26 de jan de 2017

BRAZIL METAL TRIBUTE: aberto processo de seleção de bandas para o projeto


A MS METAL AGENCY BRASIL orgulhosamente apresenta o seu mais novo mega projeto confirmado para o ano de 2017, envolvendo todos os seus artistas.

O projeto consiste no lançamento de um álbum, nos formatos físico e digital, em homenagem aos grandes ícones do Metal brasileiro, através de releituras dos grandes clássicos de bandas como Angra, Viper, Sepultura, Andre Matos, RDP, Krisiun, Overdose, Volkana, entre outros.

O referido trabalho será lançado no segundo semestre de 2017, através da MS Metal Records, com distribuição no Brasil e Europa pela Voice Music e MS Metal Records Europa.

O processo oficial de seleção terá seu início no próximo dia 28 de janeiro. Para mais informações sobre este e outros lançamentos, basta entrar em contato com a empresa através do e-mail contato@msmetalagencybrasil.com.

Para mais informações sobre as atividades dos clientes da empresa, basta entrar em contato com a MS Metal Press através do e-mail contato@msmetalagencybrasil.com.

SILVER MAMMOTH: vocalista conta mais detalhes sobre os novos trabalhos da banda


A banda paulista SILVER MAMMOTH confirmou que os trabalhos de gravação dos seus dois novos singles, que serão lançados classicamente em Vinil, estão em fase final de produção.

O vocalista Marcelo Izzo, disponibilizou um breve depoimento, falando da sua paixão pelo som analógico, especialmente sobre sua mega coleção de Lp´s, compactos, k7´s, fitas de rolo, quadros, e sons vintange. Izzo conta, “que a ideia era fazer ‘Mindlomania’ em vinil, mas como o relacionamento com a MS Metal Records é de uma reciprocidade ímpar, aceitou o convite do selo de lançar o álbum primeiramente em CD. Confesso que fiquei muito contente com as vendas do disco, sendo ele líder de vendas do selo durante grande parte do ano, e isso é muito satisfatório quando se lança um novo trabalho, especialmente no formato de ‘Mindlomania’, que se trata de um álbum conceitual”.

Marcelo continua seu raciocínio, desta feita tendo como foco os novos trabalhos: “A ideia desses dois singles, era de serem lançados como bônus tracks em ‘Mindlomania’ no Reino Unido, onde saímos em algumas revistas importantes. Graças a duas músicas que tivemos em rádios por lá, ‘The time Has Come’ e ‘Shock Therapy’, mas o selo acabou adiando o projeto, e como já havíamos iniciado o processo de composição, resolvemos lançar além do formato digital, em Vinil Single 7. Esperamos que nossos fãs e seguidores curtam a ideia e iniciativa, pois fazer um projeto independente nesse formato, nos dias de hoje, é bem complicado”. 

Os dois singles inéditos da banda paulista SILVER MAMMOTH, além de terem seus lançamentos confirmados em Vinil, contarão com distribuição mundial, no seu formato digital, conduzida pela Onerpm.

A produção do material conta com a assinatura de Marcelo Izzo, e a gravação, mixagem e masterização serão conduzidas por Andria Busic (Dr.Sin), um dos mais renomados profissionais do país.

Para mais informações sobre as atividades da banda SILVER MAMMOTH e dos demais clientes da empresa, basta entrar em contato com a MS Metal Press através do e-mail contato@msmetalagencybrasil.com.

KREATOR - Gods of Violence (CD+DVD)


2017
Nacional

Nota: 10,0/10,0


Tracklist:

Disco 1 (CD) - "Gods of Violence":

1. Apocalypticon
2. World War Now
3. Satan is Real
4. Totalitarian Terror
5. Gods of Violence
6. Army of Storms
7. Hail to the Hordes
8. Lion with Eagle Wings
9. Fallen Brother
10. Side by Side
11. Death Becomes My Light
12. Earth Under the Sword (faixa bônus)


Disco 2 (DVD) - "Live at Wacken 2014":

1. Mars Mantra
2. Phantom Antichrist
3. From Flood Into Fire
4. Warcurse
5. Endless Pain
6. Pleasure to Kill
7. Hordes of Chaos
8. Phobia
9. Enemy of God
10. Civilization Collapse
11. The Patriarch
12. Violent Revolution
13. United in Hate
14. Flag of Hate / Tormentor


Banda:



Mille Petrozza - Vocais, guitarras
Sami Yli-Sirniö - Guitarras
Christian "Speesy" Giesler - Baixo
Ventor - Bateria


Contatos:



Texto: Marcos “Big Daddy” Garcia


Poucas vezes na história da raça humana, o mundo viveu um período de tanto ódio, tanta violência exposta...

