura, novas amizades e a sensação de um sonho realizado, mas, sobretudo, uma emoção sem precedentes por ter sua música bem recebida do outro lado do oceano. 

Provas da excelente recepção que Marcelo Frizzo (baixo/vocal), Jaéder Menossi (guitarra) e Loks Rasmussen (bateria) tiveram no velho mundo estão espalhadas pela imprensa musical europeia. O The Pit, um dos sites especializados mais respeitados da Alemanha, publicou em sua cobertura do Festival Razorblade que o Pop Javali foi, "sem dúvida, a grande surpresa do festival".

Alguns dos próprios produtores dos shows que o POP JAVALI realizou na Europa também fizeram questão de atestar o quanto o power trio brasileiro foi bem recebido por onde passou.

Foto: Eliton Tomasi
"Esses caras são ótimos! O público foi infectado pelo seu entusiasmo e eles convenceram com sua simpatia, bondade e a força de vontade para fazer um rock 'n' roll bom pra c****", declarou, por exemplo, a produtora Evelyne Balsiger, responsável pelo show que o grupo fez na Suíça.

Bart Schaaphok e Lennart Wardekker, organizadores do Sneker Metal Meeting na Holanda, também não esconderam sua satisfação com relação ao trabalho do POP JAVALI. "O som deles é como mágica, é tocante e emocionante. É pesado, mas ainda sim melódico e pode ser apreciado por muita gente. A banda perfeita para o Sneker Metal Meeting."

Vivendo em Londres desde o fim da década de 80, o respeitado produtor cultural e radialista brasileiro Antonio Celso Barbieri, figura importantíssima para o cenário do rock no Brasil, prestigiou o show que o Pop Javali realizou no Cart And Horses, histórico pub do bairro de Stratford onde o Iron Maiden se apresentava com frequência no início de carreira.

"Fiquei realmente surpreso com a técnica e a complexidade dos arranjos... Saí do pub impressionado!" , declarou Barbieri ao fim do show.

Outra figura importante que prestigiou o show do POP JAVALI no Sneker Metal Meeting, foi o produtor cultural Jochen Lumeij, responsável pela edição holandesa do Wacken Metal Battle.

"Eu fui para ver o POP JAVALI, que foi colocado como headliner do festival. Os três músicos são de nível mundial. A maneira divertida com que tocaram contagiou a plateia de imediato. Em instantes eles já conquistaram a todos, incluindo a mim. Se tiver a chance, vá assisti-los. Você não vai se arrepender! Esses caras detonam. Ótimas músicas progressivas com aquele toque 'old school' de bandas como Van Halen, por exemplo. O show valeu minha viagem!"

Alguns shows da turnê europeia do POP JAVALI foram gravados e a banda pretende lançar um disco ao vivo em 2016 para consolidar o sucesso dessa primeira experiência pela Europa. 

Até lá, a banda segue divulgando seu mais recente trabalho de estúdio, "The Game Of Fate", que foi produzido pelos irmãos Andria e Ivan Busic do Dr. Sin. O disco rendeu ao Pop Javali três indicações entre os Melhores de 2014 na votação realizada entre os leitores da revista Roadie Crew (Melhor Álbum, Melhor Baixista e Melhor Baterista), além de declarações como: "Um dos melhores álbuns de Hard/Heavy dos últimos anos." (Roadie Crew); "O Pop Javali veio para marcar seu nome na história do rock brasileiro." (Dossiê do Rock); "A qualidade da banda está praticamente em tudo." (Arte Metal); "Recomendadíssimo!" (HeavynRoll). 


Mais Informações:



Fonte: Som do Darma
Informações para a Imprensa
A/C Eliton Tomasi 
(15) 3211-1621

Revista Rock Meeting Nº 76 no ar




Feliz ano novo galera!
2016 já chegou e temos edição nova!
Já baixou Rock Meeting Collection Vol. 3?
É uma coletânea somente com as bandas do Nordeste.
E disponível para download gratuito - http://bit.ly/RMCollectionVol3

# Nesta edição #

Capa: Decomposed God
Coluna – Perfil RM com Éder Macedo (A Sorrowful Dream) | Lapada
News – World Metal 
Entrevista – Malkuth | Empire of Souls | Peso Morto | Jailor
Especial – Lemmy Kilmister



Você não viu as edições anteriores?
Veja todas as edições - http://issuu.com/rockmeeting


