7 de dez de 2015

PEIA BRABA, PIGSTEIN, HIERACHICAL PUNISHMENT - Burning the Tyranny (3 Way Split)

Nacional
Muthafuckas Distro / Repugnant Distro / Distro Zombie / Violent Records

Nota 8,0/10,0

Texto: Marcos “Big Daddy” Garcia

Contatos:

PEIA BRABA



PIGSTEIN



HIERARCHICAL PUNISHMENT



Fazer música nem sempre é algo simples. E em termos de Brasil e América do Sul, ainda somos carentes de condições para gravação, mixagem e masterização. E se falarmos de cenários longe dos grandes centros, a coisa fica ainda mais complexa, mais difícil. Mas ainda bem que existe boa vontade e força, pois é assim que trabalhos como “Burning The Tyranny” são feitos: na marra e na coragem.

Aqui, temos um 3 way Spilt, ou seja, um CD em que três bandas são apresentadas, e no caso, temo o PEIA BRABA de Macapá (no Amapá), o PIGSTEIN é de Altamira (Pará), o HIERARCHICAL PUNISHMENT é de Santos (SP). E cada uma apresenta seu trabalho conforme as condições e identidade de cada uma. Mas digamos de passagem: o disco é ótimo para fãs de vertentes bem extremadas do Death Metal. E cuidado com os ouvidos!

O PEIA BRABA já chega de voadora com os dois pés na cara do ouvinte!

Altamente influenciado por bandas como AGATHOCLES, BRUJERIA, NAPALM DEATH antigo, é uma banda que ou se ama ou se odeia, sem meios termos. A gravação é bem suja, mas não chega a ponto de ser tosca e incompreensível. Percebe-se que a banda consegue ir bem, mostrando seu estilo e evoluindo as canções sem grandes percalços. Embora a banda use de canções bem curtas e rápidas, nem sempre apelam para velocidades extremas. Existem momentos mais bem cadenciados e azedos em suas faixas.

Destaques para as canções “Prisão Sem Muros”, a arrasadora “Império da Dor”, a brutal “Matando Por Prazer”, e as ótimas versões para “A Life’s a Life” do DISRUPT, “Cheers Mankind Cheers/Lay Off Me” do AGATHOCLES, e a explosiva “Seis Seis Seis” do BRUJERIA.

Tende a ir bem longe.

Já o PIGSTEIN é outra banda extrema, um verdadeiro puro-sangue Grindcore com sangue nos olhos. Mostram um talento interessante, muito gás e empolgação, com vocais mais rasgados e belos riffs, e tudo em canções que mal chegam a dois minutos de duração. Mas infelizmente, a qualidade de gravação acaba deixando a desejar. 

Mas acreditamos que músicas como a empolgante e raçuda “Pig Heads” e “Flies” mostram que eles possuem muito potencial. Uma gravação um pouco melhor, e estarão no ponto.

Já o HIERARCHICAL PUNISHMENT é um veterano de 21 anos de lutas na cena extrema.

A banda destila um Death Metal bem tradicional, ou seja, acaba destoando por ter uma característica diferente de seus companheiros. Mas ao mesmo tempo, a banda se diferencia dos colegas de Split por apresentar um som extremo e cheio de passagens não tão velozes e músicas um pouco mais longas. 

 “Sin City”, a azeda e cadenciada “Who Are We”, a abusivamente veloz “Fear of Reality” e a curtíssima dobradinha “What’s That?/Mass Opression” se destacam, mas a banda faz um trabalho ótimo em cada uma de suas canções.

Fora isso, o trabalho gráfico (capa, layout) é bem simples, mas está alinhado com a proposta sonora do Split, logo, está muito boa.

O Split é uma ótima iniciativa, mostrando bandas jovens e experientes, e vale a aquisição.

Ah, sim: que cada uma retorne logo com trabalhos próprios.





Músicas:

PEIA BRABA

Banda:

El Matón - Vocais, programação de bacteria
El Chancho - Vocais
El Gerente - Vocais, Guitarras 

01. Prisão Sem Muros
02. Ciclo Vicioso
03. Imposição do Medo
04. Hipocrisia de Plantão
05. Ganância Humana
06. Império da Dor
07. Fim da Humanidade
08. Humanidade
09. Matando por Prazer
10. Valentão Virtual
11. Neurótico de Guerra
12. Máquina do Horror
13. Sem Perdão
14. Mentes Vazias
15. Manipuladores
16. A Life’s a Life 
17. Cheers Mankind Cheers/Lay Off Me 
18. Seis Seis Seis


PIGSTEIN

Banda:

Kleiton Rabelo - Vocais 
André Maia - Guitarras, vocais 
Luiz Quaresma - Bateria

19. People are the Problem
20. Pig Heads
21. Genetic Hydridize
22. Flies
23. Faith/Disgrace
24. Primate Pride


HIERARCHICAL PUNISHMENT

Banda:

Thiago Bocchile - Vocais
Grell - Guitarras
Leão Gazzano - Guitarras 
Diaz - Baixo
Luiz Carlos Louzada – Bateria

25. Intro
26. The Choice
27. Sin City
28. Who are We
29. Run
30. Deceived 
31. The Humanity Walks this Way
32. Savior U.S.A
33. Fear of Reality
34. Sentence of Death
35. Miserable Life
36. Fanaticism
37. Undertaker God
38. What’s That?/Mass Opression
39. Shit Society
40. Sickness of Society
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentário(s):