Houve uma polarização, as pessoas perderam a vontade de debater, de conversar, de compreender-se mutuamente, evitando os conflitos. E cada vez mais, a corrupção dos governos, o extremismo religioso, a dualidade entre a “political correctness” que se transforma em discurso de ódio contra outras formas de pensar.

Talvez o mundo esteja próximo de mais uma guerra, onde os Deuses da Violência se fartaram com o sangue de inocentes e culpados, bons e maus, corruptos e íntegros, quando a raça humana, enfim, estiver sepultada em um misto de caos, morte e aniquilação...

E é isso que move o quarteto alemão KREATOR, um dos membros do trio de ferro do Thrash de seu país. E depois de “Phantom Antichrist”, que dividiu a opinião de fãs e crítica, eles retornam com “Gods of Violence”, seu mais recente álbum, que tem lançamento nacional pela Shinigami Records / Nuclear Blast Brasil.

Alguns saudosistas irão reclamar um pouco (é o melhor que eles podem fazer mesmo, então, já não incomodam mais), já que o quarteto segue o mesmo estilo que já estão fazendo desde “Hordes of Chaos”, ou seja, o uso de melodias bem definidas e limpas em meio ao caos Techno Thrash Metal que eles desencadeiam. Só que neste disco, a fórmula encontrou seu ponto de equilíbrio perfeito, onde eles mostram uma inspiração musical sólida. Óbvio que o grupo sabe bem o que faz, pois a experiência de mais de 30 anos fazendo o estilo, mais a solidez da formação atual (que está junta desde 2001, quando a banda retornou ao estilo que os consagrou), e uma capacidade bem particular deles: continuam sendo criativos e ousados. Um traço de quem é realmente grande e sem medo, e que odeia cair no ponto comum.

A produção, gravação e mixagem são de Jens Brogen, um dos produtores mais requisitados do Metal nos últimos anos, tendo Tony Lindgren na masterização. E mais uma vez, ele faz um trabalho perfeito. 

A sonoridade de “Gods of Violence” é perfeita, clara e com uma agressividade opressiva, mas fluida e limpa. Isso porque além dos timbres instrumentais estarem ótimos, o equilíbrio sábio entre tons graves, médios e agudos (algo bem raro em termos de Metal) está no ponto. Moderno, pesado, agressivo, sem obliterar as melodias.

A arte da capa é fenomenal mais uma vez, com um trabalho belíssimo de Jan Meininghaus. E isso em um belíssimo formato Digipack, que a Shinigami Records fez questão de reproduzir perfeitamente. E a versão norte-americana tem capa exclusiva de Marcelo Vasco, da PR2design.

Mille continua com sua voz esganiçada, longe do rasgado nasalado de outrora, mas eficiente. E tanto ele como Sami estão excelentes nas guitarras, com riffs pesados, técnicos e instigantes, e solos e partes melodiosas ótimas. E a base rítmica de Christian (baixo) e do veterano Ventor (bateria) é pesada, segura e com boa diversidade técnica. E junção desses quatro, mais a inspiração que transpira das músicas, os arranjos precisos e melodias bem encaixadas tornam “Gods of Violence” um dos melhores discos do ano. Talvez até mesmo seja um destaque na discografia do grupo.

“Apocalypticon” é uma instrumental mezzo épica, mezzo hino de Guerra, que vai ambientando o fã. E daqui para frente, o KREATOR coloca as cartas na mesa e mostra quem é quem.

