30 de ago de 2013

Incite - All Out War (CD)

Minus Head Records 
Importado
Nota 8,5/10

Por Marcos Garcia

Definitivamente, a família Cavalera contribui há muito contribui para o Metal mundial, e depois de SEPULTURA, SOULFLY e CAVALERA CONSPIRACY, é a vez do quarteto INCITE, de Phoenix, Arizona, banda de Richie Cavalera (filho de Gloria e Max Cavalera) chegar pondo as paredes para tremerem com seu mais recente trabalho, ‘All Out War’, um martírio para aqueles seus vizinhos chatos que adoram encher seus ouvidos com funk, pagode, axé ou gospel. Hora da retribuição!

O quarteto foca suas energias em um trabalho que transita entre o Thrash Metal mais agressivo com fortes doses de Groove Metal, boas melodias e estruturas harmônicas aqui e ali, sempre firme, empolgante e pesado, com vocais gritados de forma aguda, riffs de guitarra absurdamente pesado e densos, baixo e bateria bem entrosados e pesados, com boas mudanças de andamento.

Produzido por Logan Mader (que também é o engenheiro de som e responsável pela mixagem e masterização do disco, e já trabalhou com SOULFLY, FEAR FACTORY, DEVILDRIVER, entre outros) e pelo próprio quarteto, a produção é limpa e intensa, deixando cada instrumento bem evidente e brilhante, mas em seu devido lugar e volumes certos. A arte, feita por Zak Sofaly (baterista do grupo) ficou muito boa para a capa, e encarte e contracapa estão em negro com letras em branco, em uma simplicidade extrema, mas funcional. 

Agora, falar do lado musical do grupo é um prazer, já que ‘All Out War’ é pesado, vigoroso e empolgante do início ao fim, sem deixar espaços para comentários negativos, mantendo um nível musical alto o tempo inteiro.

Há destaques como na ótima ‘The Aftermath’ (que se foca mais em um andamento intenso, com belo trabalho de guitarras e vocais), assim como a bruta ‘4ever Loko’ (já com doses generosas de Groove e mudanças de andamentos interessantes), a mais cadenciada e cheia de feeling insano ‘Hopeless’ (reparem bem a força da base baixo/bateria), e na bela, intimista e opressiva ‘Nothing Remains’, que de tão bem feita, todos os membros mostram um trabalho digno de nota. Mas não se iludam: o disco inteiro é ótimo.

Um belo trabalho, uma banda ótima e que está no caminho certo, e que só necessita de que o público lhes dê uma ouvida com bastante carinho, pois a retribuição será certa. 



Tracklist:

01. The Aftermath
02. 4ever Loko
03. Feel the Flames
04. Hopeless
05. Retaliation
06. Exposed
07. Nothing Remains
08. Die Alone
09. Consequences of Life
10. Departure


Formação:

Richie Cavalera - Vocais
Dis - Guitarras
Luis Marrufo - Baixo
Zak Sofaly – Bateria


Contatos:


Comentário(s):