13 de set de 2016

ADELLAIDE - Adellaide (EP)


2016
Importado

Nota: 8,0/10,0


Músicas:

1. Save Your Love
2. Heroes
3. Edge of Feeling


Banda:


Daniel Vargas - Vocais, teclados 
Ale Nammur - Guitarras
Alek Ribet - Baixo
Claudio Nammur - Bateria


Contatos:



Texto: Marcos "Big Daddy" Garcia


O Brasil, nos últimos tempos, anda gerando ótimos nomes no Hard Rock e no AOR. E assim, aquele estilo de tanto sucesso no final dos anos 70 e por toda a década de 80 volta a nós, revigorado, mas mantendo os mesmos elementos que todos gostamos.

E digamos de passagem: o quarteto paulista ADELLAIDE sabe fazer uma música acessível e vibrante, como o EP "Adellaide" está aqui para provar.

Nas três faixas que estão no EP, somos embalados por uma música acessível, clara e feita com bons arranjos. Mas óbvio que temos aquele toque de técnica instrumental refinado, e feito de maneira espontânea. Óbvio que fica bem evidente que a orientação musical do EP é ditada, prioritariamente, pelos teclados, mas verdade seja dita: tanto o trabalho instrumental quando vocal também estão muito bem. E a música da banda, se não chega a inovar, é honesta, bem feita e extremamente envolvente.

O EP foi gravado no IMF, sob a tutela de Tito Falaschi e Ale Nammur (guitarrista do grupo), e o resultado é o que estamos acostumados a ouvir quando Tito está tomando conta da mesa de som: uma qualidade sonora de primeira, com um equilíbrio bem feito entre a clareza que a banda precisa, mas com aquela dose de peso que o estilo pede. E a arte é de Joey Policarpo, que deu aquele jeitão meio Hard e meio AOR à arte, que é simples, mas muito boa.

Se a banda mostra um dinamismo de primeira em sua música, é porque a música deles é feita com o coração, sem ser forçada, e com qualidade. E para valorizar ainda mais o EP, temos duetos vocais entre Joey Policarpo e Rodrigo Marenna (do grupo gaúcho de AOR MARENNA) em "Heroes" e o próprio Tito fazendo backing vocals em "Edge of Feelings".

Preparem-se!

"Save Your Love" - É um típico Rock/AOR bem acessível feito com ótimos arranjos de teclados e guitarras de primeira (com solos ótimos à lá Eddie Van Halen). E como o estilo pede, o refrão é daqueles que se ouve e ficam em nossos ouvidos por dia.

"Heroes" - Esta começa bem lentinha, com arranjos limpos de guitarras e teclados de fundo, com belos vocais e backing vocals macios. Mas logo a energia cresce, a faixa ganha uma pegada ótima que nos empolga. Mas reparem como a base rítmica da banda está muito bem, com boa dose de peso e técnica.

"Edge of Feeling" - Começa como uma linda e bela balada bem ao gosto das antigas rádios nos anos 80, mas logo o lado mais pesado e AOR do grupo surge, com uma dinâmica entre vocais e backing vocals excelente, mais solos de guitarra de primeira.

O ADELLAIDE ainda tem um caminho bem longo para percorrer, mas mostra que tem potencial e talento para ir muito longe. Basta aparar algumas arestas, e logo estarão no auge.

Ah, sim: "Adellaide" pode ser adquirido nas plataformas digitais abaixo.

Comentário(s):