20 de ago de 2016

GAMMA RAY - Heading for the East (Anniversary Edition) (Duplo ao vivo)


2016
Shinigami Records / earMUSIC 
Nacional

Nota: 9,0/10,0


Músicas:

CD 1:

1. Intro
2. Lust for Life
3. Heaven Can Wait
4. Space Eater
5. Free Time
6. Who Do You Think You Are?

CD 2:

1. The Silence
2. Save Us
3. I Want Out
4. Ride the Sky/Hold Your Ground
5. Money
6. Heading for Tomorrow


Banda:


Ralf Scheepers - Vocals
Kai Hansen - Guitarras, vocais
Dirk Schlächter - Guitarras
Uwe Wessel - Baixo
Uli Kusch - Bateria


Contatos:




Texto: Marcos "Big Daddy" Garcia


E como o GAMMA RAY andou completando 25 anos de atividade ano passado, eis mais uma edição especial de aniversário.

Mas há uma diferença entre "Heading for the East" que todos conhecem, e este lançamento: antes, não existia lançamento em CD, só em VHS ou DVD. Mas agora, finalmente, temos em um CD duplo ao vivo, e com aquela mãozinha providencial da parceria da Shinigami Records com a earMUSIC, temos acesso à versão nacional desse disquinho precioso.

Historicamente falando, este disco representa um dos primeiros shows da banda no Japão, na tour de divulgação de "Heading for Tomorrow", que havia catapultado a banda para o estrelato. Foram quatro shows em terras nipônicas: dois deles em Tóquio, e os outros dois em Osaka e Nagoya. E como a gravadora estava acreditando no potencial do GAMMA RAY, bancou a gravação dos shows, que viraram uma fita VHS que ajudou o nome da banda crescer ainda mais. 

Ao vivo, se percebe que o quinteto não perde a força musical que apresentava em seu disco de estúdio. O peso e vibração das canções continuam os mesmos, apenas com uma energia avassaladora, que deve ter deixado os colegas da Terra do Sol Nascente de queixos caídos. E ao mesmo tempo, se percebe mudanças na formação: o guitarrista Dirk Schlächter (que apenas participou no primeiro disco da banda como convidado em algumas linhas de baixo) já está efetivado na banda, e o baterista é Uli Kusch, que substituiu Matthias Burchardt (batera que gravou o "Heading for Tomorrow").

A produção original é de Peter Ernst, que soube dar aquela dose de limpeza e "punch" ao trabalho musical do quinteto, mas ao mesmo tempo, preservou o clima ao vivo do disco, e conseguiu que a sonoridade ficasse bem limpa. Mas é preciso dar pontos para a remasterização de Eike Freese, que soube dar uma bela atualizada no conteúdo, sem violar o que já estava feito, mas dando brilho e peso.

Em termos de arte, o disco tem uma capa muito bonita, além de uma biografia que conta o que se passava na banda na época, além de fotos da época e dos shows no Japão. Tudo muito bem editorado, digamos de passagem.

"Heading For Tomorrow" é tocado ao vivo, na íntegra, logo, podemos perceber como a banda está afiada em clássicos próprios como "Lust for Life", "Heaven Can Wait", "Space Eater", e nas maravilhosas "The Silence" e "Heading for Tomorrow". Mas se há algo que chega a fazer o coração bater mais rápido é ver as versões da banda para "Save Us", "I Want Out" e o insert de "Ride the Sky" antes de começarem "Hold Your Ground". Mas sejamos sinceros: Ralph é um excelente vocalista, mas as músicas do HELLOWEEN não são muito para ele, em especial "Ride the Sky". Não que ele cante mal, mas o contraste de vozes em nossas mentes (acostumadas com a de Michael Kiske ou a de Kai Hansen nas versões originais) fica um pouco insólito. Não ficou ruim, longe disso, apenas estranho.

No mais, "Heading for the East" é um disco de primeira, que merece ser adquirido com todo carinho.

Comentário(s):