A porradaria desenfreada começa na brutal e técnica “World War Now”, com boas mudanças de ritmo, aproveitando bastante da técnica e peso da base rítmica, mas reparem na força do refrão. A seguinte é o arrasa-quarteirão conhecido como “Satan is Real”, um dos vídeos de divulgação do disco, mostrando justamente a versatilidade melodiosa da banda, já que é uma canção densa e com momentos arrastados, onde os riffs melodiosos vão surgindo e dando aquele toque moderno e precioso ao disco. Já em “Totalitarian Terror”, uma pouco da veia sonora de “Enemy of God” dá as caras, devido à rapidez dinâmica e fluida da banda, mas logo ótimos arranjos melodiosos de guitarras dão aquele adorno fundamental, sem mencionar o ótimo refrão e os vocais de primeira. Algumas melodias um pouco mais tradicionais dão o ar da graça em “Gods of Violence”, onde a velocidade nos leva de volta a alguns momentos mais extremos de “Terrible Certainty” (a bateria está perfeita, com alguns riffs de guitarra bem envolventes e técnicos). “Army of Storms” tem aqueles tempos mais climáticos e modernos que o grupo anexou à sua personalidade desde “Violent Revolution”, mas sempre com aqueles elementos mais técnicos tão característicos deles, fora os vocais estarem muito bem encaixados mais uma vez. Um trabalho mais técnico e abrasivo surge em “Hail to the Hordes”, em uma canção prioritariamente cadenciada, onde certo toque de melancolia melódica dá aquele sabor especial à canção, que tem a participação especial de Boris Peifer nas gaitas de fole em alguns momentos. Uma introdução bem amena dá início à um murro melodioso nos dentes chamados “Lion with Eagle Wings”, cheia de melodias modernas e com as guitarras fazendo bonito em riffs e solos. E como não gostar do mix bem sacado de Thrash Old School alemão com toques modernos e boas melodias em “Fallen Brother”? E que refrão do cão de grudento!

Para encerrar o massacre, temos a veloz e bruta “Side by Side” (onde as lições que eles criaram e aplicam desde “Extreme Aggression” estão aqui, em cada mínimo arranjo, em cada toque melodioso) e a maravilhosa “Death Becomes My Light”, que começa bem introspectiva e deprê, mostrando que as lições da fase experimental ainda podem ser usadas sabendo como e quando. Mas logo guitarras à lá NWOBHM surgem em belos temas, alguns momentos mais lentos, e sempre com lindas linhas melódicas permeando a música onde vocais, guitarras, baixo e bateria estão perfeitos. E para dar aquele gostinho aos brasileiros, a versão nacional ainda tem a música bônus “Earth Under the Sword”. Era para ser só da versão japonesa, mas a Shinigami Records bateu o pé e nos presenteou com ela.

O DVD tem a apresentação do quarteto no Wacken de 2014. E para quem já os viu ao vivo, sabe como o grupo causa comoções e moshpits facilmente, mesmo porque o setlist é de primeira, mixando músicas novas como “Phantom Antichrist”, “From Flood Into Fire” e “Enemy of God” com clássicos como “Endless Pain”, “Pleasure to Kill”, e a dobradinha “Flag of Hate”/”Tormentor”. Mas é legal vê-los levando “Phobia”

Top 10 mais que justo, e se você é daqueles que ainda chora por “Endless Pain”, “Pleasure to Kill” ou outros do passado, pode continuar chorando, pois o choro é livre e gratuito no Brasil. Aliás, você não faz falta mesmo...

Ainda soberanos, ainda ousados, ainda criativos. Ou seja, ainda é KREATOR mais que suficiente para calar a boca de detratores, especialmente aqueles que os copiam, achando que a criatura pode tomar o lugar do criador. E “Gods of Violence” entra entre os melhores de 2017 sem esforço algum.

Obrigado à Shinigami Records e à Nuclear Blast Brasil por torna-lo mais acessível a todos nós nessa edição CD+DVD, ainda mais com a música extra!


DARK MESSIAH: Thrashers de Winnipeg lançam debut EP



Vindo da cidade canadense de Winnipeg, o DARK MESSIAH é uma banda que mistura elementos de Metal, Metal e mais Metal para a trilha sonora perfeita para o apocalipse. Seu EP de estreia foi lançado digitalmente em 27 de novembro e está disponível em CD desde o dia 20 de janeiro.


O EP foi produzido e mixado por Matt Copper no Atomic Twenty-Nine Productions, com masterização feita por Jake Sacher e arte da capa por Dallas Duckie Zacharias.

Para ouvir o disco completo, visite:



A versão disital está disponível para compra no iTunes, Google Play, Deezer, Bandcamp.

Saiba mais sobre a banda:

WOSLOM: banda se apresenta no SESC Belenzinho!



Neste sábado o WOSLOM irá se apresentar na capital paulista, mais precisamente no SESC Belenzinho, local que ultimamente vem recebendo bandas de Metal.

“Nossa cena precisa se reinventar e buscar novos espaços. O SESC possui uma agenda cultural muito vasta então temos que aproveitar este espaço para colocar nossa cultura ‘metal’ com acesso a muito mais gente“, comenta o baterista Fernando Oster.