Fonte: Rock Meeting

Manifesto Bar: confira as atrações do fim de semana de 15 a 17 de janeiro




O final de semana de 15 a 17/01 segue com homenagens no Manifesto Bar. Na sexta (15), se apresentam Hatematter, Bruce Dickinson Tribute (Children of The Beast) e Judas Priest (Hell Patrol). A banda Hell Patrol, que presta tributo ao Judas Priest, fará um show relembrando a primeira apresentação do grupo inglês no Brasil, ocorrida a 23 de janeiro de 1991. Assim, o repertório escolhido por Tuco Adinolfi (vocal), Flavio Souza e Guilherme Giacomini (guitarras), Gerson Pollo (baixo) e Marcus Castellani (bateria) será o mesmo que o Priest apresentou na segunda edição do "Rock in Rio": Hell Bent for Leather, Grinder, The Hellion/Electric Eye, All Guns Blazing, Metal Gods, The Ripper, Beyond the Realms of Death, Victim of Changes, Painkiller, The Green Manalishi (With the Two Prong Crown), Breaking the Law, Living After Midnight e You've Got Another Thing Comin'. O programa ainda contará com a conhecida Children Of The Beast que, na ocasião, fará o seu tributo aos clássicos da carreira solo de Bruce Dickinson. A abertura ficará a cargo do Hatematter, que apresenta sua nova formação e promove o segundo álbum, "Foundation". O material, produzido por Brendan Duffey e que traz arte de capa assinada pelo ilustrador Harald Stricker, é parcialmente baseado na trilogia clássica "Fundação", de Isaac Asimov – eleita, em 1966, a melhor série de ficção científica de fantasia de todos os tempos.

No sábado (16), será a vez da "Eternal Legends Night", com Dio Tribute (Heaven and Hell) e Motörhead Cover (The Hammer), em uma noite para celebrar a memória dos saudosos Lemmy Kilmister, Phil Animal Taylor e Ronnie James Dio. "Lemmy esteve quatro vezes no Manifesto e Mikkey Dee chegou a tocar algumas vezes na casa. Além disso, os membros da equipe da banda sempre passam por aqui. Além de um ícone, ele sempre se mostrou à vontade no Manifesto", recorda Silvano Brancati, um dos proprietários.

No domingo (17), a casa abre às 18h para a segunda semifinal do "Manifesto Tribute Fest".

 
O Manifesto Bar fica na rua Iguatemi, 36, no bairro do Itaim Bibi, em São Paulo. Fone: (11) 3168-9595. Aceita cartões: Visa, Mastercard e Dinners / Débito (Visa Electron, Maestro, Rede Shop). Censura: 16 anos. Possui acesso a deficientes, ar condicionado e wi-fi. Site: manifestobar.com.br

Confira a agenda completa de janeiro do Manifesto:
15/01 – 22h – Bruce Dickinson Tribute (Children of The Beast), Judas Priest (Hell Patrol) e Hatematter
16/01 – 22h – "Eternal Legends Night": Dio Tribute (Heaven and Hell) e Motörhead Cover (The Hammer)
17/01 – 18h – Segunda Semifinal do "Manifesto Tribute Fest"
22/01 – 22h – Pearl Jam Cover (Lost Dogs) e Foo Fighters Cover (Skin and Bones)
23/01 – 22h – Zakk Wylde Book of Shadows Cover, Black Label Society Cover (Motherfuck Society) e Megadeth Tribute (Masterpiece) – Festa de lançamento de "Dystopia", novo álbum do Megadeth
30/01 – 18h – Antidemon
30/01 – 22h – Metallica Tribute (Damage Inc.) e AC/DC Cover (Dirty Jack)
31/01 – 18h – Grande Final do "Manifesto Tribute Fest"


Fonte: ASE Music
A/C Ricardo Batalha

BRASIL HEAVY METAL: confira o vídeo "Contribua agora" e participe deste movimento!





O filme “Brasil Heavy Metal”, dirigido por Ricardo “Micka” Michaelis, está com uma campanha de crowdfunding disponível para financiar a reta final de lançamento do filme.


Confira um vídeo exclusivo explicando como você pode participar:


O documentário histórico “Brasil Heavy Metal” que se tornou um longa-metragem contará a história de dois adolescentes que atravessam a década de 1980 e vivem experiências, preconceitos e o surgimento de um novo comportamento e atitude. Um mix de dramaturgia e documentário, o filme abordará o momento político, social e cultural do Brasil no período entre 1980-1989 através de um profundo trabalho de pesquisa sobre o nascimento e desenvolvimento do Heavy Metal no país.


Ao contribuir com o projeto, você pode receber desde um agradecimento nas redes sociais do filme, camisetas, bottons, até box exclusivos de prêmios e nome nos créditos no filme. A lista de contribuições e recompensas pode ser vista no site da campanha.


Confira o trailer oficial do filme e participe:




Informações para imprensa: damaris@hoffmanobrian.com.br


Fonte: Hoffman & O'Brian
A/C Damaris Hoffman
www.hoffmanobrian.com.br
Email: damaris@hoffmanobrian.com.br
Cel: +5511-987916446