18 de out de 2016

METAL SAMSARA: mudanças no sistema de notas de resenhas e explicações


Estamos comunicando aos integrantes de bandas, assessorias de imprensa, ou leitores que o sistema de notas nas resenha do Metal Samsara está sofrendo mudanças a partir de hoje (18/10/2016).

Agora, para atribuição de notas, serão usados 3 quesitos:

Originalidade
Composição
Produção

Cada um deles valerá entre 0 e 10 pontos. No final, a soma dos valores será dividida por 3, e embora tenhamos um número fracionado, está sendo abolido o sistema de notas com valores em forma de fração, e em caso de fracionamento, as notas serão arredondadas para cima (se nas casas decimais após a vírgula o número for maior que 5), ou para baixo (se o número for menor que 5).

Exemplo 1:

- Originalidade: 5
- Composição: 4 
- Produção: 8

(5+4+8)/3 = 17/3 = 5,66666...
6 > 5 => 5,66666... = 6

Exemplo 2:

- Originalidade: 3
- Composição: 2
- Produção: 5

(3+2+5)/3 = 10/3 = 3,33333...
3 < 5  => 3,33333... = 3


Aproveitamos esta publicação para sermos francos: o autor não está se preocupando se um disco será um clássico ou não. Sou um escritor, não um discípulo de Nostradamus, logo, não tenho como prever se um disco será considerado clássico de um gênero, pois somente o tempo pode fazer tal afirmativa. E nem desejo parecer arrogante ao tratar com um disco hoje como um clássico, e amanhã ele estar quase esquecido.

Exemplificando: execrados pela crítica especializada, "Seven Churches" do POSSESSED, "Apocalyptic Raids" do HELLHAMMER, "Bathory" e "The Return..." do BATHORY, e o próprio "Black Sabbath" do BLACK SABBATH se tornaram clássicos absolutos, receitas de como se fazer seus respectivos estilos. E discos aclamados pela crítica foram relegados ao esquecimento ou apenas se tornaram "cult" dentro do underground. 

Um bom exemplo do último caso é "Open the Gates", do MANILLA ROAD. Este disco recebeu críticas muito positivas, inclusive com notas máximas. Não entro no mérito dele ser um ótimo disco (ele o é, de fato), mas não chegou a se tornar uma pedra angular de um subestilo do Metal.

Ou seja: não é uma nota 10 ou 1 que fará um disco um clássico, mas apenas o tempo pode fazer este julgamento.

No mais, esperamos de todos a compreensão, pois esta medida visa evoluir ainda mais o Metal Samsara.


Texto: Marcos "Big Daddy" Garcia

Comentário(s):