10 de jun de 2012

Neófito – Abused (EP)


Independente - Nacional
Nota 8
Por Marcos Garcia

Muitas pessoas se perguntam o motivo do Metal, apesar de alguns períodos de baixa, continua sempre forte e vigoroso, enquanto muitos estilos acabam desaparecendo por completo, e a resposta é bem simples: a existência do  underground, pois este sempre gera bandas jovens e fortes, capazes de, com a devida chance, crescer e ocupar o espaço de outras que decaem ou encerram atividades.
Assim sendo, mais um bom nome surge em Lages, SC, o Neófito, uma banda que mescla aspectos do Death Metal da virada dos anos 80 para os 90 a elementos do Doom Metal, mais alguns toques aqui e ali de sonoridades não muito ortodoxas, ganhando assim uma identidade sonora. E o fruto do trabalho deles é este EP de quatro faixas, Abused, que merece o nome, pois é um abuso de peso e agressividade, permeado por um clima denso bem terroroso.
A gravação do EP é bem feita, embora ainda careça de uma pitadinha mais de limpeza, mas lembremos de que fazer Metal no Brasil nunca foi algo simples, e muito menos barato, logo, temos que dar um desconto, mesmo porque podemos ouvir os instrumentos com certa clareza e a sonoridade é intensa e possui vida, logo, é só um detalhe técnico.
O que esperar do disco?
Pulmões bafejantes em vocais guturais bem postados, guitarras azedas e ríspidas em riffs e solos bem compostos e técnicos, baixo e bateria muito pesados, ora mais extremos, ora bem técnicos, inclusive com as quatro cordas fazendo bem mais que se prender à marcação e a bateria inserido pequenos inserts de percussões tribais, mas que fique bem claro aos mais radicais: isso não descaracteriza a brutalidade da banda em momento algum.
Uma introdução de piano bem climática, The World Is Crashing Down, abre o EP, precedendo o abuso de peso e técnica de Abused, uma faixa bem bruta e que lembra em muito o Death Metal europeu da década de 90, mas devido aos toques mais trabalhados, foge de ser um ‘rip-off’; em Daily Tragedy, temos a presença de riffs e solos bem ‘kingeanos’, bem como momentos mais voltados à cadência e peso; com uma bela introdução de cítaras indianas, chega a cadenciada e intensa No One Hears Your Screams, com um clima para lá de aterrorizante, embora exista uns momentos de maior rapidez em seu final. 
Um ponto interessante a ser citado é que vendo relatos e imagens feitos por Pablo Gomes, jornalista do Diário Catarinense (Diário Catarinense - Diário do Haiti) que se encontra na capital do Haiti, Porto Príncipe, nasceu a inspiração para a composição das músicas e letras do EP, pois mostram a realidade chocante de um país arrasado.
Um ótimo trabalho, que merece a conferida, bem como faz nascer em nós a conscientização que precisamos fazer algo para tornar o mundo um lugar melhor para todos.

No One Hear Your Screams

Tracklist:

01. The World is Crashing Down
02. Abused
03. Daily Tragedy
04. No One Hears Your Screams


Formação:

Rafael Ghislandi – Vocal e guitarras
Rafael Tizatto – Guitarras 
Thiago Tigre – Baixo 
Guilherme Letti – Bateria 

Contatos:


Comentários
0 Comentários

Comentário(s):