O show faz parte da divulgação do terceiro album da banda, ‘A Near Life Experience’, frequentador de quase todas as listas de melhores do ano publicadas por sites especializados no Brasil e vários no exterior!

A apresentação é sábado com início às 21h30. Os ingressos antecipados já estão sendo vendidos. Mais Informações: http://www.sescsp.org.br/programacao/111236_WOSLOM


Serviço:
Show WOSLOM
Data: 28/01, sábado às 21h30
Local: SESC Belenzinho (Comedoria)
Endereço: R. Padre Adelino, 1000 (Telefone 11 2076-9700)
Ingressos: R$ 20,00 / R$ 10,00 (meia-entrada) / R$ 6,00 (comerciário)
Credenciamento Imprensa: imprensa@belenzinho.sescsp.org.br

Assista aos novos videoclipes da banda:

"Underworld Of Aggression": 



"Lords Of War": 



"A Near Life Experience": 



Sites Relacionados:

Fonte: Metal Media

ELIZABETHAN WALPURGA: baterista é atração do Recifel Metal Drums


O talentoso baterista Arthur Felipe Lira da banda recifense ELIZABETHAN WALPURGA será um dos músicos a se apresentar na segunda edição do festival Recife Metal Drums.

O evento acontece no dia 29 de janeiro, este domingo, no Burburinho Bar na capital pernambucana. Também se apresentam os bateristas Lulu Batera (FireTomb) e Tiago Guima (Terra Prima).

Os músicos farão palestras mostrando técnicas, experiências e dicas para todos os presentes. A entrada é FRANCA!


Já o ELIZABETHAN WALPURGA segue divulgando o recém-lançado debut, ‘Walpurgisnacht’, que está disponível em todas as principais distribuidoras de música digital do mundo. Para adquirir o disco ou ouvir via streaming, procure o álbum em sua plataforma digital de preferência, ou visite um dos links abaixo:


O álbum foi gravado, mixado e masterizado por Nenel Lucena no estúdio Mr. Prog Studio. Já a arte capa ficou nas mãos da empresa Deafbird Design Lab.


Sites relacionados:

Fonte: Metal Media

IN ABSENTHIA: capa e título do novo álbum são anunciados



Caminhando para o lançamento de seu primeiro full-lenght, o IN ABSENTHIA nos apresenta mais detalhes do trabalho.

O álbum foi batizado de ‘Thou Shalt Not Forgive Fate’. A banda comenta a escolha do título:

“Em TSNFF procuramos passar uma dualidade sonora: o fatalismo trágico da realidade que foge ao controle e a atitude odiosa perante tal situação. Enquanto que o primeiro é sintetizado ao longo dos títulos das letras, o segundo é sintetizado através do título do álbum. Assim, a temática gótica ganha uma roupagem mais madura e menos frágil: o destino não deverá ser perdoado!”

Também foi apresentada a capa do trabalho. A arte ficou nas mãos do baixista William Farias.


O lançamento de ‘Thou Shalt Not Forgive Fate’ está programado para entre o final de março e início de abril em uma grande parceria entre os selos Nuktemeron Productions, Odicelaf Records, Impaled Records e The Metal Vox.

O disco também marca a estreia de nova formação, com a presença da vocalista Nany Yates. Para apresentar um pouco do que vem, o IN ABSENTHIA lançou o primeiro single, ‘To Covet The Requiem’:



Sites relacionados:

Fonte: Metal Media

DYSNOMIA: confira novo guitarrista interpretando música do ‘Proselyte’



Recém-anunciado no posto de guitarrista do DYSNOMIA, o talentoso Fabricio Pereira mostra um pouco de sua performance em um novo vídeo lançado pela banda.

O vídeo trata-se de um “Guitar Playthrough” onde Fabricio se junta ao parceiro de guitarra e veterano João Jorge (que também é vocalista do grupo) e ambos interpretam a faixa ‘Ascension’ do álbum ‘Proselyte’.


O álbum ‘Proselyte’ conta com oito faixas e foi lançado em parceria com a Heavy Metal Rock. A produção ficou nas mãos do DYSNOMIA e de Gabriel do Vale. A capa foi feita pelo artista Gustavo Sazes.

Na loja oficial do DYSNOMIA é possível encontrar todo o material oficial da banda, incluindo CDs, camisetas e até mouse pads! Lembrando que o sistema dela funciona apenas em computadores, de mesa e notebooks. Quem quiser também pode entrar em contato com a banda por e-mail, ou mesmo inbox para receber a lista de material.


