20 de dez de 2016

KHROPHUS: “Não nos consideramos como o representante principal da cena, somos parte dela”


Passado seus 23 anos de carreira, a banda catarinense de Death Metal KHROPHUS continua com um grande prestígio no cenário nacional.

Em entrevista ao site Arte Metal a banda falou, entre outras coisas, sobre essa marca de estar todo esse tempo na cena e continuar fazendo algo relevante ao público, atualidade da banda em relação à formação, passagens pela Europa e também projetos futuros, que envolve um novo CD e uma grande turnê.

Ao serem perguntados sobre a grande representatividade do KHROPHUS no cenário brasileiro, Adriano Ribeiro e Carlos Fernandes responderam:
“Não nos consideramos como o representante principal da cena, somos parte dela e trabalhamos muito para que a banda sempre tenha a qualidade, seja nos álbuns ou ao vivo. Não existe segredo, acho que primordialmente tem-se que fazer o que gosta com a maior força de vontade possível, batalhar e lutar sempre. Talvez por aqui ser bem mais frio que a maior parte do país, as bandas acabam adquirindo certas características que influenciam o modo de tocar, mas reitero que isso não é proposital e sim incólume a nossa condição humana.” - Adriano Ribeiro (guitarrista).

“Representar algo ou levar o nome do seu estado e país mundo afora é uma ‘respons’a grande. Não podemos excursionar por ai sendo ‘headliner’ e entregar um show morno ou médio, afinal a impressão que deixaríamos lá fora seria ‘essa é a banda que veio do Brasil? Só isso?’. Exatamente isso que não queremos e nunca entregaremos isso lá fora ou aqui dentro. Ser referência no que você faz e se dedicar é algo que faz valer qualquer esforço ou sacrifício, nos torna humildes em saber que mesmo estando com um nome legal e respeitado, há bandas já muito mais longe e sendo muito humildes. Então se eles que são grandes, são assim humildes, quem somos nós para achar que somos mais que alguém? Cara há bandas ‘fuderosas’ em Santa Catarina, Sodamned, Rhesthus, Juggernaut, Flesh Grinder, Deadpan, Red Razor, Skombrus, Battalion, Warhell, Silent Empire, dentre tantas bandas fodas que estão ai ralando e lutando na cena, uns há anos, outros há poucos anos, porém todos lutamos pelo mesmo ideal e valores, todos merecem respeito igual.” - Completou Carlos Fernandes (baterista)

Confira a entrevista completa pelo link a seguir: http://blogartemetal.blogspot.com.br/2016/12/entrevista-khrophus.html

Confira todas as datas da “Spreading The Madness Tour”: https://goo.gl/sCmA1U

Contato para shows e assessoria: www.sanguefrioproducoes.com/contato

Sites relacionados:

Comentário(s):