23 de mai de 2017

PAGAN THRONE: PAGAN EMPIRE - AGAINST THE USURPERS OF THE THRONE (EP)


2017
Nacional

Nota: 9,6/10,0


Tracklist:

1. Pagan Empire - Against the Usurpers of the Throne
2. Fallen Heroes
3. Beast of the Sea
4. Kingdom Rises
5. The Trial of the Gods
6. The Trial of the Gods (Bonus EP “Pagan Heart”)
7. Disease of the New World (Bonus EP “Pagan Heart”)
8. Pagan Heart (Bonus EP “Pagan Heart”)


Banda:


Rodrigo Garm - Vocais
Eddie Torres - Baixo acústico, violões,
Hage - Teclados, programação
Alexandre Daemortiis - Bateria

Convidados:

Leo Rodriguez - Vocais adicionais em “Fallen Heroes”
Draco Louback - Vocais adicionais em “Beast of the Sea”
Daniel Malkafly - Vocais adicionais em “Beast of the Sea”
Felipe Lima - Violões em “Pagan Empire - Against the Usurpers of the Throne”
Karla Amora - Flauta em “Pagan Empire - Against the Usurpers of the Throne”
Daniel Malkafly - Flauta em on “Kingdom Rises”
Thiago Freitas - Violão solo em todas as canções,  exceto “Pagan Empire Against the Usurpers of the Throne”


Contatos:

Site Oficial: www.paganthrone.com
Bandcamp:

Texto: Marcos “Big Daddy” Garcia


Em termos musicais, é interessante acompanhar o crescimento e evolução de nomes dentro do cenário musical. Óbvio que aqueles que ouvem um disco do início e outro mais recente não teriam esta mesma visão, pois as evoluções enquanto uma banda constrói seu próprio estilo quase sempre não são muito súbitas. E um grupo que parece conseguir se renovar sempre é o PAGAN THRONE, do Rio de Janeiro. Basta darem uma ouvida no EP “Pagan Empire - Against the Usurpers of the Throne” e terão essa clara idéia.

Este EP apresenta o grupo com mudanças em sua formação e, além disso, o enfoque é acústico. Sim, a banda buscou fugir um pouco do ponto comum que já estamos cansados de conhecer e buscar experimentar com sua música. Se alguns podem reclamar da falta que sentirão dos timbres pesados de guitarras, baixo e bateria, não podem negar que o lado mais melodioso e Pagan/Folk da banda ficou evidente, e por isso, o EP nos seduz com enorme facilidade.

A banda deu uma experimentada muito boa, e quem ganha são nossos ouvidos, pois o EP é ótimo.

Gravado no estúdio Setor55, no Rio de Janeiro, e tendo a tutela de Eddie Torres e da própria banda na produção, mixagem e masterização, a sonoridade do EP é muito boa e de qualidade. Por buscar algo mais introspectivo e Folk, a necessidade primordial é de uma sonoridade limpa e timbres bem definidos, e eles conseguiram. Tudo está bem feito e em seus devidos lugares, com timbres ótimos.

A arte gráfica e layout, por sua vez, foram feitas por Jean Michel da Designations Artwork (https://www.facebook.com/designations), e ele acertou em cheio, pois o aspecto visual encaixa perfeitamente no trabalho musical do grupo.

Esta ousadia de buscar algo nesse sentido mostra que o PAGAN THRONE não tem medo de buscar ser diferente. Aliás, é o que eles querem, pois desde o EP “Pagan Throne” de 2003, a banda vem buscando, passo a passo, a consolidar um estilo diferenciado. E aqui, vemos que estão bem perto disso.

Toda aquela carga Folk/Pagan que inspira certa melancolia e saudades em muitos se percebe em “Pagan Empire - Against the Usurpers of the Throne”, com seu andamento longe de ser rápido, além dos detalhes feitos com flautas e os belos corais. A riqueza e força dos arranjos em “Fallen Heroes” é impressionante, for a o contraste de timbres dos vocais de Garm e Leo (e reparem como o baixo acústico se encaixa perfeitamente nas linhas melódicas da canção). Um pouco mais rápida e cheia de belos arranjos de violão e bom trabalho de bateria é “Beast of the Sea”, fora teclados bem pensados. E na mesma linha, ainda mais animada, é “Kingdom Rises”, que mostra alguns momentos de flautas muito bons, além de arranjos de violão de alta qualidade. E logo surge “The Trial of the Gods” em versão acústica, outra que desperta um forte sentimento de saudade no peito, cheia de violões ótimos, inclusive solos que lembram o flamenco.

Parou por aí?

Nada disso. Ainda temos de bônus novas versões remastrizadas para “The Trial of the Gods”, “Disease of the New World” e “Pagan Heart”, todas vindas do EP “Pagan Heart”, de 2014.  

No mais, “Pagan Empire - Against the Usurpers of the Throne” é um ótimo lançamento, mostrando que o PAGAN THRONE, apesar das mudanças de formação (o guitarrista Raphael Casotto deixou a banda, e em seu lugar, entrou Thiago Freitas, que no EP consta como convidado), mantém o alto nível e continua nos brindando com discos ótimos.

Comentário(s):