Além da versão física, o disco também pode ser encontrado em todos os grandes distribuidores do mundo, confira alguns links:



Sites relacionados:

Fonte: Metal Media

TCHANDALA: Iuri Sanson participará do novo álbum



O TCHANDALA não cansa de “rechear” seu novo álbum com alguns dos músicos mais talentosos do mundo.

Depois de anunciar o cantor norte-americano Tim “Ripper” Owens (ex-Judas Priest, ex-Iced Earth) e da talentosa dupla mineira Clarice Pawlow e Renan Fontes, a banda anuncia ninguém menos que um dos grandes vocalistas do Brasil, o gaúcho Iuri Sanson, do Hibria.

Confira o depoimento do músico:


Apesar do foco nos preparativos do aguardado novo álbum, o TCHANDALA prepara mais novidades para celebrar seus 20 anos.

Uma delas é o lançamento da cachaça comemorativa. A bebida, fabricada em Sergipe pela Cachaças Engenho Lyra e envelhecida em barris de carvalho com adição de malte, já está à venda em garrafas de 670ml por apenas R$40,00 + o frete para todo Brasil. Para comprar entre em contato com a banda por e-mail ou Facebook. A edição é limitada!


Sites relacionados:

Fonte: Metal Media

POENITENTIAM: Thiago Boller, da FUG, assina arte do EP “Conspiracy Remains”


A banda catarinense de Death Metal POENITENTIAM lançou recentemente seu EP de estreia. Intitulado “Conspiracy Remains”, o álbum foi disponibilizado na íntegra no YouTube.


A arte gráfica deste material contou com a assinatura de Thiago Boller, da FUG, que vem ganhando cada dia mais destaque no cenário metálico nacional e internacional. Confira a capa do EP “Conspiracy Remains”:


Ouça o álbum “Conspiracy Remains” completo aqui:


POENITENTIAM é formado por:

Vinícius Dias – baixo/vocals
Arthur Macedo – guitarra
Mateus Silva – bateria
Gabriel Soares – guitarra


Contato para assessoria e divulgação: www.sanguefrioproducoes.com/contato

Sites Relacionados:

Sangue Frio Produções: Confira os melhores lançamentos de 2016 segundo à produtora



O último programa do ano de 2016 da SANGUE FRIO PRODUÇÕES, foi marcado pela eleição dos melhores lançamentos do ano.

Dentre estes “melhores do ano” estão as bandas Rigor Mortis BR, Dying Suffocation, Axecuter, Nervosa, Grey Wolf, entre outros. Confira agora a edição de número #027 do Programa Sangue Frio Produções:


Também foi mencionado e tocado no programa, notícias e músicas das bandas MALKUTH, TORTURIZER e DEADPAN.

Confira todos os programas: https://www.mixcloud.com/SangueFrioProducoes/

Sites relacionados:

AXECUTER: banda tem álbuns disponibilizados nas principais plataformas digitais



A banda paranaense de Heavy Metal AXECUTER divulgou nessa semana mais uma novidade, o grupo também se encontra nas famosas plataformas digitais do mundo.

Figurando com os álbuns “Raise the Axe”, “Anthology” e Metal Is Invincible”, o AXECUTER está disponível no Spotify, Deezer, Napster, Groove e Google Play. Saiba abaixo como encontrá-los:


Em outras notícias, a banda lançou recentemente sua nova formação na apresentação do “Stúdio Tenda” com a música “Attack”, além de liberar o lyric vídeo de “In For The Kill”, tudo isso visando divulgar ainda mais o recente split CD com a banda Flageladör, intitulado “Headbangers Afterlife”. Confira:

"In For The Kill" (Lyric Video):



"Attack" (Tenda):


O AXECUTER também confirmou presença na décima primeira edição do Oracílio Rock festival que acontece nos dias 11-12/02/2017, mais informações: http://www.sanguefrioproducoes.com/n/669

Atualmente o AXECUTER é formado por:

DANMENTED – guitarra e vocal
RASCAL – baixo
VERDANI – bateria

Contato para shows e assessoria: www.sanguefrioproducoes.com/contato

Sites relacionados:


DEADPAN: banda está presente na coletânea organizada pelo portal “O SubSolo”



A inovadora banda catarinense DEADPAN está levando seu Death Metal extremamente técnico para os quatro cantos do mundo, seja com turnês, materiais diferenciados – como o comic book lançado recentemente –, movimentação intensa nas redes sociais e agora confirmando presença em mais uma coletânea física, desta vez organizada pelo portal “O SubSolo”.

