22 de out de 2016

AQUILES PRIESTER/GUSTAVO CARMO – Our Lives, 15 Years Later... Live in Studio! (Duplo DVD)


2016
Independente
Nacional

Músicas:

DVD 1: 

1. Elevator
2. Dolphin Race
3. Carousel
4. Our Lives, 13 Years Later…
5. Titanic: a Night to Remember
6. The Old Man and the Sea
7. Cluttered Inbox
8. The Bucket is Full
9. Salvation
10. The Maze
11. The Dance of Eternity

DVD 2:

1. 60 minutos de aula de bateria, guitarra, baixo e teclados
2. Entrevistas
3. Making Of DVD "Our Lives, 15 Years Later... Live in Studio!"


Banda:


Gustavo Carmo - Guitarras
Aquiles Priester - Bateria
Junior Carelli - Teclados
Bruno Ladislau - Baixo


Contatos:

http://trmpress.com.br (Assessoria de Imprensa)


Nota:

Originalidade: 10
Composição: 10
Produção: 10

10/10


Texto: Marcos “Big Daddy” Garcia


Em geral, discos ou DVDs de guitarristas são exclusivamente aulas de autoindulgência instrumental que são, em geral, cansativas para a paciência de pessoas que não tocam o instrumento. Imagine isso quando junta-se uma fera das guitarras com um monstro da bateria, e isso acompanhados de um baixista e um tecladista de primeira linha.

Seria um sonífero de primeira, a cura para a insônia crônica, se não estivéssemos falando de Aquiles Priester (HANGAR, NOTURNALL, ABOUT2CRASH) e Gustavo Carmo (VERS’OVER), dois músicos calejados e cujas qualidades são reconhecidas. Pois bem, eles se juntaram a Juninho Carelli (teclados, do NOTURNALL) e Bruno Ladislau (baixo, que já tocou no ETERNA, TIM “RIPPER” OWENS, VINNIE MOORE, e atualmente, toca com ANDRÉ MATTOS e na banda de Death Metal  BRAND NEW END) e resolveram lançar o Duplo DVD “Our Lives, 15 Years Later... Live in Studio!” que vem dar continuidade ao trabalho que eles já haviam mostrado no CD “Our Lives, 13 Years Later”, de 2014.

Musicalmente, poderíamos classificar a música que ouvimos como “Metal Fusion”, ou seja, é um Metal instrumental tocado com a versatilidade eclética do Jazz Fusion. E diferente do CD, agora temos a imagem do quarteto tocando as músicas, onde podemos perceber a qualidade individual de cada um dos integrantes. Mas mesmo se levando em consideração tanta técnica individual, percebe-se que o resultado final são músicas ótimas como um todo, sem a necessidade de vocais para a expressão de cada uma, e as músicas soam coesas, sem que um ou outro instrumento fique mais destacado. 

A produção visual do DVD é da Foggy Filmes, empresa de Júnior Carelli, que usou 14 câmeras Full HD para que nenhum detalhe da performance do quarteto fosse perdida, e não foi. E apesar do espaço não ser gigantesco (se comparado ao de um show ao vivo), o espaço do Estúdio Fusão serve confortavelmente para a finalidade: a gravação de som e imagens sem muitos overdubs e ajustes, sempre sendo o mais autêntico possível. E o é, sem sombra de dúvidas. E digamos que a gravação feita por Thiago Bianchi ficou de primeira!

Outro ponto interessante da produção do DVD é a questão do menu de opções bem simples e ágil, e cada uma das canções possui uma vinheta inicial em texto, identificando-as e mostrando alguns aspectos de cada uma delas.

Com produção de Aquiles e Gustavo, a mixagem do disco ficou nas mãos de Jesse Vainio, no Mofo Music, na Finlândia, e a masterização é Svante Forsbäck (que trabalhou no DVD “Live In Brusque/SC, Brazil”, do HANGAR), no Chartmakers Studio (também na Finlândia). Tudo isso ara que a qualidade do áudio fosse tão bom como a de imagem, e conseguiram. A sonoridade que nos é oferecida é clara, limpa, mas muito pesada. 

No DVD 1, temos a banda tocando material de “Our Lives, 13 Years Later”, e na mesma ordem. E digamos de passagem: ver e ouvir a banda tocando “Elevator”, “Dolphin Race”, “Carousel”, “Our Lives, 13 Years Later…”, “Titanic: a Night to Remember”, “The Old Man and the Sea”, “Cluttered Inbox” e “The Bucket is Full” é algo fantástico, uma experiência diferente e que realmente é única. Mas para pôr mais água na boca, temos três faixas inéditas, que são “Salvation”, “The Maze” e “The Dance of Eternity”. Tente ver e ouvir cada uma das canções como um todo, sem se prender demais a um dos músicos. Assim, nas posteriores, poderá perceber o quanto cada um deles é importante para a música, que nenhum dos quatro é descartável.

O DVD 2 tem algumas preciosidades: cada um deles administra uma aula. No caso de Aquiles, ele vai mostrando como microfonar e afinar sua bateria, dando dicas inclusive sobre os aspectos especiais do som que ele consegue, e depois mostra algumas técnicas como paradiddles, sempre com legendas em inglês e mesmo mostrando suas batidas em BPMs, hi-hat clutch, e mesmo sobre o uso de triggers (sinceramente, depois disso, espero nunca mais ouvir/ler debates sobre triggers). Na de Gustavo, ele mostra como tocar modos gregos em terças, passagens pentatônicas, entre outras. Já Júnior prefere mostrar a técnica da mesma tecla, padrão de solos a duas mãos (mostrando um fraseado de “The Bucket is Full”), e outras. Por sua vez, Bruno mostra seu virtuosismo nas quatro cordas, mostrando trechos de músicas do DVD, com arpejos e muito mais.

Além disso, temos as entrevistas, sendo que a presença ilustre de Antônio Carlos Monteiro (famoso e experiente jornalista do Metal e do Rock nacional) conduzindo cada uma delas, e assim, cada entrevista tem um brilho diferente, algo que gradualmente nos permite perceber como esse projeto começou, e como foi amadurecendo até se tornar realidade. E fica claro os motivos de Júnior e Bruno estarem no projeto. Ou seja, nosso querido Tony consegue fazer com que nada fique de lado na estória do projeto.

Fechando, temos o making of do DVD, mostrando partes dos ensaios, com as brincadeiras entre eles e tudo mais, o jantar pré-gravações (esse caras não dão pausa na zoeira em momento algum), além de piadas impagáveis de Thiago Bianchi e o bullying de Aquiles em Rudge Campos (parceiro de Júnior na Foggy Filmes), e mesmo os famosos “defeitos especiais”.

É uma aquisição de primeira, seja você músico ou apenas um fã de música, já que “Our Lives, 15 Years Later... Live in Studio!” é uma excelente pedida.

Comentário(s):