3 de ago de 2016

SEVEN DAYS WAR: Utilizando a música como arma de transformação em massa


O SEVEN DAYS WAR surge como uma grata revelação do Heavy Metal gaúcho, se propondo a fazer uma verdadeira guerra, onde sua arma é a música. Jorge Santana (vocal), Guilherme Cunha (guitarra), Igor Casenote (guitarra, backing vocal), Josué Monteiro (baixo) e Juliano Santana (bateria) fazem parte deste time que luta, 7 dias por semana, para levar ao público músicas que transbordam feeling, numa sonoridade pesada, moderna e empolgante.

O grupo está divulgando o recém-lançado EP “A New Beginning”, produzido por Renato Osório (Hibria) e Everton Acosta (Distraught) e mixado e masterizado por Benhur Lima (Keep Them Blind). O resultado final é produto de um objetivo coletivo da banda: fazer música pesada de qualidade e de significado. Para isso, as composições exploram dimensões musicais antes inexploradas pela banda, como por exemplo, a faixa “Dark Sunrise”, que conta com a participação especial da vocalista Ana Carla De Carli (Liberty, Cloud 9).


A proposta do SEVEN DAYS WAR é buscar uma forte conexão com o público, utilizando sua música como um escape para os problemas que nos rodeiam: “A música é uma arma de transformação em massa: tem o poder de conversar com as dimensões mais profundas de qualquer ser. A música pesada, no entanto, ruge, grita, brada e clama; faz acordar os anjos e demônios dentro de cada um de nós; um verdadeiro chamado às armas. Nosso grito de guerra: “A New Beginning””.

Tendo trabalhado pouco mais de um ano entre as composições, gravações e masterização, o SEVEN DAYS WAR mostra-se satisfeito com o resultado final do trabalho, e agora trabalha no agendamento de shows. Mesmo considerada uma banda jovem, seus integrantes já possuem uma longa trajetória na cena metálica gaúcha, entretanto, os músicos declaram:“Podemos dizer que essa é a banda mais coesa e empolgante que todos tivemos, e isso está refletido na gravação e nas composições escolhidas para esse primeiro trabalho.”.

“A New Beginning” está disponível para audição no site oficial da banda, mas também se encontra disponível em todas as principais lojas virtuais do mundo, inclusive no Spotify. Embora tenha disponibilizado o material de forma gratuita no site, a banda também espera que o público faça sua parte, adquirindo o EP de forma legal: “Temos convicção da qualidade alcançada pelo nosso esforço nesse projeto, e sua comercialização é um passo natural em direção ao posicionamento que buscamos no mercado da música pesada.”.

Contatos:


Comentário(s):