Apresentando a música “Unmasked Living”, o DEADPAN figurou ao lado de bandas como Red Razor, Demolition, In Soulitary e muitos outros.


Ouça gratuitamente aqui:


Para adquirir o formato físico escreva para: contato@osubsolo.com

Em outras notícias, o DEADPAN, que já trabalha em um novo álbum, lançou em sua conta oficial do YouTube o EP “In Aliens We Trust” na íntegra. Ouça:


Contato para shows e assessoria: www.sanguefrioproducoes.com/contato

Sites relacionados:


GRAVE DIGGER: da Alemanha para Curitiba em Março

Grupo retorna à capital paranaense em 28 de Março, para único show
A banda alemã GRAVE DIGGER é um dos nomes mais conceituados quando o assunto é Heavy Metal. Com mais de três décadas de história, o grupo está na estrada atualmente para divulgar o bem recebido "Healed by Metal", o 21º álbum de sua carreira. 


A turnê do disco chega ao Brasil em março, e mais uma vez Curitiba está na agenda do GRAVE DIGGER. A única apresentação na capital paranaense vai rolar dia 28 de Março, terça, no Music Hall (Rua Engenheiros Rebouças, 1645 – Rebouças). Os ingressos para a única apresentação na cidade estão a venda, no site Ticket Brasil por R$ 100 (pista), R$ 130 (mezanino) e R$ 160 (VIP) - valores de meia-entrada do 1º lote, que devido a grande procura, está quase se esgotando. As bandas de abertura ainda não foram divulgadas.



SERVIÇO


GRAVE DIGGER em CURITIBA
Data: 28 de março de 2017
Local: Music Hall
Endereço: Rua Engenheiros Rebouças, 1645 – Rebouças
Horário: 17 horas (abertura da casa) - 20h30 (show principal)
Ingressos: a partir de R$ 100 (pista-meia)
Organização: Mosh Productions 

Pontos de venda
SEM TAXA DE CONVENIÊNCIA:
Hand & Made Music Shop - Shopping Palladium Curitiba. Fone 41 3212-3223


COM TAXA DE CONVENIÊNCIA:
Dr. Rock – Shopping Metropolitan - Loja 04 - Praça Rui Barbosa, 765. Fone: 41 99828-8500
Túnel do Rock - Rua XV de Novembro, 74 - Centro. Fone 41 3322-4077
Let’s Rock - Praça Tiradentes, nº 106 / Lojas 03 e 04 – Centro. Fone 41 3324-2676
Monstros do Rock - Rua Emiliano Perneta , 30 / Loja 26 – Centro. Fone 41 3022-7786.


*A organização do evento não se responsabiliza por ingressos comprados fora do site e pontos de venda oficiais.

Mais informações: www.moshproductions.com.br

LEANDRO CAÇOILO: divulgado vídeo em música do guitarrista Denison Fernandes



O vocalista LEANDRO CAÇOILO (Seventh Seal, Hardshine, Sancti, Pit Passarell: A Viper Experience, ex-Eterna) acaba de divulgar um vídeo de sua participação em uma música inédita do guitarrista Denison Fernandes. A música se chama “Lands of Freedom” e teve a colaboração dos músicos Bruno Ladislau (Andre Matos, baixo), Tiago de Moura (guitarra) e Eloy Casagrande (Sepultura, bateria).

A música “Lands of Freedom” foi gravada no Creative Studio, em São Paulo, mixada no MM Studio por Lucas Gatti e masterizada por Tommy Hansen no Jailhouse Studios Horsens, na Dinamarca.

Confira o vídeo de “Lands of Freedom”: 


Mais informações:

EDEN SEED: reformulação necessária com grandes músicos


Uma reformulação para um maior crescimento. Assim o EDEN SEED encara este novo momento com a adição dos novos músicos Matheus Mamente (baixo) e Marcos Henrique (bateria), que chegam logo de cara para honrar os compromissos deste começo de ano como as gravações do Debut e de o novo videoclipe que está sendo filmado, e a integração como banda para os próximos shows.

Batemos um papo rápido com Matheus e Marcos onde os mesmos falam de sua entrada para o EDEN SEED, assim como a responsabilidade de já entrar no meio do processo de gravação do vindouro álbum, confira:

Quando o Eden Seed anunciou que estavam procurando novos músicos (baixista e baterista) como surgiu o interesse pela banda?

