27 de mai de 2017

AXES CONNECTION - A Glimpse of Illumination (Álbum)


2017
Independente
Nacional

Nota: 8,1/10,0


Tracklist:

1. The Meaning of Evil
2. Rearrange Yourself
3. Wisdom is the Key
4. Use the Reason
5. Prepare Your Soul
6. The Gates
7. A Glimpse of Illumination
8. Journey to Forever
9. Skyline
10. The True Connection


Banda:


Márcio Machado - Vocais, teclados
Marcos Machado - Guitarras
Magoo Wise - Baixo
Cristiano “Hulk” Machado - Bateria


Contatos:

Site Oficial:
Twitter:
Youtube:
Instagram:
Bandcamp:

Texto: Marcos “Big Daddy” Garcia


Algumas bandas têm investido bastante energia em sonoridades cada vez mais antigas. Mas os melhores trabalhos são justamente aqueles em que a personalidade dos músicos entra no contexto, permitindo que a música soe viva e atualizada, fugindo de sonoridades bolorentas. E nisso, o Brasil anda bem servido, já que mais e mais grupos estão surgindo, e sem cair na mania de “control+C – control+V” que já encheu a paciência.

Nisso, o quarteto gaúcho AXES CONNECTION mostra toda sua força e potencial em “A Glimpse of Illumination”, seu primeiro álbum.

Tendo na formação músicos experientes no cenário gaúcho, com passagens por nomes como DISTRAUGHT, as raízes do grupo vêm dos anos 90, quando a idéia nasceu, mas como eles foram trabalhando com outras bandas, o AXES CONNECTION só veio a se tornar uma realidade em 2014. E nisso, o cenário nacional ganhou uma banda com um Heavy Metal tradicional nos moldes dos anos 70, onde o que mais importa é o feeling, a inspiração musical, e não o quão rápido e virtuoso se possa tocar. É pesado e intenso, mas cheio de melodias muito bem feitas, envolvente e de fácil assimilação, e acima de tudo: inspirado.

Ou seja: apesar de não ser nada novo em termos musicais, o AXES CONNECTION é ótimo, tem personalidade e muito a dar ao público.

A produção é de Marcos Machado e do grupo, tendo mixagem de Felipe Haider e masterização de Benhur Lima, que garantiram uma sonoridade pesada e que soa bastante orgânica, algo essencial para a música do quarteto. Mas ao mesmo tempo, se percebe uma preocupação com a clareza, logo, se pode entender o que cada instrumento está fazendo. Óbvio que a qualidade poderia ser melhor, mas está em um bom nível. E a arte da capa remete ao título do trabalho, algo óbvio.

Mesmo sem buscar inovar ou renovar o Heavy Metal, o trabalho do AXES CONNECTION é muito bom, cheio de vigor e peso, com arranjos musicais bem feitos, além de muita espontaneidade e feeling, certos toques à lá LED ZEPPELIN e BLACK SABBATH, mas sem copiar quem quer que seja.

Melhores momentos: o peso intenso e melodioso de “The Meaning of Evil” (ótimo trabalho de baixo e bateria), a pegada mais energética e cheia de feeling de “Rearrange Yourself” (destaque para as boas mudanças de timbres dos vocais), a forte e densa “Use the Reason” (reparem bem na força dos riffs, no peso acentuado e leve azedume, além dos solos melodiosos), a levada mais rocker de “Prepare Your Soul” (reparem bem na influência “sabbathica” nas guitarras), o trabalho mais técnico e “grooveado” de baixo e bateria apresentado em “A Glimpse of Illumination” (com seu peso evidente sobre um andamento bem variado), a mais introspectiva “Journey to Forever” com seus arranjos de teclados, onde o feeling e despojo imperam; os toques “noir” de “Skyline” (uma bela instrumental, adornada mais uma vez com belos arranjos de teclados), e a multifacetada “The True Connection”, que em seus nove minutos de duração, permite que o quarteto exiba sua técnica e boas mudanças de ritmo.

O AXES CONNECTION veio para ficar, e “A Glimpse of Illumination” é a mostra de um nome com enorme potencial!


Comentário(s):