20 de jun de 2017

MAGISTER - The Art of Changes (Álbum)


2017
Nacional

Nota: 9,1/10,0

Tracklist:

1. The Endless Path
2. Over the Rainbow
3. Close to the Secrets
4. The Art of Changes
5. Getaway
6. Shadows of a Dream: I. Cold Fever
7. Winding Star
8. Unfolding Memories
9. Massacre - Part 2: The Shining
10. Salvation Song


Banda:


André Evaristo - Vocais, guitarras
Kleber Fabianni - Guitarras
Lineker Andrade - Baixo, vocais
Pedro Alzaga - Bateria


Contatos:

Site Oficial: 
Twitter: 
Youtube: 
Instagram: 
Assessoria: http://www.facebook.com/DunnaRecords (Dunna Records)


Texto: Marcos “Big Daddy” Garcia


E de novo, temos um trabalho do quarteto paulista MAGISTER em mãos. Sim, mesmo depois do relançamento de “The Magister” ano passado, eles retornaram bem rápido e vieram com seu mais recente disco, chamado de “The Art of Changes”.

O que se houve no disco transpira o título: é uma obra de arte em que o enfoque musical é a mudança. Sim, pois a abordagem do quarteto do Heavy Metal tradicional com forte influência da escola germânica é bem incomum. Experimental e moderno, mais ainda assim, com claras raízes fincadas na melodia e peso do Metal tradicional, o quarteto sabe soar completamente diferenciado em todos os momentos, com arranjos muitas vezes inesperados para o ouvinte. Mas apesar disso (que para muitos conservadores de plantão é algo pecaminoso), é impossível não ser seduzido, pois a banda sabe colocar cada refrão de suas músicas de uma forma envolvente, que se ouve e não se esquece mais.

Ou seja: “The Art of Changes” é um puta disco, verdade seja dita.

“The Art of Changes” foi gravado em 2002 no Creative Studios, tendo produção de Ricardo Nagata (que faleceu em 2002). Mas para este lançamento, o álbum foi remasterizado por Gustavo Scremin no Greenhouse Studios em 2016. O resultado é que não parece um disco antigo, mas gravado recentemente, apesar da crueza que remete ao início da década passada. E se consegue entender tudo que a banda está tocando, sem que o equilíbrio entre peso e clareza seja afetado.

A capa, antenada com o título do disco, foi elaborada por Emerson Maia e finalizada por João Duarte. E ficou muito boa, com belos contrastes de cor.

Prestando homenagem ao guitarrista Fernando Sayeg (que faleceu em 2014), “The Art of Changes” vem para conquistar o ouvinte. É criativo e envolvente, diferente e requintado. Óbvio que muitos podem não gostar do disco (direito de todos), mas não se pode negar seu valor. E chega em muito boa hora.

Melhores momentos:

“The Endless Path” - Cheia de efeitos em seu início, logo surge um crescendo de riffs velozes e melodiosos. Mas a canção é cheia de mudanças de andamentos, é pegajosa e rica em belíssimas linhas melódicas.

“Over the Rainbow” - Outra rica em melodias de primeira, apenas com um ritmo não tão acelerado. Baixo e bateria mostram seu peso e eficiência, enquanto o refrão vai seduzindo o ouvinte.

“The Art of Changes” - Pesada, densa e cheia de contrastes entre peso e momentos mais introspectivos. Aqui, os vocais fazem um trabalho ótimo, e durante toda a canção (reparem em uns arranjos suaves bem interessantes).

“Getaway” - Aqui, a riqueza de arranjos e momentos díspares entre si é grande. Mas a pegada envolvente, ganchuda e deliciosa nos seduz com maestria. Se deixem seduzir por este mix de tantos arranjos diferenciados e não se decepcionarão.

“Unfolding Memories” - Alguns arranjos de guitarra no início remetem diretamente à algo que o CARCASS fez em “Heartwork”, ou seja, a junção de peso com melodia e alguma dose de agressividade salutar aos ouvidos. Mas logo a canção ganha uma pegada próxima ao Power Metal clássico, onde o destaque absoluto são as guitarras, que despejam riffs técnicos e belas melodias.

“Salvation Song” - As melodias vocais e das guitarras são belíssimas, e embora a faixa alterne momentos rápidos com outros mais focados no peso, temos um refrão de primeira e um trabalho de primeira de baixo e bateria.

O MAGISTER acerta a mão em mais um ótimo disco, e “The Art of Changes” é um lançamento que merece todo apreço.

Ah, sim: “The Art of Changes” pode ser adquirido nas plataformas digitais abaixo.

Google Play - http://bit.ly/2tERKZm

Comentário(s):