Matheus: Eu já vinha conversando com a Gisele sobre a possibilidade de gravarmos juntos alguns trabalhos à parte do Eden Seed, que ela tinha interesse em desenvolver. É difícil não se interessar por uma figura tão carismática quanto a Gisele – E além de tudo, ela é excelente musicista! Depois conheci o Cláudio que também é uma pessoa fantástica. Quando soube que não deu certo com o baixista e baterista anteriores do Eden Seed, foi quase um processo natural entrar para a banda.

Marcos: Na verdade, foi um professor de guitarra da escola de música onde eu estudo que me disse que ele conhecia alguém que procurava um baterista, e após acertar alguns detalhes com a Gisele, eu topei participar do teste para a banda.


Ao finalizar os testes, já sentiram que vocês seriam os escolhidos?

Matheus: Já nos entendíamos muito bem nas conversas informais, mesmo sem nunca tocarmos juntos, então eu já sabia que seria uma relação agradável. Mas, claro, a gente sempre fica na dúvida se na hora vai dar certo... Felizmente deu, e fico feliz por estarmos funcionando muito bem como uma banda!

Marcos: Eu fui aceito na banda na hora do teste mesmo, após tocarmos duas músicas. Fiquei surpreso de a decisão ter sido tomada na hora e até achei que eu era o único candidato, mas depois fiquei sabendo que tinha mais um baterista que faria o teste, e que ele simplesmente parou de responder as mensagens da banda e deu um sumiço no pessoal.


Em termos de sonoridade, o que chamou a atenção de vocês no Eden Seed?

Matheus: O que chama muita atenção no Eden Seed é um conjunto de som e imagem. É difícil imaginar uma muçulmana usando burca e ao mesmo tempo tocando thrash metal na guitarra! E eu fico muito feliz pela Gisele ser capaz de quebrar esse paradigma. Além disso, todos têm uma mente aberta a experimentações, e eu acredito que, musicalmente, faremos muita coisa diferente com a banda!

Marcos: Eu gostei bastante do estilo das músicas que me mandaram para fazer o teste. Lembram bastante o estilo de música que eu ouvia quando comecei a tocar bateria e as referências musicais das composições ficam bem claras.


A banda está gravando o Debut e vocês entraram para fechar a formação e contribuir nas composições novas que veem sendo criadas. O que podemos esperar deste novo material?

Matheus: Música pesada, experimentação, boas vibrações e toda a dedicação da banda para que este seja um material único no rock e metal brasileiro!

Marcos: Bom, desde que eu comecei a estudar bateria, eu decidi que eu seria um BATERISTA, e não um cara que toca metal. Então, embora a Eden Seed seja uma banda mais voltada para o thrash metal, esperem bastante linguagem e influência de outros estilos musicais, especialmente nas linhas de bateria!

Links Relacionados:


NEXT TO NONE: banda de Max Portnoy confirma turnê com o Haken na Europa



A banda NEXT TO NONE tem orgulho em divulgar que irá realizar uma turnê com a banda Haken por toda a Europa em 2017. A banda ficou conhecida mundialmente por causa do álbum de Heavy Metal Progressivo “A Light in the Dark”, que recebeu ótimas criticas da imprensa especializada. Confira cartaz com as datas da turnê com o Haken logo abaixo.

Natural de Lehigh Valley, Pensilvânia, nos Estados Unidos, a NEXT TO NONE é atualmente formada por Max Portnoy na bateria, Derrick Schneider na guitarra, Kris Rank no baixo, e Thomas Cuce nos teclados e vocal. A banda foi formada em 2013 e passou vários anos se apresentando ao vivo e escrevendo novas composições. Em 2015, a NEXT TO NONE lançou seu primeiro álbum “A Light In The Dark” através do selo Inside Out Music.

O álbum foi produzido por Mike Portnoy e recebeu muitos elogios pela técnica apurada, que foi criada por uma das bandas mais jovens a invadir o gênero de metal progressivo. O baterista Max Portnoy ganhou o prêmio da revista Rhythm, “Best New Drummer Of 2015″, o que foi um grande feito para sua carreira.


A banda NEXT TO NONE está no estúdio gravando seu segundo álbum. Mais detalhes serão divulgados em breve nas redes sociais do grupo.

Confira a música “Blood On My Hands”: 


Mais informações: 

PAIN OF SALVATION: novo álbum é lançado no Brasil e já é sucesso internacional



A Hellion acaba de lançar no Brasil o novo álbum do PAIN OF SALVATION, “In The Passing Light Of Day”. O novo trabalho está saindo no país em versão digipack exclusiva e com tiragem limitada a 1000 cópias, numa demonstração de respeito da gravadora e da banda para com os fãs brasileiros. Para comprar o novo álbum acesse o site oficial da gravadora no Brasil www.hellionrecords.com.

O PAIN OF SALVATION revela no álbum “In the Passing Light of Day” uma atmosfera inexplicavelmente ligada à doença quase fatal que Daniel passou grande parte do primeiro semestre de 2014 em recuperação. O novo disco tem recebido ótimas críticas na imprensa especializada e está sendo considerado um dos melhores trabalhos de 2017 pelos fãs e também pela imprensa.

Como resultado, o novo álbum de estúdio, que foi produzido por Daniel Bergstrand (In Flames, Meshuggah, Devin Townsend) no Dugout Studio e co-produzido por Daniel Gildenlöw e Ragnar Zolberg, é uma jornada completamente mais escura e apaixonada, e certamente uma das coleções mais ferozes de canções que nasceram no PAIN OF SALVATION até hoje. Tomando a cama do hospital como um cubo narrativo, os temas líricos e musicais tocam em todos os sentimentos conflitantes que percorrem a mente de uma pessoa quando apresentado com a perspectiva da morte e do passar da vida.

Assista os novos videoclipes:

"Meaningless":



"Reasons":


O PAIN OF SALVATION também comemora o fato de o novo álbum estar indo tão bem nos charts mundiais. Para uma banda de Heavy Metal Progressivo este é um feito e tanto e tem que ser comemorado por todos. Confira:

Alemanha: # 28
França: # 70
Holanda: # 86
Itália: # 56
Suiça: # 28
Bélgica: # 82
Suécia: # 42
Suécia (Hardrock álbum charts): # 20
USA (Billboard Heatseekers Chart): # 9

Mais informações:

ATTOMICA: Três Décadas de Puro Metal - Teaser dos 30 anos e novo vídeo ao vivo



Em comemoração de suas 3 décadas de estrada. Neste show a banda registrou grandes momentos e depoimentos dos seus fãs que expressaram a importância e relevância histórica da banda para o metal brasileiro e mundial.

O show aconteceu na cidade de origem do ATTOMICA, São José dos Campos, uma Cidade do Estado de São Paulo, localizada na região conhecida como Vale do Paraíba.

Durante o show a banda executou vários clássicos lançados nas últimas três décadas, como “Marching Over Blood”, “Limits Of Insanity”, “Deathraiser” e músicas mais recentes como “The Last Samurai”, último single da banda.


Marcelos Souza (guitarra/back vocal) falou sobre o que representa estar no ATTOMICA: "Em primeiro lugar é uma honra estar tocando no ATTOMICA que é uma banda de muito respeito, muito fãs e ao mesmo tempo uma responsabilidade grande de poder manter a qualidade."

Argos Danckas (Bateria) falou sobre como é estar diante dos fãs da banda: "aqui é a cidade de origem da banda, é o berço da banda! O prazer de tocar para a galera, para quem é fã da banda, a energia, a vibe de você subir no palco e ouvir aquela galera gritando o nome da banda, é fantástico. 

Andre Rod (baixo/vocal) destacou a importância desse show e da nova geração: "Aqui no Sesc aconteceu o primeiro show da banda e hoje estamos aqui novamente..."

"...e a cada lugar que temos ido temos visto essa molecada, é importante".


Aos poucos cada um desses vídeos serão lançados no canal do Youtube e nas redes sociais da banda.

O primeiro vídeo é um mini documentário e em paralelo a banda disponibiliza o ao vivo de seu último single “The Last Samurai”.

Confira os vídeos:
ATTOMICA - "The Last Samurai" – Live: 



ATTOMICA - "Three Decades – Live" (Teaser): 



A banda que agora está fixa como um trio após a saída de Thiago Donizeth (Guitarra), segue fazendo alguns shows pelo Brasil, mas o foco principal é a preparação e produção do novo álbum previsto para o segundo semestre de 2017.


Fotos por: Felipe Endrehano e Fernando Rodrigues (Pyda Rod).

Siga o ATTOMICA:

A/C Phill Lima